Bacalhau Engorda? Calorias e Dicas

Especialista:
atualizado em 27/12/2019

O bacalhau é um peixe popular na gastronomia portuguesa, que costuma ser consumido no Brasil no período da celebração da Páscoa e também nas festas de fim de ano.

De acordo com informações da revista Superinteressante, o nome bacalhau pode ser utilizado para cinco espécies marítimas diferentes, porém, é o chamado Gadus morhua, também conhecido pelos nomes de cod e bacalhau do Porto, que é considerado o bacalhau legítimo e o melhor de todos, além de também ser o mais caro.

O alimento é considerado uma boa fonte de ácidos graxos ômega-3 e um alimento rico em proteínas magras e vitamina B12.

Será que o bacalhau engorda?

Vamos começar a procurar entender se o bacalhau engorda conhecendo a quantidade de calorias que o peixe pode conter. Como diferentes formas de preparação do bacalhau podem apresentar quantidades diferentes calorias, trazemos uma lista com esses valores. Dê só uma conferida:

  • Bacalhau no forno ou grelhado (genérico): 122 calorias em uma porção de 100 g;
  • Bacalhau do Atlântico (genérico): 82 calorias em uma porção de 100 g;
  • Bacalhau empanado no forno (genérico): 197 calorias em uma porção de 100 g;
  • Bacalhau do Pacífico (genérico): 82 calorias em uma porção de 100 g;
  • Bacalhau cozido com batatas da marca Vapza: 108,5 calorias em uma porção de 100 g;
  • Bacalhoada (genérico): 222 calorias em uma porção de 100 g;
  • Bacalhau desfiado dessalgado da marca Riberalves: 84 calorias em uma porção de 100 g;
  • Bolinho de bacalhau da marca Riberalves: 36 calorias em uma unidade de bolinho de 30 g ou 120 calorias em uma porção de 100 g;
  • Bacalhau desfiado da marca Pif Paf: 184 calorias em uma porção de três colheres de sopa ou 60 g ou aproximadamente 306,5 calorias em uma porção de 100 g;
  • Lombo de bacalhau da marca Bacalanor: 82 calorias em uma porção de 100 g;
  • Bacalhau salgado refogado (genérico): 140 calorias em uma porção de 100 g;
  • Bacalhau salgado cru (genérico): 136 calorias em uma porção de 100 g.

Os diferentes tipos de bacalhau mencionados acima não foram submetidos a análises nutricionais, simplesmente reproduzimos as informações fornecidas por sites relacionados a nutrientes e tabelas nutricionais.

Os dados, portanto, servem simplesmente como uma estimativa para que tenhamos uma noção a respeito de quais tipos de preparo de bacalhau podem conter mais e quais podem contar menos calorias, ou seja que tipo de bacalhau engorda mais ou menos.

Além disso, ao comprar o seu bacalhau ou prato à base de bacalhau, sempre que possível, cheque o teor calórico na embalagem do produto, já que o valor pode mudar de marca para marca.

De qualquer maneira, para quem deseja e/ou necessita emagrecer é necessário optar pelas versões menos calóricas do peixe e tomar cuidado para consumir porções moderadas, sem exageros, já que quanto maior for a porção, mais calórica ela será.

As proteínas magras

Já vimos acima que o bacalhau é considerado uma boa fonte de proteína magra. Pois bem, uma das funções das proteínas no organismo é a construção e manutenção dos músculos.

Ou seja, o bacalhau pode ser uma boa adição para a dieta com objetivo de cultivar músculos. Obviamente, não podemos esperar que o peixe opere milagres – para ganhar músculos, é necessário que toda a dieta tenha esse foco, além de praticar treinamentos regulares voltados para esse objetivo.

Vale a pena registrar ainda que ter mais músculos é útil para quem almeja a diminuição do peso corporal. A queima de gordura é potencializada pela quantidade de músculos que uma pessoa tem no corpo.

Pesquisas já indicaram que o ganho de 0,5 kg de músculo pode resultar no aumento do consumo de 30 a 50 calorias a mais, diariamente.

A questão do sódio

Alertamos que, em alguns casos, o bacalhau pode ser tratado com uma solução de sal.

“Qualquer tipo de bacalhau pode ser tratado, mas isso é frequentemente usado quando o peixe é congelado porque a solução previne a perda excessiva de umidade quando é descongelado”, explicou Busch, bacharela em psicologia com treinamento em enfermagem e nutrição.

De acordo com ela, uma porção de aproximadamente 85 g de bacalhau do Pacífico não tratado contém em torno de 77 mg de sódio, enquanto a mesma porção desse bacalhau tratado possui cerca de 316 mg de sódio. Uma grande diferença, não?

“Cheque a embalagem do bacalhau que você comprar para se certificar de não consumir muito sódio”, aconselhou.

Mas o que o sódio tem a ver com essa história de que o bacalhau engorda? É que, ainda que o corpo humano necessite do sódio para o controle da pressão arterial e do volume do sangue e para o funcionamento adequado dos músculos, a ingestão de uma quantidade elevada do nutriente não é nada boa para o organismo.

De acordo com o que encontramos, os adultos saudáveis não devem consumir mais do que 2,3 mil mg de sódio diariamente, indivíduos com pressão arterial alta não devem ingerir mais do que 1,5 mil mg do mineral e quem tem insuficiência cardíaca congestiva, cirrose do fígado e doença renal pode precisar consumir quantias muito menores do que essas.

A Associação Americana do Coração recomenda que os adultos limitem a sua ingestão de sódio para 1,5 mil mg do nutriente por dia. A Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos alertou que um dos problemas provocados pelo excesso de sódio é a retenção de líquidos, condição que causa o inchaço, dando a impressão que o corpo se encontra mais cheinho.

Como se não bastasse, consumir muito sódio também pode causar problemas como endurecimento dos vasos sanguíneos, pressão arterial alta, ataque cardíaco, acidente vascular cerebral (AVC) e insuficiência cardíaca, completou a Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard.

A importância de toda uma dieta

A forma como é utilizado na dieta é o que determina o bacalhau engorda ou emagrece para você. Entretanto, mesma a utilização do peixe em pratos mais leves e menos calóricos e o seu consumo comedido não garantem que o aumento de peso não seja experimentando.

Isso porque não é o consumo de um único alimento que provoca a perda, a manutenção ou a elevação do peso – é toda uma dieta que é a influenciadora neste sentido.

Vamos pensar juntos: será que adianta muita coisa almoçar bacalhau grelhado ou desfiado dessalgado com um mix de vegetais e arroz integral, se no período da tarde e da noite, a pessoa se encher de pizza, refrigerante e outras comidas cheias de calorias, açúcares e gorduras ruins?

Isso mostra que, apesar do bacalhau poder aparecer em uma dieta voltada para a perda ou manutenção do peso, para evitar engordar é fundamental que toda a alimentação seja equilibrada, nutritiva, controlada e saudável.

Algo que ajuda neste sentido, especialmente para que tem dificuldades em seguir uma dieta dentro dos parâmetros descritos acima, é contar com o apoio de um nutricionista, que é capacitado para indicar um regime que te ajude a atingir seus objetivos, ao mesmo tempo em que concede os nutrientes e a energia que o seu organismo exige para funcionar apropriadamente.

Além disso, o nutricionista pode ajudar com dicas a respeito de qual a melhor forma de incluir o bacalhau nas suas refeições.

Você imaginava que o bacalhau engorda ou emagrece? Pretende aumentar ou diminuir o consumo desse tipo d peixe? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário