Dieta Líquida Completa – Cardápio, Alimentos, Receitas e Dicas

Especialista:
atualizado em 24/06/2020

Uma dieta líquida completa é aquela que permite a ingestão de apenas fluidos e alimentos que se transformam em líquidos quando se encontram em temperatura ambiente. O programa alimentar exclui a ingestão de alimentos sólidos.

De acordo com informações do Medline Plus, site dos Institutos Nacionais de Saúde (NIH, sigla em inglês), dos Estados Unidos, essa dieta líquida restrita de comidas sólidas é de fácil digestão e tem como objetivo que seus seguidores ingiram de 1.350 a 1.500 calorias diariamente.

Entretanto, é possível encontrar dietas líquidas cujo proposta de consumo calórico diária traz uma quantidade mais baixa.

Quem deve fazer a dieta líquida completa?

O plano alimentar costuma ser indicado por profissionais médicos aos seus pacientes antes da realização de um exame ou de procedimentos cirúrgicos. A dieta também pode ser indicada para ser seguida durante ou depois de cirurgias no estômago ou intestino e para obesos que precisam emagrecer antes de se submeter a uma operação para perda de peso como a cirurgia bariátrica.

Pessoas que sofrem com problemas para mastigar e engolir alimentos sólidos também podem receber a recomendação de seguir o programa alimentar.

É fundamental que a dieta tenha o acompanhamento médico e que todas as orientações dadas pelo profissional sejam seguidas adequadamente. Não precisa ser especialista em saúde para perceber que ela é restritiva e pode limitar o fornecimento de nutrientes ao organismo, o que traz deficiências nutricionais como consequência.

A dieta líquida para emagrecer

Devido ao fato de cortar um considerável número de calorias, algumas pessoas podem ter a ideia de que a dieta líquida emagrece. E isso é até verdade, porém, por pouco tempo.

A redução drástica no consumo de calorias pode sim resultar na perda de peso. Até porque para perder peso é necessário ingerir uma quantidade calórica menor do aquela que é consumida.

Entretanto, quando a ingestão de calorias é cortada drasticamente, o metabolismo sofre uma desaceleração, motivado pelo objetivo de poupar energia, já que está recebendo baixas doses energéticas. Quando o metabolismo está mais devagar, o processo de queima de gorduras e calorias se torna menos eficiente.

Além disso, como ela não é fácil de ser sustentada por longo prazo, depois que o período da dieta termina, a pessoa tem grandes chances de recuperar e até ganhar mais peso do que tinha perdido. Isso porque depois de ficar certo tempo sem ingerir alimentos sólidos, o indivíduo pode exagerar ao retornar ao seu consumo normal.

O ideal para emagrecer e manter a boa forma é seguir uma dieta saudável, equilibrada, controlada e nutritiva, que possa ser sustentada permanentemente, além de praticar atividades físicas com regularidade, como forma de maximizar e estimular a queima de calorias.

Alimentos permitidos na dieta líquida completa

A lista a seguir apresenta alguns dos alimentos permitidos no cardápio da dieta líquida completa:

  • Sopas cremosas coadas;
  • Chás;
  • Sucos de frutos – inclui néctares e sucos de polpa;
  • Gelatina;
  • Milkshake;
  • Pudim;
  • Picolé;
  • Água;
  • Manteiga;
  • Margarina;
  • Óleos;
  • Cremes;
  • Sorvetes naturais;
  • Frozen yogurt;
  • Sorvetes de frutas tipo sherbet;
  • Gelo de frutas;
  • Açúcar;
  • Mel;
  • Xaropes;
  • Caldos;
  • Consomê (sopa de origem francesa);
  • Refrigerantes;
  • Café;
  • Leite de vaca;
  • Leite de soja;
  • Leite de amêndoas;
  • Queijo derretido;
  • Creme feito de ovo;
  • Purê de frutas e vegetais;
  • Cereal cozido coado;
  • Suplementos alimentares líquidos.

O médico que prescreveu a dieta líquida completa para o paciente ainda pode liberar a ingestão de:

  • Creme de arroz;
  • Mingau de aveia;
  • Carnes em forma de papinhas, como as dadas aos bebês;
  • Batatas amassadas na sopa.

Cardápio da dieta líquida completa

Confira abaixo o exemplo de um cardápio diário para o programa alimentar:

  • Café da manhã: um copo de suco de fruta, uma xícara de cereal cozido coado e uma xícara de café ou copo de água.
  • Lanche da manhã: uma xícara de purê de fruta e uma xícara de chá.
  • Almoço: uma xícara de purê de vegetais, um copo de leite de vaca ou leite de soja e uma xícara de caldo de carne, frango ou vegetais.
  • Lanche da tarde: uma xícara de sorvete e um copo de água.
  • Jantar: uma xícara de purê de fruta, uma xícara de sopa cremosa, uma xícara de suco de fruta, uma xícara de água e um copo de leite de vaca ou leite de soja.
  • Ceia: um copo de iogurte, um copo de suco de fruta e um copo de água.

Receitas para o cardápio da dieta líquida completa

1. Picolé de pêssego

Ingredientes:

  • 3 xícaras de néctar de pêssego;
  • ¾ de xícara de creme de leite;
  • ¼ de xícara de açúcar mascavo;
  • 1 pitada de sal fino.

Modo de preparo:

  1. Colocar todos os ingredientes em uma tigela grande e bater tudo junto com o auxílio da batedeira;
  2. Distribuir a mistura em bandejinhas com molde de picolé, dividindo o conteúdo em quantidades iguais. Finalizar com o palito de picolé em cada compartimento e levar ao congelador até ficar firme, deixando lá por no mínimo quatro horas.

2. Suco de abacaxi com morango

Ingredientes:

  • 100 g de abacaxi;
  • 100 g de morango;
  • 250 ml de água.

Modo de preparo:

  1. Descascar e picar o abacaxi. Picar o morango e lavar bem as frutas;
  2. Juntá-las com a água no liquidificador. Bater, coar e servir-se.

3. Sopa cremosa de mandioquinha

Ingredientes:

  • 1 ½ de mandioquinha;
  • 1 l de água;
  • 3 colheres de sopa de azeite de oliva;
  • 1 cebola picada;
  • Sal a gosto;
  • 4 colheres de sopa de creme de leite.

Modo de preparo:

  1. Cozinhar as mandioquinhas até elas ficarem bem macias e reservar;
  2. Aquecer o azeite em uma panela e dourar a cebola;
  3. Colocar as mandioquinhas, o líquido de seu cozimento e a cebola no liquidificador e bater;
  4. Passar o creme para a panela, adicionar sal e ferver. Adicionar o creme de leite, mexer bem e servir-se.

Cuidados com a dieta líquida completa

Antes de seguir qualquer dieta, especialmente uma tão restritiva quanto a dieta líquida completa, você deve ter indicação e acompanhamento de um médico e nutricionista. Esse último ajudará a garantir que mesmo com privações de comidas sólidas, seja possível receber os nutrientes e calorias adequados.

No caso do programa alimentar em questão isso, é especialmente importante porque ele traz o risco de não oferecer a quantidade adequada de fibras, vitaminas e minerais das quais o corpo necessita para funcionar corretamente.

Tais deficiências nutricionais podem trazer problemas como fadiga, tontura, perda de cabelo, cálculo biliar, prisão de ventre, perda de músculos e danos ao coração.

A dieta líquida completa não deve ser adotada por mulheres grávidas ou em processo de amamentação de seus bebês e pessoas que sofrem com doenças crônicas ou tomam insulina para tratar a diabetes.

Vídeo:

Gostou das dicas?

O que achou do cardápio e alimentos permitidos na dieta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (27 votos, média: 3,78 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

1 comentário em “Dieta Líquida Completa – Cardápio, Alimentos, Receitas e Dicas”

  1. Bom dia Dra. Patrícia.
    Acabei de ler a matéria e achei muito esclarecedora!
    Minha filha de 20 anos fará uma cirurgia ortognática grande e precisará de dieta líquida por pelo menos 30 dias.
    Estou preocupada porque ela já é magra, (1,67m de altura e 51kg), e após a cirurgia e com essa dieta com certeza pode perder mais peso.
    Pensei em incluir na dieta uma massa hipercalórica ou whey protein, o que a senhora acha?
    Que outras dicas posso seguir?