Venvanse Emagrece Mesmo? Para Que Serve, Efeitos Colaterais e Como Tomar

Especialista:
atualizado em 04/12/2019

Venvanse ou dimesilato de lisdexanfetamina é um medicamento de uso oral que pode ser utilizado por adultos e crianças com idade superior a seis anos. O remédio é comercializado em frascos de 28 cápsulas com 30 mg, 50 mg ou 70 mg. As informações são da bula disponibilizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Trata-se de um medicamento que pode ser comercializado somente mediante a apresentação de receita médica.

Para que serve o Venvanse? 

Conforme informações de sua bula, o remédio é indicado para o tratamento do transtorno do déficit de atenção/hiperatividade (TDAH) como parte de um programa completo de tratamento da condição, que também pode envolver aconselhamento e outras formas de terapia.

Venvanse emagrece mesmo? 

É possível afirmar que Venvanse emagrece. Isso porque na bula do medicamento disponibilizada pela Anvisa a diminuição do apetite e a perda de peso aparecem mencionados como alguns dos efeitos colaterais que podem ser experimentados pelos pacientes que utilizam o remédio.

As duas reações adversas estão agrupadas na categoria dos efeitos muito comuns. Ou seja, que acontecem em 10% ou mais dos pacientes consumidores do medicamento.

Entretanto, essas não são as únicas reações resultantes do uso da substância que embasam a ideia de que Venvanse emagrece mesmo. De acordo com a bula, a anorexia é outro efeito que pode ser causado pelo remédio.

O distúrbio alimentar, conhecido por provocar uma diminuição de peso acima do que é considerável saudável, sendo fruto de uma imagem corporal distorcida, aparece classificado como uma reação comum – que é experimentada por 1% a 10% dos usuários de Venvanse.

Entretanto, não é uma escolha nada inteligente ou saudável para o organismo utilizar o medicamento com o objetivo de emagrecer. Um dos pontos é que a perda de peso fruto da anorexia pode levar a morte.

Isso porque trata-se de uma doença que mata. Uma mostra disso é uma reportagem publicada no site do Zero Hora no ano de 2009 que informou que 20% dos casos do distúrbio alimentar resultam em morte.

Ainda que a pessoa que não tem o TDAH e usa o remédio porque quer emagrecer não desenvolva a anorexia, ela coloca a saúde do seu organismo em risco. Em primeiro lugar porque, como você poderá conferir no tópico a seguir, o medicamento pode causar uma série de efeitos colaterais. O uso do medicamento deve ser criterioso, feito com supervisão médica.

Esses riscos se tornam ainda mais evidentes ao levarmos em consideração que quem o utiliza para emagrecer certamente está se automedicando e pode oferecer doses exageradas e perigosas da substância ao seu organismo.

Em segundo lugar, a bula do medicamento informa que o abuso da substância pode causar dependência. Imagine só ficar dependente de um remédio que pode trazer efeitos colaterais. É uma atitude no mínimo desnecessária.

Assim, mesmo que você tenha tido acesso a depoimentos de pessoas que afirmam que o uso de Venvanse emagrece, a recomendação que deixamos é que não utilize o produto com o intuito de perder peso para não colocar a sua saúde em risco.

No lugar disso, procure emagrecer de maneira saudável e que possa ser sustentada, por meio de uma alimentação saudável, equilibrada, controlada e nutritiva, acompanhada da prática frequente de exercícios físicos para maximizar a queima de calorias. E, de preferência, contando com o apoio de profissionais como nutricionista e personal trainer.

Efeitos colaterais de Venvanse 

Venvanse pode causar os seguintes efeitos colaterais:

  • Problemas para dormir;
  • Dor de cabeça;
  • Boca seca;
  • Tique;
  • Variação de humor;
  • Aumento da atividade psicológica e motora;
  • Agressividade;
  • Irritabilidade;
  • Tontura;
  • Náusea;
  • Erupção cutânea;
  • Transpiração excessiva;
  • Falta de ar;
  • Agitação;
  • Falta de ar;
  • Tremor;
  • Nervosismo;
  • Ranger de dentes;
  • Sonolência;
  • Prisão de ventre;
  • Dor no abdômen superior;
  • Fadiga;
  • Aceleração ou descompensação dos batimentos cardíacos;
  • Palpitação;
  • Aumento da pressão sanguínea;
  • Dificuldade de ereção;
  • Alterações na libido;
  • Hipersensibilidade;
  • Depressão;
  • Tristeza;
  • Mania;
  • Mania de mexer e machucar a pele;
  • Falar sem parar;
  • Movimentos anormais ou involuntários;
  • Euforia;
  • Alucinação;
  • Dilatação da pupila;
  • Urticária;
  • Reação anafilática;
  • Episódios psicóticos;
  • Hepatite eosinofílica;
  • Convulsão;
  • Angioedema;
  • Síndrome de Stevens-Johnson – forma grave de eritema bolhoso;
  • Cardiomiopatia – inflamação e ampliação do músculo cardíaco;
  • Má circulação sanguínea;
  • Dormência e palidez nos dedos dos pés e das mãos;
  • Infarto do miocárdio;
  • Morte súbita;
  • Superestimulação;
  • Acidente vascular cerebral (AVC);
  • Inquietação;
  • Dificuldades para realizar movimentos intencionais;
  • Síndrome de Tourette – distúrbio do sistema nervoso que causa movimentos repetitivos ou som indesejados;
  • Gosto desagradável;
  • Reações graves na pele.

Contraindicações de Venvanse 

O medicamento não deve ser utilizado por pacientes que sofrem com doenças do coração, endurecimento das artérias, pressão arterial alta moderada a grave, hipertireoidismo, glaucoma, ansiedade, tensão ou agitação.

Pessoas que têm histórico de abuso de drogas, tomaram nos últimos 14 dias o inibidor da monoamina oxidase (IMAO) – que é um remédio para a depressão – ou apresentam sensibilidade, alergia ou reação a outros medicamentos estimulantes também não podem fazer uso de Venvanse.

Caso o paciente tenha problemas renais, ele deve informar ao médico quanto ao problema antes de começar o uso do medicamento. A mesma recomendação serve para mulheres que estejam amamentando, gestantes ou planejando ficar grávidas.

Cuidados quanto às interações

A bula também informa que ao receber a prescrição de Venvanse, é necessário informar ao médico a respeito de qualquer medicamento, vitamina ou suplemento fitoterápico, que contém ou não com recomendação médica.

Isso é importante para evitar que ocorram interações entre as substâncias que podem resultar em efeitos colaterais graves.

Preço 

Os valores de venda do medicamento podem variar entre R$ 287,76 e R$ 399. Os preços variam de acordo com a dosagem das cápsulas de cada embalagem – 30 mg, 50 mg ou 70 mg – e com os estabelecimentos onde eles são comercializados.

Você conhece alguém que tenha utilizado e afirme que o Venvanse emagrece mesmo? Já passou pela sua cabeça experimentar, mesmo sabendo para que serve e todos os efeitos colaterais? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (288 votos, média: 3,82 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário