A Dieta Japonesa – Como Funciona, Cardápio e Dicas

Especialista:
atualizado em 06/07/2020

A dieta japonesa foi criada para estimular a perda rápida de peso, prometendo até 7 kg em 1 semana de dieta. No entanto, essa redução de peso varia de pessoa para pessoa de acordo com o seu estado de saúde, seu peso, hábitos de vida e produção hormonal, por exemplo.  Abaixo, você aprenderá mais sobre a dieta japonesa, como ela funciona, o cardápio e seus efeitos colaterais.

A culinária japonesa abrange uma grande variedade de métodos de cozimento e ingredientes, desde sushi feito com peixe cru a tempurá, que é uma massa frita com camarão e vegetais. Eles levam tempo para fazer com que cada prato pareça apresentável e prazeroso aos olhos. A comida japonesa engorda somente baseado em determinados ingredientes usados e na forma como eles são preparados. Você gostará de saber se  a comida japonesa engorda.

Alguns restaurantes especializados em comida japonesa mantém a tradição oriental e seguem os ingredientes originais da receita à risca, mas há muitos estabelecimentos que ocidentalizaram os pratos e passaram a usar em seus recheios queijos cremosos diversos, muito diferentes do tradicional e saudável tofu. Veja a seguir as calorias da comida japonesa.

A dieta japonesa é extremamente restrita e promete reduzir de 6 kg a 8 kg em uma semana.  A dieta é rigorosa e você não poderá sair da linha. A partir de agora entenda melhor o funcionamento da dieta japonesa e veja se esta dieta faz sentido na sua busca pelo corpo que deseja.

Vale lembrar que dietas restritivas podem provocar grande perda de massa muscular e mal estar. A ideia desta dieta é segui-la somente por 7 dias e depois passar a uma alimentação saudável, não tão restritiva. É como se o corpo sentisse a queda nas calorias, e também ficasse desintoxicado dos alimentos pesados, e depois de um tempo você volta ao normal no sentido de calorias, só que comendo saudável. Veja a seguir maiores detalhes sobre o funcionamento da dieta japonesa.

Como funciona

A dieta japonesa é restrita, não há exceções e você deverá seguir o cardápio à risca. Ela é o tipo de dieta que você não poderá fazer substituições. Ela possui fundamentos e é baseada em baixíssima ingestão de calorias. Você pode utilizar a dieta japonesa para obter perda de peso de forma rápida, mas claro, ela não pode ser mantida por muito tempo.

O cardápio da dieta não é baseado nos pratos típicos da cultura japonesa com os quais estamos acostumados, suas refeições contam com frutas, legumes e verduras, o que nutre seu corpo e pode ser consumido sem maior preocupação. É difícil manter a dieta, pois ela apenas permite que você faça três refeições diárias e em pouca quantidade. Ela restringe os carboidratos e até proteínas de origem animal.

Em geral, a dieta japonesa se baseia no consumo de pequenos pratos com ingredientes simples, frescos e sazonais que devem ser minimamente processados e que vão auxiliar na perda de peso, na digestão, na longevidade e em toda a saúde.

Há também um aspecto da cultura japonesa que é incluído na dieta ao qual você deve estar atento. Segundo um estudo de 2018 publicado no periódico científico Nutrients, a dieta tradicional japonesa consiste na experiencia de comer. Ou seja, além de incorporar muito alimentos saudáveis e nutritivos na dieta, os japoneses têm o costume de comer até se sentir 80% satisfeitos. Dessa forma, eles comem com mais calma, apreciando os alimentos e notando quando o corpo já está satisfeito. Essa consciência na hora de se alimentar é o que falta para muitas pessoas na luta contra a balança. 

Alimentos que aceleram seu metabolismo

O consumo de chás e café é liberado. Essas bebidas podem intensificar a redução de medidas e até induzir à eliminação de toxinas. As bebidas proporcionam um melhor funcionamento de seu metabolismo, e com ele sempre ativo, todos os sistemas de seu corpo trabalharão com mais eficiência para conquistar o corpo que deseja.

Beba água

Uma das dicas mais importantes é você beber bastante água. Isso irá contribuir para desintoxicar o corpo e controlar a fome. Procure beber cerca de 3 litros de água por dia.

A água tem um efeito diurético natural que ajuda a eliminar os fluidos retidos no corpo junto com as toxinas. As fibras presentes nos vegetais ingeridos na dieta também precisam de água para adicionar volume as fezes, facilitando assim o fluxo intestinal. Assim, um bom nível de hidratação corporal também é essencial para um sistema digestivo em pleno funcionamento, que é benéfico em qualquer plano de perda de peso.

Dieta barata

A dieta não é de grande dificuldade. Os alimentos utilizados são de fácil acesso e de custo baixo. Muitas pessoas buscam argumentos para interromper uma dieta, mas no caso da dieta japonesa o alto valor não poderá ser utilizado como desculpa para você desistir de perder peso.

Os alimentos básicos da dieta japonesa são uma boa fonte de proteína, que pode ser o frango ou os ovos, por exemplo além de frutas e vegetais. Todos são alimentos bastante acessíveis e baratos. Em algumas versões da dieta, o arroz cozido no vapor e o macarrão também estão liberados, mas nesse caso se trata mais de uma reeducação alimentar do que de uma dieta para emagrecimento e a perda de peso pode não ser tão expressiva. 

Motivação

É fundamental traçar metas e não medir esforços para conquistar o que deseja. A dieta japonesa pode proporcionar momentos de desânimo e grande ansiedade. Se você quiser realmente seguir esta dieta, deve lembrar dos resultados que está buscando.

Se você é adepto de comidas processadas e açucaradas provavelmente você terá mais dificuldades para seguir uma dieta japonesa. Por isso, é importante estar disposto a alterar os seus hábitos alimentares e passar a comer apenas alimentos minimamente processados e ricos em nutrientes.

Foque em todos os resultados que você vai obter depois de seguir a dieta por um tempo que vão além da perda de peso e que podem melhorar diversos aspectos da sua saúde.

Não pule refeições

Enquanto há dietas que indicam alimentação a cada três horas, na dieta japonesa é quase impossível pular refeições (por já serem poucas ao dia), mas é importante ressaltar esse cuidado. Seu corpo já estará deficiente em relação à uma alimentação normal, então não pule refeições, você só terá 3 ao dia. Então adiar a alimentação é garantir desequilíbrios em seu organismo.

Exercícios físicos

Eles poderão intensificar a sua perda de peso. Não há perda de peso saudável sem atividades físicas. É importante refletir que uma dieta induz a um novo estilo de vida. Conscientize-se que a dieta japonesa não poderá ser mantida por um longo tempo, pois a baixa de carboidratos e proteínas resultaria em prejuízos à sua saúde. Lembre-se que carboidratos são fundamentais para quem pratica atividades físicas intensas, então mantenha o corpo em movimento durante a dieta, mas de forma moderada.

Estilo de vida

A dieta japonesa proporciona resultados rápidos, e o emagrecimento requer uma reeducação alimentar e um novo estilo de vida que deve ser adotado por você. Sabe aquele efeito sanfona? Então, reconheça que sua alimentação não só deve ser saudável durante 7 dias, mas durante toda a vida. Se você apenas mantiver a alimentação correta durante 7 dias, deve se conscientizar que seu esforço será em vão, caso não siga uma rotina saudável depois.

Os japoneses estão entre as pessoas mais saudáveis do mundo. Eles têm a maior expectativa de vida, que fica em 76 anos de idade no caso dos homens e 86 no caso das mulheres, além de ter a menor taxa de obesidade, em torno de 3%. Eles também têm o menor risco de morte por todas as causas, juntamente com as chances de morte por doença cardiovascular e acidente vascular cerebral (AVC) reduzidas. Confira abaixo o por que a dieta japonesa faz as pessoas viverem mais.

Cuidado com as reações

O seu corpo poderá reagir negativamente à carência de carboidratos. É importante que você priorize o seu bem estar e analise suas reações. Se a alimentação causar estranhamento em seu organismo, você poderá ter tonturas e fraquezas durante o dia. Policie-se.

A boa notícia é que a restrição alimentar é por apenas 7 dias e que se a situação estiver insustentável, você pode sempre fazer ajustes na sua alimentação para se acostumar com a nova dieta. Conforme o tempo for passando, fica mais fácil aderir ao plano alimentar da dieta japonesa. 

Além disso, na versão da dieta japonesa em que você pode comer arroz e macarrão, você não sofrerá da falta de carboidratos e tais efeitos adversos não serão observados. Nesse último caso, se você sentir algum tipo de mal-estar, provavelmente é o seu sistema digestivo que está se acostumando com um maior teor de fibras na dieta e em um ou dois dias tudo deve se ajustar.  

Cardápio

A seguir, você verá o cardápio limitado da dieta japonesa durante os 7 dias da semana.

Segunda-feira:

  • Café da manhã
    Café ou chá com adoçante;
  • Almoço
    Dois ovos cozidos com sal e verduras;
  • Jantar
    Um bife grande e salada de pepino e alface.

Terça-feira:

  • Café da manhã
    Café ou chá com adoçante e um biscoito água e sal;
  • Almoço
    Verduras e frutas e um bife grande;
  • Jantar
    Apenas presunto à vontade.

Quarta-feira:

  • Café da manhã
    Café ou chá com adoçante e um biscoito água e sal;
  • Almoço
    Dois ovos cozidos, salada e tomate à vontade;
  • Jantar
    Salada de repolho, cenoura e chuchu à vontade.

Quinta-feira:

  • Café da manhã
    Café ou chá com adoçante e um biscoito água e sal;
  • Almoço
    Um ovo cozido, cenoura crua ou cozida à vontade e uma fatia de queijo muçarela;
  • Jantar
    Salada de fruta à vontade e um iogurte natural.

Sexta-feira:

  • Café da manhã
    Café ou chá com biscoito água e sal;
  • Almoço
    Tomate à vontade e filé de peixe frito;
  • Jantar
    Bife e salada de frutas à vontade.

Sábado:

  • Café da manhã
    Café ou chá com biscoito água e sal;
  • Almoço
    Frango assado a vontade;
  • Jantar
    Dois ovos cozidos com sal.

Domingo:

  • Café da manhã
    Café ou chá com biscoito água e sal;
  • Almoço
    Um bife grande e frutas à vontade;
  • Jantar
    Comer o que quiser dentro desse regime. 

Como você pode notar, uma dieta japonesa de 7 dias se restringe ao consumo de muitas proteínas e vegetais naturais ou minimamente processados.

Mas depois dessa semana difícil, você pode flexibilizar a dieta e incluir uma variedade maior de alimentos como o arroz cozido no vapor, o macarrão, a sopa e os alimentos fermentados, os grãos e continuar ingerindo as frutas e os vegetais. 

Você vai perceber que seu paladar vai estar diferente e que você não vai sentir mais tanta necessidade de açúcar e de outros produtos altamente processados. Uma dieta mais nutritiva e equilibrada como a dos japoneses vai te deixar com muito mais energia para o seu dia a dia e muito mais saudável do que antes.

Vídeos:

Gostou das dicas?

Você já tinh ouvido falar na dieta japonesa, diferente da culinária japonesa? Acha que seria capaz de segui-la pelo tempo determinado? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (163 votos, média: 3,90 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo muito solicitada para palestras, consultoria a empresas e atendimento personalizado para atletas, pessoas com condições especiais de saúde e pessoas que desejam melhorar a forma física de forma saudável. É a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España). É também membro da International Society of Sports Nutrition. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma. Dra. Patricia Leite é uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento.

Deixe um comentário

94 comentários em “A Dieta Japonesa – Como Funciona, Cardápio e Dicas”

  1. Gente, pode usar tempero nessa dieta? Por exemplo, azeite, alho, cebola, limão, vinagre…. Alguém sabe me dizer?

  2. Ja fiz a dieta uma vez e perdi 6kilos em uma semana .ela funciona sim .e sobre atividades fisicas eu parei pq senti tontura ao andar na esteira .o pior e nao engerir açucar .a boca fica amarga ai no dia das frutas eu peguei as mais doces rsrsrs e cada mordida no biscoito de manhã è uma felicidade kkk .vou comça novamente hj .vamos lá gente força

  3. Comecei a dieta dia 13/02/17 pesando 92,5 kg. Os 3 primeiros dias foram dificeis depois ja acostuma. Quando finalizar posto o resultado.

    • Finalizei dia 19/02 pesando 88 kg. Emagrecimento 4.5kg. Seguinte por uma semana com alimentação mais saudavel e estou reiniciando 27/02 novamente pesando 86,7 kg, porem quero adicionar exercícios como vim fazendo esta semana. Estou satisfeito com os resultados. Recomendo.

  4. vou comecar segunda feira e volta na proxima segunda para contar,estou pesando 74,500 ai falo para vcs quanto perde

  5. Olá vou começar segunda dia 30/01/17, tomara que funcione para mim. pq eu já tentei quase tudo estou com 43 anos e peso 87 kg com apenas 1,67 de altura. vou tentar fazer por 14 dias. pretendo perder uns 10 kg. bjos sorte a todos que forem fazer.

  6. Estou começando hoje com 75 kilos, vou fazer por 14 dias ,vou da uma palsa depois volto de novo pra contar se deu certo ,minha meta e 55 kilos vamos la foco !

  7. Mais uma dica que esqueci de comentar: Ao invés de filé de peixe eu consumia o peixe natural, apenas tratado e frito não afetando negativamente os resultados. Só p lembrar: perdi 6 Kg em 7 dias, inacreditável média de 900 gramas por dia, nunca tinha visto isso, impressionante.

  8. Quero deixar aqui meus agradecimentos aos criadores dessa maravilhosa dieta em forma de complementar, sem modificar, a dieta com o objetivo de torná-la menos severa.
    Fiz essa dieta 3 vezes, porém improvisei pequenas modificações na primeira o que causou total fracasso na dieta somente pelo fato de ter incluído ‘EMPANADO DE FRANGO’ ao cardápio, isso é o perfeito exemplo para termos total disciplina e obedecer a risca o que está descrito. Na segunda vez, agora consciente da importância de seguir corretamente o cardápio, me deparei com a imensa dificuldade de ingerir os legumes crus e sem temperos, ao ponto de ter ânsia de vômito e dessa forma FUI OBRIGADO a tomar uma decisão sob a ameaça de ter que interromper a dieta, por isso, tomei a liberdade de temperar toda a refeição com AZEITE DE OLIVA EXTRAVIRGEM, SAL e MOLHO DE PIMENTA, acertei em cheio na modificação, além dos resultados esperados tive extrema facilidade em ingerir os legumes sendo que a partir dessa modificação eu só não lambia o prato por educação de tanto que ficou delicioso. Acreditem, perdi 6 Kg em 7 dias foi difícil acreditar que a dieta realmente funcionava, isso pq eu já havia tentado outras dietas muito mais severas em vário sentidos e nunca obtive um resultado tão surpreendente, fiquei muito feliz. Outro trunfo dessa dieta está na questão da dificuldade em reaver os quilos perdidos, porém, pela minha indisciplina e pelos meus exageros na questão quantidade e tb pela falta de reeducação alimentar (pesquisem sobre LEPTINA) recuperei 4 Kg em mais ou menos 2 meses e me propus a fazer mais uma vez a dieta, agora a TERCEIRA. Nessa, resolvi fazer por 30 dias ininterruptos e quando chaguei no 15º dia só havia perdido apenas 8 Kg e então percebi o pq da razão da dieta ser de 7 dias. Mais uma vez, devido a irregularidade em meu modo de viver, pois tenho uma vida sedentária, consumia grandes quantidades de produtos industrializados, principalmente recheados, embutidos, refrigerantes e sorvetes, recuperei meus 8 Kg perdidos e ainda ganhei mais 5 Kg extras. Diante de toda essa experiência negativa relacionada ao consumo de alimentos processados e pelo meu modo de vida que resultou no aumento da minha Triglicéride, gordura no fígado e gota no joelho (sorte que não faço uso de fumo e bebida alcoólica senão seria ainda pior) tomei a decisão de modificar meus hábitos e mais uma vez fazer a DIETA JAPONES, agora vou me esforçar para ter uma vida mais saudável afinal tenho apenas 43 anos e peso 113 Kg, e isso, além dos problemas de saúde supracitado me faz sentir que tenho 60 ou mais anos. Desejo de coração que todos façam e tenham sucesso com tive, porém no meu caso não subi aproveitar os resultados. Quero acrescentar que minha esposa fez e só conseguiu perder 4 Kg e tb minha colega fez e perdeu apenas 3 Kg, eu até hoje não entendi pq funcionou perfeitamente comigo (6 Kg em 7 dias) e com elas não, apesar de terem seguido a risca a dieta.
    Boa sorte a todos!

    • Olá,
      Fiz está dueta por algumas vezes… da primeira vez perdi 8 quilos., ficou mega feliz. Mas com k passar o tempo fui recuperando o peso das outra várias algumas não cons guia passar de 5 dias e perdia tudo o q tinha conseguido.
      Estou recomeçando hj é muito afim de seguir em frente

      • Oi Rose. Fique atenta quanto aos prazos da Dieta, tanto em relação a duração quanto aos intervalos. Após a conquista da perda de peso não se pode abusar da alimentação, caso contrário recupera-se o peso perdido e ainda um pouco mais. Procure seguir a risca todas as recomendações. Boa sorte!

  9. Galera, realmente essa dieta é maravilhosa. Perdi 4 quilos em uma semana. Poderia ter perdido mais. O problema é q não consegui seguir ela certinha. Rolou um chocolate ai..rsrs..mas aconselho…é ótima, a melhor q jà vi e fiz.

  10. Estou no meu quinto dia da dieta japonesa e tive resultado de 4kg , mas tbm estou tomando sibutramina e oq esta me ajudando continuar a dieta pq não e facil de fazer temos q ser forte e ter forca de vontade da mta fraqueza no corpo tonturas, mas qm qr emagrecer essa e uma otima dieta

  11. Estarei iniciando a dieta japonesa na segunda-feira. Não conhecia a dieta, a descobri essa semana, quando pesquisava sobre dietas na internet. Preciso perder 10 kg; por isso a escolhi e espero conseguir mante-la por 14 dias.