Canela quebra jejum? Exames e jejum intermitente

Especialista da área:
atualizado em 02/07/2021

Quem gosta de usar canela no seu dia a dia pode ficar cheio de dúvidas quando precisa fazer um jejum por conta de um exame de sangue ou quando resolve aderir ao jejum intermitente. Afinal, será que a canela quebra jejum em algum desses casos?

  Continua Depois da Publicidade  

Antes de entender se a canela quebra jejum: conheça a especiaria

A canela é uma especiaria originária do Caribe, da América do Sul e do Sudeste Asiático. Ela costuma aparecer em receitas de chás, biscoitos, sopas, bolos e pudins ou na companhia de frutas como banana ou maçã, por exemplo.

Se atualmente conseguimos encontrá-la com facilidade em feiras e supermercados, antigamente ela era rara, valiosa e considerada um presente para os reis. Para você ter uma noção, o uso da especiaria data do distante Egito antigo. 

A definição de jejum

Jejum - Canela quebra jejum?

Além disso, para entender se a canela quebra jejum, vamos conhecer a definição de jejum? Conforme o Conselho Regional de Biomedicina 3ª Região, jejuar significa privar-se de alimentos por certo período de tempo.

A instituição explicou que, em termos de fisiologia humana, compreende-se como jejum o tempo no qual um indivíduo não recebe nada de calorias. 

Para a maior parte dos autores, a prática é um período superior a oito horas em que ocorre somente a ingestão de água pura, completou o Conselho Regional de Biomedicina 3ª Região.

O período clássico de 12 horas de jejum foi determinado com base no tempo máximo que uma pessoa normal precisaria para metabolizar todo o alimento que consumiu na última refeição. Já ficar 14 horas sem comer nada já entra na categoria de jejum prolongado, acrescentou a instituição.

A canela quebra jejum para os exames de sangue?

No caso do jejum de preparação para um exame de sangue é mais seguro não ingerir a canela. Tudo para garantir que não haja nenhuma interferência no sangue e, consequentemente, no resultado do exame.

Um dos motivos para essa medida cautelosa é que, especialmente em quantidades excessivas, a especiaria pode favorecer o desenvolvimento de uma hipoglicemia. Ou seja, nesse caso é possível dizer que a canela quebra jejum.

Quando fazemos um exame de sangue para check-up, geralmente o intuito é saber, entre outros fatores, como realmente andam as nossas taxas sanguíneas de glicose. Assim, o melhor é não arriscar e deixar a canela para outro momento, não é mesmo? 

  Continua Depois da Publicidade  

Mas saiba que isso também inclui o ingrediente na forma do famoso chá de canela. Bebidas como refrigerantes, chás ou bebidas alcoólicas devem ser evitadas (no jejum preparatório para o exame de sangue), pois podem provocar alterações nos componentes do sangue.

Entretanto, para ter certeza que realmente não pode ingerir nada de canela durante o jejum para o exame de sangue e para saber tudo o que pode e não pode fazer ao longo do jejum, o ideal é que você consulte o médico que pediu o teste e o laboratório onde ele é feito.

Isso porque podem existir variações nas recomendações para o jejum, de acordo com o tipo de exames laboratoriais a serem realizados.

A canela quebra jejum intermitente?

Jejum intermitente - Canela quebra jejum?

A presença da canela durante o período sem comer de um jejum intermitente também varia conforme as regras do tipo de jejum intermitente em questão.

De maneira geral, a água é sempre a melhor escolha de bebida para aquele tempo que a pessoa fica sem comer enquanto faz o jejum intermitente.

No entanto, uma pessoa também pode ingerir café preto e o chá verde, chá preto e o chá de ervas durante esse período de jejum. Por outro lado, não se deve adicionar creme, leite ou açúcar a essas bebidas. Aproveite e confira aqui tudo que quebra jejum intermitente.

Entretanto, isso não quer dizer necessariamente que a canela quebra jejum intermitente, em todos os seus tipos e variedades. Afinal, algum método pode indicar ou liberar a sua presença.

Por exemplo, o jejum do programa Intensive Dietary Management (Controle Alimentar Intensivo, tradução livre) permite adicionar a canela ao café cafeinado ou descafeinado e aos chás preto, verde, oolong e de ervas liberados para o jejum.

  Continua Depois da Publicidade  

Para ter certeza, busque orientação

Para evitar problemas de saúde, um jejum intermitente jamais deve ocorrer sem o acompanhamento do nutricionista e do médico. Afinal, algumas pessoas não podem fazer jejum intermitente.

Assim, antes de decidir incluir a especiaria no período sem comer do seu jejum intermitente, a pessoa que já segue o método precisa consultar esses profissionais.

Isso serve para ter certeza se a canela realmente está permitida no jejum intermitente que ela segue. Mas, tão ou mais importante que isso, buscar a orientação profissional serve para garantir que não fará mal ingerir um café ou chá com canela. 

Isso porque o consumo da especiaria exige certos cuidados e envolve algumas restrições.

Cuidados com a canela

Além de entender se a canela quebra jejum, é importante saber que existem algumas restrições em relação ao uso da especiaria. 

Por exemplo, o ingrediente não é bom para mulheres grávidas porque favorece a contração uterina, o que pode resultar em um aborto ou parto prematuro. 

A canela também não pode ser consumida por pessoas que sofrem com úlceras intestinais ou gástricas e não é considerada muito adequada para os bebês. Para as mulheres que amamentam e os pacientes com pressão alta, é fundamental consultar o médico antes de usar a especiaria.

Da mesma forma, as pessoas que sofrem com problemas circulatórios ou hepáticos (no fígado) só devem consumir o ingrediente depois que conversarem com o médico e receberem a autorização do profissional.

O uso da canela também requer cuidados dos pacientes que sofrem com a diabetes do tipo 1, que utilizam insulina diariamente. Isso porque a especiaria pode aumentar os riscos de que os níveis de glicose no sangue fiquem baixos demais (hipoglicemia). 

Portanto, quem faz parte desse grupo também precisa consultar o médico antes de usar o ingrediente. 

Efeitos colaterais

A canela pode provocar efeitos colaterais como alergias e irritação na pele. Para quem faz uso de qualquer medicamento, suplemento ou planta medicinal é necessário consultar o médico para saber se não pode fazer mal usar a canela ao mesmo tempo.

Por exemplo, há estudos que apontaram a presença de uma substância com propriedades anticoagulantes na especiaria, podendo alterar a coagulação sanguínea. Assim, o consumo da canela não é indicado para quem toma remédios anticoagulantes.

Vídeo

Quer saber mais sobre a canela? Então, aprenda com a nossa nutricionista o que o consumo frequente da canela pode trazer para a sua saúde:

Você gosta de canela? Como usa a especiaria no dia a dia? Conte abaixo:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum voto ainda)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário