Cúrcuma: O Que é, Benefícios, Efeitos Colaterais e Como Tomar

A cúrcuma ou açafrão é o tempero que dá ao Curry, famosa especiaria indiana, a cor amarela, o aroma e o sabor característicos. Ela é usada na Índia e por diversas tribos indígenas há milhares de anos como especiaria e também como erva medicinal. Nos Estados Unidos a cúrcuma é usada no preparo dos tradicionais molhos de mostarda.

Pesquisas recentes reafirmaram o que os antigos já sabiam: a cúrcuma realmente contêm substâncias com propriedades medicinais. São compostos chamados curcuminóides, o mais importante dos quais é a curcumina.

A curcumina é o principal ingrediente ativo do açafrão. Ela possui efeitos anti-inflamatórios potentes e é um antioxidante muito eficiente.

O que é a cúrcuma?

A cúrcuma (Curcuma Longa) é uma planta herbácea rizomatosa da família do gengibre, e tanto a sua folhagem quanto a raiz são bastante parecidas, diferenciando-se basicamente pela coloração interna. Enquanto o gengibre tem uma coloração amarelo-clara, a cúrcuma é de um alaranjado profundo.

A cúrcuma ou açafrão tem um sabor caracteristicamente picante e amargo e uma fragrância suave que lembra laranja e gengibre.

O rizoma ou raiz da cúrcuma é muito utilizado como anti-inflamatório tanto na medicina chinesa quanto indiana e, por causa de sua cor amarelo alaranjada, tem também sido utilizada ao longo da história como condimento, corante têxtil e remédio.

A raiz pode ser consumida fresca ou na forma de extrato. Para se preparar o extrato, os rizomas do açafrão são fervidos e, em seguida, secos em forno quente. Após isso, são moídos e obtém-se o pó que é comumente usado como tempero culinário, para tingimento de fibras têxteis e corante de alimentos, ou como medicamento.

A cúrcuma é um poderoso anti-inflamatório muito efetivo para o tratamento de doenças inflamatórias como artrites, tendinites e machucados em geral. A planta também é um excelente purificador do sangue efetivo também no controle do colesterol. Os chineses a usam nos seus tratamentos medicinais há mais de quatro mil anos e seu consumo é bastante seguro.

A Curcumina

O principal ingrediente ativo do açafrão é a curcumina. Ela é um pigmento fenólico que tem um sabor ligeiramente amargo e picante e um cheiro bastante característico que lembra a mostarda.

É a curcumina que dá ao açafrão a propriedade anti-inflamatória e seu caráter preventivo em relação ao câncer.

Embora ainda estejam sendo feitos estudos a respeito dos efeitos da curcumina sobre o câncer, nota-se que em países como a Índia e o Sri Lanka, onde a cúrcuma é consumida diariamente a incidência de câncer de colo, útero, próstata e pulmões é muito mais baixa do que nos países que não têm o hábito de consumi-la.

Benefícios da curcumina – A melhor forma de se obtê-los e como toma-la

O açafrão pode ser facilmente adicionado à dieta. Seja na forma de pó (depois de cozido, seco e ralado), ralado cru como se faz com o gengibre, ou como suplemento na forma de cápsulas, extrato ou gotas.

A maioria dos estudos sobre o açafrão mostra que seus benefícios à saúde ocorrem quando se consome uma dosagem superior a um grama por dia intercalado com as refeições. No entanto, é muito difícil chegar a este nível de consumo usando-o apenas como tempero dos alimentos.

Para obter seus efeitos completos, é preciso tomar um extrato que contenha quantidades significativas de curcumina.

Para aumentar a absorção de curcumina nos intestinos é recomendado o consumo concomitante de pimenta do reino, gengibre ou azeite.

Pesquisas mostraram que o consumo diário de duas a três gramas de cúrcuma por um período de dois meses curou úlceras estomacais em até 75 por cento dos pacientes tratados.

Perfil Nutricional

A cúrcuma é uma excelente fonte de ferro e manganês. É também uma boa fonte de vitamina B6, fibras e potássio. Veja todos os valores de referência na tabela a seguir:

Valores em porcentagem ideal para o consumo diário tendo como referência uma quantidade de duas colheres de chá de cúrcuma ralada.

Calorias totais: 16

Nutriente                   Porcentagem

Manganês17
Ferro10
Vitamina B65
Fibras4
Cobre3
Potássio3

8 principais benefícios da cúrcuma

A cúrcuma pode ser o suplemento nutricional mais eficaz existente. Muitos estudos de alta qualidade mostram que ela tem grandes benefícios para o corpo e cérebro. Veja os 10 principais benefícios para a saúde atribuídos a ela.

1- A curcumina é um composto anti-inflamatório natural

A curcumina é um potente anti-inflamatório e, ao contrário da maior parte dos medicamentos usados para tratar inflamações, a ingestão do açafrão não provoca úlceras ou leva ao risco de hemorragias internas. Pelo contrário, ela ajuda a proteger os órgãos do sistema digestivo.

A curcumina age em vários estágios do processo inflamatório, mas sua eficácia está no fato de se tratar de uma substância bioativa, que combate a inflamação em nível molecular. Estudos já mostraram que a curcumina pode ser comparada com os fármacos tradicionais usados como anti-inflamatórios, porém, sem os efeitos colaterais que os medicamentos provocam.

A revista americana Oncogene publicou os resultados de um estudo comparativo entre vários compostos anti-inflamatórios e descobriu que a aspirina e o ibuprofeno são menos eficazes que a curcumina, o que a coloca entre os compostos anti-inflamatórios mais eficazes do mundo.

Algumas pesquisas mostram que a curcumina pode aliviar os sintomas de uveíte – inflamação intraocular. Outra pesquisa mostrou que tomar açafrão diariamente durante vários meses pode melhorar a função dos rins em pacientes com inflamação nestes órgãos.

Pesquisadores ainda ressaltam que algumas doenças fatais como câncer, colite ulcerosa, artrite, níveis elevados de colesterol e dor crónica podem ser resultado de inflamações.

2- Cúrcuma aumenta drasticamente a capacidade antioxidante do organismo

Acredita-se que a oxidação das células e tecidos é um dos mecanismos que leva ao envelhecimento e ao desenvolvimento de muitas doenças. A oxidação no organismo seria causada por radicais livres, moléculas que tendem a reagir com substâncias orgânicas importantes, tais como ácidos graxos e proteínas.

A curcumina é um potente antioxidante da cúrcuma que pode neutralizar os radicais livres, devido à sua estrutura química. Além isso, a curcumina também aumenta a atividade de enzimas antioxidantes próprias do corpo. Dessa forma, a curcumina age duplamente contra os radicais livres primeiro bloqueando-os diretamente e, em seguida, estimulando os mecanismos antioxidantes do próprio organismo.

3- A curcumina reduz o risco de doença cardíaca

As doenças cardíacas são atualmente a maior causa de mortes no mundo. Estudos sugerem que a curcumina pode ajudar a prevenir o acúmulo de placas que podem obstruir as artérias e levar a ataques cardíacos e derrames. Ela funciona porque seu princípio ativo pode ser capaz de impedir a oxidação do colesterol no organismo. Sabe-se que o colesterol oxidado é o que danifica os vasos sanguíneos e acumula-se levando a ataques cardíacos e acidentes vasculares no cérebro.

Além disso, a cúrcuma é uma boa fonte de vitamina B6, necessária para manter os níveis de um aminoácido chamado homocisteína. Altos níveis de homocisteína são considerados um fator de risco significativo para danos nos vasos sanguíneos, aterosclerose e doenças cardíacas. Já uma ingestão elevada de vitamina B6 está associada com um risco reduzido de doenças do coração.

4- Diminui os níveis de colesterol no organismo

Pesquisas revelam que as moléculas de curcumina funcionam como mensageiras que se comunicam com genes das células do fígado, direcionando-as para aumentar a produção de proteínas que criam receptores para o LDL (mau colesterol). Com mais receptores de LDL, as células do fígado são capazes de eliminar uma maior quantidade de colesterol do organismo do que naturalmente faria.

5- A curcumina melhora a função cerebral e diminui o risco de mal de Alzheimer

Os neurônios são células capazes de se dividir, se multiplicar e formar novas ligações ao longo de toda a nossa vida. Um dos principais fatores deste processo é fator neurotrófico (ou BDNF – Brain-Derived Neurotrophic Factor), um tipo de hormônio de crescimento que funciona no cérebro. Muitos distúrbios cerebrais comuns têm sido associados à diminuição dos níveis deste hormônio. Isto inclui a depressão e a doença de Alzheimer.

Curiosamente, a curcumina pode aumentar os níveis cerebrais de BDNF e com isso, retardar ou até mesmo reverter a diminuição de funções cerebrais relacionadas à idade e prevenir doenças cerebrais.

Um número grande de estudos tem sugerido que a curcumina também protege contra a doença de Alzheimer diretamente. Ela age acionando um gene responsável pela produção de proteínas antioxidantes no cérebro. Um estudo publicado no Jornal italiano de Bioquímica em 2003 detalhou o papel da curcumina na indução de um sistema de proteção de tecido cerebral. De acordo com esta pesquisa, quando tal sistema é acionado ele induz a produção de um potente antioxidante, que protege o cérebro contra lesões oxidativas causadas por radicais livres. A oxidação é tida como um fator importante no envelhecimento e responsável por doenças neurodegenerativas incluindo demências como a doença de Alzheimer.

6- Cúrcuma pode ajudar a prevenir e até mesmo tratar alguns tipos de câncer

O câncer é uma doença caracterizada pelo crescimento descontrolado de grupos de células no organismo. Pesquisadores afirmam que a ingestão de cúrcuma pode interferir bloqueando o crescimento, o desenvolvimento e a propagação do câncer em nível molecular nas células.

Acredita-se que as funções antioxidantes da curcumina agiriam protegendo as células do cólon, da próstata, da mama, da pele, entre outros órgãos, dos radicais livres que podem danificar o DNA celular. No caso destes órgãos, a renovação celular é bastante rápida, o que os torna mais sensíveis à ocorrência de câncer. Isto se explica porque há uma replicação celular frequente e com isso a possibilidade de mutações no DNA também aumenta e pode resultar na formação de células cancerosas.

Um estudo americano de 2007 combinou a curcumina com a quimioterapia para o tratamento de câncer de intestino em células de um laboratório. Os resultados mostraram que o tratamento combinado matou mais células cancerosas do que a quimioterapia sozinha.

A curcumina também ajuda o corpo a destruir as células cancerosas que já sofreram mutação evitando que se espalhem através do corpo na forma de metástase. Esta ação se dá através do reforço da função hepática e da inibição da síntese de uma proteína que colabora na formação de tumores fornecendo sangue adicional necessário para o crescimento das células destes.

Novos estudos ainda estão sendo desenvolvidos para provar que doses elevadas de curcumina podem ajudar a tratar o câncer em seres humanos, no entanto, há evidências de que sua ingestão pode ajudar a prevenir a ocorrência do câncer especialmente do sistema digestivo. Num estudo com 44 homens com lesões no cólon que, por vezes, se tornam cancerosas, foram dadas quatro gramas de curcumina por dia, durante 30 dias. Observou-se uma redução de 40% do número de lesões nos pacientes.

7- Pacientes com artrite respondem muito bem à suplementação com curcumina

A artrite é um problema comum nos países ocidentais. Existem vários tipos diferentes, mas a maioria envolve algum tipo de inflamação nas articulações. Dado que a curcumina é um potente anti-inflamatório e age também contra a dor, ela poderia ajudar no tratamento contra a artrite.

Também pela sua ação antioxidante, a curcumina é capaz de neutralizar os radicais livres, substâncias químicas que podem viajar através do corpo e causar grandes danos às células saudáveis ​​e suas membranas celulares. Isto é importante em doenças como a artrite, onde os radicais livres são responsáveis ​​pela inflamação das articulações que geralmente causa dor e danos em sua estrutura. Por este motivo, pessoas com doenças nas articulações encontrar alívio quando usam o tempero regularmente.

Em um estudo recente entre pacientes com artrite reumatoide, compararam a curcumina com fenilbutazona e perceberam que as pessoas que receberam curcumina tiveram melhorias mais significativas em relação à rigidez matinal e a capacidade de caminhar, além de diminuição do inchaço das articulações.

8- Age na prevenção ao diabetes

Estudos preliminares sugerem que tomar açafrão diariamente pode ser essencial para a redução de açúcar no sangue e para reverter a resistência à insulina.

Em 2009, a revista Biochemistry and Biophysical Research Communications, especializadas em pesquisas biológicas, publicou um estudo sobre como a suplementação com cúrcuma pode ajudar a inverter o diabetes.

O estudo descobriu que a curcumina no açafrão é literalmente 400 vezes mais potente do que a metformina, uma droga usada comumente para melhorar a sensibilidade à insulina e ajudar a reverter o diabetes tipo dois.

Além de prevenir as causas da diabetes, a curcumina também tem provado ajudar a reverter muitas das questões relacionadas com a resistência à insulina e a hiperglicemia. Um exemplo a ser citado é o caso da retinopatia (doença da retina), uma das complicações mais comuns do diabetes onde vasos sanguíneos danificados causam cegueira. Um estudo descobriu que a suplementação com curcumina pode retardar essa complicação horrível do diabetes por causa de suas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes.

Como tomar? Ideias para servir a cúrcuma no dia a dia

– Adicione cúrcuma ao ovo cozido da salada para dar-lhe uma cor amarela mais apetitosa;

– Misture o arroz integral com passas e castanha de caju e tempere com açafrão, cominho e coentro;

– Adicione a especiaria diretamente à couve-flor cozida no vapor, ou ainda faça um molho cremoso para acompanha-la adicionando açafrão e cebola seca a um pouco maionese, sal e pimenta.

– Cúrcuma é um ótimo tempero para incrementar as receitas que levam lentilhas.

– Dê aos molhos para salada um tom amarelo-alaranjado, adicionando um pouco de pó de açafrão a eles.

Vídeo:

Veja no vídeo que irá aparecer abaixo algumas dicas da nutricionista:

Efeitos colaterais da cúrcuma e segurança do consumo

Cúrcuma não é um alimento que comumente cause alergias e não é conhecido por conter quantidades mensuráveis ​​de purinas ou oxalatos, no entanto algumas pessoas relataram reações alérgicas à cúrcuma, especialmente após a exposição da pele ao sol. Nestes casos foram relatadas suaves erupções cutâneas acompanhadas de coceira. Há registros de reações adversas em pessoas que consumiram doses elevadas de cúrcuma. Nestes casos foram observadas as seguintes reações:

  • Náusea
  • Diarreia
  • Retardo na coagulação do sangue
  • Função hepática aumentada
  • Contrações da vesícula biliar
  • Hipotensão (pressão arterial baixa)
  • Contrações uterinas em mulheres grávidas
  • Aumento do fluxo menstrual
  • Diminuição drástica do nível glicêmico em diabéticos
  • Dores no estômago
  • Diminuição na absorção de ferro

Pessoas que tomam certos medicamentos também devem ter cuidado ao ingerir cúrcuma ou usar suplementos que a contenham. Seu princípio ativo pode interferir na ação de anticoagulantes como a aspirina e na absorção de medicamentos não esteroides, anti-inflamatórios e outros suplementos que estejam sendo tomados.

Referências adicionais:

  1. Xu, Ying, et al. “Curcumin reverses the effects of chronic stress on behavior, the HPA axis, BDNF expression and phosphorylation of CREB.” Brain research 1122.1 (2006): 56-64.
  2. Menon, Venugopal P., and Adluri Ram Sudheer. “Antioxidant and anti-inflammatory properties of curcumin.” The Molecular Targets and Therapeutic Uses of Curcumin in Health and Disease. Springer US, 2007. 105-125.
  3. Wongcharoen, Wanwarang, and Arintaya Phrommintikul. “The protective role of curcumin in cardiovascular diseases.” International journal of cardiology 133.2 (2009): 145-151.
  4. Anand, Preetha, et al. “Curcumin and cancer: an “old-age” disease with an “age-old” solution.” Cancer letters 267.1 (2008): 133-164.
  5. Mishra, Shrikant, and Kalpana Palanivelu. “The effect of curcumin (turmeric) on Alzheimer’s disease: An overview.” Annals of Indian Academy of Neurology 11.1 (2008): 13.
  6. Xu, Ying, et al. “The effects of curcumin on depressive-like behaviors in mice.” European journal of pharmacology 518.1 (2005): 40-46.
  7. Kulkarni, Shrinivas K., Mohit Kumar Bhutani, and Mahendra Bishnoi. “Antidepressant activity of curcumin: involvement of serotonin and dopamine system.” Psychopharmacology 201.3 (2008): 435-442.
  8. Nagpal, Monika, and Shaveta Sood. “Role of curcumin in systemic and oral health: An overview.” Journal of natural science, biology, and medicine 4.1 (2013): 3.
  9. Tayyem, Reema F., et al. “Curcumin content of turmeric and curry powders.” Nutrition and cancer 55.2 (2006): 126-131.

Você já conhecia todos esses benefícios da cúrcuma para a saúde? Tem o costume de utilizá-la em algumas receitas do dia a dia? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (278 votos, média: 4,10 de 5)
Loading...

150 comentários em “Cúrcuma: O Que é, Benefícios, Efeitos Colaterais e Como Tomar”

    • Eu tomo cúrcuma todos os dias de manhã eu um copo com água e uma colher de chá,e aí eu tomo banho me arrumo e tomo café direito e vou para a academia,eu me sinto muito bem com o cúrcuma está fazendo muito bem a minha saúde…

  1. Comecei a tomar capsulas de cúrcuma,pois tenho artrose, foi muito bom sumiram as dores, mas começou a me dar coceira,sou alérgica a anti-inflamatório como Tandrilax não sei se tem alguma relação, penso ir procurar médico.Que acham? Não queria parar…

  2. E
    Eu estou tomando com dous lo
    Imoes e duas folhas de couve, senti q a minha pele que e muito oleosa melhorou muito , nao deixo mais de tomar , e a medida e uma colher de sobremesa.AMEI.

  3. Meu cunhado vende o açafrão puro, ele planta e colhe fazendo o preparo. Sempre compro dele aqui em Brasília.

  4. PASSEI A TOMAR CURCUMA DEVIDO A TENDINITE NO MEU BRAÇO DIREITO. AS DORES ERAM CONSTANTES E PRINCIPALMENTE À NOITE. COM UMA SEMANA SE USO DIÁRIO JÁ SENTI QUE A DOR ERA QUASE IMPERCEPTÍVEL. HOJE JÁ FAZEM 40 DIAS E ALÉM DAS DORES QUE SUMIRAM ELIMINEI TRÊS QUILOS. DEVIDO A CURCUMA COMBATER AS INFLAMAÇÕES, COMBATE TAMBÉM A CELULITE. CURCUMA AGORA É PARTE DA MINHA DIETA DIÁRIA. TOMO PELA MANHA 2 COLHERES (CHÁ) BEM CHEIAS DE CURCUMA MISTURADAS AO SUCO DE CAJU OU CAFÉ COM LEITE OU VITAMINA DE FRUTAS. FAÇO DOIS COPOS, UM COM CURCUMA E OUTRO SEM MISTURA. ASSIM VOU INTERCALANDO OS FOLES PARA DESCER MAIS FÁCIL. POTENCIALIZO AINDA COM UMA CÁPSULA DE PIPERINA 10 Mg e 2 colheres(sopa) Óleo de Côco. ESTE CAFÉ DA MANHÃ ME DEIXA SEM FOME TOTALMENTE ATE PRÓXIMO DAS 14 HS. TOMAR ÁGUA TAMBÉM É MUITO IMPORTANTE.

  5. ola,quero saber se posso fazer uso da cúrcuma.Temho artite reumatoide,muitas dores, inchaços.
    qual a dose por dia

  6. Eu uso cúrcuma em pó, colocando diretamente sobre os alimentos (saladas e comidas em geral). Nunca misturei com nenhum líquido. Não vejo problema. Alguém também usa assim?

    • Para potencializar a absorção da curcumina pelo organismo é melhor misturar com pimenta do reino moída e azeite de oliva

  7. Estou com um diagnóstico de artrite e fibromialgia. Sinto muitas dores pelo corpo todo e dificuldade ao levantar.
    Gostaria de saber qual a quantidade adequada diária de cúrcuma/açafrão a ser consumida.
    Obrigada.

  8. Quem tem glaucoma – pressão ocular alta, em tratamento- pode tomar estas cápsulas? Estou impedida de fazer uso de muitos remedios por causa do glaucoma e não sei a dosagem. Sofro com problemas nas articulações, artrose nas mãos e joelhos e menisco inflamado . Muito grata pela atenção .

  9. Faz algum tempo(anos)bati com o dedo indicador direito na torneira da cozinha e desde lá fiquei com uma mancha roxa na unha e a dor me acompanhou diariamente e a inchação também. Fiz uma radiografia há dois anos e o resultado foi desmineralização óssea e o ortopedista me disse que eu teria que conviver com aquela dor pois não havia tratamento e nem cura. Entreguei a minha necessidade nas mãos de Deus e esqueci os médicos. Bom, viajando pro Canada em outubro próximo passado fui agraciada ao conhecer o Curcuma Turmeric através da minha filha que tinha as mãos inchada devido ao trabalho que exerce e ao fazer uso desse complemento ficou boa. Foi assim que melhorei da dor e do inchaço que já me impedia de fazer minhas tarefas domésticas pois já não podia esbarra a ponta do dedo em coisa alguma. Estou consumindo 500mg diariamente no café da manhã. Não podia deixar de relatar o meu caso aqui pois é muito importante que sejamos esclarecidos quanto ao uso de produtos naturais existentes na natureza e eficazes. Desde já agradecida por essa oportunidade. Abraços

  10. Olá, gostaria de saber se posso tomar canela de velho em cápsulas e cúrcuma longa? Tipo, intercalar durante o dia. Tenho muitas dores no corpo, agora no verão piora muito. Coluna, nervo ciático e joelho doem demais. Grata!

  11. Olha… estou tomando curcumin turmeric …a 3 meses e olha…e sempre faço um checap de exames laboratoriais e no resultado da ferretina foi o único que deu alteração..grau elevado de ferro no sangue..estou com uma grande dúvida de que seja a curcumina…vou dar um tempo… agradeço abraços.

  12. Tomo uma colher de chá de manhã diluído no café,da marca ECOLIFE,e em dois meses de uso , com a graça de Deus, fiquei curada da esofagite, contatado através de Endoscopia digestiva.

  13. Depois de tomar 8 cápsulas, sinto uma ligeira comichão, especialmente nas pernas e braços… Que devo fazer?

  14. OI Patricia !!
    Nas casas que vende todos os tipos de grãos e sementes, sempre t\~em cúrcuma. Não se preocupe muito em elação ás diferenças de preço .
    A qualidade entre uma e outra não faz grandes diferenças. Não dá para falsificar cúrcuma.
    Eu tomo uma colerina de café das pequenas uma vez ao dia no almoço ou jantar..

    • A esmagadora maioria da curcuma que existe no mercado está misturada com fubá de milho; para verificar se a cúrcuma é pura pegue uma colher de chá do pó , coloque 30 ml de agua em uma concha e leve ao fogo até ferver, se formar uma espécie de mingau está contaminada com fubá; nas casas que vendem especiarias tem a curcuma em raiz seca ,é a melhor maneira de comprar

    • Tomemos cuidados… Pois já estão falsificando até esse maravilhoso tempero… A vários relatos e vídeos mostrando como fazer o teste para saber se estamos comprando cúrcuma boa ou não…

  15. Alguém pode indicar uma marca de confiança de cúrcuma em capsula para comprar por favor? Como há muitas e os preços diferenciam demais estou confusa.

    • Te aconselho a adquirir em uma farmácia de produtos naturais, tipo Flora Medicinal, assim voce estará adquirindo um produto de qualidade. Boa sorte.

    • Boa tarde. Meu nome é Claudionor e eu planto cúrcuma em vaso na minha casa, é bem simples, você colhe os rizomas “raizes” e consome ralada, em pedações, do jeito que melhor lhe convier. Se preferir vá na feira e compre, é muito barato e tem em forma de “raizes” ou em pó, é muito mais barato do que capsulas e você terá garantia de 100% que não é falsificado.

Deixe um comentário