Especialista da Área:

O Que é Café Orgânico? Benefícios e Diferenças

De todas as certificações e rótulos presentes nas embalagens dos alimentos, a que diz “orgânico” é provavelmente a mais familiar e a mais atraente. Atualmente, muitas pessoas procuram por esses produtos no mercado, e com o café não é diferente, principalmente por ser algo muito consumido pelos brasileiros. Mas afinal, o que é café orgânico? Quais são seus benefícios?

O café é um dos produtos agrícolas mais importantes não só para a economia nacional, como para todo o comércio internacional, sendo a segunda bebida mais consumida em todo mundo, perdendo apenas para a água, e com isso, a área de produção do que é cultivado convencionalmente aumentou em vários lugares do mundo, o que causa impactos ambientais.

  Continua Depois da Publicidade  

A aplicação excessiva de fertilizantes químicos e produtos agrícolas, que geralmente ultrapassa a capacidade de retenção do solo, provoca desequilíbrio no ecossistema, e para minimizar esses impactos, existe um incentivo ao consumo de produtos cultivados organicamente.

A Federação Internacional de Movimentos Agrícolas Orgânicos (IFOAM) define a agricultura orgânica como “todos os sistemas agrícolas que promovem a produção ambiental, social e economicamente segura de alimentos e fibras”.

Sendo assim, o café orgânico é aquele cultivado sem o uso de fertilizantes sintéticos ou pesticidas, em uma terra que teve tempo suficiente para se desintoxicar, sem o auxílio de organismos geneticamente modificados e finalmente, processado e embalado sem o envolvimento de nenhum produto químico.

Processo de produção

Após ser cultivado e seco, o café orgânico é processado usando moagem úmida ou moagem a seco. A moagem úmida é mais cara e demorada, porém, é uma das formas mais seguras de produzir grãos “gourmet” de alta qualidade, sendo o método mais usado pelas empresas. No caso dos cafés não orgânicos, essa maneira não é ecologicamente correta, pois se usa muita água limpa que acaba contaminada com as substâncias químicas envolvidas nos grãos. Já a moagem a seco basicamente é o processo de separar os grãos das bagas secas de café.

Em seguida, são usados os torrefadores para selecionar os grãos, torrar, resfriar e embalar. A torrefação do café pode ser feita através da torrefação de tambor, ou torrefação com ar quente.

As torrefadoras de produtos orgânicos tomam cuidado para que neste estágio não sejam adicionados sais químicos, gases, aromas ou aditivos que possam influenciar no sabor.

Diferenças e benefícios do café orgânico

O uso de matéria orgânica para a fertilização do café pode interferir no equilíbrio do solo, pois os ácidos orgânicos atuam como ligantes para muitos metais, e a composição do solo desses elementos é refletida nos alimentos.

Alguns estudos demonstraram diferenças entre o café orgânico e o convencional em termos de nutrientes. Entre eles estão o cobre, zinco e outros elementos tóxicos como o cádmio e crômio contidos em alguns fertilizantes inorgânicos e orgânicos, cuja concentração no solo pode ser aumentada e consequentemente eles são absorvidos pelas plantas.

A grande diferença entre o café orgânico e o tradicional é o que faz com que o primeiro aporte muito mais benefícios – ele não contém resíduos tóxicos de fertilizantes sintéticos, pesticidas, herbicidas, conservantes, corantes ou aromatizantes artificiais. Portanto, ele é melhor para a saúde pois essas substâncias nocivas não entram no corpo de quem o consome, ao contrário do café não-orgânico, em que esses produtos químicos tóxicos estão presentes. Mas isso não significa que o café orgânico pode ser consumido em excesso, pois assim como o “tradicional”, ele contém cafeína, que em excesso pode fazer mal à saúde.

Desde que nenhum produto químico seja usado em sua produção, processamento e empacotamento, ele não polui o meio ambiente. Também não há risco de animais como pássaros ou roedores, por exemplo, serem envenenados e mortos devido a esses produtos químicos tóxicos, e por isso o produto orgânico ajuda muito a preservar o meio ambiente e seu equilíbrio saudável.

  Continua Depois da Publicidade  

Variedades de café orgânico

Este produto está disponível em muitas variedades, que estão relacionadas com base no método de cultivo e sua contribuição para o meio ambiente. Algumas delas são:

1. Café Orgânico Sombreado

Esta variedade é cultivada na sombra natural das florestas tropicais, sem que se abra uma clareira para a agricultura. O crescimento é lento, mas o café é mais saboroso. Outro grande benefício deste café é o cuidado com o meio ambiente, pois as árvores não são cortadas, e claro, nenhum produto químico é usado, o que o torna mais saboroso.

2. Kona

O Kona é cultivado em solo vulcânico fértil da região do Kona, no Havaí. Ele é produzido em fazendas que não utilizam fertilizantes e pesticidas químicos e são absolutamente dependentes da fertilidade do solo que é enriquecida com cinzas vulcânicas e lava.

Seu sabor é distinto devido ao clima e solo da região, e é considerado uma iguaria.

3. Café Verde Orgânico

É obtido a partir de plantas de café cultivadas organicamente, e a partir de grãos crus, que não são torrados. Nenhum produto químico é usado no seu processo (fermentação, lavagem, etc.).

Seu sabor irá depender do solo, altitude, clima e processamento. É uma rica fonte de antioxidantes e contém ácido clorogênico, que é conhecido por ser eficaz na neutralização dos radicais livres, muito mais do que os antioxidantes presentes no chá verde, por exemplo.

Eles estimulam o metabolismo e a presença de ácido cafeico ajuda a energizar o corpo.

Na hora de comprar tanto o café como qualquer outro produto orgânico, procure sempre por aqueles que possuem certificados que garantam que eles cumpram com todas as normas e padrões técnicos para que de fato aquele seja um produto orgânico.

Você já provou café orgânico alguma vez? O que achou da diferença de sabor para o tradicional? Realmente vale a pena trocar por ele, fora os benefícios para o meio ambiente? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo muito solicitada para palestras, consultoria a empresas e atendimento personalizado para atletas, pessoas com condições especiais de saúde e pessoas que desejam melhorar a forma física de forma saudável. É a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España). É também membro da International Society of Sports Nutrition. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma. Dra. Patricia Leite é uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário