Trazodona Engorda? Efeitos Colaterais e Para Que Serve

Trazodona ou Cloridrato de Trazodona é um medicamento indicado para o tratamento da depressão com ou sem episódios de ansiedade, da depressão maior, da dor associada à neuropatia diabética e de outros tipos de dores crônicas.

Trata-se de um remédio de uso oral e adulto, que pode ser encontrado em embalagens com 10, 20, 30, 40, 60, 100 ou 200 comprimidos revestidos de 50 mg ou 100 mg e que pode ser vendido somente com a apresentação da receita médica.

As informações são da bula do Cloridrato de Trazodona disponibilizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Será que Trazodona engorda?

Para sabermos se Trazodona engorda, algo que precisamos fazer é verificar o que a bula do medicamento nos conta a respeito disso. E de acordo com o documento trazido pela Anvisa, podemos entender que embora improvável, o Cloridrato de Trazodona pode estimular o aumento do peso.

Isso porque a bula apresenta o aumento do apetite como um dos possíveis efeitos colaterais provocados pelo medicamento. E quando uma pessoa sente mais fome, provavelmente ela come mais do que o habitual e, consequentemente, acaba ganhando alguns quilos a mais.

Entretanto, também é nossa obrigação ressaltar que essa reação adversa não é observada por todas as pessoas – conforme informações da bula o aumento do apetite é um efeito incomum, ou seja, que ocorre entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam o medicamento.

Portanto, como as chances de ganhar peso não são tão elevadas assim (ao menos segundo o que a bula indica), caso você engorde durante o tratamento, converse com o seu médico antes de bater o martelo e concluir que a Trazodona engorda.

Assim, você poderá ter certeza se o aumento de peso realmente ocorreu por conta do medicamento ou se foi fruto de outros fatores como a sua dieta ou alguma condição ou doença que você tem e não sabia e que causa o ganho de peso, por exemplo.

Efeitos colaterais

De acordo com informações da bula do Cloridrato de Trazodona, apresentada pela Anvisa, o remédio pode provocar os seguintes efeitos colaterais:

  • Ereção peniana prolongada (priapismo) – para os pacientes que sofrerem com ereções prolongadas ou de duração inadequada, recomenda-se suspender imediatamente o uso de medicamento e consultar rapidamente o médico;
  • Piora do quadro psiquiátrico em pacientes com esquizofrenia e outras desordens;
  • Intensificação de pensamentos paranoicos;
  • Precipitação de uma mudança de mania para hipomania em pacientes com transtorno bipolar;
  • Queda de pressão arterial, que pode vir acompanhada de taquicardia compensatória;
  • Fraturas ósseas;
  • Dilatação da pupila, podendo provocar episódios de glaucoma em usuários propensos;
  • Síndrome serotoninérgica potencialmente fatal;
  • Síndrome de descontinuação da terapia antidepressiva, caso haja a interrupção abrupta do tratamento;
  • Bradicardia – redução do número de batimentos cardíacos;
  • Tontura;
  • Sonolência/sedação;
  • Náusea;
  • Gosto desagradável;
  • Boca seca;
  • Fadiga;
  • Dor de cabeça;
  • Inchaço (como distúrbio cardiovascular);
  • Agitação;
  • Alteração da marcha;
  • Confusão;
  • Desorientação;
  • Diminuição da memória;
  • Enxaqueca;
  • Sudorese noturna;
  • Diminuição da libido;
  • Prisão de ventre;
  • Dor abdominal;
  • Alterações do paladar;
  • Vômito;
  • Distúrbios da ejaculação;
  • Urgência para urinar;
  • Dor nas costas;
  • Dor muscular;
  • Tremores;
  • Embaçamento visual;
  • Distúrbios visuais;
  • Falta de ar;
  • Paranoia;
  • Alucinação;
  • Psicose;
  • Diferentes tipos de arritmias;
  • Diminuição ou aumento da frequência cardíaca;
  • Parada cardíaca;
  • Infarto agudo do miocárdio;
  • Insuficiência congestiva cardíaca;
  • Sonhos anormais;
  • Insônia;
  • Ansiedade;
  • Derrame;
  • Convulsões;
  • Vertigem;
  • Dificuldades para falar;
  • Perda auditiva parcial;
  • Diminuição da sensibilidade;
  • Esofagite de refluxo;
  • Hepatite;
  • Pele amarelada;
  • Alterações de exames (bilirrubina, amilase, enzimas hepáticas);
  • Aumento da salivação;
  • Parada respiratória;
  • Orgasmo anormal;
  • Incontinência urinária;
  • Retenção urinária;
  • Impotência;
  • Ereção retrógrada;
  • Ereção prolongada do clitóris;
  • Sangue na urina;
  • Aumento da frequência urinária;
  • Glaucoma;
  • Fobia de luz;
  • Dor ocular;
  • Xeroftalmia (olho seco);
  • Anemia;
  • Aumento dos glóbulos brancos;
  • Metahemoglobinemia (conversão exagerada da hemoglobina e metahemoglobina, segundo o site Saúde em Movimento);
  • Acne;
  • Queda de cabelo;
  • Psoríase;
  • Vermelhidão na pele;
  • Reações de fotossensibilidade;
  • Ondas de calor;
  • Rubor;
  • Manchas brancas nas unhas;
  • Urticária;
  • Síndrome da secreção inapropriada de hormônio antidiurético (ADH);
  • Saída de leite da mama;
  • Aumento de pelos;
  • Elevação da libido;
  • Aumento do volume mamário;
  • Reações alérgicas;
  • Fraqueza;
  • Comprometimento da fala;
  • Distúrbio da marcha;
  • Espasmos musculares.

Ao sofrer com qualquer uma das reações adversas mencionadas acima ou qualquer outro tipo de efeito colateral, procure imediatamente o auxílio do seu médico para saber como proceder e não interrompa o tratamento sem antes receber as orientações do profissional.

Contraindicações e cuidados com Trazodona 

O medicamento não deve ser utilizado por pessoas que possuem alergia à trazodona ou a qualquer outro dos componentes da fórmula do remédio, por pacientes que estejam em fase de recuperação do infarto do miocárdio, por indivíduos que estejam recebendo o antibiótico linezolida e por mulheres que estejam amamentando.

O seu uso também não ocorrer ao mesmo tempo ou dentro de 14 dias dentro da interrupção do tratamento com medicamentos inibidores da monoamino oxidase (MAO). A administração do Cloridrato de Trazodona deve ser evitada ainda em pessoas que estejam recebendo terapia por eletrochoque.

Em relação às pacientes grávidas, a orientação é que somente o médico deve determinar se o remédio deve ser utilizado ou não, avaliando os riscos e benefícios que ele pode trazer durante a gestação.

O paciente deve informar ao médico caso tenha algum problema cardíaco, problema renal ou doença no fígado.

O tratamento com Cloridrato de Trazodona exige cuidado em pacientes que tenham doenças cardíacas, especialmente aqueles que sofrem com arritmias cardíacas ou batimentos irregulares do coração, em pessoas com problemas renais ou hepáticos e em usuários que sejam idosos.

Antes de começar a tomar a Trazodona, ele também deve contar ao médico sobre qualquer tipo de medicamento que esteja utilizando para que o profissional verifique se não existem riscos de interação entre o remédio em questão e a Trazodona.

Ao longo do tratamento com o remédio, o usuário deve consultar-se regularmente com o médico e realizar os exames laboratoriais solicitados pelo profissional, além de evitar o consumo de bebidas alcoólicas e remédios que diminuem a atenção e provocam o sono (os chamados depressores do sistema nervoso central). Além disso, o paciente também deve tomar cuidado ao sentar-se ou levantar-se abruptamente porque isso pode provocar a tontura.

Por ser um antidepressivo, categoria que diminui a capacidade mental e/ou física para a realização de atividades como dirigir veículos e operar máquinas, o usuário precisa observar cuidadosamente o seu estado e certificar-se de que realmente está a apto a executar tarefas como essas para evitar a ocorrência de acidentes.

As informações são da bula do Cloridrato de Trazodona, que foi disponibilizada pela Anvisa.

Você conhece alguém que tome e afirme que a trazodona engorda? Tem receio de utilizar este medicamento por conta de seus efeitos colaterais? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (49 votos, média: 4,24 de 5)
Loading...

3 comentários em “Trazodona Engorda? Efeitos Colaterais e Para Que Serve”

  1. Trazadona engorda? Minha ginecologista receitou para depressão e sintomas da menopausa

  2. Boa Noite! Comecei a tomar hoje,mas estou mto preocupada se o cloridrato de trazodona de 50mg engorda.
    Alguém me ajuda,por favor?

Deixe um comentário