7 Remédios para Dores Musculares Mais Usados e Seus Efeitos

A dor muscular é um problema muito comum que geralmente ocorre devido a uma lesão muscular que pode ser leve ou grave. Os músculos doloridos costumam ser o primeiro sinal de um treino intenso, mas se a dor continuar por muitos dias pode ser que tenha ocorrido uma lesão mais grave que precisa de cuidados médicos.

Em ambos os casos, é possível usar remédios para dores musculares que ajudam a aliviar a dor quando o descanso e o uso de remédios caseiros como compressas de gelo não são suficientes para amenizar o desconforto.

Vamos listar os remédios para dores musculares mais usados e seus efeitos no organismo.

Dor muscular

Praticamente todo mundo já sentiu algum tipo de dor muscular na vida. Como existe tecido muscular no corpo inteiro, a dor muscular pode ser sentida em qualquer parte do corpo.

A dor muscular geralmente é observada devido à inflamação de fibras musculares. Isso geralmente acontece quando o músculo é contraído por tempo prolongado, como em treinos de musculação ou em situações de estresse intenso.

Outras possíveis causas de dor muscular também incluem:

  • Tensão muscular em uma ou mais áreas do corpo;
  • Uso excessivo do músculo durante uma atividade física;
  • Ferimento no músculo durante um exercício ou um trabalho braçal;
  • Acidente de trabalho que envolve o uso do físico.

As dores musculares também podem ter relação com condições médicas que não têm a ver com estresse, tensão muscular ou realização de atividades físicas, tais como:

  • Fibromialgia;
  • Infecções como gripe, poliomielite ou infecções bacterianas;
  • Distúrbios autoimunes como lúpus;
  • Uso de alguns medicamentos como estatinas, inibidores de ECA ou drogas como a cocaína;
  • Problemas na tireoide como hipotireoidismo ou hipertireoidismo;
  • Baixos níveis de potássio no organismo, conhecido como hipocalemia.

Remédios para dores musculares mais usados

Existem algumas classes de medicamentos que são bastante usadas para tratar dores musculares.

Analgésicos

Vamos começar falando dos analgésicos, que são medicamentos que não precisam de prescrição médica e que costumam funcionar muito bem no alívio de dores musculares. Dentre esses remédios para dores musculares mais usados, temos o acetaminofeno, o paracetamol e a dipirona.

– Acetaminofeno

O acetaminofeno, conhecido também como paracetamol, é um remédio para dores musculares muito eficaz porque atua na redução dos sinais químicos enviados ao cérebro que estão associados à dor nos músculos. Também é um medicamento seguro, que não deve ser tomado apenas em casos de doenças hepáticas pré-existentes.

Além disso, é preciso atentar para a dose. Um paciente saudável deve tomar no máximo 1 grama do medicamento por dose sem tomar mais do que 4 gramas por dia para evitar danos ao fígado. Se observar fezes escuras, icterícia (olhos e pele amarelados), dor de estômago ou urina escura, é necessário parar o uso do remédio e consultar um médico devido ao risco de dano hepático.

– Dipirona

A dipirona, conhecida também como novalgina e anador, é um medicamento analgésico usado no tratamento de dores musculares e febre por apresentar efeito analgésico e efeito antipirético.

Os efeitos colaterais não são comuns, mas podem incluir urticária, reações alérgicas aos componentes da fórmula, problemas renais, problemas urinários e redução da pressão arterial.

– Creme de capsaicina

O creme de capsaicina é um medicamento de venda livre para uso tópico na pele que pode ser utilizado para tratamento de dores musculares. Trata-se de um analgésico de uso tópico. A capsaicina é uma substância extraída da pimenta que reduz um sinal químico relacionado à dor muscular.

O creme deve ser aplicado diretamente na pele sobre o músculo dolorido. É provável que você experimente uma sensação de queimação por cerca de 15 a 20 minutos após a aplicação. Logo após esse tempo, os sintomas relacionados à dor diminuem. Para alcançar o efeito ideal, pode ser preciso usar o creme por alguns dias.

Não existem efeitos colaterais relacionados ao uso desse creme. Assim, seu uso é completamente seguro para tratar dores musculares.

– Salicilato de metila

Vários medicamentos conhecidos comercialmente como Gelol, Bengué, Massageol e Salonpas são remédios para dores musculares de aplicação tópica, disponíveis na forma de cremes, géis ou adesivos, que aliviam a dor através da ação do salicilato de metila, que pode estar combinado com outras substâncias como cânfora ou mentol. Esses medicamentos têm propriedades analgésicas que atuam diretamente na dor.

Algumas pessoas podem sentir alguns efeitos colaterais que incluem uma sensação de queimação na pele ou irritação. Apesar de incômodo, esses efeitos adversos desaparecem rapidamente.

Anti-inflamatórios

Outra classe de medicamentos usados para o tratamento de dores musculares são os anti-inflamatórios não-esteroides como o naproxeno sódico e o ibuprofeno.

– Naproxeno sódico

O naproxeno sódico ou naproxeno de sódio é um medicamento anti-inflamatório não-esteroidal que atua reduzindo a dor e combatendo a inflamação nos músculos. Ele é um remédio bastante eficaz e seguro, desde que tomado nas doses adequadas.

Alguns efeitos colaterais indesejados incluem dor de estômago, urina escura, fezes com cor de argila e problemas cardíacos. Se houver um ou mais desses efeitos colaterais, é importante procurar um médico para evitar complicações.

– Ibuprofeno

Assim como o naproxeno, o ibuprofeno também é um anti-inflamatório que além de tratar a dor ajuda a reduzir a inflamação no músculo que geralmente causa inchaço e irritação na região.

Os anti-inflamatórios em geral atuam reduzindo a produção de prostaglandinas, que são substâncias semelhantes a hormônios que causam a dor.

Porém, o uso frequente de anti-inflamatórios desse tipo pode aumentar o risco de ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral. Eles também podem causar úlceras estomacais e sangramentos além de problemas renais. Tais medicamentos devem ser evitados por pessoas que têm problemas gastrointestinais, problemas renais e desidratação.

Outros anti-inflamatórios usados para o alívio de dores musculares incluem: nimesulida, reparil, salimetin, dorilax, flaxenol, halobez, scaflam e diclofenaco sódico. A maioria deles combina propriedades anti-inflamatórias com propriedades analgésicas para promover o alívio da dor.

Relaxantes musculares

Existem diversos relaxantes musculares que podem atuar na redução de dores musculares. O mais conhecido é o Dorflex, mas temos também medicamentos como metocarbamol, ciclobenzaprina, carisoprodol, metaxalona e fenilbutasona.

– Dorflex

O dorflex é um relaxante muscular muito popular que promove o alívio rápido da dor devido ao efeito relaxante promovida pela sua fórmula composto de dipirona, cafeína e citrato de orfenadrina. Tal composição alia um efeito analgésico com um efeito relaxante que ajuda a aliviar a dor muscular.

Alguns efeitos colaterais que podem ser observados incluem alteração do ritmo cardíaco, fraqueza, náusea, dor de cabeça, tontura, sonolência, irritação gástrica e irritações na pele. Porém, esses efeitos só são observados em pessoas mais sensíveis aos componentes da fórmula ou em pessoas que tomaram doses elevadas do medicamento.

Tratamentos caseiros 

Geralmente, as dores musculares respondem bem a tratamentos caseiros. Algumas medidas que você pode adotar em casa além dos remédios para dores musculares incluem:

– Descanso

Descansar os músculos após uma atividade física intensa, por exemplo, é essencial para a boa recuperação muscular.

– Aplicação de gelo

A aplicação de gelo na região da dor pode ajudar a aliviar o desconforto e reduzir a inflamação relacionada à lesão. O uso de uma compressa fria no músculo dolorido ajuda a contrair os vasos sanguíneos na região afetada, reduzindo o fluxo de sangue na área e evitando que a inflamação se espalhe.

Porém, esse método deve ser usado a curto prazo e não é adequado se a dor muscular persistir por mais de 3 dias.

– Compressas mornas

Se a sua dor muscular está presente há mais de três dias, você pode substituir as compressas de gelo por compressas mornas par aliviar as dores. Outra opção é tomar um banho bem quente par relaxar e aliviar a dor. Esse método funciona porque ao contrário do gelo, a compressa quente ajuda a estimular o fluxo sanguíneo, acelerando o processo de cicatrização da lesão.

No entanto, nunca use compressas quentes durante as primeiras 24 horas da dor muscular, pois isso pode piorar a inflamação das fibras musculares.

– Sal de epsom

Tomar um banho relaxante com sal de epsom (sulfato de magnésio) pode ser ótimo para promover o relaxamento muscular e aliviar as dores e cãibras musculares.

– Alongamento muscular

Muitas vezes, um alongamento suave no músculo dolorido ajuda a aliviar as dores. Isso porque o alongamento ajuda a aliviar a tensão muscular e a prevenir lesões.

– Terapia de quente e frio

Você também pode alternar o uso de compressas quentes e frias. Isso ajuda a relaxar os músculos durante o uso da água quente ou morna e a tratar inflamações, hematomas e inchaços durante a aplicação do gelo ou compressa fria. Como já mencionado, só tome o cuidado de não usar compressas quentes no primeiro dia que sentir a dor muscular para evitar mais danos. Saiba melhor quando usar compressa quente ou fria aqui.

– Magnésio

Baixos níveis de magnésio no organismo podem resultar em dores musculares. Antes de tentar usar um suplemento, o recomendado é ingerir mais alimentos que contenham esse mineral, tais como sementes de abóbora, sementes de linhaça, feijão preto, amêndoas, castanha de caju, cacau em pó, acelga, sementes de girassol e espinafre, que são alimentos saudáveis capazes de oferecer outros nutrientes importantes além do magnésio.

– Massagens com óleos essenciais

A massagem por si só já promove um efeito relaxante no músculo dolorido por promover uma melhor circulação sanguínea na região. Ao adicionar óleos essenciais a essa prática, o alívio pode ser ainda melhor. Algumas ervas que podem ser utilizadas para amenizar dores musculares e cãibras incluem manjericão, hortelã-pimenta, camomila, lavanda e capim-limão.

– Vinagre de maçã

Sim, ele mesmo. O vinagre de maçã, usado para tratar o cabelo e a pele, também pode ser usado para o tratamento de dores musculares. Isso porque ele apresenta propriedades anti-inflamatórias que ajudam a aliviar a dor e a inflamação no músculo.

Algumas pessoas gostam de passar o vinagre diretamente na pele, outras bebem uma solução contendo uma colher de sopa de vinagre em um copo de água e ainda há quem prefira adicionar cerca de duas xícaras de vinagre de maçã à água do banho.

– Chá de ervas

É possível preparar chás de ervas com efeitos anti-inflamatórios e relaxantes para aliviar as dores no músculo. Os melhores chás que você pode preparar para alívio imediato das dores incluem o chá de alecrim, o chá de valeriana, o chá de camomila, o chá de erva-gateira, o chá de passiflora ou de flor do maracujá e o chá de lavanda.

– Pimenta caiena

A pimenta caiena apresenta propriedades analgésicas e anti-inflamatórias que ajudam a reduzir a dor muscular, a rigidez e a inflamação. Para aplicar, basta mistura uma colher de chá de pimenta caiena com duas colheres de sopa de azeite e aplicar a mistura na região afetada. O efeito é melhor se você deixar a mistura agir durante a noite, por exemplo.

Outras dicas

Evite praticar musculação e outras atividades que exigem muito dos músculos enquanto ainda está sentindo muita dor. É necessário que a região tenha tempo para se recuperar antes de ser submetida a um novo estresse. Porém, atividades mais leves como yoga e meditação podem ser realizadas para aliviar a dor muscular.

Se nenhuma das opções de tratamento e dos remédios para dores musculares for capaz de eliminar suas dores, pode ser que esteja lidando com um problema mais sério. Nesse caso, é indicado que você procure um médico para diagnosticar a causa da dor que pode ser um problema mais sério como uma lesão grave, uma distensão muscular, uma tendinite ou um caso de artrite, por exemplo.

Fique atento a outros sintomas que podem surgir ao mesmo tempo que a dor muscular que não desaparece ou sem causa aparente, tais como:

  • Erupções cutâneas;
  • Vermelhidão;
  • Inchaço;
  • Retenção de fluidos;
  • Redução de volume da urina;
  • Rigidez na região do pescoço;
  • Fraqueza muscular;
  • Incapacidade de mover a região afetada pela dor;
  • Febre;
  • Vômito;
  • Dificuldade para engolir.

Medidas preventivas

Para evitar dores musculares relacionadas a atividades físicas, pratique alongamentos antes de praticar atividades físicas e também após os treinos. Além disso, não se esqueça de incluir aquecimentos e sessões de desaquecimento ao término das atividades físicas para evitar lesões. Outra dica importante é manter a hidratação do corpo para que os músculos não fiquem rígidos e mais propensos a lesões.

Cuidado com automedicação

Não faz mal tomar um analgésico ou outro medicamento de venda livre eventualmente. Porém, se você sente dores musculares com frequência, o ideal é procurar um médico e rever seus hábitos diários de atividades físicas e rotina em geral para identificar a possível causa do problema.

A automedicação, principalmente por tempo prolongado, pode ser perigosa e não é recomendada pelos especialistas nem mesmo para tratar condições relativamente simples.

Fontes e Referências Adicionais:

Que remédios para dores musculares você já experimentou? Quais deles trazem melhores resultados e por que motivo você os toma? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (30 votos, média: 4,17 de 5)
Loading...

Deixe um comentário