Musculação Engorda? Por Que Ganho Peso?

Importante para quem deseja aumentar sua quantidade de massa muscular, a musculação também está associada a outros benefícios como eliminação de gordura, fortalecimento dos ossos, melhora do desempenho físico e do equilíbrio, aumento da resistência, auxílio à saúde do coração, redução das taxas de açúcar no sangue e prevenção de dores nas costas.

Entretanto, mesmo com todas essas vantagens, inclusive associadas à boa forma, existem pessoas que ganham peso depois que começam a se dedicar à prática. Por que será que isso acontece? Será que a musculação engorda?

Crescimento muscular 

Um dos fatores que pode fazer com que a prática da musculação reflita no aumento dos números que aparecem na balança é porque ela ajuda a promover o crescimento muscular. Essa elevação na quantidade de músculos no corpo pode fazer com que o peso aumente, mesmo que a gordura esteja sendo eliminada. Vale lembrar que o músculo pesa mais que a gordura.

Portanto, se for esse mesmo o seu caso, não há com o que se preocupar, porque quando os músculos aumentam e a gordura diminui, o corpo fica mais esbelto, definido e, por consequência, mais bonito.

Um belo exemplo disso são os fisiculturistas, que mesmo pesando mais de 100 kg, não podem ser chamados de gordos ou acima do peso, já que possuem essa quantidade de quilos por conta de seu alto grau de desenvolvimento muscular.

Por isso que ao começar a praticar musculação você deve tomar todas as suas principais medidas corporais. Elas ajudam muito a mostrar se você está emagrecendo mesmo que o peso não tenha mudado ou tenha até aumentado.

Por outro lado, vale ressaltar que nem toda pessoa que engorda depois que começa a malhar vê o seu peso elevar por conta da construção muscular. Para ter certeza disso, é necessário checar o percentual de gordura no corpo e verificar se houve mesmo uma alteração na proporção entre músculos e gordura.

Estresse

Nesse caso podemos dizer que a musculação engorda de maneira indireta. Pode ser que por conta dos treinamentos na academia e os compromissos do dia a dia com trabalho, faculdade, filhos e casal, a pessoa não consiga ter tempo de sobra para nada, inclusive para dormir direito.

Além do fato de que a má qualidade do sono estimula a elevação do apetite, o que é uma das chaves para o desencadeamento do aumento de peso, o fato de ter tarefas acumuladas e pouquíssimo – ou nenhum – tempo para relaxar pode causar estresse.

E o que o estresse traz consigo é um aumento da produção do hormônio cortisol, que causa a retenção de sódio e pode gerar a retenção de líquido. Esses fluidos em excessos no organismo acabam sendo refletidos em quilos a mais.

Se você se enxergou nesse tópico e acha que é esse o seu caso, a dica que deixamos é que você busque um tempo para relaxar e permitir que o seu corpo se recupere tanto dos treinamentos quanto da rotina atribulada do seu dia a dia. Para isso, vale pensar em se dar um dia de folga, não trabalhar aos fins de semana, ou pensar em trocar uma série de levantamento de peso por uma aula mais relaxante na piscina ou uma sessão de yoga.

Será que a culpa não é da dieta?

Pesquisas já mostraram que a causa número 1 da falta de resultados das pessoas que iniciam uma academia é comer mais do que comiam antes. É como se você pensasse que pode comer mais agora que está fazendo alguns exercícios diários. Em geral isso até pode fazer certo sentido, mas na prática as pessoas comem mais do precisam, e acaba virando um motivo para dizer que a musculação engorda.

Seja com o objetivo de criar massa muscular, seja com o intuito de emagrecer, seja para alcançar as duas metas, é fundamental aliar o treino com uma alimentação saudável, equilibrada e que ofereça nutrientes que contribuam para esses fins.

Logo, de que adianta passar cinco dias por semana na academia, sendo que na hora que chegar em casa você come um pedaço de bolo de chocolate ou janta uma pizza? Depois não dá para falar que a musculação engorda, não é mesmo?

E olha que esse comportamento é mais comum do que se imagina, tendo em vista que pesquisas científicas já mostraram que pessoas que malham no período da manhã são bastante propensas a compensar o trabalho duro que fizeram ao longo do dia. E essa compensação geralmente não vem com brócolis ou alface…

Para fugir da tentação da comilança existem algumas recomendações ou táticas. A primeira delas é consumir a maior parte da taxa de carboidratos (que são fonte de energia) do dia logo pouco antes e logo depois do treinamento. Mas invista em carboidratos de qualidade, com baixo índice glicêmico, que não provocam picos e quedas bruscas da taxa de glicose no sangue e aumento de apetite. Alguns alimentos que se encaixam nessa categoria são a batata-doce, berinjela, tomate, brócolis, tomate, iogurte desnatado, maçã e pera.

No restante do dia, prefira fazer refeições com pratos que promovem sensação de saciedade e que sejam fontes de gorduras boas, proteínas magras e fibras.

Uma das razões para a fome estar nas alturas depois do treino é a desidratação. Para evitar a falta de líquido no corpo, beba bastante água enquanto malha. No entanto, só tome bebidas esportivas caso você faça treinamentos de alta intensidade, pois esses produtos tendem a ser ricos em açúcar.

Outra forma de não comer mais do que deve e acabar acumulando quilos em excesso é montar e seguir um plano de alimentação saudável. Para não errar, o ideal é fazer um cardápio com o auxílio de um nutricionista.

Além disso, vale a pena anotar o que você consome durante o dia e o número de calorias de cada alimento. Isso pode ser feito em um caderninho ou com aplicativos de celular que contam calorias. Assim, o controle fica mais fácil e você conseguirá identificar o que pode estar atrapalhando os seus ganhos.

Como saber a razão do meu aumento de peso?

Basta olhar para si mesmo, suas ações e fazer uma análise. Será que a musculação engorda mesmo ou você que está comendo demais? Vale também seguir a dica do primeiro tópico e verificar qual o seu percentual de gordura no corpo. Se viu que o número está baixo, tudo bem, isso ocorreu por conta do ganho de músculos. Fique contente!

Também é importante seguir um treinamento que se encaixe no seu objetivo. Se você não quer músculos super desenvolvidos, mas apenas deseja alcançar a definição e perder gordura, não precisa treinar como se estivesse se preparando para uma competição de fisiculturismo. É simplesmente uma questão de entender que tipos de exercícios se encaixam no que você deseja obter, algo que é definido com qualidade com o auxílio de um bom personal trainer.

Já se notar que ele continua alto, o jeito é pensar em outras hipóteses e mudar para melhor os hábitos em relação ao descanso e alimentação. Para ter certeza do que está ocorrendo, é importante consultar-se com um médico e fazer exames.

Você tem percebido que a prática de musculação engorda depois de ter começado a malhar? Acredita que o ganho de peso veio por músculos ou você acabou comendo mais do que devia? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (13 votos, média: 4,46 de 5)
Loading...

1 comentário em “Musculação Engorda? Por Que Ganho Peso?”

Deixe um comentário