Bacalhau é Remoso?

Especialista:
atualizado em 08/05/2020

Confira se o bacalhau é remoso ou se essa variedade de peixe não causa nenhum tipo de problema relacionado a infecção ou alergia em determinadas pessoas.

O bacalhau é o prato escolhido por muitas famílias brasileiras para as refeições durante o período da Páscoa ou até nas festas de fina lde ano, mas você sabia que ele não é um peixe? Pois é, bacalhau é um termo que refere-se a uma variedade de peixes.

No total, são cinco as espécies marinhas que podem ser comercializadas sob a alcunha de bacalhau. Entretanto, existe aquele que é considerado o bacalhau legítimo e classificado como o melhor de todos: o Gadus morhua, que também é conhecido pelos nomes de cod ou bacalhau do Porto.

Porém, o nome é até uma referência à cidade portuguesa, mas o que acontece é que o Porto é um importante centro comercial do peixe que chega do Atlântico Norte, especialmente da Noruega, até a região.

Ao lado dos portugueses, os brasileiros também são grandes apreciadores do bacalhau, onde a variedade do peixe encontrada no mercado é a salgada e seca, embora também seja possível achar o bacalhau do Pacífico, que é de menor qualidade. De qualquer modo, existem muitos benefícios do bacalhau para a saúde e boa forma e por isso vale a pena consumi-lo.

Entretanto, o que pode surpreender é o dado que diz que o Brasil já atingiu o índice de 30% de consumo do bacalhau produzido na Noruega. Já no ano de 2018, recebemos 18 mil toneladas de bacalhau oriundo do país europeu, o que é correspondente a 20% da produção norueguesa.

Pode ser que quem aprecie o bacalhau não pense muito nisso, no entanto, não podemos deixar de levantar a suspeita: será que esse peixe, mesmo na versão de boa qualidade, não pode prejudicar a saúde de alguma maneira? Por exemplo, você já ouviu falar que o bacalhau é remoso?

Mas antes, o que são alimentos remosos?

Quando desejamos saber se o bacalhau é remoso, precisamos necessariamente passar pela definição do que são alimentos remosos, não é mesmo?

Pois bem, de acordo com o dicionário, a expressão remoso significa “capaz de prejudicar a saúde, que faz mal à saúde, especialmente ao sangue […]”. O termo ainda pode sofrer uma pequena variação e ser chamado de reimoso.

O termo reimoso não se trata de uma classificação científica, mas é uma expressão antiga, associada à sabedoria popular, que também pode definir os alimentos que podem provocar inflamação na pele, em decorrência de uma reação alérgica.

Chama-se popularmente de reima algo que pode ser considerado um alergênico e que causa reações como coceira, diarreia e intoxicações mais sérias em algumas pessoas.

Os alimentos remosos ou reimosos também são conhecidos como “alimentos carregados” e essas comidas costumam apresentar quantidades elevadas de proteína e gordura animal. Além disso, os alimentos remosos ou reimosos também podem interferir no processo de cicatrização.

E então, será que o bacalhau é remoso?

Um dos problemas em relação ao bacalhau é que ele pode ser um peixe com muito sal e, consequentemente, bastante sódio em sua composição.

Para você ter uma noção, uma porção de uma xícara de bacalhau no forno ou grelhado em lascas pode apresentar 552 mg de sódio.

De acordo com o Centro Médico da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, os adultos saudáveis não devem consumir mais do que 2,3 mil mg de sódio diariamente, os indivíduos com pressão arterial alta não devem ingerir mais do que 1,5 mil mg do mineral a cada dia e quem tem insuficiência cardíaca congestiva, cirrose hepática e doença renal podem precisa consumir quantias muito menores do que essas.

Já a Associação Americana do Coração recomenda que os adultos limitem a sua ingestão de sódio para 1,5 mil mg do nutriente por dia.

Segundo a Academia Nacional de Medicina dos Estados Unidos, o consumo adequado de sódio durante uma gestação também é de 1,5 mil mg por dia.

Mas o que a ingestão exagerada de sódio pode ter de tão perigosa assim? Bem, a Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, alertou que o excesso do mineral pode provocar problemas como retenção de líquidos, endurecimento dos vasos sanguíneos, hipertensão, ataque cardíaco, acidente vascular cerebral (AVC) e insuficiência cardíaca.

Entenda como o sódio e sal engordam e fazem mal para sua dieta e saúde.

A questão da alergia

Segundo informações da Food Allergy Research & Education (Pesquisa e Educação em Alergia Alimentar, tradução livre, FARE, sigla em inglês), é possível ter alergia a peixes e já foram registradas reações alérgicas ao bacalhau – algo que é importante saber e analisar se queremos entender se o bacalhau é remoso.

O Colégio Americano de Alergia, Asma e Imunologia (ACAAI) informa que os sintomas de uma alergia ao peixe podem envolver: urticária (lesão com manchas, coceira ou placas vermelhas na pele), erupção cutânea, náusea, cólicas estomacais, indigestão, vômito, diarreia, espirro, nariz entupido ou escorrendo, dor de cabeça, asma e anafilaxia, que é menos comum.

A anafilaxia é descrita como uma reação alérgica severa e potencialmente fatal que restringe a respiração e se trata de uma emergência médica que pode fazer o corpo entrar em choque, além de envolver sintomas como perda de consciência, queda na pressão, erupção cutânea, vertigem, náusea, vômito e pulso rápido e fraco, informou a Mayo Clinic, organização da área de serviços médicos e pesquisas médico-hospitalares dos Estados Unidos.

Ao experimentar qualquer um dos sintomas acima ou algum sinal diferente de reação alérgica ao consumir o bacalhau ou outro tipo de peixe, procure imediatamente o auxílio médico, mesmo que não acredite se tratar de um problema tão grave assim.

Isso é necessário para verificar a real seriedade da reação em questão, receber o tratamento apropriado e saber se sofre ou não com a alergia ao bacalhau ou a outro tipo de peixe e lidar com a condição de maneira adequada.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já se perguntou se bacalhau é remoso? Consome esse peixe com frequência na dieta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

2 comentários em “Bacalhau é Remoso?”