Como o Estresse Engorda e o Que Fazer a Respeito

Vivemos em uma sociedade com muito estresse. Todo dia é uma grande correria, e uma das maiores preocupações das pessoas é se o estresse engorda. Se você tem filhos, a manhã começa agitada para fazer o café da manhã das crianças (geralmente feito pela mulher), e depois, tem um longo caminho para levá-las à escola (o que costuma ser feito por aquele que trabalha mais perto da escola delas).

Depois, você pega engarrafamento, tem um dia lotado de trabalho, muitas vezes não consegue almoçar direito, acaba levando trabalho pra casa e, no final do dia, só lhe resta pedir comida por telefone, porquê ninguém está com cabeça para fazer mais nada. E no dia seguinte todo o processo se repete.

Isso não é somente extremamente estressante, como também o fato fazer isso de forma consistente por anos e anos fará seu corpo começar a envelhecer muito mais rápido. E é por isso que podemos, sim, dizer que o estresse engorda.

Estresse e ganho de peso

Pesquisas mostram que a ligação entre estresse e ganho de peso é muito mais forte do que se pensava originalmente. Um estudo recente do centro médico de Georgetown mostrou que ratos sob estresse ganhavam mais peso mesmo que sua ingestão de calorias não aumentasse. Cientistas também afirmaram que, após 3 meses, os mesmos ratos tornaram-se oito vezes mais obesos do que ratos sem estresse, mesmo tendo comido a mesma quantidade de comida!

Então, o estresse engorda, realmente? Bem, a resposta mais simples é sim, mas não em todas as pessoas. Alguns perdem o apetite e perdem peso quando estão estressadas. Se você já está acima do peso ou perto disso, geralmente o estresse engorda.

Isso irá dificultar também seu emagrecimento e a manter um peso saudável.

Vamos falar sobre estresse…

Então, o que exatamente é o estresse?

O estresse é a forma como seu corpo responde a qualquer tipo de demanda. Pode ser causado por boas e más experiências. Quando as pessoas se sentem estressadas por algo ao redor delas, seus corpos reagem lançando hormônios no sangue. Essas substâncias dão às pessoas mais energia e força, o que pode ser uma coisa boa se seu estresse for causado por perigo físico. Mas também pode ser algo ruim, se o estresse é responsável por algo emocional e não há como extravasar essa energia e força extras.

Os dois principais hormônios lançados no sangue são o cortisol e a adrenalina (epinefrina). As glândulas adrenais são responsáveis por produzirem esses hormônios, que nos preparam para emergências. Essa resposta ao estresse está arraigada em nossos ancestrais desde o começo dos tempos e foi crítica para nossa sobrevivência por fornecer um maior estado de alerta, permitindo com que estejamos prontos para lutar ou correr.

Essa resposta era ótima quando encontrávamos algum perigo físico ameaçando nossas vidas (como quando um tigre dente de sabre tentava nos atacar). Hoje, porém, o estresse que encontramos é diferente. É mais mental e emocional por natureza (agora, seu emprego pode ser seu tigre dente de sabre atrás de você). Mas o corpo responderá da mesma forma, porque ele não sabe a diferença entre estresse físico e mental.

Como Acontece o Ganho de Peso?

Estresse e ganho de peso andam de mãos dadas. Primeiro, os efeitos negativos de níveis altos e prolongados de cortisol incluem supressão da função da tireoide e desequilíbrios nos níveis de açúcar no sangue. A maneira como seu corpo funciona muda e sua gordura abdominal está sendo criada e armazenada. Esse é um dos locais mais perigosos para se armazenar gordura e está ligado a vários problemas sérios de saúde.

A quantidade exata de cortisol que é liberada varia de pessoa para pessoa. Estudos também mostraram que pessoas que liberam níveis mais altos em resposta ao estresse tendem a comer mais. E o que eles escolhem comer geralmente contém mais carboidratos. Isso porque seus hormônios do estresse são criados a partir de gorduras e açúcares, então seu corpo irá pedir por mais para que possa criar mais hormônios do estresse.

Além disso, o estresse pode desacelerar o metabolismo de algumas pessoas. É claro, quando isso acontece, é mais fácil e mais provável que você ganhe peso. Você pode estar cheio mas ainda continua com fome. Você pode estar comendo a mesma quantidade de comida, mas agora a eficácia do seu corpo em quebrar as calorias sofreu uma mudança. Você acaba com um “excesso” de energia (das calorias) que é convertido para células de gordura. Voltando à comida: O estresse também pode afetar os alimentos que você quer comer. Quando você se sente triste e deprimido, você tem mais probabilidades de buscar alimentos com muita gordura, sal e açúcar. Comer uma salada não faz com que você se sinta melhor, então você quer o sorvete e a batata frita.

Além das vontades que não são saudáveis, o estresse também pode causar distúrbios alimentares de ordem emocional. A mudança nos níveis de cortisol aumenta a energia nervosa dentro do corpo. Quando isso acontece, parece natural comer toda e qualquer coisa em que você consegue por as mãos. Você não precisa da quantidade de alimentos em excesso, mas comer faz com que você se sinta melhor, pelo menos na sua mente. Por outro lado, quando você libera menos hormônios do estresse, suas vontades de comer donuts e doces são menos frequentes e muito menos atraentes. Então respire fundo, libere a tensão e encha sua mente com pensamentos felizes para superar esses níveis altos de estresse.

Você Come De Forma Emocional?

Cientistas usam o termo comer de forma emocional para descrever a forma como muitas pessoas se auto medicam ou lidam com sentimentos negativos como depressão, ansiedade, estresse e tédio. Isso também pode ser causado por fatiga ou exaustão.

Estudos confirmam que pessoas com estresse crônico tendem a ganhar peso tanto pelas mudanças hormonais relacionadas quanto pelas estratégias de manejamento mal orientadas que se focam em comer para trazer alívio.

Esses quilos a mais podem te ajudar a se sentir mais esclarecida ou alimentada. Elas podem prover isolamento do mundo ou uma forma de escapar por um tempo do que quer que esteja acontecendo à sua volta. Algumas vezes, as pessoas comem para completar um vazio intermo ou para lidar com a toxicidade emocional.

Urgente: Se Estressar Te Fará Envelhecer de 9 a 17 Anos Mais Rápido!

Sim, você leu certo. Isso foi descoberto recentemente por Elisa Epel, uma Doutora em Psicologia da Universidade da Califórnia. Aqui está exatamente o que ela disse:

“Nós sabemos há 50 anos que o estresse contribui para a hipertensão, doença cardiovascular, resistência à insulina e distúrbios autoimunes – doenças que podem diminuir sua expectativa de vida. Mas nós não tínhamos qualquer documentação direta sobre como o estresse impacta o envelhecimento a nível celular. Minha equipe identificou modificações no DNA das células brancas do sangue em mulheres estressadas. Sob estresse emocional prolongado, os telômeros – ramificações nas pontas de cada cromossomo, que permitem reprodução celular – pareciam menores. Quando os telômeros ficam muito pequenos, as células não podem se dividir e morrem mais rápido. Baseado no comprimento do telômero, estimamos que as células nas mulheres estudadas tinham envelhecido cerca de 9 a 17 anos a mais. É possível que conforme mais células morrem, os efeitos visíveis do envelhecimento – rugas, visão menor – se tornem aparentes.”

Como você pode ver, não vale a pena se estressar. E você pode manter sua beleza e manter o excesso de peso longe se você apenas….. RELAXAR!

Na próxima parte da lição, eu escrevi algumas soluções para te ajudar com seus níveis de estresse crônico. Por favor, preste atenção e leia essa parte mais de uma vez!

As 5 Chaves Mentais Para Destrancar A Perda de Gordura

1. O sucesso deixa pistas: Não tente reinventar a roda. Fale com pessoas que conseguiram perder peso e manter o peso ideal depois disso. Realmente preste atenção à mentalidade e atitude delas.

2. Não existe falha, apenas aprendizado: É aqui que você começa a mudar sua mentalidade. Nada do que você faz pode ser uma falha se você aprende com isso. Lembre-se que se você sabe mais, você pode melhorar. Pense em Thomas Edison. Ele “falhou” 10000 vezes antes de criar a lâmpada. Mas quando perguntaram como ele continuou, ele disse que descobriu 10000 formas como não fazer uma lâmpada. Ele nunca falhou.

3. As pessoas possuem toda a habilidade de que precisam para terem sucesso: Você tem o sucesso dentro de você. Eu prometo. O que você não tem são os conjuntos de habilidades necessários para mudar. É isso o que eu estou te oferecendo. Você tem que usá-los e aplicá-los. Apenas conhecimento não é poder. Conhecimento mais ação é igual a poder. A parte que as pessoas não fazem é a da ação. Nada irá acontecer até que alguma coisa se mova.

4. As pessoas mais flexíveis são as que têm mais sucesso ao passar por situações problemáticas para alcançar as mudanças desejadas: Você tem que ser adaptável para perder peso. É praticamente impossível para alguém ficar sempre do mesmo jeito. A vida sempre acontece. Faça o seu melhor e se você começar a sair do caminho, volte e leia o número 3 acima.

5. A exigência emocional mais prioritária para todo mundo é o desejo inato de se sentir amado e apreciado: É isso que move suas ações. É por isso que todo mundo sempre tenta ter uma boa aparência para as outras pessoas. Não acredita em mim? Pare por um segundo e pense por que você faz as coisas que você faz… e também olhe à sua volta. Você entenderá.

Bem,espero que tenha gostado dessa lição.

Agora aqui está sua tarefa de casa: Eu quero que você faça uma lista das dez coisas que você acha que uma mentalidade saudável deve ser. Eu te darei a minha. Mude-a da melhor forma para que ela possa se aplicar a você.

Leia-a todos os dias por um mês. Algumas pessoas dizem que um hábito diário é criado em 21 dias. Vamos garantir e fazer por um mês!

10 Elementos De Uma Mentalidade Saudável

Esse é um exemplo do que você quer que sua mentalidade se pareça.

1. Seja mais consciente e aprecie mais você e seu corpo.
2. Tire um tempo todos os dias para rituais, ou para relaxar e meditar. Faça ioga, ou tai chi (muito bom para redução de estresse), leia a bíblia, reze e agradeça.
3. Mantenha contato com seus relacionamentos próximos.
4. A habilidade de se adaptar a condições mutáveis.
5. Sempre sentir vontade de fazer atividades físicas, e alimentos saudáveis – se exercite, coma de maneira correta e tome bons suplementos nutricionais.
6. Rir muito. Uma boa comédia pode fazer com que você se sinta melhor. Você também pode forçar um sorriso (acredite em mim, isso faz maravilhas e é contagioso).
7. Eu quero me divertir e fazer coisas. Não seja antissocial!
8. Sempre veja o copo estando meio cheio. Tenha uma atitude otimista e tenha esperança.
9 Sempre se importe com sua aparência e seu corpo, não deixe que ele fique relaxado. Seu exterior é um reflexo do seu interior!
10. Nunca deixe que preocupações te preocupem. Rejeite preocupações. Nunca nem pense em coisas pequenas!

Eu espero que você tenha gostado de aprender sobre essas toxinas escondidas que temos em nossas vidas. Eu entrarei em contato periodicamente para falar de informações mais recentes sobre perder peso da forma correta e definitiva

Por favor, eu não quero que você envenene seu corpo tentando perder peso. Tantas dietas destroem a saúde das pessoas e elas nem sabem disso! É absurdo recomendar alimentos chamados de “diet” que apenas mantém as companhias ricas e tornam as pessoas mais gordas! Eu NUNCA farei isso com você.

DICA: Para conhecer o programa de emagrecimento do Dr. Charles Livingston assista ao video do Fator da Perda de Peso e veja como as toxinas estão impedindo que você consiga perder gordura.

 

Você ainda tinha dúvidas de que o estresse engorda? Como você acha que ele pode estar afetando a sua vida, emocional e fisicamente? Você consegue perceber mudanças em seus hábitos alimentares? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (20 votos, média: 4,45 de 5)
Loading...

12 comentários em “Como o Estresse Engorda e o Que Fazer a Respeito”

  1. Sim o esstres devinitivamnete engorda,eu sou prova viva disso ,quando cheguei em portugal comecei a perceber que andava mais ansiosa e muito preocupada, e cada vez mais ansiosa e nada do que eu fazia nem uma dieta ou readucação alimentar a qual já fazia a anos não funcionava . só via eu engordar cada dia mais e ao fim destes 4 anos morando na Europa já engordei 6k .meu blog um olhar diferente falo da minha trajetoria de imigrante brasileira em Portugal

  2. O artigo é muito interessante e nos adverte e nos torna conscientes dos perigos reais que, não raro, enfrentamos quando se pretende perder peso e manter a saúde.
    Mas porque será que o estresse tanto nos faz ganhar peso como perdê-lo, dependendo de cada um(a) e da fase da vida que se está atravessando? Acaso haverá 2 tipos de estresse?
    A acção inespecífica dos agentes e influências nocivas (frio ou calor excessivos, infecção, intoxicação, emoções violentas, tais como inveja, ódio, medo etc.), que causam reacções típicas do organismo, nem sempre provocam os mesmos sintomas, nem sempre se traduzem num ganho de peso.
    Porque os opostos são vizinhos?

  3. Boa tarde. Tenho 25 anos e estou com dificuldades para emagrecer. Não sou de comer muito, e para piorar, ainda tenho intestino preso.
    Saí do emprego a alguns meses e acredito que isso mais os problemas do dia dia tenham contribuído para eu engordar. Tenho 1,53 de altura e estou variando entre 62 e 63kg. Um absurdo!!
    Por favor, me ajude.

  4. Boa noite, estou em um processo de reeducação alimentar, não só eu como minha família, estamos nos alimentando de três em três horas, porém o que me preocupa é meu filho de 8 anos que está com níveo de obesidade grau 3, ele come de mais pra idade dele, come até mais que eu. É possível que está “fome” toda seja causada por estresse?

  5. É desesperador sofrer de compulsão alimentar. “Fechar a boca” passa a ser uma verdadeira tortura e a pessoa que precisa emagrecer sente que está enfrentando o maior sacrifício de sua vida. A maioria acaba sabotando a dieta até desistir de vez.
    Dr, o sr. teria a fórmula para reduzir o stress das primeiras semanas num processo de reeducação alimentar? É válido usar medicação controlada para diminuir a ansiedade?

  6. Eu Hermínia sofro de epilepsia e tenho depressão estou a tomar Tegretol CR400 e o Valdispert 125mg gostaria de saber se algum deste medicamento engorda. Obrigada

  7. bom dia
    sou muito pressa dos intestinos no que poderiam ne ajudar estou farta de tentar tudo
    foi operada a boca levei imensas anestesias ainda fiquei mais pressa.

Deixe um comentário