Remédios para Circulação mais usados

Especialista da área:
atualizado em 13/03/2021

A cada dia que passa mais pessoas desenvolvem problemas de circulação, e existem diversos remédios para tratar esses problemas. Por isso, é comum surgirem dúvidas sobre as formas de tratamento e prevenção.

  Continua Depois da Publicidade  

Então, vamos agora conhecer os remédios para circulação mais usados, além de entender mais sobre esses problemas de saúde, seus sintomas, tratamentos e formas de prevenção.

Quais são os problemas de circulação mais comuns?

varizes
Varizes

Primeiramente, é preciso diferenciar as diferentes circulações que existem no nosso corpo: Arterial, venosa e linfática.

  • A circulação arterial leva o sangue rico em oxigênio para as diversas partes do corpo;
  • Já a circulação venosa leva o sangue pobre em oxigênio de volta para o coração;
  • E a circulação linfática, diferente das outras duas, não envolve sangue, mas sim a linfa, que auxilia as veias a coletar as toxinas e o excesso de água produzido pelas células.

Então, podemos dizer que os principais problemas de circulação são:

  • Aterosclerose, que é o acúmulo de placas de gorduras nas paredes das artérias;
  • Trombose, que é a formação de coágulos no interior dos vasos;
  • Varizes, que é o aumento do calibre das veias, principalmente das pernas.;
  • Doença arterial periférica, que atinge a circulação arterial dos membros.

Além disso, esses problemas tendem a surgir principalmente em pessoas com alguns fatores de risco, como:

Mas o problema pode se desenvolver mesmo em pessoas sem nenhum dos fatores de risco citados acima, como é o caso das tromboses causadas por períodos muito longos sem movimento, a exemplo das viagens de avião.

Quais os sintomas da má circulação?

Os sintomas da má circulação podem variar de intensidade de pessoa para pessoa, mas em geral eles incluem:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Dores nas pernas;
  • Inchaço;
  • Feridas de difícil cicatrização;
  • Vermelhidão, principalmente nas pernas;
  • Sensação de formigamento;
  • Sensação de queimação.

Veja também: Sintomas da trombose o que fazer

Remédios para circulação

Remédios

1. Anticoagulantes e antiagregantes

São medicamentos usados para evitar e dissolver coágulos, evitando assim a trombose.

Os mais comuns são:

  • Heparina;
  • Enoxaparina;
  • Fondaparinux;
  • Varfarina.

A heparina, a enoxaparina e a fondaparinux são medicamentos injetáveis, usados principalmente em hospitais. Já a varfarina é um comprimido, e é utilizada para a prevenção de coágulos.

Outro medicamento importante é a aspirina, muito usada em pessoas com algumas doenças cardiovasculares. Ela age evitando que as plaquetas, parte do sangue que participa da coagulação, se agregue.

Por isso, ela é popularmente conhecida por “afinar o sangue”.

  Continua Depois da Publicidade  

2. Outros medicamentos

  • Varivax: É um medicamento fitoterápico composto por sementes de castanha da índia, que auxilia no tratamento dos sintomas de problemas circulatórios, e melhora o funcionamento das veias;
  • Venacur triplex: Esse medicamento é composto por extrato de Castanha da Índia, rutina e Miriton, e é indicado para o tratamento de varizes, hemorroidas e síndrome pós-trombótica;
  • Cápsulas de Ginkgo Biloba: O Ginkgo Biloba se destaca principalmente por melhorar a circulação sanguínea e os sintomas que estão associados aos problemas de circulação. Além disso, algumas pesquisas mostram que o Ginkgo Biloba contribui para a dilatação dos vasos sanguíneos.
  • Varicell: Esse medicamento pode ser encontrado na forma de creme ou de drágeas, e auxilia no tratamento de varizes e hemorróidas. Alguns dos componentes são a queratina, enxofre, sene e potássio bitartarato.

Esses medicamentos funcionam mesmo?

Os medicamentos para tratar a má circulação conseguem ajudar a maioria das pessoas. Mas é importante ter em mente que às vezes é necessário o uso de mais de um tipo de tratamento, a depender do caso.

Além disso, mudanças de estilo de vida são necessárias, para melhorar o efeito dos remédios e prevenir o aparecimento e mesmo o agravamento do quadro.

Remédio alternativas para circulação

hidroginástica é um exercício bom para a circulação

A má circulação do sangue pelo corpo muitas vezes pode ser resolvida com mudanças nos hábitos rotineiros, sem necessidade de um remédio para circulação específico.

Isso acontece porque muito desses problemas são causados pelo sedentarismo e pela má alimentação.

Então, algumas mudanças de estilo de vida podem melhorar e mesmo prevenir alguns desses problemas, como veremos a seguir:

  Continua Depois da Publicidade  

1. Exercite-se

A primeira recomendação para quem quer melhorar a circulação é a realização de atividades físicas. Alguns exemplos são:

2. Pare de fumar

O cigarro, seja ele industrializado ou artesanal, prejudica muito a circulação, além de ser fator de risco para diversas doenças. Então, para melhorar a circulação, um dos primeiros passos é parar de fumar.

3. Alimentação

Uma alimentação saudável e balanceada é a chave para a prevenção de boa parte dos problemas de saúde. E existem muitos alimentos que contribuem com a melhora da circulação, como:

  • Pimentas: Elas possuem uma forte ação antioxidante, devido à capsaicina, além de contribuir para a saúde das veias e artérias;
  • Alho: O alho é um ótimo remédio caseiro e pode ajudar a melhorar a circulação sanguínea e prevenir a agregação de plaquetas no sangue, além de ajudar a diminuir a pressão arterial;
  • Gengibre: O gengibre é um remédio caseiro para circulação e várias outras doenças, devido a sua ação antioxidante.

Além disso, outras mudanças na alimentação podem amenizar os problemas circulatórios, como a redução do uso de sal e da gordura nos alimentos, e manter uma boa hidratação.

4. Chás

De acordo com a Harvard Medical School, o consumo de chás pode trazer benefícios tanto para o coração quanto para os vasos sanguíneos. Alguns exemplos de chás que podem melhorar a circulação são:

  Continua Depois da Publicidade  

Receita de chá de gengibre

chá de gengibre com limão e mel

Ingredientes:

  • 2 pedaços de gengibre fresco;
  • 1 xícara de água;
  • Mel e limão (opcional).

Como fazer:

  • Coloque os pedaços de gengibre fresco em uma xícara de água fervente e deixe repousar por 10 minutos;
  • Caso queira, você pode adicionar mel e limão para que o sabor fique mais agradável.

Observação: Beba até três xícaras por dia.

5. Ginkgo biloba

Ginkgo Biloba é conhecido por sua ação no fluxo sanguíneo, principalmente no cérebro. Isso faz com que ele seja indicado para tratar problemas de memória.

Mas seus efeitos na circulação pode ser vistos em todo o corpo, e por isso ele também pode ajudar quem sofre com varizes.

6. Massagem

A tensão dos músculos pode comprimir o fluxo sanguíneo, levando à má circulação e sintomas como adormecimento ou mãos e pés frios.

Se você sente frequentemente dor muscular, especialmente nas pernas, peça a alguém que massageie essas áreas tensas utilizando algum óleo de massagem, como o óleo essencial de alecrim misturado com amêndoa doce ou azeite de oliva.

E ainda existe a drenagem linfática, que é uma ótima opção para melhorar a circulação e liberar os líquidos que contribuem com o inchaço no corpo.

Dicas e cuidados

  • Nunca utilize medicamentos sem a orientação de um médico, uma vez que eles podem causar efeitos colaterais severos.
  • Além disso, existe o risco de interações medicamentosas e alimentares, que podem afetar a escolha do tratamento utilizado.
  • Por fim, se estiver desconfiando de algum problema de circulação, procure atendimento médico, para receber um diagnóstico adequado.
Fontes e referências adicionais

Você já precisou usar algum desses remédios para circulação? Qual deles foi receitado pelo médico? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (54 votos, média 3,81)
Loading...
Sobre Marcela Gottschald

Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva. Ela faz parte da equipe de redatores do MundoBoaForma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário