Dor no pé da barriga – O que pode ser e como tratar

Especialista da área:
atualizado em 28/04/2021

Sentiu dor no pé da barriga e quer saber o que isso significa? Então, entenda agora o que pode ser e como tratar esse desconforto abdominal.

  Continua Depois da Publicidade  

A dor na barriga pode ter várias causas. A origem vai depender do tipo de dor e também da presença de sintomas adicionais, como por exemplo:

Além disso, a dor no abdômen inferior pode indicar problemas em órgãos como a bexiga e os órgãos reprodutivos.

Geralmente, as pessoas descrevem a dor no pé da barriga como uma dor pélvica ou uma dor que atinge a região logo abaixo do umbigo. Também é observada uma sensação de peso no estômago que pode causar inchaço.

Veja então o que pode ser e o que fazer para melhorar.

O que pode ser

mulher com barriga doendo

Às vezes, a dor é passageira e significa apenas que você engoliu bastante ar, está estressado ou ingeriu alimentos mais difíceis de digerir – como os alimentos gordurosos, por exemplo.

Assim, as causas mais comuns são:

Indigestão

A má digestão pode causar dor no pé da barriga. Além disso, outros sintomas como a azia e a flatulência podem surgir. Apesar do desconforto, a indigestão é temporária e melhora em poucas horas ou alguns dias.

Cólica menstrual

No caso das mulheres, a dor no pé da barriga é geralmente resultado da menstruação. Além da cólica, é comum que surjam outros sintomas, como por exemplo a dor nas costas, a dor nas pernas, a náusea, a dor de cabeça e a indisposição.

Causas que só afetam as mulheres

Além da cólica menstrual, algumas mulheres podem ter dor no pé da barriga por conta de condições de saúde como, por exemplo:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Endometriose;
  • Doença inflamatória pélvica;
  • Gravidez ectópica;
  • Cisto ovariano;
  • Problemas no colo do útero;
  • Gravidez saudável.

Para entender a causa, é preciso ir ao ginecologista e fazer exames de sangue, além de exames adicionais que ajudem no diagnóstico.

Gases

Pessoas com digestão lenta ou que não digerem um alimento muito bem podem sofrer com o acúmulo de gases no intestino. A sensação é bastante ruim, mas normalmente melhora em poucas horas.

Caso os seus gases sejam persistentes, vale a pena checar como anda a sua alimentação e se você não tem algum tipo de alergia ou intolerância alimentar.

Causas mais graves

Por outro lado, quando a dor é mais frequente ou persistente, as causas podem ser um pouco mais graves, como por exemplo:

Apendicite

A apendicite costuma ser a suspeita número um em casos de dores muito fortes no abdômen inferior direito.

Quando o apêndice inflama, é preciso realizar uma cirurgia de emergência para remover essa estrutura que se liga ao intestino grosso.

Felizmente, remover o apêndice não causa nenhum prejuízo para a saúde e resolve o problema da dor e também reduz o risco de infecção.

Diverticulite

Essa inflamação nas pequenas bolsas (divertículos) da parede intestinal pode causar dor no pé da barriga, principalmente do lado esquerdo. Aliás, apesar de ser mais comum em idosos, a diverticulite pode afetar qualquer pessoa.

  Continua Depois da Publicidade  

Doenças inflamatórias intestinais

Problemas de saúde como a doença de Crohn e a colite ulcerativa, por exemplo, podem ser a causa por trás da dor no pé da barriga.

Além da dor, é possível que ocorra diarreia com sangue, febre e até perda de peso.

Síndrome do intestino irritável

Outro problema gastrointestinal que pode causar dor na barriga é a síndrome do intestino irritável, que causa vários sintomas desagradáveis, incluindo:

  • Gases;
  • Inchaço;
  • Prisão de ventre;
  • Diarreia;
  • Dor abdominal.

Obstrução intestinal

Uma obstrução intestinal é um problema muito sério que acontece quando um alimento fica preso no trato digestivo.

Além de causar muito dor, essa é uma situação em que você precisa se dirigir rapidamente a um hospital para evitar outras complicações.

Prisão de ventre

A prisão de ventre (ou constipação) é a incapacidade de uma pessoa para eliminar as fezes. De fato, muitas causas podem estar por trás dessa dificuldade, mas em geral alguns ajustes na dieta e na rotina podem mitigar o problema.

Assim, exercitar-se e incluir mais fibras e líquidos na dieta é um bom início no tratamento da prisão de ventre.

Pedra nos rins

É certo que ter uma pedra nos rins pode causar muita dor abdominal. Além disso, a presença de uma pedra nos rins também pode gerar:

  • Dor para urinar;
  • Náusea;
  • Vômito;
  • Sangue na urina;
  • Febre.

Para saber se você realmente tem uma pedra no rim, é importante ir ao médico para fazer alguns exames e receber o tratamento adequado.

Hérnia inguinal

Uma hérnia inguinal – que geralmente afeta os homens – e outros tipos de hérnia podem causar dor pélvica ou abdominal. Nesse caso, é importante ir ao médico rapidamente, especialmente se você observar:

  • Pressão no pé da barriga;
  • Dor para levantar peso;
  • Aumento da dor;
  • Protuberância na barriga.

Doença celíaca

Uma pessoa com doença celíaca é aquela que sofre de intolerância ao glúten. Ou seja, ela não é capaz de processar o glúten presente em alimentos da dieta.

Dentre os sintomas gastrointestinais que podem surgir está a dor na barriga – principalmente depois de comer um alimento rico em glúten.

Aliás, qualquer tipo de alergia ou intolerância a alimentos pode causar dor na barriga. Se você suspeita que esse é o seu caso, faça um diário alimentar para te ajudar a detectar intolerâncias alimentares.

Como tratar

dor na barriga

Certamente, o tratamento sempre depende da causa da dor no pé da barriga. Por isso, ir ao médico é essencial se a sua dor não melhorar em poucos dias.

Além disso, é indispensável ir a um hospital se você sentir sintomas extras como por exemplo:

  • Febre alta;
  • Vômito com sangue;
  • Fezes com sangue;
  • Corrimento vaginal anormal;
  • Dificuldade par respirar;
  • Dor muito intensa;
  • Dificuldade ou incapacidade para se movimentar.

Mas, se a sua dor não está tão forte assim e você acredita que podem ser gases, as dicas abaixo podem te ajudar:

  1. Beba mais água;
  2. Faça exercícios físicos para ajudar na eliminação de gases e redução do inchaço;
  3. Tome um analgésico de venda livre;
  4. Faça compressa morna em caso de dor associada ao ciclo menstrual;
  5. Use bicarbonato com água para agir como um antiácido.

Se a dor persistir mesmo assim, procure um médico para diagnosticar e indicar o tratamento mais adequado, que pode contar com:

Por fim, não se esqueça que muitas outras coisas podem provocar dor no pé da barriga. Assim, se consultar com um bom médico é essencial caso a sua dor não melhore em pouco tempo.

Vídeo

Além disso tudo, no vídeo abaixo, você pode ver a nossa nutricionista falando um pouco mais sobre as possíveis causas de dor na barriga:

Fontes e Referências Adicionais

Você sente dor no pé da barriga? Já foi ao médico para investigar a causa? Então, comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. Marcos Marinho

Dr. Marcos Marinho é especialista em Gastroenterologia, Endoscopia Digestiva e Ultrassonografia - CRM 52.104130-4. Formou-se em Medicina pela Universidade do Grande Rio (Unigranrio) e é pós-graduado em Gastroenterologia pelo IPEMED. Realizou cursos de ultrassonografia geral e intervencionista pela Unisom, ultrassonografia musculoesquelética e Doppler pelo CETRUS. Atualmente, é pós-graduando de Endoscopia Digestiva pela Faculdade Suprema de Juiz de Fora-MG. No momento, atua em vários municípios do estado do Rio de Janeiro como na capital, Niterói, Magé e Araruama. Dr. Marcos Marinho tem experiência em setores variados de sua especialização e continua em constante aprendizado e evolução para ser uma referência da área. Para mais informações, entre em contato através de seu Instagram oficial @drmarcosmarinho

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário