Especialista da Área:

Chá de Carambola – Benefícios, Para Que Serve e Efeitos Colaterais

🕐 27/12/2019

A carambola é uma fruta amarelinha que tem o formato de uma estrela, mas no artigo abaixo falaremos sobre as suas folhas, que podem ser utilizadas no preparo de um chá – o chamado chá de carambola.

Vamos conhecer quais são vantagens para a saúde e quais efeitos colaterais já foram associados ao chá de carambola. Vamos nessa?

Para que serve – Benefícios atribuídos ao chá de carambola

O chá preparado à base das folhas da caramboleira – a árvore da carambola – já foi associado a benefícios como promover a diminuição dos níveis de glicose no sangue (efeito hipoglicemiante) e contribuir com o processo de emagrecimento, dificultando a retenção de açúcar por parte do organismo.

Entretanto – e isso é um grande porém – não temos como assumir que isso realmente aconteça na prática porque não encontramos pesquisas científicas que embasem essas afirmações e nem a fala de especialistas da área da saúde para confirmar que isso realmente pode acontecer.

Portanto, jamais utilize o chá de carambola para qualquer um desses fins sem antes consultar o médico.

Se você sofre com a diabetes, sabe que precisa controlar os seus níveis de glicose no sangue. Porém, lembre-se de que deve fazer isso de maneira segura, seguindo somente as estratégias recomendadas e aprovadas pelo médico que cuida do seu tratamento.

Jamais troque esse tratamento pelo uso de qualquer chá, inclusive o chá das folhas de carambola, tendo em mente que a diabetes é uma doença que pode trazer complicações se não for tratada apropriadamente.

Mesmo que o chá de carambola funcione para diminuir os níveis de glicose no sangue, isso não significa que a bebida possa ou deva ser utilizada por diabéticos. Até porque, se ele fizer isso, existe o risco de que ele interaja com medicamentos utilizados no tratamento da doença que já trazem o efeito de reduzir as taxas de açúcar no sangue, provocando uma queda muito acentuada nos níveis sanguíneos de glicose.

Em relação à diminuição de peso, já sabemos que não existem bebidas milagrosas. Você pode – e até deve – consultar o seu médico ou nutricionista para saber se o chá preparado à base das folhas de carambola pode beneficiar o processo de emagrecimento de alguma maneira.

No entanto, tenha em mente que para reduzir o peso é necessário seguir toda uma alimentação que seja saudável, controlada, nutritiva e equilibrada. A prática de atividades físicas também contribui neste sentido, tendo em vista que maximiza a quantidade de calorias que é queimada por parte do corpo.

Porém, é fundamental que a dieta e o treinamento sejam feitos com o acompanhamento do nutricionista e do educador físico, para assegurar que os processos sejam não somente eficientes, como também seguros para a saúde do corpo.

O perigo da carambola

Uma pesquisa conduzida por cientistas da Universidade de São Paulo (USP) em Ribeirão Preto, São Paulo, constatou que uma substância encontrada na carambola torna a fruta tóxica, principalmente para pessoas que sofrem com problemas nos rins.

Os pesquisadores chegaram a essa conclusão depois que identificaram a presença de uma molécula que chamaram de caramboxina. Essa substância é encontrada em baixas concentrações na fruta, porém, causa danos. Em pessoas com saúde normal, ela é eliminada pelo organismo, já quem sofre com insuficiência renal, retém o componente.

Isso traz sintomas como soluços que duram horas, confusão mental e convulsão e se não houver tratamento, pode até mesmo causar a morte.

Os pesquisadores ainda alertaram que mesmo quem não sofre de problemas nos rins deve consumir o alimento com moderação, pois o excesso pode trazer problemas neurológicos e insuficiência renal aguda.

No mesmo sentido, encontramos alertas de que a carambola não deve ser consumida em excesso e/ou durante longos períodos porque isso pode provocar o desenvolvimento de pedras nos rins, devido à presença de uma substância conhecida como ácido oxálico na composição da carambola.

Entretanto, o chá de carambola, preparado a partir das suas folhas, não possui essa contraindicação, ainda que a bebida não possa ser consumida em quantidades excessivas.

Porém, como nada substitui a orientação médica, se você sofre com a insuficiência renal, é fundamental que consulte o médico para saber se pode tomar o chá de carambola.

Mais do que isso, quem sofre com qualquer tipo de doença crônica deve consultar o médico antes de começar qualquer tratamento caseiro, como aqueles que incluem a ingestão do chá de carambola.

Outros cuidados com o chá de carambola

É necessário consultar o médico antes de começar a tomar qualquer tipo de chá – o que definitivamente inclui o chá de carambola – para qualquer finalidade para se certificar de que o chá é realmente indicado, que não pode fazer mal, e descobrir em que dosagem e frequência o chá preparado das folhas de carambola pode ser consumido de maneira segura.

Isso é importante para todas as pessoas, principalmente para crianças, adolescentes, idosos e mulheres que estejam grávidas ou se encontrem no processo de amamentação dos seus bebês.

O chá de carambola não pode ser utilizado no lugar de nenhum tratamento médico, sob o risco de prejudicar gravemente a saúde.

Quem estiver utilizando qualquer tipo de medicamento, suplemento ou planta medicinal, precisa informar ao médico a respeito disso para que ele verifique se não faz mal tomar o chá ao mesmo tempo em que utiliza a substância em questão.

Efeitos colaterais do chá de carambola

Não foram encontradas informações concretas e confiáveis que especifiquem quais efeitos colaterais podem ser provocados pelo chá de carambola, entretanto, isso não significa necessariamente que eles não existam, apenas serve como indício de que eles não estão tão bem documentados.

Portanto, caso você experimente qualquer tipo de reação adversa ao consumir o chá de carambola, procure imediatamente o auxílio do médico ou se desloque rapidamente ao hospital mais próximo, mesmo que o sintoma apresentado não tenha a aparência de ser tão grave assim.

Isso é fundamental para se certificar de qual é a seriedade do efeito colateral em questão, receber o tratamento apropriado caso seja necessário e descobrir se pode continuar a consumir o chá de carambola ou não.

Você já conhecia o chá de parambola? Pretende experimentar e incorporar no seu dia a dia agora? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (7 votos, média: 3,86 de 5)
Loading...

4 comentários em “Chá de Carambola – Benefícios, Para Que Serve e Efeitos Colaterais”

  1. Eu utilizei 3 meses o chá de tanto minha mãe insistir, não faço uso de qualquer remédio, até hoje não vi nenhum resultado

  2. Prezados, achei as informações bastante contundentes e de fácil compreensão; pois irei realizar o uso do chá, e aguardar resultado, sem mais agradeço pelas informações.

  3. Que informação mais fajunta! Se tudo que for fazer, precisar de consultar um médico, então não adianta nada essa informação! Já pensou se a minha vó tivesse que fazer isso? Teria morrido bem mais nova. Péssimo site!

  4. Chá de carambola, acho que muita gente não sabia disso, muitos menos seus benefícios. Principalmente os
    relacionados a diabetes. Mas uma informação importante do site.

Deixe um comentário