Melancia é Bom para Ressaca?

Especialista:
atualizado em 26/05/2020

Veja se comer melancia é bom para ressaca ou se essa fruta não promove efeitos significativos para a melhora dos sintomas de um dia pós-bebedeira.

Refrescante, docinha e saborosa – não é de graça que a melancia aparece na lista de frutas favoritas de muita gente. Afinal, tem coisa mais gostosa do que tomar um suco de melancia natural, fresquinho e bem gelado em um dia de calor?

O melhor de tudo é que existem vários benefícios da melancia para a saúde, já que a fruta fornece nutrientes como a vitamina C, potássio, magnésio, cobre, vitamina A, vitamina B5, vitamina B6.

Você já ouviu falar que melancia é bom para ressaca?

Os sintomas da ressaca aparecem após um período de bebedeira e duram até 24 horas. Eles começam a dar as caras quando os níveis de açúcar no sangue caem bastante e chegam próximo ou atingem o nível zero.

Esses sinais encontram-se em pleno vigor na manhã seguinte a uma bebedeira e, dependendo da quantidade de álcool que foi ingerida, podem incluir: fadiga, fraqueza, sede excessiva, boca seca, dor de cabeça, dores musculares, sono diminuído ou de baixa qualidade, aumento da sensibilidade à luz e ao som, tontura, sensação de que o local está girando, tremedeira, redução da habilidade para se concentrar, distúrbios de humor e batimento cardíaco acelerado.

Isso sem contar que ter ressaca pode causar prejuízos na performance profissional e gerar conflitos no trabalho.

Por isso, qualquer ajuda contra a condição parece ser muito bem-vinda. Mas será que comer melancia é bom para ressaca realmente? Ou isso não passa de uma receita sem fundamento?

A nutricionista e mestra em nutrição humana Elizabeth Streit apresentou a melancia como um dos melhores alimentos para quem sofre com ressaca.

De acordo com a especialista, uma vez que a dor de cabeça associada a uma ressaca geralmente ocorre em decorrência da desidratação e da diminuição de fluxo sanguíneo ao cérebro, comer melancia pode ajudar.

“A melancia é rica em L-citrulina, um nutriente que pode aumentar o fluxo sanguíneo. Além do mais, o seu teor elevado de água pode te ajudar a se reidratar”, explicou a mestra em nutrição humana.

No mesmo sentido, qualquer fruta rica em água pode auxiliar na reidratação, uma necessidade de quem passa por uma ressaca. E, como já aprendemos aqui, a melancia é uma das frutas carregadas de água.

Acredita-se que a L-citrulina encontrada na composição do alimento também possa ajudar o organismo a processar toxinas.

A elevação da desidratação associada à ingestão de bebidas alcoólicas aumenta a concentração de toxinas no corpo.

Alguns especialistas defendem que consumir melancia quando a ressaca bater é uma boa ideia justamente por conta da presença da L-citrulina na fruta, que pode auxiliar a melhorar o fluxo sanguíneo, combatendo a dor de cabeça e a boca seca de uma única vez.

O argumento da frutose

A doutora Christine Lay, que escreveu um artigo sobre ressacas no periódico da Sociedade Americana da Dor de Cabeça, sugere consumir sucos e alimentos ricos em frutose para curar a ressaca porque a substância auxilia o organismo a metabolizar o álcool de maneira mais eficiente e a repor açúcar no corpo, tendo em vista que o excesso de bebidas alcoólicas pode provocar uma baixa nos níveis de açúcar no sangue.

Como bem lembrou a equipe do Chicago Tribune, a melancia é um dos alimentos que servem como fonte de frutose na alimentação, e por isso podemos considerar que comer melancia é bom para ressaca.

Alimentação em um dia de ressaca deve ser leve

A alimentação deve ser leve e ocorrer de três em três horas, além de ser composta por frutas ricas em fibras e água.

Consuma a melancia ao lado de outras comidas e bebidas como frutas vermelhas, água de coco, uva e tangerina para lidar com o mal-estar associado a uma ressaca.

Mas atenção: melancia não é cura instantânea para a ressaca

Como acabamos de ver, a fruta pode até dar uma força para amenizar os sintomas indesejáveis da condição, entretanto, ela não vai fazer a ressaca passar como em um passe de mágica.

Tanto que, de acordo com o que explicou a Mayo Clinic, o tempo é realmente a única cura certa para o problema.

É importante saber ainda que existem sintomas mais severos que podem acompanhar a bebedeira e ser indício de intoxicação ou overdose alcoólica, uma emergência potencialmente fatal, alertou a organização.

Segundo a organização, quando uma pessoa que bebeu apresentar sintomas como confusão, vômito, convulsão, respiração lenta (menos de oito respirações por minuto), respiração irregular (uma lacuna de mais de 10 segundos entre as respirações), pele pálida ou azulada, hipotermia (baixa temperatura corporal), dificuldade de permanecer consciente e/ou desmaiar sem poder ser acordado, é necessário ligar para a emergência médica.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar que comer melancia é bom pra ressaca? Pretende experimentar? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário