Daforin Emagrece? Para Que Serve, O Que é e Como Funciona

Hoje em dia, a indústria farmacêutica conta com tantos medicamentos utilizados para diferentes finalidades e doenças, que fica difícil saber de cabeça para que serve determinado remédio.

Por exemplo, você conhece o medicamento chamado Daforin? O que é e para que serve esse medicamento? Já ouviu dizer se o Daforin engorda ou não?

O que é e para que serve Daforin?

Daforin é um medicamento de uso oral e adulto, cuja comercialização é permitida somente com a apresentação da receita médica.

Ele é indicado para o tratamento da depressão associada ou não à ansiedade, da bulimia nervosa, do transtorno obsessivo compulsivo (TOC) e do transtorno disfórico pré-menstrual (TDPM), incluindo a tensão pré-menstrual, a irritabilidade e a disforia (mudança repentina e passageira de ânimo como sentimentos de tristeza, pena e angústia).

As informações são da bula do remédio em sua versão em cápsulas duras de 10 mg disponibilizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Essa versão da bula é a utilizada como base das informações de todo este artigo.

Como Daforin funciona? 

De acordo com a bula apresentada pela Anvisa, o remédio é composto por uma substância conhecida pelo nome de cloridrato de fluoxetina, que atua como um inibidor seletivo da recaptação do neurotransmissor serotonina.

Segundo o documento, a serotonina é uma substância sedativa e calmante que atua na comunicação das células do cérebro e o desequilíbrio em sua quantidade pode resultar na depressão ou na acentuação da doença.

A bula também esclarece que a função da fluoxetina consiste em elevar a quantia de serotonina no cérebro, contribuindo com o controle dos sintomas da depressão e auxiliando o paciente a ter mais bem-estar.

Daforin emagrece? 

Quem nos conta se Daforin emagrece é a própria bula do medicamento. E, de acordo com o documento, existem efeitos colaterais associados ao medicamento que podem causar diretamente a diminuição do peso.

Isso porque a perda de peso e a falta ou perda de apetite aparecem como reações adversas incomuns do remédio, ou seja, que ocorrem entre 0,1% e 1% dos pacientes que fazem uso do medicamento. Logo, existe a possibilidade de que o usuário sofre com a diminuição do peso durante o tratamento, porém, isso não é algo que acontece com todas os pacientes.

Além disso, a anorexia também aparece na lista dos possíveis efeitos colaterais provocados por Daforin. Entretanto, a bula informa que a sua frequência é desconhecida.

Por outro lado, também existe a possibilidade de que o medicamento cause o aumento de peso, pois segundo o documento, o ganho de peso é outra reação adversa que o remédio pode provocar. Assim como a anorexia, ele também aparece listado no grupo dos efeitos com frequência desconhecida.

Não que seja necessário dizer isso aqui, mas nada de utilizar Daforin somente com o intuito de emagrecer, certo? Como você verá no tópico a respeito dos cuidados com o remédio, ele só pode ser usado com acompanhamento médico, pois o uso sem o auxílio do médico pode ser perigoso para a saúde.

Além disso, ele traz uma série de efeitos colaterais desagradáveis (confira quais são eles no tópico a seguir). Isso sem contar que na automedicação, a pessoa pode tomar uma dosagem exagerada e/ou inapropriada do remédio e sofrer consequências ainda piores.

Vale lembrar ainda que não é verdade que Daforin emagrece em todos os casos – as reações de perda de peso e falta de apetite são incomuns e ele ainda pode provocar o aumento de peso.

Logo, para quem deseja emagrecer, o melhor é procurar fazer isso de maneira saudável, seguindo uma dieta nutritiva, equilibrada e controlada e praticando exercícios físicos com frequência para maximizar a queima de calorias, preferencialmente com o acompanhamento de profissionais da saúde.

Efeitos colaterais de Daforin 

Conforme informações da bula apresentada pela Anvisa, o medicamento pode provocar os seguintes efeitos colaterais:

  • Hipoglicemia (baixo nível de açúcar no sangue) durante o tratamento e hiperglicemia (taxa alta de açúcar no sangue) após a suspensão do uso do remédio em pacientes com diabetes;
  • Erupção da pele;
  • Reação anafilática;
  • Reações sistêmicas (em todo o corpo) progressivas e, em alguns casos, graves, envolvendo órgãos como pele, fígado, rins e pulmões;
  • Hiponatremia (quantidade baixa de sódio no sangue) em pacientes idosos ou que façam uso de diuréticos;
  • Ansiedade;
  • Diarreia;
  • Sonolência;
  • Fraqueza geral;
  • Dor de cabeça;
  • Excesso de suor;
  • Insônia;
  • Náusea;
  • Nervosismo;
  • Bocejo;
  • Dor abdominal com cólicas;
  • Diminuição do desejo sexual;
  • Impotência sexual;
  • Priapismo (ereção prolongada);
  • Queda de cabelo;
  • Dor no peito;
  • Calafrios;
  • Tosse;
  • Prisão de ventre;
  • Tontura;
  • Cansaço;
  • Alteração da concentração ou raciocínio;
  • Aumento da frequência urinária;
  • Dor muscular;
  • Dor nas articulações;
  • Batimentos acelerados do coração;
  • Febre;
  • Flatulência (gases);
  • Visão anormal;
  • Cólica menstrual;
  • Falta de ar;
  • Urticária (alergia da pele);
  • Secura da boca;
  • Fotossensibilidade da pele (aumento da sensibilidade da pele ao sol);
  • Função hepática anormal;
  • Reações alérgicas;
  • Hepatite medicamentosa;
  • Sintomas de gripe;
  • Aumento do risco de sangramento;
  • Linfadenopatia (crescimento dos gânglios linfáticos);
  • Alterações de humor;
  • Ideia e comportamento suicidas;
  • Vasodilatação;
  • Dificuldade para engolir;
  • Indigestão;
  • Equimose (manchas avermelhadas);
  • Alteração do paladar;
  • Tremor/movimento anormal;
  • Palpitação;
  • Inquietação psicomotora;
  • Vertigem;
  • Reação maníaca;
  • Distúrbios do sono;
  • Convulsões.

Ao experimentar qualquer um desses ou outros tipos de efeitos colaterais, procure imediatamente a ajuda do médico responsável pelo tratamento para saber como proceder.

Contraindicações e cuidados com Daforin 

Daforin não deve ser utilizado sem o conhecimento do médico porque isso pode ser perigoso para a saúde. O medicamento não deve ser utilizado por pacientes com menos de 18 anos de idade e pessoas alérgicas à fluoxetina ou a qualquer um dos componentes da sua fórmula.

Ele também não deve ser utilizado de maneira simultânea a medicamentos como os inibidores da monoaminoxidase (IMAO), outra classe de antidepressivos. Como existe toda uma lista de remédios que não podem ser usados ao mesmo tempo que Daforin, o paciente deve informar a respeito de todos os medicamentos e substâncias que esteja fazendo uso para que o médico possa determinar se existe ou não o risco de interação ou se a administração concomitante pode ser prejudicial de alguma maneira.

A administração do medicamento deve ser feita cuidadosamente em pacientes com histórico de convulsões e o uso do remédio exige o ajusta na dose de insulina e/ou do hipoglicemiante oral em pacientes com diabetes durante o tratamento e depois da sua suspensão.

A utilização de Daforin exige muito cuidado em mulheres que estejam grávidas ou amamentando os seus bebês, portanto, o uso só pode ser feito se o médico achar necessário e com o acompanhamento do profissional.

Nos casos em que o paciente de qualquer idade apresentar pensamentos suicidas ao longo do tratamento, o médico deverá ser prontamente comunicado. A mesma recomendação serve para os casos em que o usuário experimentar erupção da pele ou outro tipo de reação alérgica.

Os pacientes que não deve dirigir veículos ou operar máquinas durante o tratamento com o remédio porque a sua habilidade e atenção podem estar prejudicadas.

As informações são da bula de Daforin disponibilizada pela Anvisa.

Você conhece alguém que tenha utilizado e afirme que o Daforin emagrece? Tem receio de utilizar este medicamento, mesmo tendo sido receitado, por conta desses efeitos colaterais? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (82 votos, média: 3,73 de 5)
Loading...

4 comentários em “Daforin Emagrece? Para Que Serve, O Que é e Como Funciona”

  1. Tomo Daforin 20. É eficaz a longo prazo. Nenhuma relação com engordar ou emagrecer. Faço uso diário e percebo que estou melhorando quando esqueço de tomar. Fiz uso pela primeira vez em 1998, por 8 meses.
    Retornei ao uso em 2008. (10 anos depois) Tomo regularmente há 3 anos com dose mínima.

  2. Olá Ana tudo bem ?
    Gostaria de mais opinião sobre o medicamento por alguém q já tenha tomado.
    Estou iniciando o tratamento mas estou com um pouco de receio sobre ele por os efeitos colaterais e de que não faça efeito tambem. Por quanto tempo vc tomou e quanto tempo percebeu a melhora ?
    Obrigada se responder.

  3. Fiz uso sim do daforin e me sinto muito bem . Estou sem usar medicamento já algum tempo , e estou sentido os mesmo sintomas acho que vou voltar ao médico novamente.

    • Olá Ana tudo bem ?
      Gostaria de mais opinião sobre o medicamento por alguém q já tenha tomado.
      Estou iniciando o tratamento mas estou com um pouco de receio sobre ele por os efeitos colaterais e de que não faça efeito tambem. Por quanto tempo vc tomou e quanto tempo percebeu a melhora ?
      Obrigada se responder.

Deixe um comentário