7 benefícios em usar chia diariamente e como usar na dieta

Especialista da área:
atualizado em 22/03/2021

Com criatividade, dá para incluir a chia em uma série de receitas. Por exemplo, é possível fazer um pudim light de chia, um mingau de chia, uma vitamina com chia, e um pão light de chia. E vale a pena incluir o alimento nas refeições do dia a dia, viu?

  Continua Depois da Publicidade  

Bastante nutritiva, não é de graça que ela ostenta o título de alimento saudável. Aliás, ela chega a ostentar o título de “super semente”. Mas quais benefícios práticos o consumo regular da chia pode proporcionar? É justamente o que vamos aprender abaixo:

1. Auxílio ao emagrecimento e ao controle dos níveis de açúcar no sangue

Peso

Essas vantagens da chia têm uma relação com os seus altos teores de fibras, gorduras saudáveis e proteínas. Isso porque esses nutrientes tornam mais lenta a velocidade de absorção dos carboidratos de uma refeição.

Como resultado, evita-se os picos nos níveis de glicose (açúcar) no sangue e insulina.

As fibras, gorduras saudáveis e proteínas da chia também ajudam no emagrecimento porque promovem a saciedade.

Por auxiliar o controle dos níveis de glicose no sangue, também considera-se a um alimento que pode contribuir com o controle da diabetes. Aprenda mais sobre uso da chia para diabéticos.

2. Fornecimento de precursores de ômega-3

Os ácidos graxos ômega-3 são bastante importantes para o organismo – conheça os benefícios associados ao ômega-3.

  Continua Depois da Publicidade  

Embora não contenha propriamente essas gorduras saudáveis, a chia serve como fonte de precursores desses ácidos graxos, que se transformam em ômega-3 no organismo.

Mas o ômega-3 da chia é diferente do ômega-3 dos peixes de águas profundas como salmão e atum. Isso porque o ômega-3 está presente nesses peixes em uma forma ativa para o corpo já usar, enquanto o da chia ainda precisa se converter em ômega-3 no organismo.

Como resultado, o que se consegue com a chia é uma dose de ômega-3 pouco menor. Mas ainda assim, o acréscimo frequente do alimento na dieta vai contribuir um pouco com o fornecimento de ômega-3.

3. Fonte de antioxidantes

Conforme já aprendemos aqui, a chia é um alimento rico em gorduras saudáveis. Os alimentos de origem vegetal com bastante gordura também contêm muitos antioxidantes. Portanto, o consumo frequente da chia vai colaborar com o fornecimento de antioxidantes ao organismo.

Mas atenção ao truque: ao utilizar a chia na forma de farinha, é necessário bater a semente na hora do consumo para não perder os antioxidantes.

4. Fornecimento de cálcio

A ingestão regular de chia também contribui com o fornecimento de cálcio ao organismo, um nutriente bastante importante para os ossos. Por incrível que pareça, a chia apresenta mais cálcio por grama do que os laticínios.

  Continua Depois da Publicidade  

Por isso, a chia é uma excelente alternativa de fonte de cálcio na dieta para aqueles que são intolerantes à lactose, veganos ou optaram por não consumir o leite e seus produtos derivados.

Além de manter os ossos e os dentes fortes, o cálcio é necessário para auxiliar a contração e expansão dos músculos e vasos sanguíneos.

Além disso, ele ajuda a secretar hormônios e enzimas, enviar mensagens pelo sistema nervoso, ajudar a coagulação sanguínea e a regular a pressão arterial.

5. Fonte de fósforo e magnésio

Outros minerais bem importantes presentes chia são o fósforo e o magnésio: eles ajudam o cálcio a entrar e fixar nos ossos, deixando-os mais duros.

O mineral também exerce um papel relevante na utilização carboidratos e gorduras por parte do organismo.

Ao lado das vitaminas do complexo B, o fósforo trabalha auxiliando a função dos rins, as contrações musculares, o batimento cardíaco normal e a sinalização nervosa.

  Continua Depois da Publicidade  

Enquanto isso, o magnésio é necessário para mais de 300 reações bioquímicas dentro do organismo e contribui com a manutenção de uma função nervosa e muscular normal.

O mineral também dá suporte à saúde do sistema imunológico, mantém os batimentos cardíacos estáveis, colabora com a regulação dos níveis de açúcar no sangue e apoia a produção de energia e de proteínas.

6. Reforço à saúde cardiovascular

Saúde cardiovascular

Estudos já apontaram que estatisticamente a chia contribui com a diminuição da pressão arterial. Portanto, o alimento pode ser um bom integrante da dieta dos hipertensos.

Mas não é só isso: a semente também pode auxiliar a diminuição dos níveis totais de triglicerídeos e de colesterol e o aumento do colesterol bom (HDL). Todos esses fatores interferem na saúde cardiovascular.

7. Alimento anti-inflamatório

Classifica-se a chia como um potente anti-inflamatório. É importante saber que quando se fala de inflamação, a referência não é somente às pessoas que sofrem com dor no joelho ou dor no quadril, por exemplo.

Existem pessoas que sofrem com uma inflamação sistêmica, o que ocorre principalmente com os fumantes, pacientes com doença crônica pessoas acima do peso.

  Continua Depois da Publicidade  

Como usar a chia? É necessário hidratá-la?

Para usar a chia, não é obrigatório hidratá-la. Dá para usar a semente crua e mais crocante por cima de um iogurte, junto de uma salada de frutas ou com uma preparação salgada como pães e bolos, por exemplo.

A vantagem é que, ao contrário da linhaça, a chia não deixa um sabor residual amargo. Embora para consumir a chia não seja obrigatório hidratá-la, não se deve ingerir uma colher de chia crua sozinha porque isso traz o risco de engasgar.

Como a semente absorve água, ela pode absorver saliva e outros líquidos presentes na boca. Aliás, já houve um caso em que uma pessoa morreu engasgada dessa maneira.

Mas calma! Salpicar a chia em frutas e outros alimentos ou receitas não vai fazer mal, desde que não se use uma quantidade absurda da semente, obviamente.

A vantagem de hidratar a chia

Por outro lado, quando se hidrata a chia, ela absorve uma grande quantidade de água e ganha um aspecto gelificado.

Esse formato de gel viscoso formado pela mistura na água provoca uma maior sensação de saciedade. Assim, para quem tem o objetivo de emagrecer, ingerir uma colher de sopa de chia hidratada antes do almoço ou jantar pode ajudar a controlar o apetite.

Por fim, nos vídeos a seguir, a nossa nutricionista também explica os benefícios e como consumir chia da forma certa:

Fontes e Referências Adicionais

Você costuma consumir a chia no seu dia a dia? Sente que ela faz bem para a sua saúde? Conte para nós nos comentários!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

Deixe um comentário

1 comentário em “7 benefícios em usar chia diariamente e como usar na dieta”