4 Benefícios do Chá de Quina – Para Que Serve e Dicas

Especialista:
atualizado em 27/12/2019

A quina é uma planta medicinal muito conhecida pelo fato de acreditarem que ela é uma planta abortiva. No entanto, seus benefícios ao corpo são muitos e você deveria conhecê-la melhor. Logo abaixo, você descobrirá 4 benefícios do chá de quina que são muito úteis para a sua saúde e bem estar, além de dicas essenciais para aproveitar o melhor que esse chá tem a oferecer.

Cinchona calisaya ou quina é uma planta medicinal que também é conhecida popularmente pelos nomes de quina-amarela, quineira, casca dos jesuítas, chichona vermelha e casca peruana.

As árvores dessa planta são originárias de florestas da América do Sul e as suas folhas e as cascas da sua raiz, ramos e tronco são utilizadas no preparo de um chá – o chá de quina. Vamos conhecer para que serve esse chá e benefícios que já foram atribuídos a ele?

Ainda dentro do mundo dos chás para a saúde, podemos destacar o chá de erva cidreira. Seus benefícios vão de redução da ansiedade, depressão, alívio do stress e até o tratamento de herpes labial. Seus benefícios para saúde são estudados até hoje pelos maiores institutos de ciência do mundo.

Para que serve – 4 benefícios atribuídos ao chá de quina

1. Malária

A casca da planta quina é composta naturalmente por uma substância chamada quinina, que é o composto ativo de um medicamento chamado quinino, que é utilizado no tratamento da malária.

Entretanto, apenas o uso da planta, de bebidas ou de suplementos que contêm a quinina não é recomendado como remédio para o tratamento da doença.

Portanto, se você foi diagnosticado com a malária, deve seguir corretamente as orientações do médico a respeito de como deve funcionar o tratamento da condição.

2. Problemas estomacais

Conforme encontramos, algumas culturas pregam que a casca da quina pode ser utilizada para auxiliar problemas como dor de estômago, distúrbios gastrointestinais, diarreia e flatulência.

No entanto, atenção: existem poucos estudos científicos que apoiem essa teoria. Ou seja, o ideal mesmo é seguir as recomendações médicas e seguras para lidar com esses problemas.

3. Estímulo do apetite

Encontramos relatos de que a quina é utilizada como um estimulante do apetite, o que, em teoria, pode ser útil para quem sofre com o baixo peso.

No mesmo sentido, encontramos um matéria onde a Cinchona calisaya é reconhecida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) como um fitoterápico estimulante do apetite.

Porém, não sabemos se as partes da planta que promovem esse efeito de estímulo ao apetite podem ser encontradas em doses adequadas no chá de quina, de modo que a bebida também gere esse efeito.

Com isso, antes de usar o chá de quina para estimular o apetite e combater o baixo peso, consulte um médico para se certificar de que a bebida realmente pode contribuir neste sentido.

Além disso, vale lembrar que, assim como acontece com um processo de emagrecimento, o processo de ganho de peso precisa ocorrer de maneira segura, por meio de uma dieta saudável, equilibrada e nutritiva, preferencialmente com o acompanhamento de um nutricionista, que saberá indicar o “regime de engorda” mais apropriado para cada paciente.

4. Chá de quina para diabetes

Segundo o artigo científico, “Plantas medicinais utilizadas por portadores de diabetes mellitus tipo 2 para provável controle glicêmico no município de Jequié – BA”, de autoria de Joásey Pollyana Andrade da Silva, Lucas Silveira Sampaio, Lucimeire de Souza Oliveira e Luciana Araújo dos Reis, então acadêmicos da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), a quina (Cinchona officinalis) é uma das plantas medicinais utilizadas popularmente como antidiabéticas por portadores da diabetes mellitus do tipo 2.

Se você sofre com a diabetes, siga corretamente todo o tratamento indicado pelo seu médico e não substitua os cuidados recomendados pelo profissional pelo uso exclusivo de uma planta medicinal.

Antes de usar o chá de quina para auxiliar o seu tratamento contra a diabetes, consulte o seu médico para saber se a bebida realmente pode ajudar o seu quadro, em particular, e conferir se ela não pode te fazer mal ou interagir com algum medicamento para a doença que você esteja utilizando, de modo a prejudicar o seu organismo.

Existem também excelentes alternativas ao chá de quina quando o assunto é diabetes. O chá de camomila, o chá verde e o chá de canela, além de serem deliciosos, são chás que auxiliam no controle diabetes.

Para que serve – 4 benefícios atribuídos ao chá de quina

1. Malária

A casca da planta quina é composta naturalmente por uma substância chamada quinina, que é o composto ativo de um medicamento chamado quinino, que é utilizado no tratamento da malária.

Entretanto, apenas o uso da planta, de bebidas ou de suplementos que contêm a quinina não é recomendado como remédio para o tratamento da doença.

Portanto, se você foi diagnosticado com a malária, deve seguir corretamente as orientações do médico a respeito de como deve funcionar o tratamento da condição.

2. Problemas estomacais

Conforme encontramos, algumas culturas pregam que a casca da quina pode ser utilizada para auxiliar problemas como dor de estômago, distúrbios gastrointestinais, diarreia e flatulência.

