Dormência nas mãos – O que pode ser, remédio, médico e o que fazer

Especialista da área:
atualizado em 17/03/2022

A dormência nas mãos é um problema bastante comum e que pode assustar muitas pessoas que não sabem exatamente o que é e quais as causas.

Mas, como veremos a seguir, as causas podem variar bastante, indo desde algo simples e sem riscos, até problemas mais sérios, como o derrame.

  Continua Depois da Publicidade  

Então, no decorrer do artigo vamos entender o que é a dormência nas mãos, suas causas mais comuns e tratamentos, além de saber quando procurar ajuda médica.

Veja também: Neuropatia periférica – O que é, sintomas, tratamento e remédios caseiros

O que é a dormência nas mãos?

Sentir dormência isolada sem a presença de outros sintomas normalmente não é nada para se preocupar, e na maioria dos casos, ela acontece quando existe uma compressão, dano ou irritação de um dos nervos do pulso ou do braço.

Já a compressão, dano ou irritação do nervo pode ter outras causas, que podem ser simples ou graves, a depender do caso.

Mas, de forma geral, a dormência é passageira, e se resolve sozinha em pouco tempo. Mas é importante lembrar que ela pode ser um sintoma de algo mais sério, que requer algum tipo de cuidado médico.

  Continua Depois da Publicidade  

Principais causas de dormência nas mãos

Dormência nas mãos
Existem algumas possíveis causas para a dormência nas mãos

Existem muitas causas possíveis para a dormência nas mãos, e a seguir iremos conhecer as mais comuns:

1. Deficiência de nutrientes

A deficiência de certas vitaminas e minerais pode resultar em uma sensação de dormência ou formigamento que atinge as mãos e em outras partes do corpo. 

Isso acontece principalmente com as vitaminas do complexo B, em especial a vitamina B12, que são responsáveis por manter a saúde dos nervos. 

Alguns sintomas comuns de deficiência dessa vitamina no corpo podem incluir:

  • Fraqueza
  • Icterícia (pele e olhos amarelados)
  • Dificuldade para andar e se equilibrar
  • Fadiga
  • Alucinações
  • Dificuldade de se concentrar e de raciocinar.

Além disso, a falta de alguns minerais como potássio e magnésio também podem causar dormência.

Veja também: 13 alimentos ricos em vitamina B12

  Continua Depois da Publicidade  

2. Derrame

Na maioria das vezes, a dormência nas mãos não é um sinal de emergência, porém, em alguns casos, o sintoma pode estar associado a um derrame

Mas, nesses casos, a dormência está associada a outros sintomas, como por exemplo:

  • Confusão mental
  • Dificuldade para falar ou para entender as pessoas ao redor
  • Tontura súbita
  • Dor de cabeça intensa e repentina
  • Perda de equilíbrio
  • Fraqueza repentina ou dormência no braço ou na perna em um lado do corpo
  • Dificuldade para movimentar um dos lados do rosto.

 3. Uso de medicamentos

Alguns medicamentos específicos podem causar efeitos colaterais como a neuropatia, que é um dano a alguns nervos, e tais danos podem afetar as mãos e os pés.

Exemplos de medicamentos que podem causar a sensação de dormência são:

  • Antibióticos: antibióticos como o metronidazol a nitrofurantoína e as fluoroquinolonas podem causar o sintoma em algumas pessoas
  • Medicamentos anticonvulsivos: a fenitoína é o exemplo mais comum de medicamento anticonvulsivo que causa dormência como efeito colateral
  • Medicamentos usados no tratamento do câncer: a cisplatina e a vincristina usados no tratamento do câncer podem causar dormência nos membros;
  • Remédios para tratar a pressão arterial ou problemas no coração: a hidralazina e a amiodarona têm a dormência como um de seus efeitos adversos.

Além disso, esses medicamentos podem causar outros sintomas, como a sensação de formigamento e fraqueza nas mãos.

4. Hérnia de disco

A hérnia de disco ocorre quando um disco na coluna vertebral, que separam as vertebras e as protegem do atrito umas com as outras, acaba se deslocando do seu local de origem. 

  Continua Depois da Publicidade  

Esse deslocamento pode pressionar ou irritar um ou mais nervos da coluna, causando formigamento dormência e outros sintomas, como:

  • Fraqueza
  • Dor no braço ou na perna
  • Dor nas costas
  • Dificuldade para se movimentar.

5. Síndrome do túnel do carpo

O túnel do carpo é um local estreito que atravessa o centro do pulso onde se encontra o nervo mediano. Tal nervo é o responsável pela sensibilidade dos dedos das mãos, incluindo o polegar, o indicador, o dedo do meio e parte do dedo anelar.

Pessoas que fazem atividades repetitivas com as mãos como digitar, por exemplo, podem ter inchaço nos tecidos ao redor do nervo mediano, que pode pressionar o nervo e causar sintomas na mão aferrada, como:

  • Dor
  • Fraqueza
  • Formigamento
  • Dormência.

E, além disso, a síndrome também pode ocorrer por um trauma físico no pulso ou devido à obesidade.

6. Síndrome de Raynaud

A síndrome ou fenômeno de Raynaud é causada pelo estreitamento dos vasos sanguíneos, o que prejudica a circulação do sangue até as extremidades do corpo como as mãos e os pés.

Assim, podem ser observados sintomas como dormência nos pés e nas mãos além de palidez e dor. 

Mas, em geral, o problema está associado a alguma doença auto imune, como o lúpus, e surge quando a pessoa é exposta ao frio ou passa por situações estressantes.

7. Diabetes

Diabetes
A neuropatia diabética pode causar a dormência

Uma complicação da diabetes, conhecida como neuropatia diabética, pode causar danos nos nervos, e consequentemente a dormência nas mãos. 

Isso acontece quando a diabetes não é controlada, fazendo com que os níveis altos de açúcar no sangue por longos períodos de tempo danifiquem os nervos, causando sintomas como:

  • Fraqueza
  • Perda de equilíbrio
  • Dor
  • Queimação
  • Sensação de alfinetes e agulhas na pele.

8. Distúrbio da tireoide

A glândula tireoide é responsável por regular o metabolismo do corpo, e quando ocorre uma redução na produção de seus hormônios, chamado de hipotireoidismo, uma série de sintomas podem se desenvolver, como:

  • Neuropatia periférica, com dor e dormência nas mãos e pés
  • Sonolência
  • Fraqueza
  • Ganho de peso.

9. Neuropatia associada ao uso de álcool

O consumo de álcool em excesso pode danificar os nervos, fazendo com que pessoas que exageram na bebida desenvolvam formigamento e dormência nas mãos e nos pés, além de outros sintomas como:

  • Fraqueza muscular
  • Disfunção erétil
  • Cãibras ou espasmos musculares
  • Sensação de alfinetes na pele
  • Dificuldade para controlar a micção.

10. Fibromialgia

A fibromialgia é uma condição de saúde que causa muita fadiga e dor muscular em várias partes do corpo.

A doença também pode resultar em formigamento e dormência em locais como as mãos, os braços, os pés, as pernas e o rosto, além de outros sintomas, como:

  • Dificuldade de concentração
  • Problemas gástricos
  • Dificuldades para dormir
  • Depressão
  • Dor de cabeça.

11. Esclerose múltipla

Mão dormente
Os nervos podem ser afetados na esclerose múltipla, provocando a dormência nas mãos

Na esclerose múltipla, o sistema imunológico danifica o revestimento que protege os nervos, e assim pode causar dormência, formigamento e paralisia.

Além disso, vários nervos podem ser afetados, o que pode levar sintomas bastante variados, como:

  • Visão dupla
  • Fraqueza
  • Fala arrastada
  • Perda de visão
  • Sensação de choque elétrico
  • Cansaço
  • Perda de controle sobre a bexiga ou os intestinos
  • Problemas com a coordenação motora e o equilíbrio.

12. Vasculite

A vasculite é um problema que faz com que os vasos sanguíneos inchem e inflamem, e pode diminuir o fluxo sanguíneo para algumas partes do corpo. Por isso, ela pode causar tanto fraqueza quanto dormência nas mãos e pés.

Além disso, outros sintomas também podem aparecer, como:

  • Falta de ar
  • Dores no corpo
  • Febre
  • Perda de peso
  • Dor de cabeça
  • Erupção cutânea
  • Fadiga.

Dormência nas mãos na gravidez

Na gestação, as alterações hormonais e o ganho de peso podem causar retenção de líquidos e inchaço, e quando isso ocorre nas mãos, os nervos podem ficar pressionados, piorando problemas como a tendinite e a síndrome do túnel do carpo.

Nesses casos, normalmente não é preciso realizar nenhum tratamento, mas é importante sempre conversar com um médico.

Possíveis tratamentos

Como pudemos ver, existem muitas condições que podem causar dormência nas mãos como um sintoma. Sendo assim, o tratamento depende diretamente da causa, que deve ser diagnosticada por um médico.

Assim, quando o diagnóstico correto é feito, os tratamentos podem incluir:

  • Exercícios físicos: A prática de atividades de fortalecimento, alongamento e melhora de postura podem fortalecer os músculos, ajudando a melhorar sintomas de condições como a síndrome do túnel do carpo 
  • Protetores de pulso: O uso de um protetor de pulso ajuda a manter a região imobilizada, aliviando a pressão no nervo mediano, que pode ser a causa da dormência. Além disso, é recomendado usar esse tipo de proteção durante a execução de tarefas repetitivas e também durante a noite para reduzir sintomas de síndrome do túnel do carpo
  • Medicamentos para dor: Anti-inflamatórios não esteroides como a aspirina ou o ibuprofeno, por exemplo, para combater a dor e a inflamação, que muitas vezes acompanham a dormência nas mãos e em outras partes do corpo
  • Tratamentos tópicos: Alguns tratamentos tópicos, como adesivos de lidocaína e cremes de capsaicina, podem aliviar a dor associada à neuropatia periférica
  • Suplementos vitamínicos: Como algumas deficiências vitamínicas podem ser a causa da dormência, o uso de suplementos podem ajudar no tratamento da condição 
  • Tratamento cirúrgico: Em alguns casos, a cirurgia pode ser uma boa opção para tratar a causa da dormência
  • Outros medicamentos: Em alguns casos, que não respondam ao tratamento convencional, pode ser necessário o uso de medicamentos antidepressivos ou anticonvulsivantes para tratar a dor e a dormência nos membros, como ocorre na fibromialgia.

Quando ir ao médico?

Se a dormência não melhorar em alguns dias ou se você notar que a sensação está se espalhando para outras partes do corpo, é hora de ir ao médico. Mas qual médico procurar?

  • Uma emergência, caso os sintomas surjam de forma repentina ou se piorarem muito.
  • Um clínico geral, que normalmente é capaz de identificar o quadro clínico e indicar o paciente para um especialista, caso necessário.
  • Um reumatologista, caso exista a suspeita de alguma doença autoimune.

Além disso, como geralmente a causa da dormência muitas vezes tem a ver com pressão ou danos aos nervos, a consulta com um neurologista é quase sempre recomendada, principalmente quando há outros sintomas relacionados com a mobilidade física.

E, uma vez feita a consulta com o médico, alguns exames podem ser solicitados, para ajudar no diagnóstico, como:

  • Raio X
  • Exames de sangue
  • Ressonância magnética
  • Testes de função nervosa como a eletromiografia
  • Tomografia computadorizada.
Fontes e referências adicionais

Você já sentiu dormência nas mãos? Alguma condição listada acima foi diagnosticada pelo médico? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Marcela Gottschald

Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva. Ela faz parte da equipe de redatores do MundoBoaForma.

Deixe um comentário

3 comentários em “Dormência nas mãos – O que pode ser, remédio, médico e o que fazer”

  1. Sim, não consigo dormir. Mãos adormecem tanto que chega a doer muito. E agora um lado da perna direita também adormece, do joelho até quase no quadril.
    Todas as noites estão sendo assim.

    Responder