Home » Suplementos » Remédios » Anticoncepcional Femina Engorda ou Emagrece?

Anticoncepcional Femina Engorda ou Emagrece?

Muitas mulheres que fazer uso desse medicamento se perguntam se o anticoncepcional Femina engorda ou emagrece. Vamos analisar como ele funciona e o que esperar de efeitos colaterais.

  Continua Depois da Publicidade  

O anticoncepcional Femina, assim como os outros tem um objetivo principal: evitar a gravidez indesejada. Através de sua fórmula hormonal ele ajuda a mulher a prevenir a gravidez e ainda pode funcionar como um complemento para o tratamento de outros problemas e atenuar sintomas da TPM. É composto pelos hormônios principais estrogênio e progesterona que têm a função de inibir o amadurecimento dos óvulos, evitando a fecundação, uma vez que sem fecundação, isso não ocorre. Na verdade, sabe-se que hoje em dia a maioria das mulheres, principalmente no Brasil se utiliza do método anticoncepcional para evitar a gravidez e o método oral é ainda o mais utilizado, apesar do surgimento da injeção e adesivos contraceptivos. Porém, aquelas que correm o risco de engravidar por esquecerem de ingerir a pílula com frequência devem considerar a substituição do método.

Na hora de escolher a marca/fórmula de um anticoncepcional, grande parte das mulheres, se não todas têm uma preocupação comum: será que engorda? A preocupação com o ganho de peso hormonal é uma constante na vida das mulheres que querem manter a boa forma. Entretanto, deve-se ter em mente que, buscar por indicações de amigas pode não ser a melhor escolha de anticoncepcional, já que cada organismo reage a uma maneira ao medicamento. Abaixo separamos informações pertinentes sobre o anticoncepcional Femina e alguns relatos de usuárias para você se embasar, mas lembrando que este é apenas um norte para você e que a consulta com o ginecologista é imprescindível antes de se auto-medicar. Vamos explorar então se o anticoncepcional Femina engorda e outras reações relevantes.

Relato de usuárias

Uma usuária conta que toma o anticoncepcional há 10 anos e não tem nenhuma ressalva sobre nenhum efeito colateral, inclusive perda de peso ou ganho. Ela conta que sua menstruação foi regularizada e que não percebeu nenhuma alteração de peso nem libido. Outra usuária entretanto, nota uma diferença. Ela conta que está ingerindo há 5 meses e percebeu mudança de peso, mas para a melhor, diz que perdeu peso e de quebra ainda melhorou os sintomas da TPM, pois suas dores de cabeça e cólica diminuíram. Porém, para evidenciar como as reações podem variar bastante de acordo com o metabolismo da mulher, separamos o relato de outra usuária que conta que sentia muito apetite com o Femina e que, por isso, comia mais e engordava e, depois que trocou de marca conseguiu emagrecer novamente. No geral, os relatos são bastante positivos sobre efeitos colaterais e poucas são aquelas que contam alteração de peso.

Anticoncepcional Femina engorda?

Ou anticoncepcional Femina emagrece? Mais uma vez é importante lembrar que não existe uma resposta absoluta, pois isso irá variar de acordo com a reação do organismo da mulher aos hormônios do medicamento. Fato é que quanto menos hormônios na fórmula menos as chances de engordar, pois os hormônios ajudam a inchar e a reter líquidos. Mais hormônios também significa que as reações dos efeitos colaterais podem ser mais desconfortáveis, como mais cólica, alteração de humor, depressão, etc, mas isso também não é regra. Para uma indicação orientada e profissional do melhor anticoncepcional para seu metabolismo e objetivos, procure um ginecologista. Muitas mulheres podem ter objetivos diferentes ao tomar anticoncepcional além da prevenção da gravidez como redução da acne, diminuição de sintomas da TPM, tratamento de ovário policístico, etc. Por isso, a necessidade de uma consulta específica caso a caso.

  Continua Depois da Publicidade  

Vantagens e efeitos colaterais do anticoncepcional Femina

O Femina se destaca por ajudar a reduzir as manchas da pele, prevenir a gravidez, tratar acne, diminuir retenção de líquido e tem baixa dosagem hormonal, o que diminui as chances de efeitos colaterais indesejáveis. Dentre os efeitos colaterais destaque para: dores de cabeça, alteração de peso, amenorreia (ausência de menstruação), infecção genital, tomboembolismo, sensibilidade, intolerância à glicose, púrpura trombocitopênica, inchaço das mamas, náuseas, enjoos, gengivite, aumento da pressão arterial, cefaleia, desconforto nos olhos ao usar lentes de contato, alteração de humor e depressão. Vale ressaltar que essas são possíveis efeitos colaterais e muitas mulheres podem vir a apresentar alguns ou nenhum deles, sendo que alguns são bem raros de ocorrer.

Como tomar?

Assim como qualquer pílula oral, o anticoncepcional Femina deve ser iniciado (pela primeira vez) no primeiro dia da menstruação e ser ingerido uma pílula a cada dia de preferência no mesmo horário até finalizar a cartela. Respeite os dias da semana evidenciados na cartela para não se perder. Caso em algum dia esqueça de tomar no horário correto, tome em até 12 horas após o horário usual. Ao terminar a cartela faça uma pausa de sete dias, período em que ocorrerá a menstruação e inicia uma nova cartela no oitavo dia. Se não quiser menstruar basta emendar as cartelas. Cada cartela vem com 21 comprimidos e o medicamento custa em média R$ 20.

Contra-indicações

Deve-se evitar utilizar esse medicamento em casos de gravidez, sensibilidade a um dos componentes da fórmula, hipertensão grave, síndrome de Dubin-Johnson, histórico ou presença de tumores, distúrbios hepáticos, cardiovasculares ou cerebrovasculares, sangramento vaginal sem causa aparente, icterícia colestática, herpes gestacional, câncer de mama, câncer de endométrio e diabetes melitus. Outras condições também podem exigir a interrupção do medicamento. Consulte um médico para melhor orientação.

Você conhece alguém que utilize e afirme que o anticoncepcional Femina engorda? Tem necessidade de usá-lo e receio dos efeitos colaterais? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (110 votos, média: 3,75 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite
  Continua Depois da Publicidade  


ARTIGOS RELACIONADOS

6 comentários

  1. Oi tomo Diane 35 e engordei 5kg. Qual pílula ajuda a não ganhar peso?

  2. Não engordei de fato, meu peso parece permanecer o mesmo, mas minha barriga que era chapada ficou bem inchada depois que comecei a tomar o femina há dois meses. Passei anos sem pílula, resolvi voltar a tomar mas estou vendo que vou parar de novo… não dá pra ficar com uma pança dessas…

  3. Tomei femina por 5 anos,as cólicas diminuíram mas o libido também. Mas foi bom para regularizar a menstruação.

  4. A muito tempo estava sem tomar anticoncepcional pois meu ex era vasectomizado e voltei a tomar femina agora estou me sentindo muito inchada minha barriga cresceu demais pois estava malhando muito e minhas articulacoes estao me incomodando.Sera normal depois de tanto tempo sem toma lo

  5. Eu tomei o Femina por 10 anos e pouco. Não engordei, pelo contrário, sempre me mantive no peso. Minha pele é boa. Minha menstruação regular. Mas eu considero que ele reduziu drasticamente minha libido. Me dá dores insuportáveis de cabeça, me fazendo ter crises de enxaqueca, felizmente poucas nesse tempo que eu o tomo. Altera muito meu humor. Me dá crises depressivas. Tenho problema de circulação. Eu sempre acreditei que tudo isso tem ocorrido devido o tempo que eu o tomo. Eu há anos pedia para ginecologistas trocarem, mas não queriam e mandavam eu continuar com ele. Até quis que me indicassem outro método, porém nenhum quis. Encontrei uma ginecologista que me escutou e o trocou pelo Elani. Hoje é o primeiro dia que eu tomo e espero que seja bem melhor.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*