10 Hábitos Que Fazem Você Comer Demais e Como Mudá-los

Conquistar a boa forma não é resultado apenas de uma dieta rigorosa, mas de um novo estilo de vida a ser adotado. Os nossos hábitos podem dizer muito sobre nós, e na maioria das vezes, comer demais é uma característica que não se adequa a quem deseja reduzir as medidas.

Se você tem dúvidas e busca uma vida com novos hábitos saudáveis, conheça abaixo algumas alguns problemas que fazem você comer demais e o que deve fazer para mudar e garantir benefícios para sua saúde e boa forma.

  Continua Depois da Publicidade  

1. Pular refeições

Pode-se achar que pular refeições é uma boa estratégia para consumir menos calorias, e assim perder peso, mas isso é um equívoco. Ao fazer isso, você estará aumentando a possibilidade de exagerar nas porções e comer demais nas refeições seguintes, além de prejudicar o seu bem estar.

Ignorar as refeições é uma forma de causar desequilíbrios em seu metabolismo, o principal responsável pela mudança de medidas. Foque sempre em lanches simples, rápidos e saudáveis, essa é uma forma de evitar esse hábito negativo.

2. Comer rápido

É importante que sejam reservados horários para as refeições, pois comer rápido, ou compartilhando a atenção, pode ser uma atitude não conveniente para a sua dieta. O seu organismo precisa de, em média, 20 minutos para assimilar que está saciado com a refeição, por isso, esse tempo deve ser respeitado, para que assim você não coma demais nas refeições posteriores.

3. Hidratação deficiente

Não podemos negar, a água é uma excelente aliada para a perda de medidas, mas não são todos que reconhecem isso. Não é incomum o descuido com o consumo da bebida, mas é interessante que façamos um esforço, pois os benefícios são inúmeros.

Ao beber água regularmente, durante o dia, é possível notar que você se sentirá mais saciado, ingerindo porções menores e evitando comer demais nas refeições. A água também favorece a eliminação de toxinas, já que pode apoiar no sistema digestório.

Leve consigo, sempre, uma garrafinha d’água, assim você evitará comer demais e manterá seu corpo hidratado.

4. Refeições livres

As exceções devem existir, já que ninguém deve ser refém todos os dias de dieta. É interessante permitir uma exceção por semana, ou em períodos determinados por um profissional de nutrição. Mas atenção, as refeições livres devem ser utilizadas para você desfrutar de algo que não esteja em seu plano alimentar diário, mas isso não significa que deve comer demais, pelo contrário.

Use essa liberdade a seu favor e coma um pequeno pedaço de chocolate, um lanchinho leve, ou até mesmo um vinho, tudo com moderação. Ocorrendo eventualmente, isso será utilizado para impulsionar o funcionamento de seu metabolismo, para que ele se mantenha ativo, a fim de queimar mais calorias que você venha a consumir, quando retomar a alimentação regrada.

5. Distração

É comum acontecer com pessoas que utilizam transportes públicos ou possuem o hábito de trabalhar ou estudar comendo. Essa prática induz ao consumo de calorias extras, portanto, deve-se avaliar o que comer e quando comer, evitando degustações por distração.

Procurar alternativas é interessante, por exemplo, a pipoca do ônibus pode ser substituída por um livro e o chiclete durante o trabalho, por alimentos naturais e com nutrientes importantes para sua nutrição. O hábito de comer em frente à televisão é um dos fatores contribuintes para altos índices de obesidade infantil, já que as crianças se mostram cada vez menos ativas fisicamente, trocando as brincadeiras por atividades que pouco estimulem o seu metabolismo.

  Continua Depois da Publicidade  

Ensine seus filhos a não comerem em frente à televisão, jogando vídeo game, ou até mesmo em smartphones, preservando a atenção apenas para a refeição.

6. Televisão

Realizar refeições em frente à televisão é um dos hábitos mais comuns que nos levam a comer demais. Mastigar não é fundamental para se divertir com aquele programa de TV que você adora, portanto, foque em seus objetivos e preserve sua saúde e corpo. A televisão também deve ser evitada durante as refeições, pois estudos já comprovaram que indivíduos comem mais quando se alimentam em frente à telinha.

7. Happy hour

O encontro pós-trabalho pode oferecer efeitos não tão queridos para a sua dieta. A cerveja e os petiscos podem interferir no seu shape e deixar você um pouco mais distante de seus objetivos. Eventualmente, você pode sim curtir uma confraternização com os amigos do trabalho, mas se frequente, destoará de toda a dieta.

8. Dieta do amigo

Quem nunca ficou de olho na dieta de um amigo, e tentou seguir, sabendo que ele obteve resultados? Isso até pode oferecer efeitos positivos, mas também negativos, já que o plano alimentar foi montado de acordo com as individualidades de outra pessoa.

Ao seguir uma dieta não adequada para o seu perfil, você poderá comer demais, excedendo as calorias diárias necessárias para seu organismo, aumentando a possibilidade de aumento de medidas e consequências inapropriadas.

O mesmo pode acontecer com o hábito de adotar dietas de famosos. Estes não possuem o mesmo perfil nutricional que você, a mesma rotina, logo, a possibilidade de haver sucesso é bem pequena.

9. Rótulos

“Livre de gorduras trans, Zero açúcar, livre de carboidratos, light, diet”, quem resiste a essas tentações nas prateleiras, quando está em dieta? Você olha os rótulos dos alimentos e se depara com esses termos em letras garrafais, por que não seria uma opção para variar no seu plano alimentar?

Na verdade, acreditando que esses alimentos são saudáveis, você pode acabar por comer demais e exagerar nas porções, o que não é nada agradável para as suas expectativas.

Avalie todas as informações nutricionais daquilo que come, pois esses termos não garantem estritamente benefícios para sua saúde e boa forma. Portanto, não se deixe levar por esses rótulos e termos tendenciosos com recheios repletos de conservantes não tão amigos assim da boa forma.

Veja também:

10. Jejum

Aeróbico em jejum, jejum intermitente, dieta do jejum, são inúmeras opções que se referem ao hiato de alimentação, mas será que ele garante efeitos na perda de medidas? A resposta é sim, mas em contrapartida, esse hábito pode ser uma armadilha também.

O jejum pode oferecer resultados rápidos, mas não efetivos. Quando você for realizar uma refeição após o jejum, a probabilidade de comer demais é grande, já que você estará com fome “acumulada” pelas horas e horas sem fornecer nada ao seu corpo. É preciso tomar cuidado com isso.

  Continua Depois da Publicidade  

Você possui algum destes hábitos que listamos acima que podem fazer você comer demais durante o dia? Qual deles e como pretende mudar ou excluir do seu cotidiano para emagrecer? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário