8 Benefícios do Mirtilo (Blueberry) – Para Que Serve e Propriedades

Especialista:
atualizado em 17/12/2019

Acho que todos nós já ouvimos alguém falar que quanto mais colorida a nossa refeição, mais saudável ela será. Não temos muita dificuldade em encontrar alimentos de todas as cores, com exceção da cor azul. Não é muito fácil preencher a cartela de cores com alimentos azulados, que sejam naturais, não industrializados e coloridos artificialmente.

Para esse problema, já existe uma solução: uma frutinha deliciosa e azulada chamada mirtilo ou blueberry. Mas quais são os benefícios do mirtilo (blueberry)? Para que serve esta fruta afinal? Vamos entender muitas de suas propriedades aqui e porque fazem tão bem para você.

A antocianina é a responsável pela coloração azul que encontramos na fruta, que varia de um roxo azulado até preto azulado profundo. Esse padrão de cor extremamente forte demonstra o quanto o mirtilo é rico em antocianina (163,3 mg/100 gramas). Sua coloração é apenas um dos benefícios do mirtilo (blueberry), mas, vale a pena conferirmos os outros. E são muitos.

Dentre as muitas propriedades do mirtilo, vamos destacar as mais importantes:

1. Rico em vitamina C

Numa porção de mirtilos, aproximadamente uma xícara, teremos 14 mg de vitamina C. Isso é quase 25% de nossa necessidade diária. Precisamos de vitamina C para o desenvolvimento e crescimento de nossos tecidos, incluindo a cicatrização de feridas. Além do mais, todos sabemos quanto a vitamina C colabora com o fortalecimento do nosso sistema imunológico.

2. Benefícios do mirtilo (blueberry) relacionados à perda de peso

Nossa alimentação só será completa quando tivermos fibras fazendo parte dela. Os mirtilos cumprirão essa etapa. Em uma xícara de mirtilo teremos 3,6 gramas de fibras. Elas são responsáveis pelo bom funcionamento de nosso sistema digestivo, colaborando para o melhor esvaziamento intestinal, além do mais, as fibras acrescentam volume à refeição, nos fazendo consumir menos alimentos. Esse é um dos motivos que fazem com que o mirtilo seja uma fruta ligada ao emagrecimento.

3. Rico em polifenois

Os polifenóis ou compostos fenólicos são grupos moleculares presentes em frutas (principalmente nas cascas), hortaliças, vegetais, vinho, soja, chocolate amargo, chás, ervas aromáticas, etc. Apresentam excelentes propriedades anticancerígenas, anti-inflamatórias e antioxidantes.

4. Polifenois

Uma dieta rica em polifenois apresentará seus resultados gradualmente, promovendo uma melhor resistência do sistema imunológico, consequentemente, as probabilidades do aparecimento de patologias crônicas será menor. Também será possível atingir bons resultados no quesito antienvelhecimento.

5. Mirtilo x Treinos

Quanto mais extenuante o treino, maior o esforço exigido por parte de nossa musculatura. Os antioxidantes presentes na fruta são um reforço para a recuperação pós-treino.

Os praticantes de exercícios pesados costumam apresentar estresse oxidativo. O consumo de mirtilo reduz essa probabilidade, devido ao seu alto índice de vitamina C, reconhecidamente um excelente antioxidante. Também ajudarão na recuperação muscular, sendo portanto, indicado seu consumo em dias de treino.

6. Manganês

Esse mineral ajudará nosso organismo no processamento do colesterol, e também outros nutrientes, como os carboidratos e as proteínas.

7. Doenças coronarianas

A propriedade antioxidante dos mirtilos é um dos atenuantes a fatores de risco para doenças coronarianas.

8. Baixas calorias

É uma fruta com pouquíssima gordura e sódio. Seu valor calórico, por xícara, é de apenas 80 calorias, portanto, poderá ser consumida sem sustos.

Como escolher os mirtilos 

Os benefícios do mirtilo (blueberry) só se complementam a partir de uma boa escolha.

Ao comprar a fruta fresca, procure notar se estão firmes, com a casca bem lisa, sem sinais de umidade, que indiquem que a fruta está começando a passar do ponto. Descarte blueberries amolecidos, enrugados ou manchados.

Sua coloração deverá estar entre o roxo azulado e o preto azulado. Quando ainda avermelhadas, significa que não estão maduras e foram colhidas antes da hora.

O tamanho não indica qualidade. As frutas menores também poderão estar ótimas para consumo.

Ao chegar em casa, retire da embalagem original e acondicione em recipiente fechado. Atenção para que esse acondicionamento não exceda 10 dias.

Em alguns locais poderemos encontrá-los congelados. No caso de encontrarmos a fruta “in natura”, com boa qualidade, e desejarmos realizar o congelamento em casa, o procedimento é simples.

  • Não lavar antes do congelamento;
  • Colocar em um recipiente grande para que sejam congeladas individualmente;
  • Acondicionar em embalagem hermeticamente fechada;
  • Quando for consumir, transfira do freezer para a geladeira por umas três horas;
  • Lavar normalmente e utilizar.

O tempo de armazenamento é de aproximadamente 3 meses, desde que as frutas estejam absolutamente frescas.

Granola de mirtilos

Ainda não provou mirtilos? Quer saber como poderiam fazer parte de sua dieta? Que tal essa granola?

Ingredientes:

  • 150 gramas de aveia em flocos grandes;
  • 1 colher de sopa de quinoa;
  • 1 colher de sopa de farelo de quinoa;
  • 2 colheres de sopa de coco ralado grosso;
  • Avelãs e amêndoas picadas grosseiramente;
  • 1 colher de sopa de sementes de girassol;
  • 1 colher de sopa de uvas passas brancas;
  • Uma pitada de canela;
  • 2 colheres de sopa de mel;
  • 2 colheres de sopa de óleo de coco;
  • 100 gramas de chocolate amargo picado.
  • 4 colheres de sopa de mirtilos desidratados.

Preparo:

Obs: Os mirtilos e o chocolate só serão utilizados depois que a receita estiver pronta e fria.

Misture uma tigela grande todos os ingredientes secos (menos os mirtilos e o chocolate). Reserve.

A seguir, derreta o óleo de coco e o mel. Vá adicionando aos ingredientes, aos poucos, envolvendo tudo muito bem.

Coloque tudo numa forma antiaderente, e leve ao forno, por 30 a 40 minutos, em temperatura de 150º. Abra o forno esporadicamente e mexa para tostarem uniformemente.

Depois que a receita já estiver completamente fria, é hora de colocar o chocolate e os mirtilos. Guarde num frasco com tampa.

Considerações finais

Agora que já vimos para que serve o mirtilo ou blueberry, poderemos incluí-los em nossas dietas rotineiramente.

Além de saudáveis e deliciosos, são bastante versáteis, podendo ser utilizados em pratos doces e salgados, além de sucos, smoothies, etc.

Agora, ao passar por algum supermercado ou sacolão, e ser surpreendido pela frutinha azul, compre sem medo. Seguramente, vai agradar em sabor, e os benefícios do mirtilo (blueberry) não são de serem jogados fora.

Você já provou mirtilos em alguma receita? Como ela era? Gostou do sabor dessas frutinhas? Elas são fáceis de se encontrar na sua região? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (16 votos, média: 4,06 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

5 comentários em “8 Benefícios do Mirtilo (Blueberry) – Para Que Serve e Propriedades”

  1. carlos monteiro
    carlos.monteiro@cm-mira.pt

    sou portador de esclerose multipla,gostei da informaçao só espero não ser enganosa uma vez que fala na cura e regeneraçao se tiver 50% de verdade era otimo porque afinal somos neste pais 80.000