7 Benefícios da Valeriana – Para Que Serve, Gotas, Chá, Tintura, Cápsulas e Mais

Valeriana officinalis ou valeriana é uma planta medicinal também conhecida pelos nomes de erva dos gatos, valeriana-das-botica e valeriana selvagem. A erva produz flores de coloração rosa e pode chegar a atingir um metro de altura.

Encontrada à venda em sua forma natural em lojas de produtos naturais, farmácias de manipulação e feiras livres, a erva ainda pode ser adquirida no formato de cápsulas, comprimidos e tintura (que são extratos concentrados de ervas, feitos com ervas picadas e álcool, que servem para conservar os compostos essenciais das plantas), em forma de gotas.

A valeriana é conhecida por ser dotada de propriedades antiespasmódicas, sedativas, calmantes, soníferas, anticonvulsivantes, relaxantes e soporíferas – que provocam o sono.

Para que serve? 7 benefícios da valeriana

Já deu para ter uma ideia básica sobre o que é a erva, não é mesmo? Pois bem, chegou a hora de conhecermos algumas indicações e benefícios aos quais a valeriana está associada:

1. Ajuda a dormir melhor

Por trazer um efeito calmante e possuir propriedades relaxantes, sedativas e que estimulam e provocam o sono, a valeriana pode servir como um remédio natural para pessoas que sofrem com dificuldades para dormir. É importante saber ainda que o poder sonífero da planta medicinal já foi atestado por diversas pesquisas.

Estudos já mostraram que a erva diminui o tempo que uma pessoa demora para dormir e melhora a qualidade do sono. Ao mesmo tempo, a planta traz possibilidades baixas de que a pessoa sofra com sonolência matinal.

2. Combate a ansiedade e o estresse

A Organização Mundial da Saúde (OMS) reconhece a valeriana como uma erva que pode trazer benefícios em relação à ansiedade.

Pesquisadores descobriram que a raiz da erva aumenta a quantidade da substância química ácido gama-aminobutírico (GABA) no cérebro. Tal composto ajuda a regular as células nervosas e acalma a ansiedade.

Além disso, o fato de ser relaxante, de contribuir com a melhoria da qualidade e com o aumento da duração do sono e diminuir a ansiedade faz com que a erva também possa colaborar com o controle do estresse. 

3. Valeriana emagrece?

A confeiteira Quézia Pereira Rocha Nevez contou que perdeu 35 kg em um período de nove meses com o auxílio da cápsula da erva.

Ela revelou que já tinha iniciado o seu processo de emagrecimento e que havia eliminado 15 kg em três meses. Porém, ainda sofria com a fome que sentia de madrugada. Então, após ler sobre o produto na internet, decidiu usá-lo.

O resultado: a erva funcionou como um calmante natural, livrou a confeiteira da ansiedade, ajudou-a a dormir melhor, a controlar a quantidade de comida que colocava no prato e a acabar com a gula. Entretanto, é importante saber que a erva não foi a responsável pelo emagrecimento de Quézia.

A valeriana até auxiliou, no entanto, não foi a única tática adotada por ela. Além da cápsula da planta, ela cortou a fritura, o refrigerante e o açúcar, diminuiu a ingestão de massas, incluiu alimentos saudáveis no cardápio e passou a beber mais água.

A confeiteira ainda parou de fazer intervalos longos entre as refeições, tratou de se controlar em frente às guloseimas da padaria e passou a fazer caminhadas diariamente.

Ou seja, não dá para esperar que a valeriana cause o emagrecimento mágico e imediato. Ainda que possa dar uma forcinha, para que o efeito desejado seja alcançado é fundamental seguir uma dieta saudável, equilibrada, controlada e nutritiva e praticar atividades físicas para maximizar a queima calórica.

4. Diminuição da pressão arterial

Os compostos ativos da valeriana que auxiliam o controle da ansiedade e do estresse também podem contribuir com a regulação da pressão arterial. Algo que é importante para evitar a pressão arterial alta, que aumenta as chances de ataque no coração e derrame.

5. Alivia as cólicas menstruais

Um dos desconfortos oriundos da Tensão Pré-Menstrual (TPM) são as cólicas. A raiz da valeriana pode ajudar a amenizar o problema por se tratar de um composto antiespasmódico e sedativo, que atua como um relaxante natural para os músculos e reprime os espasmos musculares.

Uma pesquisa realizada pela Universidade Islâmica Azad no Irã indicou que a raiz da planta medicinal pode acalmar as severas contrações do útero que causam dores às mulheres ao longo de seu ciclo menstrual.

6. Auxílio ao tratamento do transtorno obsessivo-compulsivo (TOC)

A condição é caracterizada por pensamentos obsessivos e intrusivos e comportamentos repetitivos, além da necessidade de checar as coisas repetidas vezes e de ter uma rotina com rituais que se repetem e seguem um padrão de regras rígidas, que são estabelecidas pela própria pessoa.

Tudo isso pode resultar em prejuízos na qualidade de vida do paciente, afetando seus aspectos profissionais, pessoais e sociais.

Uuma pesquisa do ano de 2011 que durou oito semanas indicou que a valeriana pode oferecer certa contribuição ao tratamento do TOC, sendo bem tolerado pelos pacientes.

7. Contribui com o tratamento da hiperatividade em crianças

Um estudo de 2014 avaliou os efeitos de uma combinação entre erva-cidreira e extrato da raiz de valeriana em 169 crianças com idade própria para escola primária durante sete semanas.

O resultado foi que a porcentagem de crianças que apresentava hiperatividade diminuiu de 60% para 13%. Além disso, a taxa de crianças que não conseguiam ter foco foi reduzida de 75% para 14% e os pais observaram que houve uma melhoria no sono dos pequenos participantes.

Apesar dos resultados não serem considerados conclusivos, eles são classificados como promissores e indicam que a combinação de ervas pode ser utilizada como acompanhamento do tratamento tradicional para a hiperatividade. Sempre com orientação do médico, obviamente. 

Como fazer chá de valeriana

Agora vamos aprender uma receita de como preparar um chá a partir da planta medicinal:

Ingredientes:

  • 1 colher de chá de raiz e rizoma de valeriana picadinhos;
  • Água fervente.

Modo de preparo:

  1. Colocar a água fervente dentro de uma xícara de chá;
  2. Acrescentar a valeriana e abafar durante cinco minutos;
  3. Após, coar e consumir o chá.

Cuidados com a valeriana

Uma das contraindicações da erva refere-se a pessoas que possuem hipersensibilidade em relação ao extrato da planta. As mulheres grávidas também são orientadas a não fazerem uso da planta medicinal, assim como as pessoas que sofrem com problemas no fígado.

Crianças e mulheres que estejam amamentando devem checar com o médico a respeito do uso da valeriana. Ela também não pode ser deixada em um local de fácil acesso a gatos porque pode causar efeito excitante ou eufórico aos bichinhos.

É importante saber ainda que a planta pode causar efeitos colaterais. A lista de reações inclui tontura, indisposição gastrointestinal, alergias de contato, dor de cabeça, excitação, mal-estar e dilatação da pupila. O seu uso prolongando ainda está associado a problemas como cansaço, insônia e desordens cardíacas.

Por causar sonolência e ter efeito sedativo, os usuários de suplementos à base da raiz da erva não devem dirigir, operar máquinas pesadas ou realizar atividades que exijam o estado de alerta depois de ingerir o produto.

Caso esteja fazendo uso de qualquer tipo de medicamento ou suplemento, consulte o seu médico antes de usar a valeriana para saber se não há risco de interação. Por exemplo, não se recomenda usar a planta e a melatonina, que também trata insônia e problemas relacionados ao sono, ao mesmo tempo, pois pode surgir um efeito sedativo muito forte.

Antes de usar a erva para tratar qualquer tipo de condição de saúde, consulte antes o seu médico para saber se ela é mesmo indicada para o seu caso e segura para a sua saúde.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Você já conhecia a planta medicinal valeriana e seus benefícios à saúde? Já a consumiu na forma de chá, gotas, tintura ou cápsulas? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (311 votos, média: 3,89 de 5)
Loading...

30 comentários em “7 Benefícios da Valeriana – Para Que Serve, Gotas, Chá, Tintura, Cápsulas e Mais”

  1. Comecei hoje tomar o extrato de valeriana em gotas. Minha Fitoterapeuta que me indicou para ansiedade e porque não estou conseguindo dormir bem a noite. Assim que eu tiver um resultado desse remédio eu posto aqui pra vocês saberem. Espero que me traga bons resultados.

  2. Estou tomando valeriana em gotas e estou adorando o resultado porque consigo deita e ja dormi. Porem no dia seguinte sinto muita dor de cabeça.?

  3. Tenho dificuldades para dormir, tenho pesquisado a VALERIANA, prefiro capsulas, queria saber a forma correta para ter uma noite de sono tranquila, desde já aradeço

  4. Eu tomava Rivotril, e passei a tomar Valeria em gotas, comorei en casa que vendem chás, o efeito é muito råpido, só não sei axquantidade que drvo tonar? Estou tomando duas colheres de chå cheias – será muito? Tem gosto se terra né? Obrigado iolanda

    • Comecei a tomar a dois dias tomo amitripicilina e clonazepam por ter um cavernosa no cérebro tinha dores de cabeça todo dia faz 12 dias que tomo moringa no café da manhã depois do almoço tomo 20 gotas de valeriana em meio copo de água e mais 20 gotas depois da janta.mas não parei com o clonazepam pois minha insônia e crônica senti melhora no sono e sem dor de cabeça

  5. Foi tudo de bom, durante uma semana. Depois comecei a me sentir muito mal, tive que parar com as gotinhas milagrosas. Que pena…

  6. Não sei porque eu tomo no começo durmo, passado uns 3 dias depois não faz mais efeito a insonia volta,assim está sendo vomitar seakalm líquido pelo mesmo espaço de tempo ,não quero ir ao neuro por que não pedem exame de nada e iempurram logo tarja preta.. Esses de tarja preta resolvem mas maltrata ao invés de tratar o problema,.

  7. Estou usando em forma de chá estou dorminos melhor, e mim ajuda a mim manter mais tranquilo, porém as vezes dar um pouco de desconforto intestinal. Obrigado.

  8. Sofro de TAG vou começar a tomar a valeriana em chá. Espero que me ajude pois não os remédios ansiolíticos me fazem muito mal. Depois conto como foi bjsss obrigada pela dica

  9. Não conhecia e não conheço, porém pretendo fazer o uso por conta da.ansiedase e insônia,.Muito bom saber sobre esta erva!!!

  10. Era tudo que eu precisava, sofro de insonio por conta da ansiedade Toc e reclamante ele ajuda muito quem sofre pra dormir.

  11. Estou tomando em cápsulas mas não venho sentindo efeito coerente..tem vez q tomo ateh duas por noite.fico cansado e sonolento mas mesmo assim incomodado ao dormir…soh consigo Lah pras três quatro da manhã…

  12. começei a tomar capsulas de valeriana, venho notando que durante o dia tenho dor de cabeça, do genero uma compreção na parte de cima do crânio e pescoço, mas durmo toda a noite sem acordar, o que era o que precisava. será que a dor é provocada pela cápsula? gostava muito de saber se é e se devo continuar a tomá-la. obrigada

  13. Tomo, de vez em quando, uma gota da tintura mãe de valeriana. Coloco uma gota embaixo da língua, uma hora antes de ir pra cama. Fico relaxada, e durmo super bem.

  14. Venho tomando as cápsulas de Valeriana e estão me fazendo muito bem. Fico mais tranquila o dia inteiro, leve sonolência (nada demais para o dia), E, a noite, durmo muito bem.

Deixe um comentário