Água de coco

Tomar Muita Água de Coco Faz Mal?

Durante o correr de todo o ano, a água de coco é bem-vinda e bastante consumida todos os dias. Hoje em dia, não é incomum que a bebida seja consumida in natura, gelada ou misturada a outras bebidas energéticas ou alcóolicas pela sua grande capacidade de hidratação, e claro, sabor.

Além de ser uma bebida hidratante, a água de coco promove diversos benefícios, tanto nutricionais como preventivos à saúde, se tornando um importante aliado da dieta no dia a dia. Mas será que tomar muita água de coco faz mal?

Composição da água de coco

95% de sua composição é constituída apenas por água. Os outros 5% remanescentes são ricos em vitaminas e sais minerais imprescindíveis para uma nutrição balanceada.

Em 100ml de água de coco é possível encontrar 19 calorias, 3,7g de carboidratos – sendo 2,6g desses de açúcar e 1,1g de fibras alimentares – e 0,2g de gorduras totais que, nesse caso, são saturadas.

Juntamente a isso, temos vitaminas A, C, B6 e D; e cálcio, potássio, ferro e magnésio como sais minerais presentes majoritariamente, que fazem da água de coco a opção mais saudável para um refresco ou só uma bebida para repor as energias.

Benefícios do consumo regular de água de coco

1. Excelente hidratante natural

Uma vez que 95% de composição seja unicamente composta por água, a bebida tem um grande potencial de reabastecer o organismo, nutrindo não só o que não foi ingerido suficientemente no dia a dia, como também reabastecendo os eletrólitos secretados pelo suor e urina.

Comparada aos isotônicos, possui 20 vezes mais potássio, 1,5 vez mais magnésio, quase metade do sódio e praticamente a mesma quantidade de açúcares, tornando-se uma substituição a se considerar.

2. Auxilia na diminuição do estresse e cansaço

O cansaço é fruto não só do esforço como também da desidratação e fadiga que, eventualmente, ocasionam o estresse. Os minerais presentes na água de coco, especificamente o magnésio e o potássio, auxiliam na redução dessas duas situações.

3. Combate a ressaca e quadros diarreicos

A reidratação proveniente do consumo regular da água de coco também auxilia na melhora de situações que envolvam o mal-estar, seja ele induzido (ressaca vinda do consumo de álcool) ou acidental (intoxicação alimentar).

No caso da ressaca, uma vez que o álcool estimule a saída de água pela urina, a dor de cabeça resultante é sinal de desidratação aguda. Os efeitos causam os famosos sinais já conhecidos junto com ela: fadiga, mal-estar, sede, tontura e náusea.

Beber entre 500ml a 1000ml de água de coco horas depois ou no dia seguinte pode auxiliar a promover a reposição de líquidos e diminuir ou eliminar os sintomas do mal-estar.

No caso dos problemas diarreicos, que não possuem tratamento a não ser uma reidratação durante todo o processo, água comum e água de coco são essenciais para reidratar.

4. Auxilia no combate ao envelhecimento

O consumo regular e moderado da água de coco também auxilia no combate ao envelhecimento, uma vez que existem em sua composição antioxidantes como a vitamina C, a vitamina B6 e um aminoácido chamado arginina.

Embora o combate ao envelhecimento seja melhor visualizado quando a vitamina C é utilizada de modo tópico, esse efeito ainda é visto em menor escala em sua ingestão que, além disso, seu consumo é capaz de promover um melhoramento do sistema imunológico e auxiliar numa melhor absorção de ferro.

Já a arginina, por outro lado, vai atuar também eliminando radicais livres ao mesmo passo em que melhora o desempenho físico e reduz a fadiga muscular utilizando um mecanismo de vasodilatação, aumentando concomitantemente à oferta de nutrientes aos tecidos.

5. Auxilia no bom funcionamento dos rins

Como potente hidratante, a água de coco acaba se tornando um importante diurético também. Quanto mais água se ingere, mais os rins trabalham filtrando as toxinas do organismo e menores as chances de formação dos cálculos renais.

6. Auxilia na perda de peso

Sua quantidade de calorias e fibras contribuem para o processo de emagrecimento, uma vez que induzem a saciedade. Além disso, por ser uma bebida natural, pode ser ingerida em dietas com foco em perda de peso ou manutenção, tornando-se uma ótima opção da água mesmo e do leite.

Se seu consumo estiver aliado à uma alimentação saudável e à prática de exercícios, a ingestão pode ser benéfica para este fim e se tornar muito mais nutritiva.

7. É uma ótima opção doce para diabéticos

Para um diabético, os doces se tornam menos frequentes e mais doses de insulina ou restrições alimentares acabam se tornando rotina no dia a dia. No entanto, o consumo da água de coco pode se tornar uma opção para aquelas “vontades súbitas” de algo doce.

Por ter baixa densidade calórica e poucos açúcares, é uma opção saudável e segura se consumida moderadamente e aliada a uma alimentação saudável. Além disso, estudos recentes em animais diabéticos mostram que a água de coco pode diminuir os níveis de açúcar no sangue e promover a saúde.

8. Auxilia no processo digestivo

Para que o organismo funcione bem, ele precisa estar bem hidratado. A água de coco entra aqui para facilitar o funcionamento do organismo e, principalmente, realizar a manutenção do sistema digestivo.

Na presença de fluidos, urinar e defecar se tornam atividades bem mais fáceis de se realizar. O consumo da água de coco pode atenuar a quantidade de fluidos ácidos produzidos pelo estômago e evitar problemas futuros.

9. Auxilia na promoção de saúde do sistema cardiovascular

Os eletrólitos naturais presentes na composição da água de coco conseguem promover saúde e evitar certos fatores capazes de desencadear o aumento da pressão arterial, como o estresse e a irritabilidade, por exemplo.

10. Benéfico após a prática de exercícios

A água de coco é uma ótima opção para restabelecer os eletrólitos e toda a água perdida durante a prática da atividade física em suor, além de reduzir a fadiga pós-atividade.

Em 2002, um estudo publicado na “Journal of Physiological Anthropology and Applied Human Science” constatou que a água de coco funcionava como um repositor energético e de fluidos muito melhor do a própria água após os exercícios, o que foi corroborado e mantido em 2007 no “The Southeast Asian Journal of Tropical Medicine and Public Health”, por autores que fizeram o mesmo estudo em outro lugar.

Mas tomar muita água de coco faz mal?

Apesar de todos os benefícios, é sabido que tudo em excesso pode fazer mal. Com a água de coco, não poderia ser diferente. Apesar de seus benefícios e propriedades que fazem dela uma bebida muito versátil e benéfica à saúde em todos os sentidos, seu excesso pode gerar o efeito contrário.

O grande volume de potássio, uma das melhores características da água de coco, pode se tornar um vilão quando ingerido em excesso.

Um relato de caso chamado “morte por coco” publicado na “Circulation” em 2014 pelo médico Justin Hakimian e seus colegas do departamento de cardiologia, evidenciou o caso de um homem de 42 anos que praticava tênis e se hidratava durante o dia todo com água de coco.

Esse homem atingiu altos níveis de potássio e acabou desmaiando. Depois de acordar, ele reclamou de fraqueza e tontura, sendo levado ao hospital em seguida. Chegando ao estabelecimento, constataram que seus batimentos cardíacos estavam muito baixos e ele foi internado, liberado após 3 dias.

Embora um só caso não seja o suficiente para evidenciar que tomar muita água de coco faz mal, os riscos dos altos níveis de potássio amplamente divulgados pela rede em artigos científicos são.

Os níveis de potássio podem ser perigosos se estiverem baixos ou muito altos. Na presença de excessos, não é incomum que a diabetes se descontrole, os rins passem a funcionar mal, haja a quebra de células vermelhas (hemólise) ou tecidos (rabdomiólise), perda de consciência e, ainda, a sensação de queimação.

Felizmente, nesse caso o homem não chegou a morrer, como intitula o artigo. Mas o que a equipe quis mostrar foi a possibilidade de, sem o devido tratamento, isso acontecer.

Também é comum que ela seja evitada em casos de desidratação grave, uma vez que seus eletrólitos não sejam suficientes para nutrir a falta e o soro endovenoso seja a melhor opção.

Além do problema com o potássio, tomar muita água de coco faz mal também pelo seu efeito diurético, que pode causar o efeito oposto: desidratação. Concomitantemente, os rins acabam sofrendo com o problema e a bebida acaba sendo a vilã para aqueles propensos ao desenvolvimento de cálculo renal.

Você já tinha ouvido falar que tomar muita água de coco faz mal? Tem o costume de beber água de coco com frequência? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)



ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*