Amido de milho – O que é? Faz mal? Tem benefícios?

Especialista:
atualizado em 14/01/2021

A primeira vista pode parecer que os benefícios do amido de milho devem ser muito semelhantes aos benefícios do milho.

  Continua Depois da Publicidade  

Mas é importante lembrar que o amido é um alimento processado e que a maioria dos alimentos superprocessados apenas adicionam calorias à dieta, sem acrescentar nutrientes.

Então, vamos entender melhor o que é amido de milho, do que é feito,  quais as suas propriedades nutricionais, e descobrir se ele é benéfico ou prejudicial à saúde.

O que é amido de milho?

O amido é o carboidrato mais abundante na nossa dieta, e é responsável por mais de 50% do consumo total de carboidratos, além de representar 70 a 80% de todas as calorias ingeridas no mundo inteiro.

Ele é encontrado principalmente em tubérculos como a batata e em grãos como o trigo, a aveia, o arroz, a cevada e o milho.

Como o amido de milho é obtido?

grãos e espigas de milho
A amido de milho é obtido a partir do endosperma do milho

O milho é composto por três partes:

  • A parte externa, que é o casco ou farelo, que é rico em fibras;
  • O gérmen, que é rico em gordura e que geralmente é usado para produzir ração animal ou óleo;
  • O endosperma, que é a parte mais interna do milho e que é rico em proteínas e amido.

Na produção do amido de milho, todas as partes do milho são separadas e apenas o endosperma é usado. Ele é moído, e o amido é removido do endosperma.

Então, após um processo de moagem mais intenso, resta apenas o pó branco que conhecemos.

Propriedades nutricionais

Por ser feito a partir do endosperma do milho, o amido de milho é um alimento rico em carboidratos e bastante calórico. Além disso, é um alimento livre de colesterol, e contém pouquíssima gordura.

Veja abaixo a composição de macronutrientes por porção de 100 g de amido de milho cru.

  Continua Depois da Publicidade  

ComponenteValor por 100g
Calorias348 kcal
Carboidratos86,3 g
Proteína0,64 g
Gorduras0,3 g
Fibra alimentar0,74 g
Amido de milho cru

Os demais nutrientes, como vitaminas e minerais, estão em uma tabela mais detalhada, ao final do artigo.

Benefícios do amido de milho

amido de milho

Agora que já sabemos um pouco mais sobre as propriedades nutricionais do amido de milho, vamos conhecer os seus benefícios.

1. É livre de glúten

O amido de milho é composto basicamente de carboidratos, e não contém proteínas e nem glúten.

Dessa forma, como é livre de glúten, ele é um bom substituto da farinha de trigo na cozinha, para quem sofre com algum tipo de intolerância ao glúten.

2. É um bom espessante

O amido de milho é um ótimo ingrediente para engrossar molhos e cremes durante o cozimento, sendo considerado um agente espessante até duas vezes melhor do que a farinha.

3. É um alimento vegano

O amido de milho é obtido de uma fonte vegetal, e não recebe aditivos de origem animal. Isso o torna um alimento vegano.

Por este motivo, algumas pessoas usam ele para substituir ovos em receitas. Para isso, basta misturar uma colher de sopa de amido de milho com três colheres de sopa de água morna, para obter a consistência de um ovo.

4. É um agente antiaglomerante

Como absorve a umidade, o amido de milho funciona como um agente antiaglomerante que pode ser usado em alimentos e também em cosméticos.

  Continua Depois da Publicidade  

Nos alimentos, a adição de amido pode garantir que eles permaneçam secos e soltos. Já nos cosméticos, o amido de milho retém a umidade e evita que o efeito dos produtos seja afetado por ela.

5. Alivia a irritação na pele

Aplicar uma pasta feita com amido de milho e água sobre a pele pode aliviar a irritação causada por picadas de insetos, infecções e queimaduras de sol.

6. Previne infecções como o pé de atleta

Infecções como o pé de atleta são causadas pelo excesso de umidade, que acaba favorecendo a proliferação de fungos.

O amido de milho é um bom remédio, uma vez que ele absorve o suor e evita o crescimento de fungos.

7. Retira manchas

O amido de milho pode ajudar a remover certas manchas de roupas ou objetos graças à sua propriedade de absorver a umidade.

Para isso, basta aplicar uma pasta com amido e água no local manchado, esfregar e deixar agir por um tempo antes de enxaguar.

8. Reduz a oleosidade dos cabelos

O excesso de óleo do cabelo também pode ser amenizado com o uso de amido de milho. Funciona mais ou menos como um shampoo a seco, que remove a umidade e deixa o cabelo mais solto e leve. Basta aplicar um pouco de amido nos cabelos secos.

O amido de milho modificado

Existe também o amido de milho modificado, que é alterado para ter um teor mais alto de amilose do que o amido de milho comum.

Essa modificação torna o amido resistente ao processo de digestão, o que, de acordo com este estudo, publicado no periódico Food Science and Technology em 2018, ajuda a evitar a ocorrência de picos de glicemia.

Isso o torna um ótimo aliado para quem precisa controlar os níveis de açúcar no sangue, como diabéticos ou pessoas com resistência à insulina.

Amido de milho faz mal?

Depois de entender o que é amido de milho e a sua composição, fica fácil entender porque ele não traz benefícios para a saúde. Isso acontece pelo seu excesso de carboidratos e falta de nutrientes.

Por exemplo, a ausência de fibras, proteínas e gorduras pode resultar em um aumento nos níveis de glicose no sangue.

Mas, quando consumido em pequenas quantidades, ele não traz malefícios para a saúde.

Dicas de dieta

O alto teor calórico do amido de milho pode ser bom para quem precisa aumentar a ingestão calórica e ganhar peso mais rapidamente.

Além disso, o amido fornece bastante energia e pode ser útil durante exercícios físicos intensos, por exemplo.

Porém, do ponto de vista nutricional, é muito mais benéfico ingerir o milho inteiro do que apenas o amido. Ao consumir o milho inteiro, o organismo recebe também fibras, proteínas, vitaminas e minerais indispensáveis para a saúde.

Substitutos para o amido de milho

Existem diversos possíveis substitutos para o amido de milho, com propriedades espessantes parecidas, e níveis variados de nutrientes, como veremos a seguir:

Farinha de trigo
O amido de milho pode ser substituído por farinha de trigo

1. Farinha de trigo

Se você não tem nenhum tipo de intolerância ao glúten ou ao trigo, a farinha de trigo é uma alternativa mais nutritiva em relação ao amido.

Isso porque ela pode oferecer proteínas, carboidratos, fibras alimentares, além de vitaminas e minerais, a depender do tipo de farinha.

2. Farinha de arroz

A farinha de arroz é uma opção sem glúten, rica em nutrientes e com menos carboidratos do que o amido de milho.

3. Farinha de araruta

A farinha de araruta se comporta de modo semelhante ao amido de milho nas receitas, mas apresenta mais fibras e nutrientes. Também sem glúten, essa farinha é uma boa fonte de cálcio, mas nem sempre se combina bem com laticínios.

4. Farinha de sorgo

A farinha de sorgo é uma substituta extremamente nutritiva e que também atua como agente espessante. Dentre os nutrientes presentes nessa farinha, podemos citar proteínas, antioxidantes e fibras, além de vitaminas e minerais.

5. Amido de batata

Mesmo sendo pobre em nutrientes, o amido de batata contém menos calorias e carboidratos do que o amido de milho, sendo uma boa opção para quem quer o efeito espessante mas sem aumentar muito o teor calórico das receitas.

6. Goma xantana

A goma xantana é um ótimo agente espessante e emulsificante, mesmo em pequenas quantidades.

Porém, ela contém menos nutrientes que o amido de milho e apresenta apenas alguns minerais como o sódio e o potássio em sua composição.

7. Goma de guar

A goma guar é um bom agente espessante, emulsificante e estabilizante, que contém mais nutrientes e menos calorias do que o amido de milho.

Além disso ela também favorece a perda de peso, promove a saciedade, auxilia na digestão, na absorção de nutrientes e regula os níveis de açúcar e de colesterol no sangue.

8. Glucomanano

O glucomanano é um espessante extremamente viscoso, capaz de absorver até 50 vezes o seu próprio peso em água, além de ser rico em fibras e pouco calórico.

9. Farinha de mandioca ou de tapioca

A farinha de mandioca tem menos carboidratos do que o amido de milho, além de ter também um índice glicêmico mais baixo. Isso faz com que ela ajude a controlar a glicemia sanguínea, quando inserida em uma dieta equilibrada.

Tabela nutricional

Porção de 100 g de amido de milho cru.

ComponenteValor por 100g
Calorias348 kcal
Carboidratos86,3 g
Proteína0,64 g
Gorduras0,3 g
Fibra alimentar0,74 g
Gorduras saturadas0,05 g
Gorduras monoinsaturadas0,74 g
Gorduras poli-insaturadas0,74 g
Cálcio1,05 mg
Ferro0,13 mg
Sódio8,04 mg
Magnésio3,01 mg
Fósforo12,5 mg
Potássio8,49 mg
Zinco0,08 mg
Cobre0,02 mg
Selênio2,67 mg
Fontes e Referências adicionais

Você já sabia o que é amido de milho? Consome ou utiliza muito ele nas suas receitas? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Marcela Gottschald

Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva. Ela faz parte da equipe de redatores do MundoBoaForma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário