Conserva de repolho fermentado – Benefícios e como fazer

Especialista da área:
atualizado em 06/04/2021

Você já conhece o chucrute? Esse prato feito com repolho fermentado é bastante benéfico para a saúde. Saiba então quais são os benefícios da conserva de repolho fermentado e como fazer.

  Continua Depois da Publicidade  

Antigamente, os alimentos fermentados eram mais consumidos porque demoravam mais para estragar. Com o tempo, o costume de ingerir alimentos que sofrem fermentação foi se perdendo.

No entanto, hoje muita gente passou a incluir mais e mais produtos originados da fermentação, e um deles é o chucrute. Aliás, se você quiser conhecer outros alimentos fermentados, veja também os benefícios do kefir e como fazer.

Graças ao processo de fermentação, a conserva de repolho fermentado pode trazer muitos nutrientes e benefícios para a saúde. Confira então quais são eles.

Benefícios da conserva de repolho fermentado

conserva de repolho

O chucrute é um excelente probiótico que oferece muitos nutrientes para o seu corpo. Aliás, o primeiro benefício é o alto teor nutricional da conserva. 

É nutritivo

De fato, a conserva de repolho fermentado é fonte de vitaminas e minerais como o cálcio, o ferro e várias vitaminas. De acordo com o U.S. Department of Agriculture (USDA), um copo com 142 g de chucrute pode oferecer os seguintes nutrientes:

NutrienteQuantidade por porção de 142 gramas
Calorias27 calorias
Carboidratos6 g
Gordura0 g
Fibras4 g
Proteínas1 g
Sódio41% do valor diário (VD)
Vitamina C23% do VD
Vitamina K115% do VD
Ferro12% do VD
Manganês9% do VD
Vitamina B611% do VD
Folato9% do VD
Cobre15% do VD
Potássio5% do VD

Além disso, o processo de fermentação permite que o alimento seja um excelente probiótico. 

Se você ainda não sabe, os probióticos são bactérias presentes em certos alimentos que beneficiam muito a saúde. Aliás, veja o que são probióticos e prebióticos.

Dessa forma, a conserva de repolho melhora a saúde intestinal e ajuda a deixar os alimentos mais fáceis de digerir. Assim, aumenta também a absorção de nutrientes como vitaminas e minerais de outros alimentos.

No entanto, vale ressaltar o alto teor de sódio do chucrute. Por isso, fique atento à porção e limite o sal no resto da sua dieta.

  Continua Depois da Publicidade  

É bom para a digestão

Os probióticos em geral, inclusive o chucrute, são ótimos para a saúde digestiva. As bactérias saudáveis desses alimentos ajudam a prevenir e reduzir desconfortos digestivos como por exemplo:

Além disso, a conserva de repolho pode melhorar a digestão e absorção de nutrientes a partir dos alimentos.

Faz bem para o sistema imunológico

Os nutrientes e probióticos presentes na conserva de repolho fermentado podem melhorar a sua imunidade.

De fato, ao restaurar o equilíbrio das bactérias intestinais, o chucrute também fortalece o sistema imune. Além disso, ter uma flora intestinal saudável ajuda a evitar as bactérias nocivas e facilita a produção de anticorpos.

Dessa forma, comer chucrute regularmente pode diminuir o risco de várias doenças. E, mesmo que você fique resfriado, a recuperação provavelmente será bem mais rápida.

Como fazer conserva de repolho fermentado

repolho

Você também pode comprar a conserva de repolho, mas provavelmente o alimento terá conservantes e açúcares adicionados. Portanto, para uma versão mais saudável, faça você mesmo o seu chucrute. Parece complicado, mas fazer chucrute é muito fácil e barato.

Ingredientes:

  • 1 repolho picado;
  • 1 colher de sopa de sal não iodado;
  • 2 cenouras raladas (opcional);
  • 2 dentes de alho picados finamente (opcional).

Modo de preparo:

  Continua Depois da Publicidade  

O primeiro passo é opcional e consiste em ralar a cenoura e picar o alho. Se não for usar esses ingredientes, pule então para a próxima etapa.

Agora, você vai precisa descartar as folhas externas do repolho (que geralmente estão mais murchas) e usar as demais. Em seguida, fatie o repolho em tiras finas. Se preferir, você também pode ralar ou processar o repolho.

Então, é hora de adicionar o sal e misturar tudo em uma tigela. Logo após colocar o sal, mexa o repolho por alguns minutos com as mãos. Você vai perceber que uma salmoura (mistura de água e sal) vai começar a acumular no fundo da tigela. Deixe então descansar por 20 minutos.

Em seguida, comprima bem o repolho para que ele fique totalmente submerso na água. Se necessário, coloque uma tampa, prato ou qualquer objeto pesado em cima do repolho para que o repolho fique em contato com a salmoura durante toda a fermentação.

Por fim, não tampe totalmente o recipiente, pois é preciso que os gases da fermentação tenham um espaço para sair. Tampe o recipiente usando um pano ou uma gaze ou uma tampa (sem vedar por completo) e deixe o recipiente em um lugar escuro e fresco por vários dias.

Depois de 2 a 3 semanas, você poderá transferir para um pote hermético para enfim guardar o chucrute na geladeira.

Dicas finais

É importante observar se o repolho está sempre submerso. Além disso, é esperado que ele libere água ao longo dos dias.

Quando armazenado adequadamente, a conserva pode durar até um ano.

O tempo de fermentação influencia diretamente na consistência e acidez do repolho fermentado. Assim, se você quer um chucrute mais ácido, deixe fermentar por mais tempo. É esperado que o aroma seja azedo e levemente ácido.

Então, depois desse longo processo, você terá um ótimo probiótico em suas mãos para consumir quando quiser.

Vídeo

Por fim, confira nos vídeos abaixo o que nossa nutricionista tem a dizer sobre os benefícios do repolho e saiba se ele engorda ou emagrece:

Fontes e Referências Adicionais

Você já experimentou conserva de repolho? Pretende fazer a receita que ensinamos em casa? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário