Diabético Pode Tomar Suco de Laranja?

Especialista:
atualizado em 27/12/2019

Será que um diabético pode tomar suco de laranja normalmente, ou esse tipo de bebida deve ser evitado ou excluído da dieta de quem sofre com essa condição? Confira nossa análise em detalhes, além de conferir algumas dicas de dieta para diabéticos como um todo.

Se for do seu interesse, pode conferir também se suco de laranja engorda ou se pode fazer parte de uma dieta saudável voltada para a perda de peso.

Um quadro de diabetes é caracterizado por níveis muito elevados de glicose ou açúcar no sangue, que é a maior fonte de energia do nosso organismo e é oriunda dos alimentos que consumimos nas refeições.

A condição é desenvolvida quando o organismo não consegue produzir uma quantidade suficiente ou qualquer quantidade de insulina ou não utiliza o hormônio adequadamente, o que faz com que a glicose permaneça no sangue e não atinja as células do organismo. Isso porque a insulina é responsável por auxiliar a glicose obtida na dieta a chegar até as nossas células e ser utilizada como energia.

Ao ser diagnosticado com a diabetes, é fundamental que o paciente siga todas as orientações passadas pelo médico para o seu tratamento, até porque, com o passar do tempo, ter níveis elevados de glicose no sangue pode gerar uma série de complicações como doença no coração, acidente vascular cerebral (AVC), doença nos rins, problemas nos olhos, doenças dentárias, danos nos nervos e problemas nos pés.

O diabético pode tomar suco de laranja?

Não é bom tomar um tomar de laranja bem gelado nos dias de calor? Mas será que essa é uma opção que todos podem usar para se refrescar? Será que o diabético pode tomar suco de laranja ou não?

Os sucos de fruta contêm uma grande quantidade de açúcar, que eleva os níveis de glicose no sangue muito rapidamente, o que faz com que os pacientes diabéticos devam evitar consumir esse tipo de bebida.

Os níveis de açúcar no suco de laranja podem provocar um pico expressivo nos níveis de glicose no sangue, elevando o risco de surgir uma hiperglicemia (taxas muito altas de glicose no sangue).

Além disso, uma regra geral é que comer a fruta inteira é mais saudável do que ingerir sucos ou smoothies de fruta.

Segundo uma pesquisa publicada no Diabetes Care, a ingestão regular de suco de frutas pode estar associada ao aumento do risco de desenvolvimento da diabetes do tipo 2.

A nutricionista Dawm Sherr destacou que os diabéticos podem tomar apenas um pouquinho de suco de fruta 100%, sem estar diluído em agua.

Conforme especialistas na área de diabetes, melhor do que tomar um suco de fruta é consumir a fruta inteira ou escolher um suco de vegetais de baixo teor de sódio, bebida que é mais pobre em calorias e carboidratos do que um suco de frutas.

A contagem de carboidratos na dieta do diabético

De acordo com a Associação Americana de Diabetes, a contagem de carboidratos é uma das diversas alternativas de dieta que podem ser utilizadas para controlar os níveis de glicose no sangue dos diabéticos, usada com mais frequência por pessoas que tomam insulina duas vezes ou mais a cada dia.

O método envolve contar a quantidade em gramas de carboidratos de cada refeição, combinando com a dose de insulina. Segundo a instituição, com o equilíbrio correto da prática de atividades físicas e do uso de insulina, a contagem de carboidratos pode auxiliar a controlar as taxas de glicose no sangue.

Nutricionistas explicam que os carboidratos são transformados em açúcar dentro do nosso organismo, e o suco de laranja possui carboidratos, inclusive na forma de açúcar, em sua composição.

Entretanto, a Associação Americana de Diabetes ressaltou que a quantidade de carboidratos que cada diabético pode consumir em cada refeição deve ser definida em conjunto com o médico responsável pelo tratamento. Ou seja, o limite é individualizado conforme as necessidades de cada paciente.

Portanto, ao ser diagnosticado com a diabetes, o paciente precisa conversar com o seu médico e nutricionista para saber qual o limite de carboidratos que pode consumir em cada refeição e descobrir com que frequência está permitido a ingerir o suco de laranja, tendo em vista o teor e o tipo de açúcares e carboidratos encontrados na composição da bebida.

Com isso, ele poderá determinar que porção de suco de laranja pode tomar, não se esquecendo de levar em conta o teor de carboidratos de todos os outros alimentos que irão compor a refeição na hora de fazer essa conta.

Neste sentido, a nutricionista Dawn Sherr afimar que, na hora de tomar um suco de fruta, o diabético precisa saber a quantidade de suco que está consumindo e calcular a quantia de carboidratos ali presentes dentro do seu plano alimentar (recomendado pelo médico).

Deixe o açúcar de lado

Quando analisamos se o diabético pode tomar suco de laranja, não podemos falar somente do açúcar natural da bebida – também devemos lembrar daquele açúcar que pode ser adicionado na receita.

Uma dica para quem sofre com a diabetes e gosta de tomar o seu suco de laranja de vez em quando é tomar a bebida natural, sem a adição de açúcar, que é um tipo de carboidrato.

Isso significa evitar os sucos de laranja industrializados ou tomar muito cuidado para escolher um que seja verdadeiramente 100% livre da adição de açúcar.

Uma porção de 100 ml de suco de laranja natural possui 10,9 g de carboidratos. Ou seja, adicionar açúcar à bebida pode deixar o seu teor de açúcar e carboidratos nas alturas, comprometendo boa parte do limite da ingestão de carboidratos permitida para uma refeição.

Vídeos:

Gostou das dicas?

Fontes e Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar se diabético pode tomar suco de laranja ou não? Possui essa condição e costuma tomar essa bebida com frequência? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário