10 Benefícios do Chá de Erva-Doce – Para Que Serve e Dicas

Especialista:
atualizado em 25/12/2019

A erva doce é uma planta medicinal muito utilizada contra azia, gases, má digestão e dores na barriga. Também são constantemente utilizadas como calmantes. Abaixo você aprenderá todos os benefícios do chá de erva-doce, para que ela serve e quais cuidados você terá que ter ao utilizá-la.

A erva-doce é uma planta medicinal originária do Mediterrâneo, que é cultivada em regiões de clima temperado e subtropical. Ela é dotada de propriedades antiespasmódicas, estimulantes, relaxantes, vermífugas, antirreumáticas, anti-inflamatórias, diuréticas e antioxidantes.

Outra erva muito conhecida por ter as mesmas propriedades que a erva doce é a camomila. Seu chá pode ser encontrado em qualquer gôndola de mercado e pode substituir a erva doce na maioria dos seus efeitos. Aprenda 12 benefícios do chá de camomila, para que ele serve e como fazê-lo para fugir das versões industrializadas.

Utilizada na indústria cosmética, a planta também dá origem a um chá: o conhecido chá de erva-doce. E é justamente sobre os benefícios que a bebida pode trazer que vamos falar abaixo.

Para que serve? 10 benefícios do chá de erva-doce

Vamos conhecer para que serve e quais são os principais benefícios do chá de erva-doce para a saúde e boa forma, de acordo com as propriedades de seus nutrientes.

1. Fonte de nutrientes

A planta medicinal utilizada no preparo do chá é composta por nutrientes importantes para o funcionamento do organismo como fibras, ferro, cálcio, zinco, cobre, vitamina A, vitaminas do complexo B e vitamina C.

2. Saúde do sistema digestivo

A erva-doce é utilizada como uma planta medicinal para auxiliar o sistema digestivo desde os tempos antigos pelos ancestrais romanos e egípcios.

Uma revisão do autor Marco Valussi publicada em uma edição de 2012 do International Journal of Food Sciences and Nutrition (Jornal Internacional de Ciência Alimentar e Nutrição, tradução livre) relatou que o consumo de erva-doce aumentou de maneira espontânea a motilidade gástrica (capacidade de movimentação) e a secreção de ácido gástrico em animais.

O autor ainda afirmou que uma combinação de ervas com a presença da erva-doce eliminou a dor intestinal em pacientes diagnosticados com colite crônica não específica, que é uma inflamação no intestino grosso.

Já conforme informação do Enki Village, as propriedades antioxidantes da planta e a presença de substâncias como o anetol e a fenchona fazem com que o seu chá auxilie o tratamento de distúrbios gastrointestinais.

Se você está procurando informações sobre a erva-doce e seus benefícios digestivos, saiba que o chai, o chá verde e o chá de gengibre podem te ajudar da mesma maneira. Esses são apenas alguns exemplos entre os 8 melhores chás digestivos.

3. Alívio da cólica

O chá de erva-doce é utilizado tradicionalmente como um remédio natural para acalmar cólicas em bebês. Um estudo divulgado no ano de 2003 na publicação Alternative Therapies (Terapias Alternativa, tradução livre) relatou que o extrato de erva-doce tirou a cólica de 65% dos bebês avaliados no experimento.

Entretanto, antes de sair dando a planta para os pequenos é fundamental conversar com o pediatra que acompanha para saber se o uso da erva-doce está permitido para o bebê em questão.

Milhares de mulheres sofrem mensalmente com as cólicas em detrimento do período menstrual. Desde os tempos das nossas avós, uma das receitas mais indicadas é utilizar algum chá relaxante. O chá de erva doce também é um poderoso aliado nessas horas. Mas ele não é o único. É possível que você queira conhecer mais 6 chás para cólica e aprender como fazê-los.

4. Problemas respiratórios

A planta medicinal também é utilizada como um remédio caseiro para tratar sintomas de problemas como bronquite e tosse crônica. O chá de erva-doce também pode ajudar a soltar catarro do sistema respiratório. 

5. Combate o mau hálito 

A halitose ou mau hálito geralmente aparece em decorrência de problemas digestivos, o que coloca o chá de erva-doce como um provável auxiliar no combate ao desagradável problema, já que, como falamos acima, ele promove a saúde do sistema digestivo. Além disso, a bebida tem um aroma fresco.

Para diminui o mau hálito, a sugestão do Enki Village é utilizar o chá de erva-doce como enxaguante bucal.

6. Alívio de sintomas menstruais e da menopausa

O chá de erva-doce também é tradicionalmente utilizado como um medicamento natural e popular para tratar a dismenorreia, que são as cólicas que surgem durante o período menstrual das mulheres. Isso porque suas propriedades antiespasmódicas, fitoestrogênicas e anti-inflamatórias atuam juntas acalmando os músculos uterinos.

A planta medicinal também contribui com o controle dos níveis de estrogênio, o que alivia sintomas da menopausa como as ondas de calor.

7. Combate a retenção de líquido

Graças ao fato de ser dotada de propriedades diuréticas, a planta medicinal combate a retenção de líquido e, consequentemente, o inchaço que surge em decorrência da condição. Em outras palavras, o chá de erva-doce promove a eliminação do excesso de água presente no corpo por meio da urina.

8. Saúde dos olhos

A erva-doce também pode ajudar a tratar olhos doloridos ou inchados pela manhã, além de infecções no local. A receita é molhar uma bolinha de algodão no chá de erva-doce e aplicar nos olhos.

9. Saúde do coração

A erva-doce também pode contribuir com o fortalecimento do coração. Isso devido ao fato da planta medicinal ser fonte de antioxidantes e vitaminas.

10. Combate os radicais livres

Como já vimos acima, a erva-doce apresenta propriedades antioxidantes, e graças a esse fato podemos afirmar que ela contribui com o combate aos radicais livres, substâncias malignas presentes no corpo humano que podem favorecer doenças como o câncer, Alzheimer e derrame, além de promoverem o envelhecimento precoce.

Receita de chá de erva-doce

Ingredientes:

  • 3 colheres de sopa de sementes secas de erva-doce;
  • 1 l de água.

Modo de preparo:

  1. Ferver a água;
  2. Adicionar a erva-doce, desligar o fogo e deixar a mistura descansar ao longo de cinco minutos;
  3. Coar, adoçar (se assim achar necessário) e servir-se.

Cuidados

Ao ser utilizado em moderação, não é esperado que a erva-doce cause efeitos colaterais. Entretanto, o excesso do uso da planta pode resultar em coceira, erupção cutânea e fotodermatite, que é uma reação anormal desenvolvida pela pele quanto exposta ao sol.

Mulheres grávidas e pessoas propensas a terem convulsões ou que tomam remédio para o problema não devem ingerir a erva-doce. Já mães em processo de amamentação de seus bebês e com condições estrógeno-dependentes devem consultar o médico antes e fazer uso da planta.

Além disso, pessoas com alergia a cenoura e aipo podem experimentar reações alérgicas ao terem contato com a erva-doce. 

Antes de utilizar o chá de erva-doce como auxiliar de tratamento para qualquer condição de saúde, consulte o seu médico para se certificar de que ele é realmente apropriado para o seu caso. Além disso, não confie somente na erva e siga o tratamento completo indicado pelo profissional.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Fontes e Referências Adicionais:

Você tem costume de tomar o chá de erva-doce? Já conhecia todos os benefícios da bebida para a saúde? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (182 votos, média: 4,03 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

39 comentários em “10 Benefícios do Chá de Erva-Doce – Para Que Serve e Dicas”

  1. Obrigado pelas maravilhosas informações sobre as finalidades e uso do Cha de Erva Doce. Eu gosto do gosto da semente e do cha. A minha saudosa mãe sempre preparava esses tipos de iguarias para nos quando crianças e adolescentes. Ainda hoje eu aprecio esse tipo de coisas naturais.

  2. A erva doce pode ser misturada a camomila para fazer o chá. Há alguma contra-indicação?
    Também as de saquinhos vendidas em supermercados resolvem para se fazer o chá?

  3. Tomei o chá de erva doce ee deu muito sono…
    Fiquei calminho.
    Ótimo eu estava BV precisando relaxar um pouco.
    Gostei muito,