Chá-de-Java Emagrece? Para Que Serve?

Especialista:
atualizado em 20/02/2020

Entenda se é verdade que a planta chá-de-java emagrece, veja para que serve, suas utilidades, contraindicações e efeitos colaterais de seu consumo.

Embora o chá-de-java seja uma planta medicinal bastante comum na Ásia e na Austrália, ela pode ser encontrada em grande parte do mundo e é conhecida também pelo nome de bariflora.

Do tipo arbustiva, ela atinge no máximo 1,2 m de altura e apresenta folhas com uma borda dentada e assimétrica e flores na coloração branco-celeste.

Não é difícil encontrar rumores que associem as plantas medicinais a diversos benefícios relacionados à saúde e à boa forma, não é mesmo? Entretanto, antes de acreditar neles, precisamos nos certificar de que realmente são embasados e confiáveis.

Por isso, descubra se o chá-de-java emagrece mesmo e pode ajudar de alguma maneira a melhorar a nossa saúde. Aproveite para conferir desde já outras opções de chás diuréticos para ajudar a emagrecer que podem ser úteis para você.

Será que o chá-de-java emagrece mesmo?

O chá-de-java pode funcionar como um chá diurético, ou seja, aumentar a quantidade de água que é eliminado do corpo por meio da urina.

Se isso realmente acontecer, a planta pode ser útil para combater o inchaço, que costuma acompanhar um quadro de retenção de líquidos e traz a impressão de que o corpo encontra-se mais volumoso.

No entanto, precisamos ponderar e lembrar que uma diminuição no inchaço pela eliminação do excesso de líquido no corpo não é o mesmo que a perda de gordura corporal.

Por sua vez, existem cápsulas de chá-de-java que prometem auxiliar o emagrecimento. Essas cápsulas geralmente também são compostas por fibras, substâncias conhecidas por aumentar a saciedade.

Entretanto, para assegurar que se tenha um melhor resultado, o uso dessas cápsulas deve vir acompanhado de uma alimentação equilibrada e de um plano regular de exercícios físicos.

Ou seja, não podemos concluir que o chá-de-java emagrece como em um passe de mágica. Para confirmar se as cápsulas de chá-de-java realmente podem te ajudar a emagrecer e certificar-se de que elas não te farão mal, é fundamental que você consulte o médico antes de começar a utilizá-las.

Também é aconselhável que a sua dieta com foco no emagrecimento seja acompanhada por um nutricionista e que as suas sessões de atividades físicas sejam orientadas por um educador físico para garantir que todo o processo seja eficiente e seguro.

Para que serve o chá-de-java?

Agora que já mostramos se é verdade que o chá-de-java emagrece, vamos falar sobre outras serventias que já foram atribuídas à planta?

– Pressão alta

Pesquisas iniciais apontaram que tomar um determinado suplemento que contém chá-de-java, berberina, monacolina e policosanol aparentemente diminui a pressão arterial.

Entretanto, esse suplemento não reduz a pressão tanto quanto o medicamento hidroclorotiazida. Além disso, as evidências a respeito da efetividade do chá-de-java para a hipertensão são consideradas insuficientes.

Portanto, se você sofre com a pressão alta, antes de começar a usar o chá-de-java ou qualquer outra planta medicinal, suplemento ou medicamento, precisa consultar o médico.

Além disso, é fundamental que continue a seguir todas as recomendações e o tratamento indicados pelo médico para o seu quadro de hipertensão. Veja outras opções de chá para pressão alta.

– Outras utilidades

Você já ouviu falar que o chá-de-java pode ser usado para auxiliar o tratamento de problemas no fígado, distúrbios na bexiga, distúrbios nos rins, cálculos biliares, gota, articulações doloridas (reumatismo) ou outras condições?

Pois saiba que especialistas alertam que as evidências em relação à efetividade do uso da planta para esses problemas também são consideradas insuficientes.

Ou seja

Antes de utilizar o chá-de-java para qualquer finalidade, é essencial que você consulte o médico para saber se a planta realmente pode te ajudar, se ela não pode te fazer mal e em que dosagem, frequência e duração máxima de tempo ela pode ser usada.

Essa recomendação é fundamental para todas as pessoas, especialmente para aqueles que têm uma saúde mais vulnerável como as grávidas, as mulheres que amamentam, as crianças, os adolescentes, os idosos e as pessoas que sofrem com alguma doença ou condição específica de saúde.

É importante lembrar que mesmo os produtos naturais como os chás podem fazer mal para algumas pessoas, principalmente quando ingeridos com exagero.

Nessa conversa com o médico, também é necessário informar o profissional a respeito de qualquer outra planta, suplemento ou medicamento que utilize para descobrir se não faz mal usar o chá-de-java ao mesmo tempo em que a substância em questão.

Contraindicações, efeitos colaterais com o chá-de-java

A planta não pode ser utilizada por mulheres grávidas, mulheres que amamentam, pessoas que sofrem com problemas estomacais como úlcera e gastrite, insuficiência renal ou insuficiência cardíaca e por quem tem suspeita de obstrução nas vias biliares.

Ela também não deve ser usada para tratar a retenção de líquidos decorrente de problemas no coração ou nos rins. Exista ainda uma preocupação quanto à possibilidade do chá-de-java diminuir a pressão arterial, o que representa um problema para quem já sofre com a pressão baixa.

Além disso, recomenda-se que a planta deixe de ser utilizada pelo menos duas semanas antes da data marcada para uma cirurgia justamente porque ela pode dificultar o controle da pressão arterial ao longo do procedimento.

Graças ao fato de apresentar um sabor bastante intenso na forma de chá, o chá-de-java pode favorecer o surgimento de náuseas ou vômitos.

Referências Adicionais:

Você já ouviu falar que o chá-de-java emagrece? Tem curiosidade de experimentar essa planta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário