10 Benefícios do Óleo de Algodão – Para Que Serve e Dicas

Especialista:
atualizado em 25/12/2019

O óleo de algodão é muito utilizado na culinária para preparar alimentos. Seus consumidores afirmam que ele é capaz de evidenciar o sabor dos alimentos frescos, além de ser ideal para usar nas frituras, assados e também para substituir outros tipos de óleos, menos saudáveis.

Incluí-lo no cardápio pode promover uma série de benefícios do óleo de algodão para a saúde, pois ele é capaz de melhorar a memória, sistema imunológico, reduzir a inflamação, contribuir com a saúde do coração, além de promover um cabelo e pele mais bonitos e acelerar o processo de cura.

Vamos conhecer abaixo mais detalhadamente todos os benefícios do óleo de algodão e para que serve, além de relacionar algumas dicas para que você escolha a melhor versão do óleo, garantindo assim vantagens efetivas para a saúde.

Óleo de algodão – O que é?

O óleo de algodão é feito a partir de sementes de plantas de algodão. Ele é produzido em grandes quantidades em vários países do mundo.

Assim como acontece com os óleos provenientes de outras sementes, as de algodão são descascadas, revelando um “miolo” rico em óleo, que é extraído após ser prensado. Ele é reconhecido por ser baixo em gorduras trans, e comumente substitui outras versões de óleo na hora de preparar algumas receitas, pois ajuda a realçar o sabor dos alimentos, mas também é largamente usado como uma forma de biocombustível.

A questão é que existe muito polêmica envolvendo o óleo de algodão, pois muitos afirmam que ele não é tão saudável quanto promete. O uso de produtos químicos nas plantações de algodão tem levantado muitas preocupações sobre a segurança do uso de óleo de algodão, porém, é preciso considerar que nem todos são feitos da mesma maneira.

Por exemplo, a versão não processada pode conter mais de 70% de gorduras insaturadas. O hidrogenado é extremamente rico em gorduras saturadas, que têm efeitos colaterais negativos sobre o corpo. No entanto, a versão orgânica do óleo de algodão é saudável, pois contém gorduras poli-insaturadas e monoinsaturadas, além de vários outros antioxidantes.

Então, o segredo para obter benefícios está na escolha correta, pois o óleo de algodão faz mal quando é altamente processado ou de baixa qualidade, e pode trazer consequências negativas para a saúde.

Para que serve?

Ele serve para preparar alimentos. Muitos usuários aproveitam o óleo de algodão para fritura, e é popular por evidenciar o sabor dos alimentos frescos, em vez de mascarar. Também é recomendado para o preparo de pratos assados, pois não é “pesado” se comparado aos outros óleos e tem alta resistência à oxidação, o que o torna ideal para ser usado em molhos de salada.

Além disso, é um bom substituto para manteiga e as versões de qualidade são ótimas para substituir os óleos tradicionais, repletos de gorduras nocivas – sem contar que seu sabor é leve e neutro, ideal para pessoas que não gostam de óleos com sabores fortes. Em alguns casos, ele também é usado topicamente.

O óleo de algodão é composto por ácido linoleico (49 a 58%), ácido oleico (15 a 20%), ácido palmítico (22 a 26%), além de ácido beénico e ácido lignocérico/ácido araquídico (10%).

Sua composição é rica em tocoferóis, que são uma excelente fonte de vitamina E, antioxidantes e ácidos graxos insaturados e saturados. Por esse motivo, muitos especialistas em saúde afirmam que o óleo de algodão é saudável.

Benefícios do óleo de algodão

1. Melhora a saúde cognitiva

As doenças neurodegenerativas como demência e doença de Alzheimer têm acometido cada vez mais pessoas, mas em contrapartida muitos alimentos já são apontados como capazes de diminuir os impactos que elas causam.

As gorduras monoinsaturadas e poli-insaturadas estão nessa lista e o consumo tem sido atribuído ao aumento da cognição. Se você estiver usando óleo de algodão natural e não refinado, ele pode reduzir a inflamação nas vias neurais e prevenir a deposição de placa beta-amiloide, o que contribuirá positivamente com os sintomas relacionados a essas doenças.

2. Ajuda a prevenir o câncer de próstata

A ajuda a prevenir o câncer de próstata é um efeito dos antioxidantes presentes no óleo de algodão. Os antioxidantes têm sido relacionados a níveis mais baixos de crescimento do tecido da próstata, diminuindo o aumento e os riscos de se tornar um câncer.

Porém, você só promoverá esses benefícios do óleo de algodão para a saúde se estiver usando um óleo de alta qualidade. Os de qualidade baixa podem contribuir com o desenvolvimento, não só desse tipo de câncer, mas de outros.

3. Reduz a inflamação

A inflamação é uma resposta do sistema imunológico para combater infecções e doenças, mas quando ela está presente por um longo período de tempo, pode provocar muitas outras doenças e complicações.

Alimentos ricos em gorduras monoinsaturadas, como o óleo de algodão, podem ajudar a reduzir a taxa de inflamação no corpo, porque elas têm um efeito anti-inflamatório. Essa condição ajuda a gerenciar sintomas crônicos de artrite, gota, dores de cabeça e inflamação nas articulações, e quando usado no preparo de alimentos, pode acalmar o estômago e impulsionar a digestão.

4. Ajuda a melhorar as funções gerais do corpo

O óleo de algodão pode ajudar a metabolizar lipídios localizados no fígado, prevenindo o dano hepático, também conhecido como doença hepática gordurosa. Também pode ser útil na prevenção de doenças, pois reduz os processos de inflamação do corpo, além de melhorar os níveis de energia e desenvolvimento fetal, entre outros benefícios.

A responsável por esses benefícios do óleo de algodão é a colina, um nutriente dietético essencial que deve ser consumido para melhorar as funções do corpo e pode ser facilmente obtido a partir de fontes alimentares, como o óleo de algodão.

5. Pode impulsionar o sistema imunológico

O óleo de algodão é considerado antioxidante devido à sua concentração de gorduras insaturadas naturais e da vitamina E presente. Essa é uma grande vantagem, pois muitos óleos vegetais sintéticos são fortemente pró-oxidantes na natureza, e costumam piorar os processos de oxidação e inflamação no corpo, gerando várias doenças.

O fato do óleo de algodão ser antioxidante ajuda a apoiar o sistema imunológico e reduz o risco de doenças transmissíveis.

6. Promove uma pressão arterial equilibrada

A pressão sanguínea costuma exercer força sobre as paredes dos vasos sanguíneos, que circulam o sangue para o coração, e ele por sua vez direciona para todas as partes do corpo. Quando está muito alta ou muito baixa, pode iniciar problemas cardíacos, pois o coração não recebe o suporte adequado.

Manter uma alimentação com quantidades suficientes de gorduras poli-insaturadas e monoinsaturadas contribui com o processo adequado. Por isso, há benefícios do óleo de algodão neste sentido, pois ele pode garantir essa ingestão e prevenir as oscilações de pressão para que o coração esteja sempre protegido das mudanças adversas na eficiência do bombeamento do sangue, diminuindo o risco de aterosclerose, ataques cardíacos e derrames.

7. Ajudar a prevenir doenças do sistema cardiovascular

As gorduras monoinsaturadas podem ajudar o sistema cardiovascular, diminuindo os riscos de  desenvolver doenças. O óleo de algodão tem gorduras saturadas, mas também muitas gorduras mono e poli-insaturadas, incluindo ácido gama-linolênico. Elas são capazes de ajudar a reduzir os níveis de colesterol “ruim” e isso é uma contribuição relevante para melhorar a saúde do coração. No entanto, seja consciente e use com moderação.

8. Acelera o processo de cura

Os altos níveis de antioxidantes e a presença de vitamina E faz com que o óleo de algodão seja capaz de acelerar o processo de cura e o tocoferol é capaz de estimular o crescimento de novas células saudáveis da pele e proteger o machucado das infecções. O uso regular de óleo de algodão pode até minimizar ou eliminar completamente a aparência de cicatrizes.

Para obter esses benefícios do óleo de algodão é necessário aplicar topicamente o óleo nas feridas, cortes e arranhões recentes. Mas tenha cuidado, os óleos puros são mais predispostos a provocar reações quando usados diretamente na pele. Inflamação, coceira e vermelhidão, especialmente nas peles mais sensíveis, podem ser experimentadas.

Antes de aplicar em uma grande área do corpo, coloque uma pequena quantidade na parte interna do pulso e espere algumas horas para ver se algum efeito negativo ocorre.

9. Promove uma pele mais bonita e saudável

O óleo de algodão contém vitamina E, e ela é capaz de ajudar a manter a beleza natural da pele e também a sua cor e hidratação. O uso regular também traz benefícios do óleo de algodão para prevenir as manchas escuras e minimizar a ação dos radicais livres, devido à sua ação antioxidante.

A aplicação para essa finalidade deve ser feita durante o dia e até de noite para potencializar os resultados. Apenas reforçando, verifique primeiro se o óleo pode provocar alguma reação adversa.

10. Ajudar a induzir o crescimento saudável do cabelo

O óleo de algodão contém ácido linoleico, que é um ácido graxo que ajuda a promover o crescimento constante do cabelo e a prevenir a queda. Isso é possível porque ele é capaz de neutralizar os efeitos da dermatite, que é a principal causa de perda de cabelo, e ao mesmo tempo fortalece o couro cabeludo, garantindo que o cabelo cresça saudável. Ingerir alimentos preparados com óleo de semente de algodão pode ajudar a fornecer a quantidade certa de ácido linoleico que o cabelo precisa.

Dicas para escolher seu óleo de algodão

O óleo de algodão é um ingrediente que deve ser escolhido com muito cuidado. Então, veja algumas dicas para garantir a compra de um produto de qualidade e aproveitar os benefícios do óleo de algodão ao máximo.

  1. Na hora de comprar, evite a versão hidrogenada, pois ela pode trazer problemas para a saúde. Isso acontece porque o processo de hidrogenação altera o perfil de ácido graxo, o que significa que as gorduras monoinsaturadas aumentam. Uma versão como esta contém 29% de gordura saturada, 50% de gordura monoinsaturada e 21% de gordura poli-insaturada.
  2. Escolha sempre o óleo de algodão orgânico extraído de alta qualidade, o que garante que você obtenha os benefícios do óleo de algodão para a saúde. Diferente da hidrogenada, a forma natural carrega 27% de gordura saturada, 18% de gordura monoinsaturada e 55% de gordura poli-insaturada.
  3. Outro detalhe fundamental é garantir que o óleo foi refinado, pois se não foi, ele pode conter uma substância tóxica chamada gossipol, que não pode ser digerida pelos seres humanos.
  4. Confira sempre a procedência. É muito importante entender de onde veio o óleo de algodão, qual é o uso pretendido e a que nível de processamento ou refinamento ele foi submetido. A recomendação é comprar de um fabricante confiável e que zela pela qualidade de seus produtos.

Usar uma versão de baixa qualidade de óleo algodão faz mal. Veja abaixo como pode impactar a sua saúde:

  • Problemas cardíacos: O óleo de algodão de boa procedência pode favorecer a saúde do coração quando usado com moderação, mas a versão hidrogenada do óleo de algodão faz mal porque traz um nível muito maior de gorduras saturadas, o que pode prejudicar a saúde do coração. Se tiver problemas existentes de arteriosclerose ou doença cardíaca, consulte seu médico antes de usar.
  • Câncer: O algodão nem sempre é considerado uma planta ou alimento, por isso as regras relacionadas ao uso de pesticidas e herbicidas podem ser diferentes. Isso representa um perigo, porque ele pode ser rico em toxinas perigosas, dependendo de sua origem. Algumas das toxinas usadas para conservar a plantação de algodão podem ter efeitos carcinogênicos no organismo. Por esse motivo, é fundamental entender a procedência do óleo de algodão e se possível investigar os métodos de fabricação.
  • Saúde reprodutiva: Estudos evidenciaram que o gossipol, um componente químico natural do óleo de semente de algodão, pode diminuir a produção e a motilidade dos espermatozoides, o que pode prejudicar a fertilidade. Muitas versões comerciais de óleo de algodão passam por um processo para remover esse componente químico, mas na dúvida, consulte sempre se isso de fato aconteceu.

Considerações finais

Há uma gama interessante de benefícios do óleo de algodão para a saúde, e incluí-lo moderadamente na sua alimentação pode contribuir de várias formas. Além disso, ele é capaz de ressaltar o sabor dos alimentos, é adequado para as frituras e assados, sem contar que seu sabor neutro pode agradar muito o paladar daqueles que não gostam de óleos com sabores marcantes.

No entanto, para obter todos os seus benefícios, é preciso saber escolher. Optar por uma versão orgânica pode garantir que o óleo seja mais saudável e que não esteja contaminado com pesticidas e outros produtos químicos. Analisar o processo de produção pode eliminar a possibilidade de conter gossipol, prejudicial para a saúde.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já conhecia esses benefícios do óleo de algodão para a saúde? Já sabia para que serve esse óleo e já o experimentou em sua cozinha? Tem curiosidade agora? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 4,33 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

2 comentários em “10 Benefícios do Óleo de Algodão – Para Que Serve e Dicas”

  1. Parabenizamos a exposição detalhadas , sobre mais uma maravilha da nossa flora medicinal.
    E que infelizmente, É Mal divulgado, as benesses deste produto .
    estou pesquisando , sobre a aplicação TÓPICA, para resolução de inflamações nos pelos das pernas
    Na galera que dirige Caminhão, e o calor do motor e outros motivos Bacterianos torturam os que
    Utilizam desta profissão e outros .
    Mestry Badahra
    Pesquisas e Divulgações