No entanto, atenção: existem poucos estudos científicos que apoiem essa teoria. Ou seja, o ideal mesmo é seguir as recomendações médicas e seguras para lidar com esses problemas.

3. Estímulo do apetite

Encontramos relatos de que a quina é utilizada como um estimulante do apetite, o que, em teoria, pode ser útil para quem sofre com o baixo peso.

No mesmo sentido, encontramos um matéria onde a Cinchona calisaya é reconhecida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) como um fitoterápico estimulante do apetite.

Porém, não sabemos se as partes da planta que promovem esse efeito de estímulo ao apetite podem ser encontradas em doses adequadas no chá de quina, de modo que a bebida também gere esse efeito.

Com isso, antes de usar o chá de quina para estimular o apetite e combater o baixo peso, consulte um médico para se certificar de que a bebida realmente pode contribuir neste sentido.

Além disso, vale lembrar que, assim como acontece com um processo de emagrecimento, o processo de ganho de peso precisa ocorrer de maneira segura, por meio de uma dieta saudável, equilibrada e nutritiva, preferencialmente com o acompanhamento de um nutricionista, que saberá indicar o “regime de engorda” mais apropriado para cada paciente.

4. Chá de quina para diabetes

Segundo o artigo científico, “Plantas medicinais utilizadas por portadores de diabetes mellitus tipo 2 para provável controle glicêmico no município de Jequié – BA”, de autoria de Joásey Pollyana Andrade da Silva, Lucas Silveira Sampaio, Lucimeire de Souza Oliveira e Luciana Araújo dos Reis, então acadêmicos da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), a quina (Cinchona officinalis) é uma das plantas medicinais utilizadas popularmente como antidiabéticas por portadores da diabetes mellitus do tipo 2.

Se você sofre com a diabetes, siga corretamente todo o tratamento indicado pelo seu médico e não substitua os cuidados recomendados pelo profissional pelo uso exclusivo de uma planta medicinal.

Antes de usar o chá de quina para auxiliar o seu tratamento contra a diabetes, consulte o seu médico para saber se a bebida realmente pode ajudar o seu quadro, em particular, e conferir se ela não pode te fazer mal ou interagir com algum medicamento para a doença que você esteja utilizando, de modo a prejudicar o seu organismo.

Outras dúvidas

– O chá de quina aborta?

A quinina – que é uma substância natural retirada da casca da quina – não pode ser utilizada por mulheres que estejam grávidas. Além disso, a quina verdadeira (Cinchona calisaya) é classificada como uma planta teratogênica, ou seja, que provoca malformações no feto.

– O chá de quina desce a menstruação?

Não foram encontradas informações confiáveis que indiquem que o chá de quina desce a menstruação. Se você perceber que a sua menstruação está atrasada ou irregular, consulte um médico para descobrir o que está acontecendo e receber o tratamento apropriado.

Isso sem contar que a ausência da menstruação é um dos sintomas de uma gestação e, como acabamos de ver, as grávidas não podem tomar o chá de quina.

Cuidados com o chá de quina

A quinina – substância presente na casca da quina – é contraindicada para crianças e pessoas com depressão, problemas de coagulação ou doenças hepáticas.

A quinina pode provocar efeitos colaterais como elevação dos batimentos cardíacos, náuseas, confusão, visão embaçada, tonturas, hemorragias e problemas no fígado.

É necessário conversar com o médico antes de começar a tomar o chá de quina para verificar se a bebida não pode te fazer mal e em que dosagem e frequência você pode utilizá-la.

A recomendação é importante para todas as pessoas, especialmente adolescentes, idosos, mulheres que estejam amamentando e indivíduos que sofram com alguma doença ou condição específica de saúde.

Vale lembrar que mesmo as plantas medicinais como a quina têm contraindicações, podem provocar efeitos colaterais, podem fazer mal se utilizadas em dosagem e frequência indevidas e podem interagir com medicamentos, suplementos e outras plantas medicinais.

Falando nisso, se você fizer uso de qualquer remédio, suplemento ou planta medicinal, cheque com o médico se não faz mal usar esses produtos ao mesmo tempo em que o chá de quina.

Até porque, o uso da quinina (encontrada na casca da quina) deve ser avaliado pelo médico quando o paciente estiver utilizando medicamentos como cisaprida, heparina, rifamicina ou carbamazapina.

Ao experimentar qualquer efeito colateral depois que tomar o chá de quina, procure rapidamente o auxílio médico para receber o tratamento adequado que for necessário.

Você já tinha ouvido falar do chá de quina? O que achou dos benefícios dessa bebida? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (17 votos, média: 4,29 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

3 comentários em “4 Benefícios do Chá de Quina – Para Que Serve e Dicas”

  1. Quero , primeiramente repudia este arhh tb Ugo qudd de tem algum estudo sério para se acreditar. Depois Dre artigo nada mais é que uma propaganda da classe médica, que ao meu ver, não é mais consistente que a opinião de um Farmacêutico , pois é o farmacêutico que pesquisa sobre quaisquer plantas e pesquisa a respeito do trma. gostaria te dar um conselho de um Farmacêutico experiente que procure algum pesquisador do medicamento que tem autoridade no assunto.ou procure estudar um pouco a cerca da profissão farmacêutica.