Coco é remoso? Pode causar alergia?

Especialista da área:
atualizado em 20/12/2021

Para quem tem dúvidas se o coco é remoso, é importante esclarecer que não existe nenhuma evidência científica que confirme que essa fruta dificulta o processo de cicatrização.

O termo remoso é utilizado para descrever um alimento que possui efeito inflamatório e que atrapalha a regeneração das feridas na pele.

  Continua Depois da Publicidade  

O coco não é considerado um alimento remoso e deve ser apenas evitado por pessoas alérgicas ou intolerantes a este alimento.

Os alimentos remosos clássicos são aqueles ricos em gorduras trans, carne processada, carboidratos refinados ou refrigerantes, por exemplo.

Por isso, optar por alimentos anti-inflamatórios é a melhor estratégia para uma recuperação mais rápida e saudável.

Coco não é remoso, mas pode causar alergia?

 coco
O coco não é considerado um alimento remoso

Ao contrário dos alimentos alergênicos que afetam as pessoas portadoras de alergia alimentar independente de qualquer situação, os alimentos remosos são prejudiciais em apenas algumas condições, em especial após a realização de alguma cirurgia ou depois de fazer uma tatuagem ou colocar um piercing.

Acredita-se que eles podem interferir no processo de cicatrização e retardar a cura.

  Continua Depois da Publicidade  

Os alimentos remosos mais conhecidos são:

  • Carne de porco, pato e carneiro
  • Fast food em geral
  • Chocolate ao leite
  • Enlatados e processados, como salsicha e linguiça
  • Frutos do mar em geral
  • Ovos
  • Bebidas alcóolicas e refrigerantes,

Apesar do coco não ser considerado um alimento remoso, a Sociedade Australasiana de Imunologia Clínica e Alergia (ASCIA), afirmou que ainda que sejam relativamente raros, já houveram registros de reações alérgicas ao consumo desta fruta.

Conforme a ASCIA, um desses poucos casos de aparecimento de reações alérgicas à ingestão aos produtos do coco incluiu um quadro de perturbação no estômago em um bebê que tomou uma fórmula de leite que continha coco.

Também foram registrados casos de reações alérgicas graves ao coco, como choques anafiláticos.

Ainda segundo a ASCIA, em algumas dessas situações em que ocorreu a anafilaxia, foi descoberto ainda que as pessoas afetadas apresentavam alergia não somente ao coco, mas também a frutos secos como nozes e avelãs.

Foram identificadas respostas alérgicas a proteínas similares presentes em ambos os tipos de alimentos, um conceito que é conhecido pelo nome de reatividade cruzada.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, a organização afirmou que a dermatite alérgica de contato aos produtos do coco é uma condição mais comum e alertou que esses produtos podem estar presentes em shampoos, hidratantes, sabonetes, produtos de limpeza e líquidos para lavar as mãos.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) explica que a dermatite ou eczema de contato é uma reação inflamatória que se desenvolve na pele em decorrência da exposição a um agente capaz de provocar irritação ou alergia.

A SBD esclareceu que: “A dermatite alérgica de contato aparece depois de exposições repetidas a determinados produtos ou substâncias e depende de ações do sistema de defesa do organismo.

E justamente por esse motivo, pode demorar de meses a anos após o contato inicial para ser desenvolvida.

Os sintomas da dermatite alérgica de contato são variáveis e dependem do que causou a condição, entretanto, podem incluir problemas como ardor, queimação, coceira intensa, erupção vermelha nos locais da pele que tiveram contato com a substância.

A SBD também alertou que, além de ser vermelha, uma lesão provocada pela dermatite de contato pode inchar, apresentar pequenas bolhas, ser quente ou formar crostas espessas.

  Continua Depois da Publicidade  

Alergia ao coco: o que fazer?

Se você experimentar os sintomas de anafilaxia ou dermatite alérgica de contato, logo após consumir um coco ou utilizar qualquer produto que contenha essa fruta em sua composição, é fundamental procurar ajuda médica.

Isso é importante para verificar a verdadeira gravidade dos sintomas, tratá-los de maneira adequada e descobrir se você tem ou não alguma alergia ao coco e aos produtos à base dessa fruta.

Vídeo: coco engorda ou emagrece? Dicas e cuidados

Fontes e referências adicionais

Você já tinha alguma dúvida se coco é remoso? Consome com frequência na sua dieta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

Deixe um comentário