Diosmin emagrece? Para que serve?

Especialista da área:
atualizado em 14/12/2021

O Diosmin é um medicamento comumente indicado para o tratamento de problemas na circulação sanguínea, embora muitos afirmem que ele emagrece. 

Isso se deve ao seu mecanismo de ação, que envolve o aumento da tonicidade dos vasos sanguíneos e a redução do inchaço.

  Continua Depois da Publicidade  

Então, a seguir vamos conhecer melhor os efeitos e as indicações do Diosmin, e descobrir se o medicamento ajuda ou não no emagrecimento.

Veja também: Má circulação nas pernas – como tratar, remédio natural, sintomas e dicas

caixa embalagem remédio diosmin

O que é Diosmin?

O Diosmin é um medicamento composto por:

  • Diosmina 450 mg
  • Hesperidina 50 mg.

Ele pode ser encontrado em 30 ou 60 comprimidos, além de estar disponível também na forma de granulado nos sabores laranja, limão e abacaxi.

Para que serve Diosmin? 

O Diosmin é um medicamento indicado para o tratamento das manifestações da insuficiência venosa crônica, como:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Varizes
  • Dor nas pernas
  • Sensação de queimação
  • Inchaço, principalmente nos membros inferiores.

Além disso, o remédio também pode ser utilizado no tratamento de sintomas relacionados a hemorroidas, como dor, inchaço local, sensação de queimação e sangramento.

É verdade que Diosmin emagrece?

Dizemos que um remédio emagrece quando ele age na quantidade de gordura corporal, que pode acontecer por diferentes mecanismos:

  • Diminuição da absorção de gorduras
  • Aumento da queima de calorias
  • Redução do acúmulo de gorduras.

Mas, analisando a ação do Diosmin no organismo, não é possível afirmar que ele emagrece, uma vez que ele age nos vasos sanguíneos, melhorando a circulação.

Entretanto, o uso do Diosmin pode melhorar a dor nas pernas causada pela insuficiência venosa, o que pode propiciar a prática de atividades físicas com mais facilidade. 

Por isso, o Diosmin pode contribuir indiretamente para a prática de exercícios, que por sua vez é fundamental para o controle do peso. 

O Diosmin melhora a retenção de líquidos?

Essa é uma dúvida bastante comum, uma vez que a bula do medicamento informa que ele alivia o inchaço causado pela insuficiência venosa.

  Continua Depois da Publicidade  

Mas é importante salientar que embora os dois problemas, a retenção de líquidos e o inchaço, sejam causados pelo acúmulo de líquidos, eles são bastante diferentes:

  • A retenção de líquidos é um fenômeno mais generalizado, e pode ser causado pela alimentação, uso de medicamentos e variações hormonais.
  • Já o inchaço causado por problemas de circulação se concentra principalmente nas pernas, e é causado pela dificuldade do corpo de bombear o sangue pelas veias.

Assim, medicamentos como o Diosmin ajudam a melhorar a circulação sanguínea, melhorando também o inchaço, mas não afetam a retenção de líquidos.

Como usar?

O uso do Diosmin deve ser feito de acordo com a prescrição médica, que ser diferente para cada problema a ser tratado. Entretanto, a dose usual é a de dois comprimidos por dia, sendo um pela manhã e um à noite.

Além disso, o comprimido não deve ser partido nem mastigado, pois isso danifica o seu revestimento.

Já o Diosmin na forma granulada deve ser usado após a diluição em cerca de 250 ml de água, e a prescrição usual é a de uma vez ao dia, preferencialmente pela manhã.

Efeitos colaterais de Diosmin 

Assim como qualquer medicamento, o Diosmin pode causar uma série de efeitos colaterais, principalmente quando utilizado de forma incorreta ou exagerada. Os principais são: 

  Continua Depois da Publicidade  

  • Cefaleia ou dor de cabeça
  • Náuseas
  • Dor abdominal
  • Problemas digestivos, como dispepsia e indigestão
  • Diarreia
  • Problemas de sono, como insônia e sonolência
  • Dor nos músculos
  • Cansaço
  • Vômito
  • Dor na região do estômago
  • Alterações na pele
  • Tontura
  • Vertigem
  • Ansiedade
  • Fadiga.

Ao experimentar qualquer uma das reações adversas mencionadas acima ou ainda algum outro tipo de efeito colateral, procure rapidamente a ajuda do médico responsável pelo seu tratamento, para saber como deve proceder a partir de então.

Contraindicações e cuidados com Diosmin 

O Diosmin é considerado um medicamento bastante seguro, e não apresenta efeitos colaterais de grande gravidade. Mas, alguns cuidados devem ser tomados com o seu uso por certos grupos de pessoas, como:

  • Pessoas alérgicas a qualquer um dos componentes da formulação não devem utilizar o medicamento
  • Pessoas com problemas no fígado ou nos rins: não existem dados sobre o uso do medicamento nesses casos, e os riscos e benefícios potenciais do tratamento devem ser discutidos com o médico.
  • Uso na gravidez: O uso do Diosmin em mulheres grávidas deve ser feito apenas com indicação e orientação médica.
  • Mulheres em fase de amamentação: Devido à falta de dados sobre a passagem do Diosmin para o leite materno, o uso do medicamento em mulheres que estejam amamentando não é indicado.

Dicas e cuidados

Muitos problemas que afetam a circulação sanguínea podem ser prevenidos ou amenizados com a adoção de algumas mudanças de estilo de vida, como:

  • Seguir uma dieta balanceada, que ajuda a reduzir os níveis de colesterol e de triglicérides, além de prevenir a formação de placas gordurosas nas artérias
  • Realizar atividades físicas regularmente, contribuindo assim para a prevenção de varizes
  • Manter uma boa hidratação
  • Evitar ficar longos períodos sentada
  • Incluir alimentos ricos em fibras alimentares no cardápio.

Além disso, é importante evitar a automedicação, e só utilizar medicamentos com a orientação de um profissional de saúde.

Fontes e referências adicionais

Você conhece alguém que tenha tomado e afirme que o Diosmin emagrece? Teve receio de utilizar esse medicamento, mesmo sendo indicado por um médico? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (28 votos, média 4,39)
Loading...
Sobre Marcela Gottschald

Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva. Ela faz parte da equipe de redatores do MundoBoaForma.

Deixe um comentário