Quais alimentos têm glúten e quando abandoná-los?

Especialista da área:
atualizado em 22/01/2021

Quem nunca ouviu falar do glúten? Aliás, há um tempo atrás a dieta sem glúten até virou moda. Mas será que é todo mundo que precisa eliminar a proteína da dieta? E quais alimentos têm glúten? O que será que eles podem causar ao organismo? Vamos falar sobre tudo isso hoje!

  Continua Depois da Publicidade  

Para começar: quais alimentos têm glúten?

Pãozinho

O glúten é uma proteína que está presente em alimentos como trigo, cevada e centeio. Os três são usados na fabricação de muitos itens, como pães e produtos de panificação, massas, salsichas, molhos e outros alimentos industrializados.

Há ainda a questão da aveia: naturalmente, a sua composição é livre de glúten. Entretanto, o processamento de muitas aveias ocorre na mesma máquina em que se processa trigo ou a cevada. Assim, essas aveias são contaminadas pelo glúten desses alimentos.

A contaminação pelo glúten é muito fácil de acontecer e pode se dar até mesmo pelo ar. Portanto, para quem não pode ingerir glúten, é fundamental ler muito bem toda a embalagem de uma aveia antes de levá-la para casa, para checar se o produto é realmente livre de glúten.

A saber, um produto sem glúten precisa trazer os dizeres “Não contém glúten”. Além disso é muito importante que a embalagem esteja muito bem lacrada, para garantir que não ocorreu nenhuma contaminação pelo glúten no transporte ou armazenamento do produto.

Aqueles que não podem ingerir o glúten devem tomar esses cuidados não apenas com a aveia, mas com todos os produtos que compram. Conforme vimos no primeiro parágrafo, a proteína pode estar presente em muitos alimentos.

Quem precisa cortar o glúten da dieta?

Algumas pessoas sofrem com problemas de saúde que impedem a ingestão do glúten, como a doença celíaca e a sensibilidade ao glúten não-celíaca. Ou seja, elas realmente precisam eliminar o glúten da dieta, não é nem uma questão de escolha.

Para esses pacientes, é bem importante conhecer a lista com os alimentos surpreendentes em que o glúten pode se esconder.

Você desconfia que tem um problema de saúde relacionado ao glúten? Para confirmar se esse realmente é o seu caso e saber se precisa obrigatoriamente remover o glúten da dieta, você precisa consultar o médico.

O glúten engorda mesmo?

Comer pizza

Já outras pessoas aderem a uma dieta sem glúten porque desejam emagrecer. Aliás, há quem afirme que o glúten engorda e atribua sua perda de peso à retirada do glúten da sua alimentação. Mas será que a proteína era realmente o problema?

  Continua Depois da Publicidade  

Isso porque o grupo de alimentos com glúten inclui itens bem famosos por favorecer o aumento de peso, como pizzas e massas em geral, lanches de fast-food, produtos de padaria e industrializados.

Ou seja, o problema com o peso podia não ser devido ao glúten, mas sim por conta do consumo excessivo dessas comidas calóricas, gordurosas e cheias de carboidratos na dieta. Assim, a retirada desses itens do cardápio é que pode ser a responsável pela perda de peso.

Portanto, para quem não tem uma doença que impede a ingestão do glúten, é mais uma questão de procurar ter uma dieta saudável, equilibrada e controlada com alimentos nutritivos e de boa qualidade e menos de entrar em obsessão em relação ao glúten.

Até porque não dá para esperar emagrecer com guloseimas, industrializados ou fast-foods calóricos, mesmo que sejam versões sem glúten dessas besteirinhas.

Aliás, entenda por qual razão a dieta sem glúten pode não ser tão benéfica para quem não é celíaco.

Além disso, não perca o vídeo a seguir, em que a nossa nutricionista fala dos alimentos ricos em glúten que podem te fazer mal:

Fontes e Referências Adicionais

Você já seguiu uma dieta sem glúten? Por qual motivo fez isso? Conte para nós nos comentários!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário