Benefícios das Algas Marinhas para Emagrecer

Especialista:
atualizado em 12/12/2019

As algas marinhas são alimentos muito presentes na culinária japonesa. Quem nunca comeu algas, pelo menos aquelas que vêm envoltas nos sushis, chamadas “nori”? De fato, todo mundo já experimentou pelo menos uma vez na vida, alguns odiaram, outros suportam, enquanto outros se apaixonam pelo seu exótico sabor.

Na verdade, esse alimento pode ser consumido não só em comidas japonesas, mas é muito encontrado em lojas específicas de produtos naturais e supermercados e pode ser integrado na dieta alimentar de diversas maneiras. Pode ser adquirida no formato em pó para misturar em sucos, sopas e saladas ou consumidas sozinhas quando bem temperadas, umedecidas e assadas no forno. As algas também são comercializadas em pílulas para os que preferirem.

Constituição das algas marinhas

As algas marinhas são constituídas por: Bromo, Magnésio, Sódio, Cálcio, Ferro, Alumínio, Manganês, Fósforo, Enxofre, Cloro, Cobre, Níquel, Flúor, Selênio, Estanho, Rubídio, Germânio, Prata, Bismuto, Arsênio, Lítio, Boro, Zinco, Ouro, Berílio, Titânio e Cripton. As vitaminas mais encontradas são: A, B1, B2, B3, B6, B12, C, D, D2, E, F, K, PP e ômega 3 e os aminoácidos: cistina, valina, ácido glutâmico, tirosina, metionina, leucina, serina, lisina, isoleucina, ácido aspártico, arginina, treonina, histidina e fenilalanina.

Para que serve?

O seu sabor costuma ser um pouco forte e inusitado ao paladar brasileiro, mas costuma agradar grande parte da população. Sabe-se que as algas não só trazem inúmeros benefícios à saúde humana, como também podem ajudar a emagrecer. Destacaremos aqui os benefícios das algas marinhas para emagrecer.

Benefícios para o emagrecimento

Os benefícios das algas marinhas para emagrecer são vários. Primeiro o alimento possui baixas calorias. Segundo, as algas funcionam como inibidores de apetite, causando sensação de saciedade pela presença de fibras que permanecem no estômago por mais tempo, controlando a ânsia por comida. Sem fome, você come menos e consequentemente emagrece. Além disso, o consumo de algas é importante para a melhora do funcionamento do intestino e influencia na eliminação de toxinas e gorduras presentes no organismo.

Ao mesmo tempo, com a tireoide saudável devido às taxas de iodo controladas, não será possível engordar de maneira descontrolada, principalmente com uma alimentação saudável e com os gastos de energia que passam a ser mais rápidos.

Para completar, as células desinflamadas irão transformar a glicose dos alimentos em energia ao invés de gordura, evitando mais uma vez o ganho de peso. Uma fibra natural específica encontrada na alga chamada alginato diminui a absorção de gordura de maneira surpreendente e eficiente, melhor do que muitos tratamentos atuais existentes no combate a obesidade.

Para que servem as algas no processo de emagrecimento?

  • Sensação de saciedade (inibidor de fome)
  • Regulação dos níveis de glicose do organismo
  • Reduz a absorção de gorduras, diminuindo os índices de colesterol
  • Transforma glicose em energia e não em gordura
  • Elimina toxinas do organismo
  • Tem baixa caloria
  • Otimiza o trânsito intestinal
  • Ajuda na digestão
  • Estimula o metabolismo

Agora você ficará por dentro de outros benefícios das algas marinhas para emagrecer, que acabam também ajudando sua saúde de diversas outras formas. Confira:

Evita o hipotireoidismo

As algas marinhas têm relação direta com a quantidade de iodo no organismo. Muitas vezes, pode ser difícil adquirir iodo através de alimentos, uma vez que são substâncias escassas nos produtos da dieta ocidental. Por este motivo, o iodo e até mesmo o selênio podem ser encontrados em alguns alimentos da dieta oriental, dentre elas, as algas. As algas são ricas em iodo e e componentes essenciais dos hormônios da tireoide conhecidos como tiroxina e triiodotironina.

Sem esses componentes no organismo, o hormônio não consegue ser sintetizado corretamente, causando problemas como a hipotireoidismo manifestada através do bócio (famoso papo). Os sintomas advindos do hipotireoidismo são: sensação de um caroço na garganta, problemas para respirar e mastigar, maior circunferência ao redor do pescoço, fadiga, falta de concentração, sensibilidade ao frio, falta de disposição, constipação e pele e cabelos ressecados.

Combate problemas congênitos

Alguns defeitos congênitos que aparecem nos bebês também podem ser resolvidos com o consumo de algas marinhas, uma vez que ela é rica em ácido fólico e a doença é manifestada pela falta desse mesmo ácido. Além disso, o ácido fólico das algas evita doenças cardiovasculares e acidentes vasculares cerebrais, os chamados AVSs.

Fonte rica de energia

As algas possuem uma grande quantidade de vitamina B12 e, por isso, atuam diretamente no combate da fadiga e cansaço, perda de memória e o sistema nervoso. Os minerais presentes nas algas são o cálcio, magnésio, cobre, potássio, zinco e ferro, que contribuem para o fortalecimento muscular.

Potencial ant-iinflamatório

As algas possuem altas taxas de magnésio em sua composição e, por isso, previnem e reduzem inflamações e atuam diretamente na obstrução de artérias e, consequentemente, melhoram a saúde do coração. É também um relaxante natural, reduzindo o estresse, amenizando os sintomas presentes em pessoas que sofrem de asma e acabando com as intermináveis e angustiantes crises de enxaqueca; por isso, as algas são como um remédio natural.

Problemas com a menopausa?

Mulheres com uma certa idade costumam sofrer com os sintomas advindos da menopausa, como os calores e insônia. Os efeitos podem ser reduzidos com o consumo frequente de algas. O magnésio presente em sua composição melhora o sono e as lignanas atuam da mesma maneira que o estrogênio, hormônio feminino que tem sua produção reduzida nesse período.

Combate ao câncer

Estatísticas há algum tempo comprovam que mulheres japonesas costumam ter índices baixos de câncer de ovário, endométrio e mama. Descobriu-se que esses números aparentemente milagrosos se devem ao consumo de algas, por reduzirem os níveis de estradiol. Além disso, as substâncias e nutrientes das algas induzem a morte de células cancerígenas.

Antioxidantes poderosos

As algas são incríveis antioxidantes naturais, ou seja, combatem os radicais livres que causam o envelhecimento precoce. Assim, as algas também funcionam como um aliado para a estética, retardando os sinais causados pelo tempo.

Animou-se com os benefícios das algas marinhas para emagrecer? Pretende incorporar algumas receitas com elas na sua dieta ou prefere suplementos? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (12 votos, média: 4,58 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

2 comentários em “Benefícios das Algas Marinhas para Emagrecer”

  1. FAÇO USO DA ALGAS MARINHAS GRACILARIA EM CÁPSULAS É ÓTIMA OS BENEFÍCIOS VÁRIOS, EMAGRECE ,DISPOSIÇÃO , CABELOS ,PELE ,ESTÔMAGO I , INTESTINO , ARTRITE , DOR COLUNA , IRRITAÇÃO ,DEPRESSÃO , INSÔNIA….ETC…..