Amido Resistente Emagrece? O Que é, Alimentos e Dicas

Com tantas teses e defesas a respeito de nutrientes, compostos e substâncias que podem contribuir ou não com o emagrecimento, fica difícil saber qual deles realmente funciona e como cada um delas pode agir.

Por exemplo, será que o amido resistente emagrece realmente? Vamos entender o que é, quais são os alimentos que trazem a substância e algumas dicas de consumo.

O que é amido resistente?

Antes de tudo é preciso entender exatamente do que se trata o tal amido resistente.

Para simplificar, estamos falando de um amido que é resistente ao processo de digestão no organismo. Amidos são longas cadeias de glicose encontradas em diversos alimentos como grãos e batatas. Eles correspondem à maior parte dos carboidratos que são consumidos por meio da dieta.

Esse tipo de amido funciona de maneira similar às fibras e está associado a efeitos como a melhoria da sensibilidade à insulina, a diminuição dos níveis de açúcar no sangue e a diminuição do apetite.

Os quatro tipos de amido resistente

Existem quatro tipos de classificações para o amido resistente. São elas:

  • Tipo 1: que é encontrado em grãos, sementes e legumes e é resistente ao processo de digestão, graças ao fato de estar preso dentro de paredes de células fibrosas. 
  • Tipo 2: presente em alimentos ricos em amido como batatas cruas e bananas imaturas (verdes). Vale a pena saber que quando a banana amadurece, tornando-se madura, seu amido resistente é destruído e transforma-se no amido normal.
  • Tipo 3: é formado quando algumas comidas abundantes em amido, como arroz e batatas, são cozidas e depois esfriam. O esfriamento faz com que elas passem por um processo que recebe o nome de retrogradação, em que seus amidos digestíveis transformam-se em amidos resistentes. 
  • Tipo 4: trata-se de um amido resistente sintético, produzido pelo homem, através de um processo químico.

É importante saber ainda que diferentes tipos de amido resistente podem estar presentes no mesmo alimento e que a maneira como um alimento pode ser preparado afeta a quantidade da substância encontrada nele.

O amido resistente emagrece?

Sim, é possível dizer que o amido resistente emagrece, ou melhor, colabora com a perda de peso. Um dos pontos que favorece a afirmação é o fato dele possuir uma quantidade menor de calorias: enquanto o amido resistente é composto por duas calorias por grama, o amido regular apresenta quatro calorias por grama.

Uma quantidade menor de calorias é sempre bem-vinda para quem deseja perder peso, tendo em vista que para emagrecer é necessário consumir uma quantidade mais baixa de calorias do que a quantia calórica que é queimada pelo corpo.

Como citado acima, o amido resistente age como as fibras, então acredita-se que ele, assim como o nutriente, possa trazer uma sensação de saciedade ao organismo. Com isso, o apetite é reduzido e fica bem mais fácil controlar a quantidade de calorias que é consumida durante as refeições, beneficiando assim a perda de peso.

Experimentos realizados com animais identificaram que o amido resistente impulsiona o corpo a liberar os hormônios que induzem a sensação de saciedade.

Além disso, o componente é fermentado ao atingir o intestino grosso. Esse processo resulta na criação de ácidos graxos que bloqueiam a capacidade do organismo de queimar carboidratos. De acordo com o que a PhD e diretora de pesquisas da Universidade de Colorado, nos Estados Unidos, Janine Higgins, explicou, isso previne que o fígado utilize os carboidratos como combustível.

Isso faz com que a gordura armazenada no corpo e a gordura recentemente consumida sejam utilizadas como forma de energia, ou seja, há um aumento na queima de gordura corporal. Um estudo concluiu que substituir 5,4% do consumo total de carboidratos por amido resistente traz uma elevação de 20 a 30% na queima de gorduras após uma refeição.

Então, já que o amido resistente emagrece, basta inseri-lo nas refeições que o problema está resolvido? Não tão rápido. As informações que mostramos aqui simplesmente mostram que ele auxilia a perda de peso.

Entretanto, para emagrecer ainda é fundamental seguir toda uma dieta controlada, equilibrada, saudável e nutritiva e praticar atividades físicas com regularidade como forma de maximizar o gasto calórico.

Lista de alimentos que possuem amido resistente

  • Banana imatura (verde): 38 g de amido resistente a cada 100 g;
  • Lentilhas cozidas: 3 g de amido resistente a cada 100 g;
  • Batata fatiada, cozida e esfriada: 0,8 g de amido resistente a cada 100 g;
  • Batata assada e esfriada: 19 g de amido resistente a cada 100 g;
  • Batata cozida ao vapor e esfriada: 6 g de amido resistente a cada 100 g;
  • Castanhas de caju: 13 g de amido resistente a cada 100 g;
  • Banana madura: 5 g de amido resistente a cada 100 g;
  • Aveia cozida: 0,2 g de amido resistente a cada 100 g;
  • Aveia arrolhada não cozida: 11 g de amido resistente a cada 100 g;
  • Feijões brancos enlatados ou cozidos: 4 g de amido resistente a cada 100 g;
  • Pão pumpernickel (pão de centeio de tonalidade escura): 1,17 g de amido resistente a cada 100 g; 

Outros benefícios do amido resistente

O amido resistente cria um ácido graxo chamado butirato, que pode ajudar a proteger o revestimento do cólon. Isso o torna menos vulnerável a danos ao DNA, responsáveis pelo surgimento de doenças como o câncer de cólon.

Isso ainda resulta em uma queda no pH interno do cólon, o que melhora a absorção de cálcio e bloqueia a absorção de substâncias causadoras de câncer.

O amido resistente auxilia o controle dos níveis de glicose no sangue. Isso combate a diabetes e o desenvolvimento de problemas no coração, já que crônicas taxas altas de açúcar sanguíneo fazem com que as artérias fiquem obstruídas e endurecidas.

O amido resistente ainda alimenta a flora intestinal, afetando positivamente o tipo e a quantidade de bactérias benéficas encontradas na região. De acordo com a professora de nutrição da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, e PhD, Joanne Slavin, quando os níveis dessas bactérias são baixos no organismo, a batalha contra doenças torna-se mais difícil.

Portanto, o amido resistente também pode ser classificado como uma substância que traz benefícios ao sistema imunológico.

Referências adicionais: 

Você já sabia que o consumo de amido resistente emagrece, se comparado ao amido regular? Quais alimentos que o possuem você consome regularmente? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 4,50 de 5)
Loading...

Deixe um comentário