6 erros que você jamais deve cometer ao lavar as mãos

Especialista da área:
atualizado em 15/07/2022

Lavar as mãos é uma das principais formas de evitar doenças, e apesar de aprendermos isso logo na infância, é comum cometermos alguns erros ao realizar esse ato.

Esses erros costumam ocorrer por conta da rotina agitada do dia a dia, que faz com que estejamos sempre com pressa ou atrasados para algum compromisso. Mas, como veremos mais adiante, poucos segundos são o suficiente para lavar as mãos corretamente, e assim evitar maiores problemas.

  Continua Depois da Publicidade  

Então, a seguir vamos conhecer os seis principais erros cometidos ao lavar as mãos, além de aprender como corrigi-los.

Veja também: Os perigos de não lavar as mãos

Existe uma forma correta de lavar as mãos?

Mulher lavando as mãos
Mais importante do que apenas lavar as mãos é aprender como higienizá-las corretamente

Após grandes surtos de doenças infecciosas, como ocorreu em 2010 com a gripe H1N1 e em 2020 com o coronavírus, podemos perceber a importância de lavar corretamente as mãos, uma vez que é através delas que muitas doenças se espalham.

E isso é ainda mais importante para quem trabalha em serviços de saúde ou tem contato com muitas pessoas durante o dia.

Mas manter as mãos limpas não se resume apenas a “lavar mãos com água e sabão”, como somos ensinados ainda na infância, e existem evidências científicas que mostram que há formas certas e erradas de realizar essa limpeza.

  Continua Depois da Publicidade  

Pensando nisso, para o artigo de hoje resolvemos trazer os seis principais erros cometidos ao lavar as mãos:

Veja também: Por que lavar as mãos é tão importante na luta contra o novo coronavírus

1. Não lavar as mãos frequentemente

Ao longo do dia tocamos em várias superfícies, como bancadas, mesas, corrimões e maçanetas. Assim, é certo que entraremos em contato com vírus e bactérias, que em alguns casos podem causar doenças.

Por isso, a higiene das mãos é algo extremamente importante, e elas devem ser lavadas com frequência durante o dia. E isso é ainda mais importante em algumas situações, como:

  • Depois de estar em um espaço público onde você pode ter encostado em objetos ou superfícies. 
  • Após tossir ou espirrar.
  • Antes de tocar o rosto, principalmente os olhos, o nariz e a boca.
  • Antes e depois de cozinhar, montar refeições e comer.
  • Antes e depois de usar o banheiro.
  • Depois de mexer com o bichinho de estimação, de manusear o alimento do animal e de limpar os seus resíduos (urina, fezes, vômito).
  • Antes e depois de fazer algum serviço de cuidador como trocar as fraldas de um neném ou prestar auxílio a um idoso.
  • Depois de manusear o lixo.

2. Não usar uma quantidade suficiente de sabonete

Outro erro comum é utilizar pouco sabão ou sabonete ao higienizar as mãos. Isso pode ocorrer por pressa, para economizar o produto ou por qualquer outro motivo qualquer.

Assim, é importante usar o sabão em uma quantidade suficientemente adequada para cobrir todas as áreas da mão, desde as ponta dos dedos até os pulsos.

  Continua Depois da Publicidade  

3. Não esfregar toda a mão

Além de utilizar sabão em quantidade suficiente para cobrir toda a mão, é importante esfregar todas as superfícies, como o dorso e a palmas das mãos, os dedos, as unhas e os pulsos.

Além disso, manter as unhas curtas facilita o processo, uma vez que os micro-organismos tendem a se acumular embaixo das unhas, e a região é mais difícil de limpar.

4. Não enxaguar as mãos por completo

Depois de molhar as mãos, ensaboar cada parte delas e esfregá-las corretamente é igualmente importante enxaguá-las completamente, para retirar todos os resíduos de sujeira.

De outra forma, a sujeira ficaria aderida à pele, juntamente com o sabão, criando assim um ambiente favorável à proliferação de germes.

5. Demorar menos de 20 segundos para lavar as mãos

Outro ponto importantíssimo é o tempo que se leva para lavar as mãos: o ideal é levar não menos do que 20 segundos no processo.

Assim, a lavagem das mãos se torna mais eficaz, e reduz significativamente a chance de se contaminar com vírus ou bactérias que estivessem na superfície da pele.

  Continua Depois da Publicidade  

6. Esquecer de secar as mãos

De forma geral, os germes são transferidos com maior facilidade para mãos molhadas e através de mãos molhadas, independentemente de como foi o processo de lavagem das mãos. 

Portanto, depois de molhar as mãos, ensaboá-las, esfregá-las e enxaguá-las por completo, é necessário secá-las muito bem.

Para isso, é melhor utilizar toalhas limpas, ou, caso esteja fora de casa, usar toalhas de papel. Os secadores de mão que utilizam ar quente ou frio devem ser evitados, uma vez que não sabemos as condições de higiene desses aparelhos, o que pode torná-los vetores de transmissão de germes.

Lavagem das mãos e o coronavírus

Mesmo já existindo vacina para o novo coronavírus, algumas pessoas ainda pegam a doença, ou não podem se vacinar por motivos de saúde ou idade. 

Assim, é importante implementar essa e outras medidas de prevenção para evitar a contaminação com o vírus, como praticar o distanciamento social, usar máscaras faciais quando estiver em locais fechados ou com muitas pessoas, higienizar as superfícies tocadas com frequência, entre outras estratégias.

Veja também: como evitar o contágio pelo novo coronavírus quando precisar sair de casa

Dicas e cuidados

Limpeza do celular
Além de lavar as mãos direitinho, há outras estratégias que ajudam a evitar contaminações

Agora que já vimos como lavar as mãos de forma correta, vamos conhecer algumas dicas de como evitar a contaminação das mãos por germes, e assim se livrar de boa parte das doenças infecciosas:

  • Caso vá a algum lugar que não tenha onde lavar as mãos, você pode utilizar álcool em gel para realizar a higienização. Mas lembre-se de lavar as mãos assim que for possível.
  • Outra dica é evitar utilizar água quente para lavar as mãos com muita frequência, pois isso pode causar irritação na pele.
  • Também é importante higienizar corretamente alguns utensílios do dia a dia, como canetas, talheres, celulares e outros aparelhos eletrônicos.
  • Por fim, é recomendado sempre observar a pele das mãos, uma vez que cortes e queimaduras estão mais suscetíveis a infecções.
Fontes e referências adicionais

Você pegou o costume de lavar bem as mãos durante todo o dia nessa época da pandemia do coronavírus? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas e profissionais de educação física. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

Deixe um comentário