Abacaxi

Diabético Pode Comer Abacaxi?

Tem coisa mais refrescante do que um suco de abacaxi bem gelado em um dia de calor escaldante? A fruta também pode ser consumida em receitas de sorvetes, tortas, mousses, bolos e batidas com bebidas alcoólicas, por exemplo.

De acordo com as informações nutricionais, o alimento é fonte de nutrientes que necessitamos para que o nosso organismo funcione corretamente como carboidratos, fibras, cálcio, ferro, magnésio, manganês, potássio, vitamina A, vitamina B1, vitamina B2, vitamina B5, vitamina B6, vitamina B9 (ácido fólico/folato), vitamina C e antioxidantes.

Mas será que todo mundo está liberado a consumir a fruta? Por exemplo, o diabético pode comer abacaxi?

A diabetes

Antes de começar a analisar de fato se o diabético pode comer abacaxi ou não, vamos ficar mais familiarizados com a doença?

Pois bem, o que temos aqui é uma condição de saúde crônica, em que não ocorre a produção do hormônio insulina no organismo ou a utilização do hormônio não acontece de maneira apropriada.

A insulina é responsável por controlar a quantidade de glicose no sangue e necessária ao organismo para que ele possa utilizar a glicose obtida por meio da alimentação como fonte de energia.

Em um quadro de diabetes, a glicose não é usada apropriadamente e o seu nível fica alto, causando uma hiperglicemia.

A lista de sintomas da doença inclui: muitas idas ao banheiro – principalmente no período noturno – sentir muita sede, ficar mais cansado do que o habitual, perder peso sem tentar, coceira ou candidíase genital, cortes e feridas que demoram mais tempo para serem curados e visão borrada.

Ao apresentar um ou mais desses sintomas, é fundamental procurar o médico para descobrir se tem ou não a condição e dar início ao tratamento adequado – a doença pode provocar uma série de complicações quando não é tratada.

A permanência de níveis altos de açúcar no sangue por longos períodos pode causar danos em órgãos, vasos sanguíneos e nervos do organismo. Além disso, a diabetes pode trazer outras complicações como doença renal, má circulação, formigamento, dor, fraqueza e perda de sensibilidade nos pés e membros inferiores, pele seca, aparecimento de calos e problemas nos olhos.

A doença também pode gerar a pressão arterial alta, o aumento das chances de ter um acidente vascular cerebral (AVC), a síndrome hiperosmolar não cetótica (SHNC, caracterizada por hiperglicemia, extrema desidratação e alteração no nível de consciência) e gastroparesia (demora no esvaziamento do estômago).

As informações são da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) e da Associação Americana de Diabetes.

E então, será que o diabético pode comer abacaxi?

Todas as frutas podem ser consumidas dentro da dieta do diabético, desde que essa ingestão ocorra em pequenas quantidades, para evitar a elevação dos níveis de açúcar no sangue.

A fruta fresca é preferível ao suco da fruta para o diabético, pois o suco carrega uma quantidade maior de açúcar e um teor mais baixo de fibras em relação à fruta fresca, o que resulta no retorno rápido da fome e um aumento mais rápido dos níveis de açúcar no sangue depois do consumo.

A Associação Americana de Diabetes também defende que as frutas podem fazer parte das refeições das pessoas que sofrem com a diabetes, argumentando que esses alimentos são abundantes em vitaminas, minerais e fibras – importantes para a saúde de todo mundo, incluindo os diabéticos.

Entretanto, a organização alertou que como as frutas (inclusive o abacaxi) possuem carboidratos, elas aumentam os níveis de glicose no sangue. Assim, o conselho da Associação Americana de Diabetes é “conversar com o nutricionista sobre a quantidade, frequência e o tipo de frutas que você deve comer”.

A contagem de carboidratos na dieta de quem sofre com a diabetes

De acordo com a Associação Americana de Diabetes, a contagem de carboidratos é uma das diversas alternativas de programa alimentar para controlar os níveis de glicose (açúcar) no sangue dos diabéticos, utilizada com mais frequência por pessoas que tomam insulina duas vezes ou mais a cada dia.

O método envolve contar a quantidade em gramas de carboidratos de cada refeição, combinando com a dose de insulina, explicou a organização. Segundo a associação, com o equilíbrio correto da prática de atividades físicas e do uso de insulina, a contagem de carboidratos pode auxiliar a controlar as taxas de glicose no sangue.

Entretanto, a Associação Americana de Diabetes ressaltou que a quantidade de carboidratos que cada diabético pode consumir em cada refeição deve ser definida em conjunto com o médico responsável pelo tratamento.

Ou seja, não temos como estabelecer valores que sirvam de maneira geral, cada paciente deve checar isso com o médico que cuida do seu tratamento.

Como vimos acima, um dos nutrientes que estão presentes na composição do abacaxi são justamente os carboidratos. Conforme a tabela nutricional, uma xícara com pedaços frescos possui 22 g de carboidratos.

Portanto, para saber se o diabético pode comer abacaxi, precisamos levar em conta o teor de carboidratos presentes na fruta ao inseri-la em suas refeições e certificar-se de que o alimento não ultrapassa ou compromete o limite de carboidratos que ele pode consumir por refeição.

Considerações importantes

Vale ressaltar que este artigo serve exclusivamente para informar, porém, jamais pode substituir as recomendações do médico e/ou nutricionista em relação à dieta ou qualquer parte do tratamento para diabetes.

Cada paciente possui o seu próprio quadro da doença, assim como o seu próprio organismo e as suas próprias necessidades. Portanto, somente os profissionais que o acompanham é que podem estabelecer como deve ser o toda a dieta do paciente, o que inclui determinar se este diabético pode comer abacaxi ou não.

Ao ser diagnosticado com a condição, o ideal é separar um tempo o mais rápido que puder para conversar com o médico e o nutricionista a respeito de como a dieta deverá ser a partir de então, o que inclui como o consumo de abacaxi deverá funcionar a partir de então, conforme as particularidades do quadro do paciente em questão.

Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar que diabético pode comer abacaxi moderadamente? Já foi diagnosticado com essa condição? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite


ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*