Dieta líquida pode reverter diabetes tipo 2, diz estudo

Especialista da área:
atualizado em 02/10/2020

Especialistas estão cada vez mais preocupados com o crescimento da diabetes tipo 2 no mundo. Só no Brasil, por exemplo, ela já atinge cerca de 2 milhões de pessoas.

  Continua Depois da Publicidade  

Alguns estudos procuram entender como diminuir os sintomas e os efeitos da doença. Principalmente quando sabemos que ela é um dos fatores de risco do novo coronavírus.

Em um destes estudos, a dieta líquida surgiu como um provável aliado para reduzir os sintomas da diabetes tipo 2. A pesquisa britânica propôs a adoção de uma dieta envolvendo shakes e sopas para pacientes diabéticos, a fim de reverter a condição.

Com resultados satisfatórios, os pesquisadores agora vão ampliar os estudos. Uma grande esperança para quem convive com a doença há muito tempo. Veja então como a dieta líquida pode ajudar na redução dos sintomas da diabetes:

Como funciona o estudo

Diabetes

De acordo com os especialistas, o excesso de peso torna mais difícil a ação da insulina, o hormônio produzido pelo pâncreas. O estudo, realizado pelo Serviço Nacional de Saúde Britânico com pacientes diabéticos, verificou o impacto de uma dieta líquida de baixa caloria.

O estudo envolveu 30 homens e mulheres com idades entre 25 e 80 anos. Estes pacientes viviam com diabetes tipo 2 há pelo menos 23 anos.

Os primeiros resultados mostraram que quase metade daqueles que fizeram a dieta conseguiram reverter a doença após um ano. Ou seja, o estudo apontou que a mudança alimentar conseguiu reverter a doença em 46% das pessoas no primeiro ano depois do estudo.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, 64% dos indivíduos que perderam mais de 10 quilos mantiveram os resultados dois anos após o fim da pesquisa.

NHS pretende expandir estudo

Após alguns meses de shakes e sopas, quando os participantes alcançam alguma perda de peso, os alimentos sólidos são reintroduzidos. Tudo feito com suporte para ajudar a pessoa a manter uma dieta nutritiva e exercícios regulares.

Os pesquisadores acreditam que a reversão da doença foi possível porque a dieta rigorosa consegue alterar a gordura ao redor do pâncreas. Este controle, por sua vez, ajudou a recuperar a produção de insulina. Por isso, pôde-se reverter a diabetes.

Com este resultado positivo, o Sistema Nacional de Saúde Britânico (NHS) pretende agora ampliar o estudo. Pessoas que vivem com diabetes tipo 2, que têm peso pouco saudável e foram diagnosticadas com a doença nos últimos seis anos poderão participar da pesquisa.

Você já experimentou fazer uma dieta líquida? Pretende aderir por conta dos resultados da pesquisa? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

1 comentário em “Dieta líquida pode reverter diabetes tipo 2, diz estudo”

  1. Eu vou fazer a dieta linguida ,porque sinto muita sede e tenho fibromialgia que causa desidratação,inflamação,dores ,enjoos e estafa em mim.

    Fui a Nutricionista e ela retirou minhas frutas,’sou viciada em frutas,e só soube dista na consulta,rs rs amo frutas.
    Mas isto causou pre diabético,e após ficar três semanas sem frutas emagreci três kilos,e diminuiu dois ponto no exame e tenho de emagrecer mais.Eis o motivo.
    Amo sopa,mingau,sucos,vitaminas,vou saber dela se que posso fazer .
    Foi uma ótima ideia,ainda mais com o verão chegando.

    Muito obrigado.

    06/11/2020.

    Responder