Especialista da Área:

10 Melhores Alimentos para Diarreia

É absolutamente comum que a maioria das pessoas experimente pelo menos um episódio de diarreia no ano, e a condição geralmente é ocasional e desaparece em alguns dias. No entanto, outras pessoas podem sofrer constantemente por causa de alguma causa subjacente.

Felizmente, a dieta pode ajudar, e por esse motivo relacionamos quais são os melhores alimentos para diarreia e como eles podem ajudar a aliviar os sintomas.

Informações gerais sobre a diarreia

A diarreia é caracterizada por um movimento intestinal que é mais líquido e geralmente não dura mais do que 3 dias. Ela é inconveniente, desagradável e pode ser provocada pela alimentação, medicamentos e até pelo estresse.

Embora seja comum que todos sofram com ela em algum momento, a sua maior frequência pode sinalizar uma causa médica subjacente, sem contar que episódios prolongados podem provocar quadros de desidratação.

Sintomas mais comuns

  • Fezes líquidas ou extremamente moles;
  • Necessidade urgente de evacuar;
  • Cólicas;
  • Inchaço abdominal e dor;
  • Gases “borbulhando” nos intestinos;
  • Náusea;
  • Vômito;
  • Febre.

Principais causas

– Bactérias

As bactérias fazem parte da nossa vida e geralmente convivemos em harmonia. No entanto, elas podem contaminar alguns alimentos e afetar o nosso sistema digestivo, especialmente os refrigerados inadequadamente ou impróprios para consumo.

A melhor forma de diminuir as chances de ter uma diarreia proveniente de bactérias é cozinhar bem as carnes, aves e os ovos e também lavar bem as mãos, utensílios, superfícies e higienizar bem os alimentos que serão ingeridos crus. Também refrigere as sobras rapidamente, não deixe em temperatura ambiente por mais tempo do que o necessário.

– Vírus

Infecções virais também podem provocar diarreia e vômito. Isso acontece quando cepas virais altamente contagiosas circulam de mãos mal higienizadas, utensílios e alimentos contaminados para o estômago. Geralmente os vírus não apresentam sintomas imediatamente, por esse motivo é comum que os seus portadores “distribuam” o vírus para outras.

Lavar bem as mãos, manter a cozinha limpa e comer e beber nos mesmos recipientes que pessoas que estão com diarreia são boas formas de evitar o problema.

– Diarreia do viajante

Muitos viajantes costumam sofrer com a diarreia e vômito por causa dos alimentos locais contaminados ou água. Se viajar para um local em desenvolvimento, evite comer alimentos crus, mal cozidos e água da torneira. Prefira os totalmente cozidos e preparados em uma cozinha limpa, beba água filtrada e use também para escovar os dentes.

– Diarreia crônica

Acontece principalmente quando os sintomas não desaparecem por conta própria e pode ser provocada por vários motivos, incluindo uma condição subjacente grave.

– Medicação

Alguns medicamentos têm como efeito colateral a diarreia, por exemplo, o uso frequente de antibióticos, que são capazes de destruir as boas bactérias intestinais, deixando também as pessoas mais vulneráveis a infecções. O uso de remédios para controlar a pressão sanguínea, drogas usadas para combater o câncer e antiácidos também podem desencadear diarreia.

– Intolerância alimentar

A diarreia pode ser causada pela dificuldade de digerir certos alimentos. Geralmente o alimento não digerido causa náuseas, diarreia, cólicas e gases, entre 30 minutos e duas horas após a sua ingestão. Os produtos lácteos são os principais causadores, por esse motivo é importante observar o tipo de produto e quantidade para entender o que é prejudicial para você.

– Síndrome do intestino irritável (SII)

A SII é considerada um distúrbio comum que causa diarreia, cólicas, inchaço e desconforto abdominal. Na maioria das vezes as mudanças na dieta podem controlar os sintomas e evitar o problema.

– Doença inflamatória intestinal

Inflamações e danos no intestino podem reduzir a sua capacidade de absorver e fornecer nutrientes essenciais para o corpo, e isso pode desencadear episódios de diarreia.

– Doença celíaca

Ela é caracterizada pela resposta do organismo à ingestão de glúten e a diarreia é apenas um dos sintomas provocados pela condição. Quando pessoas com doença celíaca comem glúten, o seu sistema imunológico ataca o revestimento do intestino e se não for gerenciada, o intestino pode perder a capacidade de absorver nutrientes ao longo do tempo.

Outras condições médicas que provocam diarreia crônica são diabetes, hipertireoidismo, doença de Addison e pancreatite crônica. O adequado é sempre consultar um médico para que ele possa recomendar o melhor tratamento.

10 melhores alimentos para diarreia

Os melhores alimentos para diarreia são aqueles mais leves, simples e que são fáceis de digerir. Eles geralmente ajudam a absorver um pouco de água das fezes e não irritam ainda mais os intestinos.

1. Bananas

As bananas são benéficas para o sistema digestivo, especialmente para ajudar a tratar a diarreia. Ela é um alimento de fácil digestão e um dos seus principais nutrientes é o potássio, que ajuda a substituir os eletrólitos que podem ser perdidos por surtos severos de diarreia.

Ela também é repleta de pectina, uma fibra solúvel que estimula a absorção de líquidos nos intestinos, o que movimenta as fezes suavemente. O resultado é uma desaceleração da diarreia e uma ajuda relevante para restaurar o equilíbrio do seu sistema digestivo.

2. Arroz branco

O arroz branco é rico em carboidratos simples, o que facilita consideravelmente a sua digestão. Carboidratos como ele ajudam a tratar a diarreia, mas é preciso que seu preparo seja feito sem condimentos ou especiarias, porque eles podem irritar o seu intestino e impedir que o arroz contribua. Evite também os molhos picantes, gordurosos, oleosos ou à base de laticínios, pois não são recomendados quando você tem diarreia.

3. Alimentos preparados com farinha refinada (branca)

É fato que os alimentos preparados com farinha de trigo integral são mais saudáveis, mas os produtos feitos com farinha branca são melhores alimentos para diarreia. Alimentos como pão branco, panquecas e massas que são feitos com farinha refinada e contêm pouquíssimas fibras, e por isso são mais fáceis de digerir e tratar a diarreia.

No entanto, é preciso tomar cuidado com os acompanhamentos; por exemplo, controle a quantidade de margarina ou manteiga, mel e geleia que vai comer com o pão ou o azeite e manteiga no macarrão ou panqueca, e evite completamente os molhos picantes, oleosos ou à base de leite.

4. Batata

Se estiver sofrendo com a diarreia, as batatas podem ajudar a trazer um alívio, mas especialmente para essa condição elas devem ser consumidas sem casca. Assim como as bananas, elas são ricas em potássio, sem contar que são muito fáceis e rápidas de preparar. Você pode optar por cozinhá-las no vapor, forno micro-ondas ou até ferver com água e uma pitada de sal.

Na hora de consumir, evite o excesso de manteiga, margarina, cremes ou molho – isso é importante porque muita gordura e óleo podem irritar o seu intestino que já está sensível e contribuir para o aumento das cólicas intestinais.

5. Carnes magras

Carne branca como as de frango são consideradas leves, fáceis de digerir e proteínas de alta qualidade. Cozinhar o frango no vapor, assar ou cozinhar será seguro para consumir e vai permitir que seu organismo absorva nutrientes importantes. No entanto, ele não deverá ser temperado com muitos condimentos, especiarias e na hora de cozinhar, evite muito óleo ou manteiga.

Cortes magros de carne de peru, carne bovina, de porco e peixe também boas ótimas opções de alimentos para diarreia.

6. Probióticos

Embora o leite e seus derivados não sejam recomendados para consumir quando está com diarreia, alguns iogurtes, especialmente aqueles que contêm culturas bacterianas vivas ou ativas, especialmente os Lactobacillus acidophilus e Bifidobacterium bifidum, podem contribuir para diminuir o excesso de gases intestinais, fezes moles e a vontade recorrente de evacuar.

Na hora de comprar é preciso tomar alguns cuidados, pois você deve evitar aqueles que têm muito açúcar e adoçantes artificiais e se você tem intolerância à lactose, procure versões livres de lactose.

Outra excelente fonte de probióticos e que pode ajudar a tratar a diarreia é o kefir.

7. Sopa de galinha

A sopa de galinha aquece, é reconfortante e excelente para diminuir a diarreia. Ela é rica em nutrientes e eletrólitos que podem ajudar a repor os que foram perdidos durante a crise de diarreia. Além disso, o fato de ser servida quente costuma proporcionar um “conforto extra” para o seu sistema digestivo.

8. Aveia

A aveia é uma excelente opção de café da manhã. Ela contém fibra solúvel, e quando é ingerida ajuda a trazer volume para suas fezes, diminuindo a diarreia. Mas o consumo só é adequado quando é feito sem qualquer adição de açúcar, mel ou produtos lácteos, que geralmente acompanham esses alimentos. Porém, você pode adicionar uma banana à aveia ou cereais para adoçar e também aumentar o valor nutritivo.

