Creatinina: o que é, valores de referência, causas e exame

Especialista da área:
atualizado em 18/11/2021

Você já deve ter visto uma medida de concentração de creatinina no resultado de um exame de sangue. Níveis aumentados de creatinina no sangue podem indicar uma doença renal já em desenvolvimento.

  Continua Depois da Publicidade  

O teste mais adequado para o diagnóstico de uma doença renal em estágios bem iniciais é o de clearance de creatinina, que mede a quantidade de creatinina eliminada na urina. Neste teste, são levados em consideração a quantidade de creatinina no sangue, o sexo, a idade e o peso da pessoa.

Os níveis de creatinina não são úteis apenas para o diagnóstico de um problema renal, mas, quando os exames são feitos periodicamente, eles ajudam o médico a identificar se o tratamento aplicado está, ou não, sendo eficaz. A partir disso, o especialista pode manter ou mudar a terapêutica.

Entenda com mais detalhes o que é a creatinina, confira os valores de referência e como fazer os exames.

Creatinina – o que é?

homem fazendo musculação
A quantidade de creatinina é maior em pessoas com mais massa muscular

A creatinina é o produto resultante da degradação de uma substância naturalmente produzida nos músculos, a fosfocreatina. A taxa de produção dessa substância é constante e tem relação com a quantidade de massa muscular que a pessoa tem.

Essa substância é essencial para as funções vitais do corpo, pois são uma reserva energética e ajudam na contração muscular, por isso são essenciais para os músculos esqueléticos, coração, cérebro e outros órgãos.

A fonte da creatinina é uma proteína chamada creatina, obtida na ingestão de carnes e peixes e produzida naturalmente pelo próprio organismo. Algumas pessoas fazem a suplementação de creatina, pois ela aumenta o desempenho físico na musculação.

  Continua Depois da Publicidade  

O conhecimento da quantidade de creatinina no sangue e no volume de urina das últimas 24 horas permite o cálculo para avaliação da função renal, que compara o quanto de creatinina ficou no sangue e o quanto foi filtrada pelos rins e eliminada na urina.

Os rins são órgãos que desempenham funções muito importantes no nosso corpo, são eles que nos ajudam a eliminar substâncias tóxicas.

Assim, o exame de creatinina responde uma pergunta muito importante: os rins estão funcionando bem? Ou seja, se os níveis de creatinina estiverem muito altos no sangue, significa que os rins não estão conseguindo eliminar o excesso de substâncias tóxicas pela urina.

Valores de referência

Os valores são de referência, ou seja, dão uma boa noção da função renal, mas é essencial que o médico faça a análise individualizada, mesmo que o valor esteja dentro da faixa considerada normal.

É importante a análise do médico, pois há uma variação dessa faixa entre laboratórios e de acordo com a quantidade de massa muscular do paciente. Os níveis normais serão diferentes entre um homem com massa muscular mediana e um fisiculturista, por exemplo.

Os valores de referência dos níveis de creatinina são:

  Continua Depois da Publicidade  

Gênero e idadeValores de referência
Recém-nascidos0,3 a 1,0 mg/dL
Crianças até 6 anos0,3 a 0,7 mg/dL
De 7 a 12 anos0,5 a 1,0 mg/dL
Mais de 12 anos (homens)0,7 a 1,3 mg/dL
Mais de 12 anos (mulheres) 0,6 a 1,1 mg/dL
Fonte: Grupo Fleury

Os níveis aumentados indicam uma alteração da função renal, pois não está filtrando e eliminando a creatinina como deveria, ao invés disso, está reabsorvendo a creatinina e mantendo seus níveis altos no sangue.

Veja as possíveis causas dos níveis aumentados de creatinina no sangue:

  • Atletas e fisiculturistas: a prática de exercícios físicos e musculação aumentam a quantidade dessa substância no sangue, tendo relação com a quantidade de massa muscular que a pessoa possui; a suplementação de creatina também pode elevar os níveis de creatinina no sangue.

Neste caso, não é necessário um tratamento.

  • Pré-eclâmpsia: uma complicação grave da gravidez, que aumenta a pressão arterial da gestante, um risco para a mãe e o bebê. Essa complicação altera as funções renais, podendo causar o acúmulo de creatinina no sangue. Entenda mais sobre a pré-eclâmpsia.
  • Infecção nos rins: infecções crônicas por bactérias, fungos ou vírus podem causar lesões nas estruturas dos rins, o que prejudica o seu funcionamento e leva ao acúmulo de creatinina.
  • Insuficiência renal: é uma diminuição da capacidade de filtração dos rins, o que leva ao acúmulo de substâncias tóxicas no sangue, incluindo a creatinina. A insuficiência renal pode ser causada por vários fatores: diabetes, hipertensão, rins policísticos, pedras nos rins, desidratação, uso excessivo de suplementos de proteína e medicamentos.

Baixos níveis de creatinina são mais comuns em pacientes com doenças no fígado, pois ele é um órgão produtor de creatinina, e com doenças nos músculos, como miastenia gravis e distrofia muscular. Idosos, que naturalmente possuem menos massa muscular, também podem apresentar níveis inferiores de creatinina.

Exame

Exame

Sintomas e indicações para o exame

Os sintomas que podem levar à busca pela orientação médica e à solicitação do exame pelo médico são:

  • Cansaço excessivo;
  • Inchaço das pernas ou dos braços;
  • Sensação de falta de ar;
  • Náuseas e vômitos;
  • Perda de apetite e de peso;
  • Confusão mental;
  • Anemia;
  • Doenças cardíacas;
  • Urina com sangue;
  • Urina com espuma;
  • Gravidez com suspeita de pré-eclâmpsia.

O exame de dosagem de creatinina também pode ser indicado quando o paciente:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Possui histórico familiar de doença renal crônica;
  • Tem doenças que aumentam o risco de desenvolver insuficiência renal: diabetes, hipertensão, rins policísticos, pedras nos rins, infecção urinária de repetição e obesidade;
  • Faz uso de medicamentos que comprometem a função renal;
  • É fumante;
  • Tem mais de 50 anos;

Como é feito o exame

Para o exame de sangue, é necessário estar em jejum e avisar o médico sobre os medicamentos em uso, pois é uma informação relevante na interpretação dos resultados. Em alguns casos, pode ser solicitada a interrupção de alguns medicamentos, para fazer o exame.

O exame de urina é feito durante 24 horas, ou seja, o paciente deve armazenar toda a urina que fizer dentro do período de 1 dia inteiro. Existe uma lista de alimentos e medicamentos que devem ser evitados e são específicos para cada caso.

O exame de clearance de creatinina é uma comparação entre a quantidade de creatinina presente no sangue e na urina. Se a quantidade de creatinina é maior no sangue, significa que os rins não estão funcionando bem, pois está acumulando a substância no sangue, que deveria ser eliminada na urina.

Fontes e referências adicionais

Você já fez dosagem de creatinina? Teve que fazer algum tratamento? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. Lucio Pacheco

Dr. Lucio Pacheco é Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral - CRM 597798 RJ/ CBCD. Formou-se em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1994. Em 1996 fez um curso de aperfeiçoamento no Hospital Paul Brousse, da Universidade de Paris-Sud, um dos mais especializados na área de transplantes na Europa. Concluiu o mestrado em Medicina (Cirurgia Geral) em 2000 e o Doutorado em Medicina (Clinica Médica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2010. Dr. Lucio Pacheco é um profundo estudioso na área de doença hepática e escreveu dezenas de livros e artigos sobre transplante de fígado. Atualmente é médico-cirurgião, chefe da equipe de transplante hepático do Hospital Copa Star, Hospital Quinta D´Or e do Hospital Copa D´Or. Além disso é diretor médico do Instituto de Transplantes. Suas áreas de atuação principais são: cirurgia geral, oncologia cirúrgica, hepatologia, e transplante de fígado. Dr. Lucio é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos e diversos. Para mais informações, entre em contato com ele.

Deixe um comentário