Lacto Purga Emagrece? Para Que Serve e Efeitos Colaterais

Especialista:
atualizado em 21/02/2020

Lacto Purga é um medicamento indicado em casos em que é necessário a facilitação da evacuação do paciente. Pode ser usado no preparo para uma cirurgia, em prisão de ventre ou até mesmo após procedimentos cirúrgicos. Abaixo, você aprenderá para que ele serve, se Lacto Purga emagrece e seus efeitos colaterais.

Existe uma infinidade de medicamentos para prisão de ventre que atuam de formas diferentes no seu organismo. Dulcolax, Lactuliv, Minilax e muitos outros. Mas se você gostaria de evitar as soluções da indústria e está em busca de uma forma mais caseira, vai gostar de conhecer os 7 melhores laxantes naturais.

Outra forma de expelir as fezes é utilizando alimentos que ajudam a expulsá-las e uma das melhores maneiras de ingeri-los é fazendo alguns sucos. Os sucos são fáceis de fazer, transportar e são deliciosos para se tomar em um dia quente. Não deixe de conferir os 15 melhores sucos laxantes.

Muitas pessoas utilizam laxantes para emagrecer. Sabe-se que o uso descontrolado de remédios de qualquer tipo pode ter consequências seríssimas para a saúde. Não importa qual medicamento, todos eles fazem mal se utilizados de forma incorreta. Você vai gostar de saber se laxante faz mal e seus efeitos colaterais antes de sair tomando sem nenhum tipo de prescrição médica.

O que é e para que serve? 

Trata-se de um remédio laxante que serve para os casos de prisão de ventre e em situações em que se faz necessário facilitar a evacuação das fezes. Ele também pode ser utilizado antes ou depois de procedimentos e para preparar os pacientes para exames que requerem limpeza intestinal, conforme a indicação do médico.

Seu uso é oral e ele pode ser consumido por adultos e crianças a partir de quatro anos de idade. O produto pode ser encontrado em embalagens com 16 comprimidos revestidos e não é necessário apresentar receita médica para adquirir o medicamento.

Entretanto, mesmo que você possa comprar Lacto Purga sem a indicação de um profissional, o ideal é que você consulte o seu médico de confiança quanto ao produto e pergunte a ele se o remédio é adequado para você.

Isso porque ele pode não ser bom para a sua saúde caso você sofra de alguma condição específica, como veremos no tópico das contraindicações, além de haver o risco de interação com algum outro medicamento que você esteja tomando.

Lacto Purga emagrece? 

Em uma primeira análise, se olharmos para o uso conforme as recomendações da bula do remédio, somente nos casos em que sua utilização é indicada, não é possível dizer que Lacto Purga emagrece, visto que a perda de peso não aparece listada como um dos efeitos colaterais do remédio.

Entretanto, não é exatamente novidade o fato de pessoas utilizarem laxantes, como o Lacto Purga, com o objetivo de forçar a perda de peso. Isso porque, ao limpar o intestino, esses tipos de remédio desincham a barriga e fazem com que ela pareça menor, dando assim a impressão de emagrecimento.

Ou seja, não é que Lacto Purga emagrece, o que ele e outros medicamentos laxantes fazem é apenas diminuir o inchaço do corpo. Além de não promoverem a perda de peso, ao serem utilizados semanalmente com o intuito de diminuir a barriga e não com o propósito de tratar a prisão de ventre, facilitar a evacuação quando necessário ou por indicação médica para exames ou cirurgias, os laxantes trazem perigos à saúde.

Eles viciam o intestino, que passa a funcionar apenas mediante o uso do medicamento, causam desidratação, geram deficiência de vitaminas e nutrientes no corpo, trazem doenças cardíacas e complicações renais a longo prazo, muitas cólicas intestinais e perda de bactérias do bem que ajudam no funcionamento do trato digestivo.

Outros motivos pelos quais o uso excessivo e prolongado do Lacto Purga faz mal são a retenção de líquido, com a volta do inchaço que foi perdido, arritmia cardíaca, fadiga e até ataque no coração.

Os laxantes ainda causam perda de eletrólitos por meio da diarreia que são fontes de energia e que auxiliam a hidratação do corpo. O desequilíbrio leve e temporário de eletrólitos causa tontura, cansaço e problemas musculares. Já o desequilíbrio prolongado e severo traz oscilações nos batimentos cardíacos, confusão mental, convulsões e alterações na pressão arterial.

Conclusão: você quer emagrecer sem causar todos esses problemas à sua saúde? Então, não use laxantes como o Lacto Purga para este fundamento. O método seguro e saudável para perder peso ainda é seguir uma alimentação controlada, saudável, equilibrada e nutritiva, ao mesmo tempo em que pratica atividades físicas com regularidade para promover o gasto calórico.

Melhor ainda se você fizer isso com o acompanhamento e orientação de médico, nutricionista e instrutor físico para os treinos.

Efeitos colaterais 

Para que você entenda melhor quais são os riscos de usar um remédio como o Lacto Purga com o intuito de perder peso, veja abaixo quais são os sintomas desagradáveis e complicações de saúde que você pode enfrentar durante o uso do medicamento.

O consumo do laxante pode trazer os seguintes efeitos colaterais:

  • Cólicas abdominais;
  • Dor abdominal;
  • Diarreia;
  • Náusea;
  • Tontura;
  • Sangue nas fezes;
  • Vômitos;
  • Desconforto abdominal;
  • Desconforto na região do ânus;
  • Reação alérgica grave (anafilática);
  • Edema angioneurótico – inchaço nos lábios, língua e garganta;
  • Alergia;
  • Desidratação;
  • Desmaio;
  • Colite – inflamação no intestino;
  • Vício intestino, caso seja utilizado com regularidade.

Caso venha a experimentar uma ou mais das reações adversas mencionadas acima ou sinta um outro tipo de efeito colateral, informe o seu médico de confiança a respeito do problema. O profissional te orientará e indicará o que deve ser feito para resolver o problema e se você deve ou não interromper ou abandonar de uma vez por todas o uso de Lacto Purga.

Outras opções para tratar a constipação 

Você que agora já sabe que o Lacto Purga não deve ser usado para emagrecer, mas que ainda assim sofre com a constipação, pode estar se perguntando se existem outras formas de tratar a condição para evitar os efeitos adversos que o uso do Lacto Purga pode trazer.

Conheça então outros remédios e opções naturais que podem substituir o uso do Lacto Purga e também mudanças no estilo de vida que podem te ajudar a ficar livre desse tipo de laxante para aliviar a prisão de ventre.

Alterações na dieta e no estilo de vida

– Aumentar ingestão de fibras: as fibras ajudam a aumentar o volume das fezes, o que faz com que elas passem mais facilmente pelo intestino. Procurar ingerir mais alimentos saudáveis que sejam ricos em fibras e com baixo teor de gordura favorece o funcionamento do intestino. Aumente a quantidade de alimentos ricos em fibras em sua dieta como frutas, legumes e cereais integrais para que você sofra menos com a constipação.

– Se hidratar: aumentar a ingestão de líquidos é crucial para evitar a desidratação, que muitas vezes é a causa da constipação. 

– Se exercitar: a prática regular de atividade física aumenta a atividade dos músculos intestinais, o que também contribui para a eliminação das fezes.

Suplementos e outros remédios para a constipação

– Suplementos de fibras: esses suplementos servem para adicionar volume as fezes e facilitar o trânsito intestinal. Eles devem ser tomados por vários dias para surtir efeito e é preciso se hidratar bem para que as fezes sejam eliminadas. Exemplos de suplementos desse tipo incluem o Psylliwm, o policarbonato de cálcio e a metilcelulose.

– Laxantes osmóticos: auxiliam as fezes a se movimentarem através do intestino por meio do aumento da secreção de líquidos intestinais. Exemplos são o hidróxido de magnésio, o polietileno glicol e o citrato de magnésio.

– Lubrificantes: o óleo mineral, por exemplo, pode ser ingerido para facilitar a passagem das fezes através do cólon.

– Amaciadores de fezes: são substâncias que atraem água do intestino e tornam as fezes mais úmidas acelerando o movimento delas pelo intestino como, por exemplo, o docusato de sódio, o docusato de cálcio ou a linaclotida.

– Probióticos: contêm bactérias benéficas que ajudam no processo digestivo e ajudam a regular a função intestinal. As variedades mais comuns são os probióticos compostos por bifidobactérias ou lactobacillus.

Outras dicas que podem ajudar a aliviar a constipação são ter uma rotina com um horário aproximadamente regular para usar o banheiro, pois assim o seu corpo se acostuma a evacuar sempre no mesmo horário, tornando o processo todo mais fácil.

Algumas pessoas percebem uma maior facilidade de evacuar depois de tomarem café. Isso acontece porque o café pode estimular os músculos do sistema digestivo, aliviando sintomas de constipação. 

Também pode ser interessante usar um apoio para os pés para que os seus joelhos fiquem acima da linha do quadril. Essa posição facilita a passagem das fezes e pode ajudar muito quem sofre de prisão de ventre.

Contraindicações 

Lacto Purga faz mal para pessoas que sofrem de apendicite aguda, doenças inflamatórias do trato intestinal, obstrução intestinal, íleo paralítico (que ocorre quando o intestino para de funcionar), dor abdominal, desidratação, intolerância à frutose e/ou galactose e alergia ao bisacodil, que é o princípio ativo do remédio, ou qualquer componente da fórmula. Portanto, elas não devem consumi-lo.

Lacto Purga deve ser ingerido por mulheres que estejam grávidas ou que se encontrem em período de amamentação de seus bebês apenas mediante autorização médica.

Para se certificar que o produto não irá interagir com outro remédio que você esteja tomando, pergunte ao seu médico sobre o uso do laxante de maneira simultânea aos medicamentos que você já utiliza.

Dosagem

Para tratar os casos de prisão de ventre, a dosagem máxima que pode ser ingerida em um dia é de uma a dois comprimidos revestidos – de 5 a 10 mg – para adultos e crianças a partir de 10 anos de idade e de um comprimido revestido – 5 mg – para crianças entre quatro e 10 anos de idade.

A recomendação é que o medicamento seja consumido com água e no período noturno. Ele não deve ser ingerido com produtos que reduzem a acidez no trato gastrointestinal superior como leite, antiácidos e inibidores da bomba de prótons como omeprazol.

Para a realização de exames ou o uso antes ou depois de uma cirurgia, a dosagem deve obedecer as recomendações médicas.

Considerações

Regular o seu relógio biológico intestinal pode te ajudar a perder peso, uma vez que isso melhora o processo digestivo como um todo. Ter uma boa digestão significa que os nutrientes serão bem absorvidos e tudo que não for utilizado pelo corpo poderá ser mais facilmente eliminado através das fezes.

O Lacto Purga atua estimulando a contração dos músculos do intestino, o que consequentemente faz com que as fezes se movimentem e sejam eliminadas mais rapidamente. Mas para que você emagreça de verdade, não basta apenas tomar remédios ou suplementos para aumentar as idas ao banheiro. 

Muitas vezes, a constipação tem origem em uma dieta pobre em nutrientes e com baixa ingestão de água e líquidos em geral. Assim, o mais importante optar por alimentos saudáveis dentro de uma dieta hipocalórica e beber bastante água para que você não fique desnutrido e nem desidratado durante a sua dieta.

Fontes consultadas:

Você conhece alguém que tenha utilizado e afirme que o Lacto Purga emagrece? Já pensou em utilizá-lo pra esse propósito, mesmo sabendo que não é a sua função? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (126 votos, média: 3,89 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário