O que acontece com seu corpo quando você perde 5% do seu peso

Especialista da área:
atualizado em 16/09/2021

Após se esforçar por certo tempo na dieta e se dedicar aos exercícios físicos, você finalmente se pesa na balança, porém, não gosta tanto do resultado. Afinal, ainda não perdeu toda aquela quantidade de peso que gostaria. Mas, sabia que isso não precisa ser motivo para desanimar?

  Continua Depois da Publicidade  

Isso porque embora o objetivo final pareça um pouco distante, eliminar algum peso já pode fazer uma boa diferença. Mesmo que a sua meta seja maior, perder 5% do seu peso corporal traz vários benefícios. Por exemplo:

1. Facilita o trabalho das articulações

Articulações

Perder algum peso já facilita o funcionamento das articulações porque quanto mais peso uma pessoa tem, mais sobrecarga é colocada sobre as suas articulações, o que as torna mais frágeis. 

Aliás, é justamente por conta do estresse que o excesso de peso coloca sobre as articulações que ter obesidade é um dos fatores de risco para desenvolver a artrite, doença caracterizada pela inflamação de uma ou mais articulações.

Falando em inflamação, estar acima do peso gera um ambiente mais pró-inflamatório no corpo, o que piora a dor em regiões como quadril, joelho e coluna. Já quando esse 5% de peso é perdido, o processo inflamatório também é amenizado.

2. Prevenção da diabetes do tipo 2

Estar acima do peso (sobrepeso ou obesidade) também é um dos fatores de risco para o desenvolvimento da diabetes do tipo 2. Ao mesmo tempo, armazenar gordura, principalmente na região da barriga, indica um risco maior de desenvolver a doença.

Homens com uma circunferência da cintura acima de 101,6 cm e mulheres com mais de 88,9 cm de circunferência de cintura possuem um risco aumentado de desenvolver a condição.

  Continua Depois da Publicidade  

Por outro lado, com uma diminuição de 5% do peso corporal é possível obter uma melhora hormonal que ajuda na prevenção da doença. 

Além disso, quem tem diabetes e elimina 5% do peso corporal já pode começar a ver melhoras no controle dos seus níveis de açúcar no sangue. Entretanto, quanto mais peso se perde, maior é o benefício para a saúde e controle da doença.

3. Melhora dos níveis de colesterol

Quando se fala na melhoria dos níveis de colesterol, a referência não é apenas a diminuição do colesterol ruim (LDL), mas também o aumento do colesterol bom (HDL).

O colesterol ruim corresponde à maior parte de colesterol presente no organismo. Ter níveis altos de LDL aumenta os riscos de desenvolver doença cardíaca e acidente vascular cerebral (AVC). 

Já o colesterol bom é aquele que fixa as moléculas de gordura (colesterol) no interior das células para serem levadas até o fígado. Por sua vez, o órgão elimina esse colesterol do organismo. Não é à toa que ter níveis altos de HDL pode reduzir os riscos de ter doença cardíaca e AVC.

O colesterol bom é o mais difícil de aumentar, porém, ele começa a ficar mais elevado quando se consegue emagrecer. Principalmente quando esse processo de perda de peso envolve a prática de exercícios físicos.

  Continua Depois da Publicidade  

4. Melhora nos níveis de triglicerídeos

Os triglicerídeos são um tipo de gordura (lipídio) presente no sangue. Após fazermos uma refeição, o organismo converte em triglicerídeos as calorias que não usará imediatamente.

Então, os triglicerídeos ficam armazenados nas células adiposas (de gordura), e serão utilizados para a produção de energia, quando necessário. 

No entanto, quando se consome mais calorias que o necessário, especialmente vindas de alimentos ricos em carboidratos, os níveis de triglicerídeos ficam mais altos do que deveriam, o que pode originar diversas doenças, como diabetes tipo 2, AVC e doenças cardiovasculares.

Por outro lado, a perda de algum peso e a prática de exercícios físicos fazem parte das mudanças no estilo de vida que podem ajudar a controlar os níveis de triglicerídeos. Afinal, durante esse processo, o corpo começa a queimar os seus estoques de gordura.

5. Controle da pressão arterial

Pressão arterial

Perder 5% do peso corporal também resulta em uma diminuição de sobrecarga de peso sobre o aparelho circulatório, que pode ajudar a controlar melhor a pressão arterial.

  Continua Depois da Publicidade  

Quanto mais peso uma pessoa tem, mais sangue ela precisa para fornecer oxigênio e nutrientes aos tecidos do corpo. O problema é que conforme a quantidade de fluxo sanguíneo nos vasos aumenta, a pressão nas paredes arteriais também se eleva.

Tanto que manter um peso saudável ou emagrecer caso esteja acima do peso fazem parte das mudanças de estilo de vida que podem ajudar o paciente a controlar a pressão alta.

6. Melhor qualidade do sono

As pessoas que têm excesso de peso possuem mais dificuldades para dormir e costumam ter um sono de pior qualidade. Isso tem relação com a respiração: muitas pessoas que estão acima do peso sofrem com a apneia do sono.

Entretanto, estudos sugeriram que com uma perda de 5% do peso corporal já é possível ter algum benefício nesse sentido.

Siga as recomendações médicas

Eliminar 5% do peso corporal não vai ser a cura dos problemas de saúde listados acima, embora possa ajudar. Além de emagrecer, é fundamental seguir todas as recomendações médicas para tratar e manter essas doenças sob controle.

  Continua Depois da Publicidade  

Vídeo

Não deixe de conferir o que a nossa nutricionista explica sobre os efeitos que perder 5% do peso gera ao corpo.

Fontes e referências adicionais

Você sabia que perder algum peso já poderia trazer benefícios? Qual te surpreendeu mais? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário