Glyvenol em comprimido para inflamação e dor

Especialista da área:
atualizado em 26/07/2022

O glyvenol em comprimido é um medicamento usado para tratar distúrbios da circulação venosa, tendo como substância ativa o tribenosídeo, que reduz o edema (inchaço) comum na inflamação e na dor. 

Dentre os distúrbios da circulação normalmente tratados com o glyvenol destacam-se as síndromes varicosas nas pernas e as hemorroidas. 

  Continua Depois da Publicidade  

O glyvenol também é usado no tratamento complementar de flebite (tromboflebite) e periflebite, e em sessões de escleroterapia de síndromes varicosas. 

Veja mais detalhes sobre o glyvenol em comprimido, para que serve, como usar, como age no organismo e quais são os possíveis efeitos colaterais deste medicamento. 

Para que serve o glyvenol?

Hemorroida
A hemorroida é uma das principais indicações do glyvenol

O glyvenol é indicado para o tratamento de problemas que envolvem o sistema circulatório, especialmente as veias mais superficiais do corpo:

  1. Síndrome varicosa: de causa geralmente desconhecida, trata-se da dilatação das veias superficiais das pernas. 
  2. Hemorroidas: dilatações de veias localizadas no final do reto e no ânus. 
  3. Flebite (tromboflebite): formação de coágulo em uma veia inflamada. 
  4. Periflebite: inflamação do tecido que circunda uma veia. 
  5. Síndrome pós-trombótica: uma complicação de trombose venosa profunda, que acarreta em uma insuficiência venosa crônica, manifestada por dor e inchaço na perna afetada. 
  6. Antes e após sessões de escleroterapia: um tratamento comumente utilizado no tratamento de varizes e vasinhos superficiais nas pernas, que consiste em injeções que eliminam os vasos inflamados e direcionam o fluxo sanguíneo para veias saudáveis. 

O glyvenol proporciona alívio dos sintomas relacionados ao edema resultante de processos inflamatórios, como sensação de peso nas pernas, dores, ardência, dormência, coceira e cansaço. 

Esses efeitos são observados, normalmente, após a quarta semana de uso do glyvenol. O tempo de tratamento pode variar de 4 a 12 semanas. 

  Continua Depois da Publicidade  

Como usar o glyvenol? 

O glyvenol em comprimido deve ser administrado durante ou após as refeições, para evitar efeitos colaterais envolvendo o estômago. Apesar desta indicação, o médico ou médica pode prescrever doses em horários diferentes. Nesse caso, siga sempre a orientação do profissional que te acompanha. 

A dose usual de glyvenol é de 200 mg, de 3 a 4 vezes por dia. A dose diária máxima é de 800 mg por dia, o equivalente a 4 comprimidos de glyvenol. Essa dose não deve ser excedida, visto que tomar mais comprimidos não resultará em um maior efeito terapêutico do medicamento. 

Siga corretamente o tempo de uso indicado pelo seu médico ou médica, não interrompendo o tratamento sem o seu conhecimento e orientação. 

Como o glyvenol age no organismo?

procto glyvenol novartis creme 30g
Imagem: Site do fabricante

O tribenosídeo, que é a substância ativa do glyvenol, age na redução de edemas decorrentes de processos inflamatórios. Essa substância é rapidamente absorvida pelo organismo, atingindo o pico de concentração no sangue após 1 hora da administração oral. 

O tribenosídeo reduz o edema, ao tornar as veias menos suscetíveis à inflamação e à ação da histamina, responsável pela vasodilatação que causa inchaço. Veja quais são as causas do inchaço nas pernas

O tribenosídeo promove o efeito contrário ao da vasodilatação. Ele diminui a permeabilidade dos vasos sanguíneos e, como resultado, impede que o sangue fique acumulado nas veias.  

  Continua Depois da Publicidade  

O tribenosídeo reduz, ainda, a dor gerada em processos inflamatórios, ao inibir a ação de substâncias químicas que participam de uma cascata de reações que produzem dor e inflamação no corpo.

Essa substância também interage com células importantes para a reconstrução de tecidos lesionados pela inflamação, sendo importante na cicatrização das feridas de hemorroidas

Contraindicações do glyvenol 

O glyvenol é contraindicado para pessoas que possuem hipersensibilidade ao tribenosídeo, ou a qualquer outro componente do comprimido.  

O glyvenol só pode ser usado por gestantes, quando o médico ou médica ginecologista-obstetra avalia que os benefícios superam os riscos de se utilizar o medicamento durante a gravidez. Uma atenção especial deve ser dada no primeiro trimestre da gestação, quando há maiores riscos do medicamento causar hidrocefalia congênita.  

Não há dados disponíveis sobre os riscos de se usar o glyvenol durante a fase de amamentação.

Antes de iniciar o tratamento com o glyvenol, informe ao seu médico ou médica se faz uso de medicamentos contínuos, para evitar possíveis interações medicamentosas que sejam danosas. 

  Continua Depois da Publicidade  

Possíveis efeitos colaterais do glyvenol

Ao perceber qualquer reação desagradável após iniciar o seu tratamento com o glyvenol em comprimido, informe ao seu médico ou médica, para que a situação seja avaliada. 

Os efeitos colaterais mais comuns são de baixo risco e se resolvem naturalmente ao suspender o medicamento. 

Os efeitos colaterais mais comuns do glyvenol em comprimido são:

  • Dor de cabeça 
  • Vermelhidão na pele
  • Dor no estômago, que se manifesta ao tomar o comprimido com o estômago vazio. 
  • Desconforto intestinal

Reações alérgicas graves, como urticária, inchaço do rosto e da garganta e dificuldade para respirar são muito raras. 

Fontes e referências adicionais

Você já usou o glyvenol em comprimido? Para que você teve que usar o medicamento? Em quanto tempo você observou os efeitos do remédio? Comente abaixo! 

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas e profissionais de educação física. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

Deixe um comentário