Barriga Pós Parto – Como Voltar ao Normal Rápido com Saúde

Especialista:
atualizado em 23/01/2019

A gravidez é marcada por muitas mudanças no corpo feminino, mas sem dúvida a mais aparente é a barriga, que vai aumentando conforme os meses passam para abrigar o ser que está crescendo. Mas, após o nascimento, a barriga redonda e macia continua lá, trazendo em alguns momentos a sensação de que você continua grávida e até uma certa preocupação se o corpo será capaz de voltar ao normal.

Essa é uma dúvida frequente, mas raramente acontece da barriga pós parto voltar ao normal em apenas alguns dias. Para a maioria das mulheres, demora alguns meses e infelizmente, algumas simplesmente não perdem.

Não se assuste, para te ajudar no processo, abordaremos aqui informações sobre a barriga pós-parto e traremos algumas sugestões para voltar ao normal rápido e com saúde.

O que acontece com o corpo após o nascimento do bebê?

Antes de abordar algumas práticas que pode ajudar a sua barriga pós parto a voltar ao normal, vamos entender o que acontece com o corpo todo após o parto.

– 24 horas após o nascimento

As mulheres perdem uma média de 5,5 quilos após o parto. Isso acontece porque o corpo perde sangue, fluido e líquido amniótico, além do próprio peso do bebê.

– Uma semana depois

O corpo ainda está no processo de limpeza, removendo o excesso de fluidos, então é comum continuar perdendo peso. A amamentação também pode desempenhar um papel importante, pois aquelas que o fazem costumam perder peso mais rápido após o parto, porque a amamentação consome calorias. Mas, tenha em mente que não é uma regra, pois algumas mulheres podem perder peso mais rapidamente do que outras, independente da amamentação.

– Duas semanas depois

Aqui, os hormônios estão começando a voltar aos níveis normais e os números da balança ainda não refletem exatamente a gordura corporal, então se quiser saber exatamente o quanto a sua barriga já recuou, uma boa ideia é medir sua cintura com uma fita métrica; assim, você terá a noção da redução de medidas e não apenas dos quilos.

– Um mês depois

É comum que mulheres percam até 9 quilos em um mês após o parto. Segundo o Congresso Americano de Obstetras e Ginecologistas, as mulheres são aconselhadas a ganhar entre 11 e 15 quilos durante a gravidez, então se você ganhou o peso recomendado, e após um mês perdeu 9 quilos, significa que está muito próxima do seu peso original.

– Seis semanas depois

O útero retorna ao tamanho normal, isso traz uma barriga mais plana e menor e em alguns casos a aparência já pode ser próxima ao que era antes. Motivo de felicidade para muitas mulheres.

– Alguns meses depois

Se você mantiver uma alimentação equilibrada e saudável, após alguns meses você já terá atingido o seu peso habitual ou bem próximo. A prática de exercícios também ajudará a recuperar a forma mais rápido.

Um estudo envolvendo 36.030 mães dinamarquesas demonstrou que as mulheres que ganham peso dentro do recomendado na gravidez eliminaram o peso extra em até seis meses após o parto.

– Nove meses depois

Aqui o seu peso normal já deve ter sido recuperado, exceto se você ganhou muito mais quilos do que deveria. Se ainda não atingiu, não desanime, pois o ritmo é muito diferente para cada mulher. A recomendação é continuar investindo em uma alimentação equilibrada e suficiente, principalmente se estiver amamentando e em atividades físicas.

Barriga pós parto – Como voltar ao normal rápido com saúde

Como vimos, o processo para obter a sua barriga de volta é gradual, e a pressa não ajudará muito. Mas incluir algumas práticas na sua rotina pode contribuir consideravelmente.

1. Amamentar

Amamentar é imprescindível e traz infinitos benefícios para o bebê, mas também ajuda a mulher de várias formas. A amamentação é uma grande contribuição, principalmente nos primeiros meses após o parto. A prática promove uma queima extra de calorias, pois o corpo trabalha mais para produzir o leite.

Um estudo realizado com 4.922 mulheres que amamentaram mostrou que elas perderam em média 1,88 quilos a mais do que as mulheres que não amamentaram até seis meses após o parto.

Os benefícios não param por aí, pois a amamentação estimula a contração do útero, o que o ajuda a encolher e acaba sendo um exercício para o corpo todo. Tudo isso sem precisar fazer esforço, mas assim que você começar a diminuir ou iniciar o desmame, alguns esforços extras para queimar as calorias serão necessários.

2. Fazer caminhada

O exercício mais simples de realizar após o parto é a caminhada, considerando principalmente que você está em um processo de recuperação e talvez ainda não esteja liberada para realizar atividades mais complexas. Sem contar que o exercício pode ser feito empurrando o carrinho de bebê, o que significa que seu filho(a) pode ser a sua companhia.

Utilizar as primeiras horas da manhã quando o sol está fraco é interessante, e você também pode abastecer o corpo com vitamina D. Se não conseguir, a noite também pode ser uma opção. Mas, se você prefere fazer atividades em casa, uma esteira pode trazer os mesmos resultados. O importante é não deixar de praticar, pois a frequência ajudará a alcançar a sua barriga anterior mais rapidamente.

3. Alimentação equilibrada

Fazer refeições equilibradas e na hora certa nem sempre é fácil por conta da rotina com um recém nascido. Dentro do possível, evite ao máximo pular refeições ou substituir a alimentação por suplementos e por comidas que só trazem calorias vazias, pouco ou nenhum nutriente.

Se está amamentando, é essencial obter nutrientes para produzir leite suficiente e oferecer vitaminas, minerais, fibras, carboidratos e outros para ajudar a manter o ciclo metabólico do bebê e garantir o seu crescimento saudável.

Esse não é o momento de realizar nenhuma dieta restritiva ou da moda, o foco deve ser a alimentação equilibrada e saudável contendo vegetais de folhas verdes, legumes coloridos, proteínas magras e temperos. Essas escolhas já serão capazes de nutrir o corpo adequadamente para realizar esse processo de forma eficaz.

4. Comer alimentos ricos em fibras

As fibras são fundamentais para uma série de processos corporais e ajudam muito o emagrecimento. Comer alimentos ricos em fibras foi apontado em um estudo como eficaz para a perda de peso.  Exatamente 1114 adultos que fizeram a ingestão de 10 gramas de fibra solúvel diariamente apresentaram uma redução de 3,7% na gordura da barriga ao longo de cinco anos.

Outra vantagem é que a fibra solúvel traz saciedade, o que te ajuda a ficar satisfeita por mais tempo, além de retardar a digestão e reduzir os níveis do hormônio da fome.

5. Beber bastante água

Beber água é altamente recomendado para quem está tentando perder peso e esse hábito também pode reduzir o apetite e a ingestão de calorias. Para as mulheres que estão amamentando, manter-se hidratado é particularmente importante para substituir os líquidos perdidos pela produção de leite.

Consumir entre 1 e 2 litros de água por dia já é um bom começo, mas se você está amamentando ou se exercitando muito, pode precisar de mais ainda para perder a barriga pós parto.

Estudos mostraram que mulheres acima do peso que tomaram aproximadamente 1 litro de água ou mais por dia tiveram uma perda de aproximadamente 2 kg em 12 meses. Além disso, beber em média 2 litros de água queimará entre 24 a 30% a mais de calorias.

6. Tomar chá verde

O chá verde já é popular pela sua contribuição com o emagrecimento, e é uma boa alternativa para reduzir a barriga, pois pode promover a queima de gordura. Ele também contém antioxidantes que protegem as células dos radicais livres e aumentam o metabolismo do corpo, o que facilita a perda de peso. Ingerir a bebida após o exercício pode melhorar tremendamente seus esforços de perder a barriga pós parto. Tome cuidado apenas para não beber em excesso.

7. Fazer exercícios cardiovasculares e localizados

Assim que receber uma liberação médica para realizar exercícios mais intensos e complexos, insira-os na sua rotina. Sabemos o quanto a gordura da barriga é teimosa, então alguns trabalhos específicos podem ser extremamente importantes.

Comece realizando um exercício aeróbico por pelo menos 30 minutos e siga para um treinamento de força. Faça flexões, prancha, abdominais, agachamentos, polichinelos, extensões de tríceps, exercícios que provoque “torções” na cintura, elevação de quadril e outros. A dica é encaixar o treino durante os períodos de sono do bebê, se possível.

8. Yoga – Anulom-vilom

As práticas de yoga estão cada vez mais presentes e recomendadas por diversos profissionais. Um dos exercícios desse estilo que pode ajudar é o Anulom-vilom, que é uma prática de respiração.

Ele é muito fácil de fazer: primeiramente, escolha um lugar calmo, sente-se de pernas cruzadas, descanse as mãos nos joelhos e feche os olhos. Tampe a narina direita com o polegar direito. Inale lentamente o ar pela narina esquerda, inspire o oxigênio o máximo que puder (isso encherá os pulmões de ar), retire o dedo e expire. Feche a outra narina e faça o mesmo processo. Repita por pelo menos 5 minutos e concentre-se na sua respiração. Quando começar a sentir-se mais forte e resistente, aumente o tempo que você segura o ar.

Esse exercício promove contrações rítmicas regulares que envolvem um aperto considerável durante a inspiração e relaxamento durante a expiração, e isso ajuda a tonificar o abdômen superior e inferior. Também melhora a digestão aumentando o movimento peristáltico ou intestinal.

9. Descansar

Descansar ajuda o corpo e a recuperação de várias formas, mas pode não ser tão simples durante a adaptação com o bebê. O fato é que não descansar o suficiente causa o acúmulo de toxinas no corpo, o que pode desenvolver processos inflamatórios. Quando o corpo está em um estado contínuo de inflamação, faz com que os receptores de gordura se movam para a região central e armazenem a gordura na região da barriga.

10. Diminuir o estresse

O estresse costuma ser o gatilho para uma série de problemas, entre eles o ganho de peso. Muitas pessoas procuram atividades ou programas que podem ajudar, mas talvez com um bebê isso não seja possível. Então, aqui está uma boa dica, pratique meditação. Ela ajudará você a se concentrar, vai liberar as energias negativas do seu organismo e de quebra ajudará a melhorar a qualidade do sono. Sem contar que a prática é silenciosa, o que não atrapalha o sono do bebê.

Para realizar, basta procurar um local silencioso e calmo, sentar-se, fechar os olhos, respirar e procurar esvaziar a mente.

11. Usar uma cinta modeladora

O mercado está repleto de cintas modeladoras e muitos modelos são indicados para usar após cirurgias e também após o parto. As cintas exercem uma compressão sobre o abdômen e ajudam a acelerar o retorno do útero ao seu tamanho original. Além disso, ela apoia e corrige a postura, reduzindo a dor nas costas.

Na hora de comprar a cinta, procure um tecido que não provoque alergias e escolha o tamanho correto. Manter uma cinta extremamente apertada não vai ajudar, pelo contrário, pode prender a circulação, sem contar que você não vai conseguir usar por muito tempo. Escolha uma que exerça compressão, mas sem impedir os seus movimentos ou respiração.

12. Fazer massagem

Uma massagem é um complemento eficaz para todos os esforços que está fazendo, e ela pode ser eficiente também para perder a barriga pós parto. Aquelas localizadas irão direcionar sua barriga, pois ajudará a distribuir gordura no corpo e melhorar o metabolismo, ajudando você a se livrar da barriga pós parto. Faça uma massagem toda semana para obter melhores resultados.

Ser mãe pode ser assustador e demandar muito trabalho. Os períodos de privação de sono, associados à responsabilidade de cuidar de um novo ser podem exigir muito da mulher, e não é à toa que muitas sofrem de depressão pós-parto. Embora alcançar um peso saudável e conquistar a sua barriga desejável após a gravidez seja importante, não adicione estresse e ansiedade demais sobre essa questão.

Se isso está incomodando demasiadamente, não tenha medo de pedir ajuda. Fale com amigos e familiares, eles podem ser valiosos para ajudar a cuidar do bebê por algumas horas, o que permitirá que você descanse, alimente corretamente após o parto e faça exercícios para recuperar a sua boa forma.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Fontes e Referências Adicionais:

Você tem tido muitas dificuldades para perder a barriga pós parto? Que medidas pretende tomar para conseguir resultados mais rápidos? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5 votos, média: 4,40 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário

3 comentários em “Barriga Pós Parto – Como Voltar ao Normal Rápido com Saúde”

  1. Texto prático e de fácil compreensão. Não se aborda tanto o “emagrecimento pós-parto” na internet, esse é um tema que deve ser abordado cada vez mais. Muitas mulheres precisam disso. Vamos fazer esse rede se fortalecer!

  2. Gostei das dicas vai fazer um ano em julho que tive uma menina e minha barriga até hj parece que ainda estou grávida de 5 meses barriga redonda e dura

  3. Muito bom as dicas, vai ajudar muito a minha mulher, ela acabou de ter nosso bebê ainda está se sentindo gordinha, procurei verias formas e achei esse poste de graça na internet muito obrigado mesmo!