Domperidona emagrece ou engorda? Para que serve, posologia, indicações e efeitos colaterais

Especialista da área:
atualizado em 11/04/2021

A domperidona é um medicamento muito usado para tratar problemas gástricos, mas sempre surge a dúvida: Ela emagrece ou engorda?

  Continua Depois da Publicidade  

Essa dúvida é bastante comum, principalmente quando falamos de medicamentos que mexem com o sistema digestivo e, consequentemente, podem afetar o funcionamento do intestino.

Então, a seguir vamos conhecer melhor esse medicamento, entender para que serve e quais seus efeitos colaterais, além de descobrir se a domperidona emagrece, engorda ou dá sono.

Veja também: Remédios para dor de estômago mais usados

farnacêutica

O que é domperidona?

A domperidona é um medicamento que torna mais rápida a movimentação do alimento através do sistema digestivo, evitando assim que o alimento fique parado em um local ou que haja o refluxo.

Por isso, ela é utilizada no tratamento dos seguintes problemas:

  • Síndromes dispépticas, que causam desconforto ou queimação antes e depois de uma refeição;
  • Retardo do esvaziamento gástrico;
  • Refluxo gastroesofágico;
  • Náuseas e vômito;
  • Distensão abdominal;
  • Esofagite.

Veja também: 4 melhores receitas de chá para azia

  Continua Depois da Publicidade  

Domperidona emagrece ou engorda?

Até onde se sabe, a domperidona não causa mudanças no peso, seja para mais ou para menos.

Então, caso você apresente um ganho ou ume perda súbita de peso durante o tratamento com domperidona, sem outras causas, relate o ocorrido para o seu médico.

Domperidona dá sono?

Sim, a sonolência é um dos possíveis efeitos colaterais da domperidona, mas que não ocorre com todos que usam o medicamento.

Por isso, evite realizar tarefas que exijam concentração, como dirigir ou operar máquinas, ao menos no início do tratamento.

Possíveis efeitos colaterais

Alguns efeitos colaterais podem acontecer com quem faz tratamento com domperidona, principalmente em casos de uso prolongado. Os principais deles são:

  • Mudanças no ritmo dos batimentos cardíacos, um problema chamado de arritmia;
  • Boca seca;
  • Sonolência, fadiga e tontura;
  • Dores de cabeça;
  • Ansiedade;
  • Diarreia;
  • Ginecomastia, em homens, e dores nos seios, em mulheres;
  • Tremores;
  • Espasmos musculares.

Então, caso sinta algum desses sintoma, ou algum outro que não foi listado, procure um profissional de saúde.

  Continua Depois da Publicidade  

Contraindicações

A domperidona não deve ser usada por pessoas alérgicas ao medicamento ou a qualquer componente da formulação.

Além disso, alguns grupos de pessoas também devem evitar o uso do medicamento. São eles:

  1. Pessoas com diagnóstico de prolactinoma, um tumor que se desenvolve na hipófise;
  2. Pessoas com doenças hepáticas;
  3. Pessoas com dores severas no estômago, ou com a apresentação de cor escura nas fezes (que pode significar sangramento gástrico);
  4. Crianças com peso inferior a 35 kg.

Além disso, a domperidona pode interagir com uma série de medicamentos, como:

  • Antifúngicos;
  • Alguns antibióticos;
  • Medicamentos usados para o tratamento do HIV e da hepatite C;
  • Antiarrítmicos, como a amiodarona.

Grávida pode usar domperidona?

Apesar do uso da domperidona ser relativamente seguro para crianças, adultos e adolescentes, o uso por mulheres grávidas ainda não foi completamente estudado.

Mas, em estudos com animais, foi demonstrado que o medicamento pode causar problemas tanto para a mãe quanto para o bebê.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, a domperidona pode ser excretada no leite materno, e por este motivo o uso não é recomendado para mulheres que estejam amamentando.

Como usar?

Recomenda-se que domperidona seja usada antes das refeições, porque sua absorção pode ser retardada pela presença de alimentos no estômago.

Outro ponto a se ressaltar é que somente o médico pode determinar a dosagem, frequência de uso e duração do tratamento com o medicamento. Ou seja, o que vamos apresentar a seguir serve a título de informação, mas você deve obedecer às orientações do seu médico a respeito do tratamento.

A domperidona deve ser usada na menor dose possível, normalmente 30 mg por dia, e, quando necessário, pode-se usar até 40 mg ao dia.

Então, seguindo essas orientações, deve-se utilizar o medicamento da seguinte forma:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Um comprimido de 10 mg antes das três principais refeições (café da manhã, almoço e jantar) e, se necessário, um comprimido antes de dormir.

Mas, alguns ajustes na dosagem devem ser feitos em caso de pessoas com insuficiência renal ou hepática.

Além disso, o tempo de tratamento irá depender do problema a ser tratado:

  • Para náuseas e vômitos, o tratamento deve ser feito por no máximo sete dias, e caso o problema não se resolva, o médico deverá reavaliar o caso;
  • Já para as outras indicações, o tratamento costuma ser feito por no mínimo um mês, e após esse período, deverá ser reavaliado pelo médico.

Onde encontrar?

O medicamento pode ser encontrado facilmente em farmácias e drogarias, em embalagens contendo 30 e 60 comprimidos de 10 mg ou na forma de suspensão oral, contendo 1 mg/ml.

A venda é feita através de apresentação de receita médica, e o preço pode variar, normalmente entre 7 e 30 reais.

Fontes e referências adicionais

Você conhece alguém que tenha usado e afirme que a Domperidona emagrece? Tem receio de utilizar a sofrer com algum possível efeito colateral? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (95 votos, média 4,01)
Loading...
Sobre Marcela Gottschald

Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva. Ela faz parte da equipe de redatores do MundoBoaForma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário