7 melhores remédios para flora intestinal

Especialista da área:
atualizado em 22/04/2022

Os remédios para flora intestinal visam restaurar o equilíbrio da comunidade bacteriana em nosso intestino, favorecendo o crescimento e a multiplicação das bactérias boas, para que superem em número as bactérias patológicas, que desequilibram a flora intestinal e podem provocar doenças. 

A flora intestinal ou microbiota intestinal é o nome que se dá para a comunidade de bactérias que vive em nosso intestino e estabelece uma relação benéfica conosco. Assim, através da nossa alimentação, nós fornecemos os recursos que elas precisam para se multiplicar e, em troca, elas ajudam na digestão dos alimentos, absorção dos nutrientes e fortalecimento do nosso sistema imunológico. 

  Continua Depois da Publicidade  

Alguns fatores afetam a nossa flora intestinal, provocando uma disbiose, que é quando a quantidade de bactérias boas diminui significativamente, ao ponto de provocar sintomas de má digestão e favorecer o desenvolvimento das bactérias ruins. Nessas ocasiões, os remédios desenvolvidos para repor ou recompor a flora intestinal são recomendados. 

Veja quais são os melhores remédios para flora intestinal, quando usá-los e quais as principais causas que desequilibram a flora intestinal. 

Quando usar remédios para flora intestinal

Problema abdominal
Problemas como a diarreia e a prisão de ventre são indicações dos remédios para flora intestinal

Quando sua flora intestinal está alterada, surgem alguns sintomas que indicam que a quantidade de bactérias boas no seu intestino está reduzida e que há predominância de bactérias ruins, indicando a necessidade de remédios para recompor a flora intestinal.

Os sintomas variam de acordo com a quantidade e o tipo dessas bactérias ruins, e também com a duração do problema e com o seu estado geral de saúde. 

No geral, os sintomas são: 

  Continua Depois da Publicidade  

  • Excesso de gases intestinais
  • Diarreia
  • Prisão de ventre
  • Distensão abdominal ou “barriga inchada”
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Arrotos

Ao notar esses sintomas, a melhor alternativa é usar remédios para flora intestinal. 

Principais causas do desequilíbrio da flora intestinal

As principais causas que levam ao desequilíbrio da flora intestinal são:

  • Tratamento com antibióticos: o uso prolongado de antibióticos pode prejudicar a flora intestinal, provocando disbiose. Isso porque os antibióticos não combatem apenas as bactérias ruins, mas também reduzem o número das bactérias boas. Dessa forma, bactérias patogênicas resistentes conseguem se proliferar e causar efeitos adversos, como diarreia e vômitos. 
  • Uso frequente de laxantes: o abuso de laxantes pode provocar a eliminação de muitas bactérias boas, por causa do trânsito intestinal muito acelerado. 
  • Maus hábitos alimentares: assim como existem os alimentos prebióticos, que alimentam as bactérias boas do nosso intestino, existem aqueles que alimentam as prejudiciais. Estes são os alimentos açucarados e industrializados, que só favorecem o crescimento e multiplicação das bactérias ruins no intestino. 

Remédios para flora intestinal: o que são?

Os remédios para flora intestinal são suplementos de probióticos em cápsulas, líquidos ou sachês, compostos de milhões até bilhões de bactérias vivas que são ingeridas para chegarem no intestino e realizarem a reposição da flora intestinal. 

A composição dessas cápsulas varia bastante, em relação ao tipo e à quantidade de bactérias. O melhor profissional para te ajudar na escolha mais apropriada ao seu caso é o médico ou médica gastroenterologista. 

Bêbes e crianças também podem precisar de remédios para flora intestinal, especialmente aqueles que nasceram por parto cesárea ou que não são amamentados exclusivamente com leite materno. 

Isso porque grande parte da flora intestinal é formada no nascimento por parto normal e com o aleitamento materno exclusivo até o 6º mês, conforme recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS)

  Continua Depois da Publicidade  

Melhores remédios para flora intestinal

Receita médica
Existem alguns tipos de remédio para flora intestinal, e só o médico é capaz de receitar o melhor para cada caso

Existem muitas opções de remédios para flora intestinal, sendo que os melhores são aqueles com maior variedade e quantidade de bactérias. A melhor opção também varia de acordo com a sua necessidade, por isso é importante a indicação feita pelo profissional da saúde. 

Veja alguns bons exemplos de remédios para flora intestinal:

SIMFORT® 

O Simfort® é indicado para pessoas com desconforto intestinal, seja diarreia ou prisão de ventre. Cada sachê de 2 gramas é composto por 5 cepas de bactérias que auxiliam no controle da diarreia e no alívio da constipação. 

Para tomar o Simfort®, basta dissolver o conteúdo em 100 mL de água ou suco de frutas, mexendo bem, até ficar homogêneo. Beba logo após o preparo e não use líquidos quentes para a sua preparação.

Culturelle®

O Culturelle® é um suplemente alimentar em cápsula, de uso diário. Ele é composto de uma bactéria chamada Lactobacillus rhamnosus GG, um dos probióticos mais eficazes no controle da diarreia. 

Além disso, esse probiótico fornece uma série de outros benefícios para a saúde, como a melhora da vaginose bacteriana e dos desconfortos gastrointestinais causados pela bactéria H. pylori, além de ser ótimo para a saúde digestiva das gestantes. 

  Continua Depois da Publicidade  

A dose recomendada de Culturelle® é de 1 cápsula ao dia com água ou outro líquido de sua preferência.  

Probiótico Garden of Life

O probiótico Garden of Life é um dos probióticos mais completos, composto por mais de 50 bilhões de bactérias de até 16 cepas. 

Está disponível nas fórmulas exclusivas para mulheres e para homens. Ambas as fórmulas contribuem para a melhora dos sistemas digestivo e imunológico, mas a desenvolvida para mulheres contém a adição de duas cepas específicas para a saúde vaginal. 

O produto é destinado apenas para adultos e a dose recomendada é de 1 cápsula ao dia que pode, ou não, ser acompanhada por alimentos. As cápsulas também podem ser abertas e o conteúdo dissolvido em água ou suco, se assim preferir. 

Probiótico Probi 25+

O probiótico Probi 25+ contém 25 cepas de 25 bilhões de probióticos, paraprobióticos (probióticos inativados) e leveduras. 

Devido à sua grande quantidade de cepas, simula o microbioma natural, contribuindo para a melhora da saúde intestinal, do sistema imunológico, e redução dos sintomas de disbiose, como dor, gases e distensão abdominal. 

Esse remédio deve ser tomado à noite, antes de dormir, ou seja, um longo tempo após ter ingerido alimentos e bebidas quentes. A dose recomendada é de 1 cápsula diária, durante 3 meses.

Floratil®

O Floratil® é um remédio indicado para controlar a diarreia e como um repositor da flora intestinal. Ele é indicado para recompor a flora intestinal, após o uso de antibióticos e quimioterápicos, que podem provocar diarreias causadas pela bactéria Clostridium difficile

O probiótico ativo do Floratil® é o Saccharomyces boulardii, que ajuda a restabelecer o equilíbrio intestinal e controlar a diarreia. 

As cápsulas devem ser engolidas inteiras, sem mastigar. No caso das crianças, que podem ter dificuldade para engolir a cápsula, ela pode ser aberta e o seu conteúdo dissolvido em água ou outro líquido, que não seja quente. 

Elas devem ser tomadas em jejum ou meia hora antes das refeições. O Floratil® também é encontrado na forma de pó, para ser diluído em água ou suco. 

Enterogermina®

O probiótico do remédio Enterogermina® é o Bacillus clausii, que ajuda a recompor o equilíbrio da flora intestinal. Quando essas bactérias chegam ao intestino, formam uma camada protetora contra as bactérias ruins e ainda induzem a produção de vitaminas, especialmente as do complexo B. 

O Enterogermina® vem em flaconetes, pronto para tomar. O conteúdo líquido também pode ser misturado em água ou outras bebidas, se preferir. A dose recomendada é de 1 a 3 flaconetes ao dia, com intervalos de 3 a 4 horas. 

Probiótico Florastor

O remédio Florastor é um probiótico à base de Lactobacillus acidophilus, que ajuda a restaurar a flora intestinal, promovendo a multiplicação das bactérias boas e protegendo o organismo contra as prejudiciais. 

Assim como o Floratil®, ele é indicado para auxiliar nos tratamentos que utilizam antibióticos e quimioterápicos, funcionando como um repositor da flora intestinal, prejudicada pelo uso desses medicamentos. 

Recomenda-se a ingestão de 1 a 2 cápsulas ou sachês ao dia, meia hora antes das refeições. 

Recomendações que ajudam no tratamento

Biomassa de banana verde
A biomassa de banana verde é conhecida por ajudar a reconstruir a flora intestinal

Todo remédio para flora intestinal deve ser usado em associação com uma alimentação rica em fibras, que vão servir de alimento para essas bactérias e garantir a sua sobrevivência e proliferação no intestino. 

Esses alimentos prebióticos são comuns no nosso dia a dia e ajudam no tratamento com remédio para flora intestinal:

Além disso, você também pode complementar o tratamento medicamentoso, adicionando alimentos e bebidas probióticas às suas refeições, por exemplo:

Fontes e referências adicionais

Você já teve que tomar algum remédio para repor a flora intestinal? Qual? Qual remédio mais chamou a sua atenção, em termos de variedade de cepas de bactérias? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. Marcos Marinho

Dr. Marcos Marinho é especialista em Gastroenterologia, Endoscopia Digestiva e Ultrassonografia - CRM 52.104130-4. Formou-se em Medicina pela Universidade do Grande Rio (Unigranrio) e é pós-graduado em Gastroenterologia pelo IPEMED. Realizou cursos de ultrassonografia geral e intervencionista pela Unisom, ultrassonografia musculoesquelética e Doppler pelo CETRUS. Atualmente, é pós-graduando de Endoscopia Digestiva pela Faculdade Suprema de Juiz de Fora-MG. No momento, atua em vários municípios do estado do Rio de Janeiro como na capital, Niterói, Magé e Araruama. Dr. Marcos Marinho tem experiência em setores variados de sua especialização e continua em constante aprendizado e evolução para ser uma referência da área. Para mais informações, entre em contato através de seu Instagram oficial @drmarcosmarinho

Deixe um comentário