Dieta Dukan – 9 Efeitos Colaterais e Como Evitá-los

Especialista:
atualizado em 08/10/2019

A dieta Dukan ficou bastante conhecida nos últimos anos. Muitas são as pessoas que aderiram essa dieta por acreditar que ela seja a solução mais eficaz para a perda de peso, pois é orientada por muitos nutricionistas. Trata-se de uma dieta desenvolvida por um médico francês, Pierre Dukan, que leva em consideração uma alimentação rica em proteínas e que evita carboidratos.

As proteínas ajudam na construção de músculos, que aumentam a taxa metabólica e auxiliam na queima de massa gorda. Na dieta Dukan os alimentos do cardápio são montados com base nos gostos de cada um. A dieta é dividida em quatro fases que chamam-se: fase de ataque, fase cruzeiro, fase de consolidação e estabilização, que devem ser orientadas por um profissional da área.

Geralmente a dieta Dukan é rica em proteínas e vegetais, sendo completamente permitido o consumo de carne bovina magra, peito de frango, peru, peixes brancos, salmão, lombo de porco, frutos do mar e legumes. As ervas permitidas para tempero natural dos alimentos são: alecrim, orégano, alho, coentro, salsinha e cebola desidratada.

Porém, o que tem interferido em optar ou não por aderir a essa dieta são os efeitos colaterais que ela pode trazer se não for seguida corretamente, com uma orientação nutricional. Veja abaixo quais são os principais efeitos colaterais da dieta Dukan e como evitá-los.

1. Fome

A fome é o mais comum dos efeitos colaterais da dieta Dukan, o que é também comum em qualquer dieta restritiva. O corpo ainda não se adaptou com a nova alimentação, então é normal sentir um pouco de fome no início, mas como a dieta é rica em proteínas esse efeito não irá durar muito tempo, pois basta substituir a quantidade de carboidratos que você consumia por proteínas e legumes que são ricos em fibras e também saciam. Dificilmente esse efeito irá durar muito tempo, a não ser que você esteja comendo menos do que deveria ou seguindo a dieta com alguns equívocos.

Como evitar? Nos primeiros dois ou três dias da dieta, coma os alimentos permitidos à vontade para se adaptar mais facilmente a eles. Veja a variedade que é possível no cardápio Dukan, mesmo com a restrição de vários tipos de alimentos. Aprender a substituir certos alimentos e inovar pratos é uma dádiva.

2. Mau hálito

Esse problema não é generalizado. Algumas pessoas que já têm predisposição a ter mau hálito podem começar a apresentar esse efeito colateral, mas isso varia de pessoa para pessoa. Aliás, o mau hálito quando muito intenso é causado geralmente por um problema estomacal que deve ser tratado caso a caso. O aumento da placa bacteriana e tártaro também é comum na dieta Dukan devido ao alto consumo de proteína.

Como evitar? Se ocorrer um mau hálito de origem não-estomacal, mais leve, isso pode ser solucionado rapidamente escovando os dentes e fazendo bochecho ou com balas de menta sem açúcar.

3. Prisão de ventre

Este é um dos mais comuns efeitos colaterais da dieta Dukan. Isso porque o alto consumo de carnes e baixo consumo de carboidratos (fibras) pode interferir nesse problema, diminuindo as vezes que você vai ao banheiro e causando mal humor e outros problemas no dia a dia.

Como evitar? É importante consumir bastante farelo de aveia, beber bastante água para hidratar o corpo e facilitar o trânsito intestinal, tomar uma colher de óleo mineral (evite laxantes), chiclete sem açúcar e se nada disso resolver, você pode ingerir um suplemento de fibra natural. Se nada disso resolver, consulte um médico.

4. Danos nos rins

Este é um dos efeitos colaterais mais avisados pelos nutricionistas da área. O alto consumo de proteínas como carnes pode sobrecarregar os rins. Porém, os defensores da dieta Dukan explicam que isso só é um problema se o seu rim já tiver alguma deficiência ou uma condição existente relacionada a altos níveis de ácido úrico, caso contrário, não há como o que se preocupar.

Como evitar? Pessoas com problemas nos rins devem evitar dietas ricas em proteína como a Dukan. Beber bastante água, chá e café pode ajudar os rins a trabalhar melhor.

5. Gripe

Muitas pessoas mais propensas a consumir carboidratos podem sentir muita falta desse alimento no cardápio, sentindo-se fracas e predispostas a adquirir doenças leves como a gripe, por exemplo. É normal nos primeiros dias sentir certa fraqueza devido ao pouco consumo carboidratos e açúcares da dieta, mas isso deve passar logo. Depois de um tempo você já se acostumará e se sentirá revigorado com a mudança nos seus hábitos alimentares. Você irá se sentir mais leve com a quantidade de água que estará eliminando do organismo.

Como evitar? Para evitar a gripe, consuma multivitamínicos ou alimentos ricos em vitamina C para fortalecer o sistema imunológico e se sentir mais disposto.

6. Fadiga

Dores de cabeça, tonturas ou fadiga podem ser efeitos colaterais comuns nos primeiros dias da dieta Dukan. Se mesmo após semanas isso continuar acontecendo é bom consultar um médico, mas no primeiro dia é normal. Atente-se para ver se você está consumindo e bebendo líquido o suficiente para se manter forte e hidratado. As tonturas podem ocorrer, pois os carboidratos são as únicas fontes de energia utilizadas pelo cérebro e sua falta pode ocasionar dificuldade em se concentrar e dor de cabeça.

Como evitar? Não pense que comer menos do que foi proposto poderá te ajudar a perder peso mais rápido, pode até ser, mas isso não é a forma saudável de fazê-lo, pois você irá enfraquecer rapidamente e não terá forças pra mais nada; aí, a recaída para consumir alimentos proibidos pode ser ainda mais alta. Coma bem e beba bastante água para ter energia para o dia a dia.

7. Deficiência de vitaminas

Nessa dieta existem alguns dias em você que só se alimentará com proteínas, e pode-se sentir uma falta de vitaminas e nutrientes, mas isso não deve ocorrer se você seguir as orientações nutricionais corretamente.

O problema disso é ter uma dieta pobre, com pouca variedade de alimentos, assim realmente pode-se correr o risco de apresentar deficiência de vitaminas. Caso contrário, se você elaborar pratos diversificados com vários ingredientes dentro do grupo dos alimentos permitidos você terá um prato criativo, saboroso e nutritivo.

Como evitar? Se mesmo assim não resolver e você continuar se sentindo mal, uma solução pode ser integrar alguns multivitamínicos na sua dieta para dar um plus à sua saúde.

8. Perda de massa muscular

A deficiência de carboidratos faz o corpo queimar músculos e gordura para obter energia, e o organismo pode acabar usando o estoque de proteína muscular do corpo para usar como energia ao invés da gordura.

Como evitar? Esse efeito colateral geralmente acontece nos treinos quando não se está realizando um consumo adequado dos ingredientes da dieta. Procure o especialista.

9. Ansiedade e insônia

A ansiedade e a insônia, bem como a irritabilidade, de uma forma geral são efeitos colaterais que podem surgir, mesmo que você sempre seja uma pessoa bem humorada. Isso acontece porque os carboidratos diminuir a produção da serotonina, que é um neurotransmissor que aumenta a sensação de bem estar e prazer que atua na regulação do humor, apetite e sono.

Como evitar? Tenha em mente que é tudo apenas uma questão de costume e isso deve também melhorar logo nos primeiros dias. Procure dentro dos alimentos da dieta Dukan aqueles que mais gosta pelo sabor e te causam prazer e insira-os nas suas refeições de formas diversificadas e com outros acompanhamentos inusitados.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Você já tinha conhecimento desses efeitos colaterais da dieta Dukan? Já pensou em aderi-la? Quem te recomendou foi algum conhecido ou um médico especialista? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (8 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário

6 comentários em “Dieta Dukan – 9 Efeitos Colaterais e Como Evitá-los”

  1. Estou a uma semana fazd a dieta, orientada pela minha nutricionista. Perdi quase 3kg nesses primeiros dias e senti algumas mudanças. Agora obobservando os efeitos colaterais fico mais tranquila pois sei que podem estar relacionados com a mudanca recente de hábitos. Irritabilidade, cansaço, prisão de ventre… mas ja bem atenuados.

  2. Estou na fase de ataque e estou me sentindo muito mal: náuseas, diarreia e muita dor de cabeça. Não sei se isso é normal ou meu corpo não está se adaptando. Muitas vezes nem sinto fome, só ânsia de vômito.

  3. Faço a dieta desde Maio e já perdi 18 kg. Tive prisão de ventre, mais nada. Sinto sensação de bem estar e felicidade por pesar menos de 70kg e vestir roupas que ñ podia mais usar. Eu sabia que estava bem de saúde, simplesmente segui as orientações do livro, rigorosamente.

    • Olá o q vc fez p ajudar na prisão a ventre? Tbm faço essa dieta e meu maior problema e esse é sinto a barriga inchada isso q uso o leite zero lactose