9. Legumes

Os legumes são alimentos importantes, pois são altamente nutritivos e ajudam a repor os nutrientes que estão sendo perdidos com a diarreia. Mas, nesses casos, é fundamental que eles sejam descascados e que as sementes também sejam removidas, para que fiquem mais fáceis de digerir. Boas opções são cenouras, feijão verde, beterraba, abóbora e abobrinha preparados no vapor. Você deve evitar brócolis, couve-flor, pimentão, ervilha, verduras e milho, pois são alimentos de digestão mais complexa.

11. Líquidos

Ingerir muitos líquidos também é fundamental para acelerar a recuperação. Primeiro, as pessoas que estão sofrendo com diarreia devem beber bastante água durante o dia e precisam tomar mais um copo de água após cada evacuação para recuperar a hidratação. No entanto, a água não é capaz de substituir minerais e eletrólitos perdidos por causa da diarreia, então é interessante combinar a água com água de coco, água eletrolítica e bebidas esportivas.

Principais alimentos para evitar

Assim como há alguns alimentos para diarreia que são adequados para ajudar na recuperação, outros são impróprios e podem irritar o sistema digestivo e piorar a diarreia. Procure evitar:

  1. Alimentos picantes: Ingerir alimentos que são picantes costuma irritar ainda mais o sistema digestivo quando estamos com diarreia e agravar ou impedir que os efeitos dos alimentos adequados sejam eficazes.
  2. Lacticínios: Manteiga, leite, queijo e sorvete são alguns alimentos que você deve ficar longe quando tiver diarreia. Os produtos lácteos não são fáceis de digerir e acabam agravando condições como essas.
  3. Frituras: Alimentos preparados com muito óleo devem ser evitados. Essa precaução é importante porque as gorduras e óleos adicionados da fritura podem ser difíceis de digerir e isso vai piorar os sintomas. A melhor alternativa é ingerir alimentos cozidos ou preparados no vapor.
  4. Alimentos açucarados e adoçantes artificiais: Os sucos de frutas, frutas com alto teor de açúcar, refrigerantes e outras bebidas ricas em açúcar ou que contenham adoçantes artificiais costumam atrapalhar as bactérias que estão trabalhando para reverter a situação. De acordo com um estudo publicado pela Healthcare em junho de 2017, grandes quantidades de frutose podem sobrecarregar o sistema digestivo e provocar gases, inchaço e diarreia.
  5. Alimentos ricos em fibras: Evitar alimentos ricos em fibras é uma alternativa interessante, porque a fibra ajuda a manter o sistema digestivo ativo. Isso costuma ser bom quando estamos com o sistema digestivo funcionando corretamente, mas quando o corpo está tentando se recuperar da diarreia, a fibra pode piorar os sintomas. As fibras insolúveis, encontradas em alimentos como grãos integrais, trigo, arroz e cevada, pão integral ou assados, cereais, nozes e sementes são as mais prejudiciais.
  6. Outros alimentos: Existem outros alimentos para manter longe quando estiver com diarreia, pois eles também incomodam os intestinos. Evite cebola, alho, alimentos processados , vegetais crus, alimentos que estimulam a produção de gases como repolho, brócolis e couve-flor, frutas cítricas, carnes gordas, incluindo sardinha, porco e vitela e lacticínios.

Quando procurar um médico

A maioria dos casos de diarreia dura apenas alguns dias, e eles geralmente respondem muito bem a uma alimentação focada, aumento da ingestão de líquidos e até aos medicamentos de venda livre para ajudar a reduzir os sintomas rapidamente.

Porém, se o corpo não responder você pode experimentar outros sintomas, como por exemplo a desidratação, fezes pretas ou com sangue, dor abdominal intensa ou febre igual ou superior a 39°C.

As crianças com diarreia também podem ficar sem urinar por três horas ou mais, ter boca ou língua seca, chorar sem ter lágrimas.

Se perceber que esses sintomas estão presentes após e a diarreia durar mais de 2 ou 3 dias nos adultos ou mais de 24 horas nas crianças, é necessário procurar um médico para que ele investigue o que está provocando a condição e busque alternativas para solucionar.

Considerações finais

A diarreia é uma condição desconfortável que se não for gerenciada pode causar impactos maiores para a saúde. Inclua os melhores alimentos para diarreia no seu cardápio e evite os excessos de gorduras, molhos, açúcar e lacticínios para aliviar os sintomas em um curto espaço de tempo. Mas, se o problema persistir ou se perceber que está desidratado, com dores abdominais, febre e outras condições, você deve procurar um médico para obter o tratamento adequado.

Também não se esqueça de redobrar os cuidados com a higiene, então procure lavar as mãos mais vezes do que o normal, especialmente depois de ir ao banheiro e antes de comer, e se possível peça para outra pessoa preparar as refeições.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já conhecia os benefícios desses alimentos para diarreia e consome eles quando tem uma crise intestinal? Pretende utilizá-los a partir de agora para isso? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe um comentário