Salsicha Faz Mal à Saúde?

Protagonista do saboroso cachorro-quente, a salsicha também aparece em receitas de macarrão, bolinhos, tortas, enroladinhos, muffin, arroz de forno, escondidinho, panqueca, salda, suflê, rocambole, fritada, lasanha e wrap, por exemplo.

O ingrediente traz consigo as vantagens de ser barato e de poder ser preparado de maneira rápida. Mas será que podemos comer a salsicha tranquilamente e à vontade? Ou o consumo de salsicha faz mal e traz perigos à saúde, devendo ser feito com cuidado?

Salsicha faz mal à saúde? 

É importante saber que se trata de um alimento embutido, ou seja, é formado por carne picada e condimentada e envolvida em um produto sintético ou de origem animal. Para terem maior duração, esses alimentos são modificados quimicamente.

Um dos graves problemas em relação aos alimentos embutidos é o fato de eles carregarem um teor alto de gorduras saturadas, que estão associadas ao aumento dos níveis de colesterol e a elevação do risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Para ter uma noção, uma porção de 100 g de salsicha apresenta 9 g de gorduras saturadas.

Os embutidos como a salsicha também são abundantes em aditivos. Esses aditivos deixam o fígado sobrecarregado, devido ao fato de que o órgão não consegue eliminá-los da maneira apropriada.

O problema com o sódio 

Outro aspecto que reforça a afirmação de que a salsicha faz mal à saúde é o seu teor de sódio – são encontrados 848 mg do mineral em cada porção de 100 g do alimento. Nos embutidos, o sódio é o principal ingrediente utilizado para aumentar a sua duração.

No corpo humano, o mineral auxilia a contração muscular, a transmissão de impulsos nervosos, trabalha na regulação da pressão arterial, age no equilíbrio dos fluidos corporais e atua na manutenção de níveis regulares de pH sanguíneo, o que é um indicador da boa saúde.

Entretanto, quando é consumido em excesso, o sódio prejudica bastante a saúde do organismo. Ele aumenta os riscos de desenvolvimento de problemas como pressão arterial alta, retenção de água, aumento do volume sanguíneo – o que dá mais trabalho para o coração na hora de mover esse sangue e gera mais pressão às artérias –, doença no coração, acidente vascular cerebral (AVC) e insuficiência cardíaca.

A orientação é que um adulto saudável não ultrapasse o consumo diário de 2,3 mil mg do mineral diariamente. No entanto, para os indivíduos diagnosticados com hipertensão, a ingestão máxima deve ser ainda mais restrita: não pode ser maior que 1,5 mil mg.

Como vimos, a salsicha é lotada de sódio, o que torna bastante difícil não consumir mais sódio do que o adequado e coloca a saúde em risco. Por isso, podemos afirmar que a salsicha faz mal à saúde neste âmbito.

Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (Abia) trouxe um dado alarmante em relação ao consumo do sódio por parte dos brasileiros: 24% da ingestão de sal – que contém 2.000 mg de sódio em cada porção de correspondente a uma colher de chá cheia – feita pela população do nosso país é oriunda de alimentos industrializados, especialmente os embutidos.

A salsicha diminui o seu tempo de vida

Uma pesquisa mostrou como pode ser grave a maneira pela qual a salsicha faz mal à saúde. O estudo, que foi realizado por pesquisadores da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, e divulgado no British Medical Journal (Jornal Médico Britânico, tradução livre), identificou que a cada salsicha que uma pessoa consome, ela perde 15 minutos de vida.

A justificativa para tal fato é que a ingestão exagerada de carnes embutidas, como é o caso da salsicha, aumenta os riscos de desenvolvimento de câncer, principalmente de câncer colorretal.

Segundo reportagem de outubro de 2015 do The Guardian, alimentos como a salsicha, o presunto e o bacon foram apontados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como a maior causa do câncer, na mesma categoria que os cigarros.

Os perigos das carnes processadas

A salsicha também é classificada como uma carne processada, uma categoria de alimentos que está associada a diversos problemas de saúde.

De acordo com o Authority Nutrition, a ingestão elevada de carnes processadas está ligada ao aumento do risco de desenvolvimento de uma série de doenças crônicas. A lista inclui: pressão arterial alta, doença no coração, câncer no estômago, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e câncer no intestino.

A salsicha é calórica

Estar acima do peso não é um bom sinal para a saúde e está associado a problemas de saúde como diabetes, pressão arterial alta, doença no coração, derrame, câncer, apneia do sono, osteoartrite (condição que causa dor e rigidez nas articulações), doença hepática gordurosa, doença crônica nos rins e problemas na gravidez, como pressão alta, níveis altos de glicose no sangue e resistência à insulina.

E além de todos os prejuízos já listados que sustentam que a ingestão de salsicha faz mal, ela também é um alimento calórico: existem 301 calorias em cada porção de 100 g do embutido.

Se levarmos em conta que raramente a salsicha é consumida desacompanhada e que costuma aparecer ao lado de pães brancos, queijos, batata palha, maionese, ketchup e outros molhos, não fica difícil concluir que esse número aumenta ainda mais.

Logo, quem come lanches com salsicha regularmente fornece um grande número de calorias ao seu corpo, o que favorece o aumento de peso e o desenvolvimento de doenças associadas aos quilos em excesso.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Você já imaginava que a salsicha faz mal à saúde? Com que frequência e em que quantidade você consome este e outros alimentos embutidos em sua dieta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (17 votos, média: 4,12 de 5)
Loading...

17 comentários em “Salsicha Faz Mal à Saúde?”

  1. como umas 4 salsichas por quase todos os dias desde criança e tenho 30 anos, pele e saúde perfeitas, não fumo, não bebo,não transo com qualquer um!

    Conversa fiada que faz mal, podem comer!

  2. A modernidade criou o nutricionista Nutella.
    Tudo faz mal.
    Melhor mesmo é uma folhinha de alface e um copo de água filtrada e fervida. A alface deve ser higienizada ( não se lava mais) com álcool isopropílico ou água boricada. E mesmo assim você só deve ingerir (não se come mais) uma folha por refeição, já que o excesso da substância alfacina poderá causar-lhe alucinações com imagens de Big Macs ou Big Bobs com aquele molho branco que lhes é próprio.
    Manda meu bife aí…

  3. Gosto muito mas percebi que quando ingiro salsichas minha pele fica feia, saem espinhas e o aspecto geral do rosto não fica legal, além do aumento excessivo da oleosidade. Também notei uma diferença substancial no aspecto das fezes, não irei mais comer.
    Ao observar minha pele deteriorar-se logo imaginei que a presença de gordura pudesse ser alta nas salsichas mas não imaginava que fosse assim tão tóxica.

    • o problema desse produto e a quantidade de misturas de condimentos industrializados entao quando agente engere isso o organismo e quem paga o preço nas doenças e certo e consumir no maximo 2 veses por semana

    • é melhor parar com essas salsichas porquê senão você vai é sofrer uma metamorfose tipo uma transformação igual aqueles filmes de experiência…pare o quanto antes pro seu bem estar e sua saúde…

  4. BEM CONSUMOR SALSICHA DESDE OS 7 ANOS .AGORA TENHO 16 .CONSUMOR A SALSICHA ENTRE DUAS SALSICHAS POR CADA DIA DE MANHA ,TARDE,DE NOITE TODOS OS ANOS.QUERIA SABER SE ISSO PODE PROVOCAR ALGO MUITO RUIM POIS CONSUMIR APENAS A SALSICHA TENHO DIFICULDADES PRA COMER OUTROS ALIMENTOS TEM CHANCES DE TER DIABETES?

  5. estou comendo salsichas mais quase todos os dias mais infelismente as veses me dar umas dores na barriga eu acho que e por causa da salsicha

  6. Boa noite! Gosto muito de salsichas MAS de um tempo pra cá, percebi que quando com o salsicha no pão ou no macarrão foco com dores no baixo ventre! Tomo muitos remédios para gases é logo que elimino asxsalsichas pelas fezes actor passa! Salsicha causa gases? Chego a sentir o movimento nos meus intestinos! Obrigada!

  7. Como duas vezes por semana 6 delas é de frango cozinho primeiro e jogo fora a água tá tranquilo ou precisa corrigir

Deixe um comentário