Arroz Parboilizado ou Integral – O Que é Melhor?

Especialista:
atualizado em 23/12/2019

Para entendermos se o arroz parboilizado ou integral é o melhor, antes precisamos saber do que se trata cada um desses alimentos, não é mesmo?

Pois bem, começando pelo arroz parboilizado, o que temos é um arroz que passa por um processo de imersão em uma água aquecida a 50º C com o objetivo de que o alimento mantenha os nutrientes presentes no arroz integral – magnésio, fósforo, potássio e vitamina B – e cozinhe mais rápido do que o arroz branco.

O resultado é um arroz mais fácil de preparar, mais nutritivo, com o sabor quase igual ao do arroz branco, no entanto, mais caro.

Por sua vez, o arroz integral é aquele que retém um revestimento interior da semente chamado de farelo de arroz, que proporciona uma textura mais borrachuda e um sabor mais como o das nozes.

Esse tipo de arroz possui uma densidade nutricional bem maior que a do arroz branco, demora mais para cozinhar e tem um prazo de validade menor do que a variedade branca do alimento.

E então o que é melhor, o arroz parboilizado ou integral?

A resposta para essa pergunta pode variar de acordo com o objetivo que se deseja obter com o arroz. Por exemplo, se o intuito for aumentar o teor de fibras na alimentação, a melhor alternativa é o arroz integral.

Uma porção de 50 g ou ¼ de xícara de arroz integral cozido é composta por 2,9 g de fibras enquanto as mesmas 50 g ou ¼ de xícara de arroz parboilizado cozido apresentam 1,7 g de fibras.

Como esclareceu o Centro Médico da Universidade de Maryland, as fibras solúveis e insolúveis colaboram com a saúde do sistema digestivo e promovem a regularidade dos movimentos intestinais no organismo.

Vitaminas do complexo B

Se a questão for se é o arroz parboilizado ou integral que é melhor em relação ao fornecimento de vitaminas do complexo B encontradas no arroz, quem vence essa parada é o arroz parboilizado, indicou o Livestrong.

A publicação explicou que isso acontece porque essas vitaminas presentes no arroz são solúveis em água e o processo pela qual o arroz parboilizado passa para ser produzido permite que elas sejam transferidas da casca para o grão de arroz.

A página completou dizendo que o resultado é que o arroz parboilizado torna-se mais rico nesses nutrientes que o integral e o tradicional branco. Porém, leia o nosso artigo até o final para conferir o que algumas especialistas dizem a respeito disso – já adiantamos que, segundo elas, a história não é bem assim.

Mas, antes de nos adiantarmos, vale registrar que o Livestrong esclareceu ainda que as vitaminas do complexo B presentes no arroz são: a niacina (vitamina B3), a tiamina (vitamina B1) e a riboflavina (vitamina B2), conhecidas por converterem os carboidratos em energia.

As vitaminas do complexo B também auxiliam o organismo a utilizar gorduras e proteínas, são necessárias para a saúde dos olhos, do fígado, da pele e dos cabelos e contribuem com o funcionamento apropriado do sistema nervoso, informou o Centro Médico da Universidade de Maryland.

Em particular, a niacina ainda ajuda o organismo a produzir vários hormônios relacionados ao sexo e ao estresse nas glândulas adrenais e em outras regiões do corpo, colabora com a melhoria da circulação e já mostrou ser capaz de suprimir a inflamação, completou a instituição.

Além disso, a tiamina é conhecida por poder fortalecer o sistema imunológico e melhorar a capacidade do corpo para suportar situações estressantes, relatou o Centro Médico da Universidade de Maryland.

A instituição ainda informou que a riboflavina atua como um antioxidante, é necessário para auxiliar a organismo a transformar a vitamina B6 e o folato (vitamina B9) em formatos que o corpo pode utilizar e é importante para o crescimento e a produção de glóbulos vermelhos.

Com a palavra, as especialistas

A nutricionista e doutora em tecnologia nuclear, Fabiana Kawassaki, comparou em suas pesquisas o arroz integral e o arroz parboilizado integral. De acordo com ela, seus estudos mostraram que ambos são bem parecidos no que se refere ao seu teor de macronutrientes e minerais.

Kawassaki disse ainda que o arroz parboilizado integral tem um tempo de vida maior que o integral, porém, perde parte de suas vitaminas durante o processo de parboilização. Por conta disso, a nutricionista considera o arroz integral mais interessante em relação ao seu perfil nutricional.

Por sua vez, a pós-doutoranda Isabel Massaretto, ligada ao Centro de Pesquisa em Alimentos (FoRc, sigla em inglês para Food Research Center) da Universidade de São Paulo (USP), analisou as características nutricionais e propriedades funcionais do arroz em seu doutorado.

Ela afirmou que se tivesse que fazer um ranking dos melhores tipos de arroz para consumo, a partir de um ponto de vista nutricional, entre os que estão disponíveis no mercado, a sequência seria a seguinte:

1 – Arroz integral;

2 – Arroz parboilizado integral;

3 – Arroz parboilizado polido;

4 – Arroz branco polido.

Massaretto explicou que o consumo do arroz integral é mais indicado que o do polido porque o primeiro apresenta, em média, 20% a mais de proteínas e 2,5 vezes mais fibras, além de nutrientes como minereis, vitaminas e lipídios.

Ela acrescentou ainda que o processo pelo qual o arroz parboilizado passa para ser obtido torna os grãos nutricionalmente mais interessantes, fazendo com que ele retenha mais vitaminas e minerais que o branco polido. As informações são do UOL/Jornal da USP.

De acordo com a Gazeta do Povo, a nutricionista e professora do curso de nutrição da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Gisele Pontaroli Raymundo disse explicou que por ser deixado de molho e parcialmente fervido, o arroz parboilizado recebe os nutrientes solúveis em água.

No entanto, ela explicou que não se sabe quanto mais de vitaminas e minerais existem no arroz parboibilizado, apesar de ser conhecido o fato de que ele é pior do que o arroz integral e melhor do que o arroz branco.

Com relação a sabor e textura, para você qual é melhor: arroz parboilizado ou integral? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (14 votos, média: 4,36 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário